Por Cleber Aguiar – Valcke desabafa sobre Fernanda Lima e ironiza Romário, em evento Fifa

Fonte: Globo.com

Na coletiva que seria dedicada à abertura do Mundial de Clubes, secretário-geral da Fifa fala sobre questionamentos à apresentadora no sorteio da Copa: ‘São doentes’

Por Alexandre Alliatti Direto de Marrakesh, Marrocos

A entrevista coletiva de abertura do Mundial de Clubes da Fifa, nesta terça-feira, em Marrakesh, foi mais sobre o Brasil do que sobre o Marrocos. A presença do Atlético-MG, a confusão na última rodada do Campeonato Brasileiro e até a atriz Fernanda Lima foram temas abordados – sempre direcionados ao secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke, que oscilou entre a ironia e o desabafo.

Ele aproveitou uma pergunta sobre a presença da atriz no sorteio dos grupos da Copa para criticar notícias, segundo ele, absurdas, como a preferência por Fernanda Lima em vez de uma apresentadora negra no evento.

– Essa foi uma não-polêmica. É impressionante como informações não são checadas. Fernanda Lima foi a única convidada. Não é uma questão de negro ou branco. O mesmo aconteceu em 2010, na África do Sul, quando queriam cinco negros e cinco brancos. Não faz sentido. O que fizemos foi fazer um grande evento. Ela foi muito bem, esteve relaxada, e se foi chamada para apresentar a Bola de Ouro, é porque terá muitos brasileiros. O tema será Brasil. Será tudo sobre Brasil. Foi lógico convidar Fernanda. Eu fico impressionado com o que as pessoas podem dizer – disse.

O secretário-geral também falou sobre as acusações de internautas sobre fraude no sorteio. Um vídeo circula pelas redes sociais afirmando que Valcke escondia a bolinha atrás da mesa do palco sempre que tirava os nomes dos países. Segundo essa teoria, a Fifa já havia determinado as seleções de cada chave e o sorteio era uma farsa.

– As pessoas são doentes. Estão dizendo coisas estúpidas. É incrível que as pessoas digam coisas estúpidas para vender. Esse tipo de história é insana. É uma das mais estúpidas que você pode ler – defendeu-se o francês.

Em uma pergunta, um repórter brincou que Valcke já é quase cidadão brasileiro, de tanto que vai ao Brasil. O dirigente ironizou as críticas que recebe no país, especialmente do deputado federal e ex-jogador Romário.

– Não sou um cidadão brasileiro. Sou um cidadão sul-africano, isso sim. Não tenho certeza se o Brasil vai me dar a cidadania depois da Copa. Não o Romário, pelo menos – disse ele, rindo.

Por Cleber Aguiar – Vasco entra nesta terça com ação para levar pontos de jogo de Joinville

Fonte: Globo.com

Presidente Roberto Dinamite assina recurso, e diretoria decide ir ao STJD para
evitar queda. Vice de futebol diz que árbitro foi pressionado a reiniciar a partida

vasco-atletico-pr-briga-torcida-joinville-brasileiro-1-(9)

Por Raphael Zarko

O que era um estudo virou um recurso, e na tarde desta segunda-feira, poucas horas depois de chegar de Joinville, a diretoria do Vasco decidiu entrar com ação no Superior Tribunal de Justiça Desportiva para ganhar os pontos da partida contra o Atlético-PR. Com a bola rolando, o clube paranaense ganhou por 5 a 1. A partida, no entanto, ficou paralisada por mais de 70 minutos, acima do limite máximo permitido para adiamento ou suspensão, segundo Regulamento Geral de Competições da Confederação Brasileira de Futebol – o prazo das diretrizes da CBF fala em 30 minutos de paralisação e mais 30 de acréscimo. O Vasco vai tentar provar que o clube causador da paralisação – no caso, o Atlético-PR – era responsável pela segurança do jogo. Sendo assim, seria declarado perdedor pelo placar de 3 a 0.

O vice-presidente de futebol do Vasco, Ercolino de Luca, confirmou que o recurso vascaíno será apresentado nesta terça-feira no tribunal desportivo.

– Vamos tentar entrar com o recurso. Está dentro da lei, do artigo que diz o limite para acréscimo. O clube tentou que a partida não reiniciasse, mas o árbitro foi pressionado a continuar o jogo – diz o dirigente, referindo-se a ações de dirigentes do Atlético-PR e da CBF. – Ele não queria voltar com a partida. Disse que poderia ser responsabilizado pelo que acontecesse.

O diretor jurídico do Vasco, Gustavo Pinheiro, aguardou apenas o retorno do presidente Roberto Dinamite de Curitiba, e a estratégia foi aprovada depois de poucos telefonemas entre a cúpula do futebol. O mandatário vascaíno assinou o recurso, e o clube entra nesta terça-feira com a ação no STJD, ainda dentro do prazo de 48 horas após a partida.

No artigo 19 do regulamento de competições da CBF, entre os motivos previstos para uma partida ser adiada, interrompida ou suspensa estão: “falta de garantia”, “conflitos ou distúrbios graves, no campo ou no estádio”, “procedimento contrário à disciplina por parte dos componentes do clubes e/ou de suas torcidas” e ainda “ocorrência extraordinária que represente uma situação de comoção incompatível com a realização ou continuidade da partida”. No parágrafo único, as diretrizes da CBF preveem que o jogo interrompido pode ser suspenso se a causa da paralisação não acabar em 30 minutos, com possibilidade de acréscimo de mais 30 minutos, caso o árbitro entenda que o motivo da paralisação será resolvido.

A partida entre Atlético-PR e Vasco foi paralisada aos 17 minutos do primeiro tempo, quando o time carioca perdia por 1 a 0. A briga entre torcidas organizadas na arquibancada e os atendimentos de feridos paralisaram o jogo por 73 minutos, diz o árbitro na súmula da partida. Treze minutos a mais do que o previsto no regulamento da competição. O texto diz que o árbitro pode, “a seu critério”, suspender o jogo mesmo que o chefe de segurança ofereça garantias.

Paulo Schmitt, procurador-geral do STJD, diz que é prematuro dizer se o Vasco tem chance de sucesso em sua empreitada.

– Tem que aguardar o protocolo e encaminhamento à Procuradoria para análise. Tentar rediscutir resultado de jogos após o encerramento do campeonato passa a idéia de desespero por tudo o que não se fez dentro dos gramados durante o ano para salvar do rebaixamento, no caso. Mas é precipitado falar sem avaliar os documentos e argumentos dos interessados.

Por Cleber Aguiar – Sargento da PMDF diz em vídeo que, sem aumento, ‘troco’ será na Copa

Fonte: Portal G1

Declarações foram feitas em frente ao secretário de Segurança do DF.
G1 procurou a pasta, que não comentou assunto; PM investiga o caso.

Ricardo Moreira

O G1 teve acesso a um vídeo que mostra um sargento da Polícia Militar do Distrito Federal dizendo ao secretário de Segurança Pública do DF, Sandro Avelar, que caso não sejam contemplados com reajuste salarial, os PMs “darão o troco” na Copa do Mundo de 2014.

As imagens foram gravadas no dia 5 de dezembro, durante um café da manhã realizado dentro do 11° Batalhão da Polícia Militar em Samambaia, região a 25 quilômetros do centro de Brasília.

O sargento aparece falando no vídeo do lado direito da tela, e Avelar, no canto esquerdo, vestindo um terno de cor escura. O G1 procurou a Secretaria de Segurança Pública do DF no dia 5 de dezembro para comentar o assunto, mas até a publicação desta reportagem não obteve resposta.

A PM respondeu que o comando da corporação “ainda está avaliando as informações” e que “em breve se posicionará”. O G1 ligou para o 11° Batalhão da PM em Samambaia e pediu para falar com o comandante da unidade. Assessores disseram que o oficial estava em reunião. O sargento que aparece no vídeo não foi localizado pela reportagem.

Durante o encontro, o sargento diz que fala em nome da categoria e afirma que caso a PM não seja contemplada com aumento salarial, os militares vão dar uma “resposta” em 2014.

“A Copa do Mundo ‘tá’ vindo aí. E eu vou falar para o sr., em nome de nossa categoria: é a nossa vontade. Se a Polícia Militar não for contemplada, como outros órgãos da Segurança Pública foram contemplados, o troco nós vamos dar na Copa do Mundo. O sr. secretário leve essa mensagem [ao governador Agnelo Queiroz]”, diz o sargento na gravação.

Em frente a outros colegas de farda, o sargento disse que a chamada operação tartaruga, deflagrada por PMs do DF, vai continuar. A operação reduz o ritmo nos atendimentos. Em caso de perseguição, por exemplo, os carros da polícia obedecem aos limites máximos de velocidade da via.

No vídeo, o sargento reclama que, ao contrário da PM, outros setores da segurança pública do DF foram contemplados com reajustes salariais.

Em determinado momento, o militar diz que o governo do Distrito Federal “virou as costas” para as demandas da corporação. “Nós pensávamos que estávamos no céu quando elegemos Dilma, elegemos Patrício [deputado distrital pelo PT], elegemos Agnelo (…). Então, o sr. como secretário de Segurança Pública, eu quero que o sr. leve essa mensagem ao governador.”

Por Cleber Aguiar – Integrantes de organizada do Vasco vibram com ‘troféu’ após pancadaria

Fonte: Portal Radio Globo

Foto publicada em perfil no Facebook mostra camisas de torcida do Atlético-PR que teriam sido roubadas durante o confronto na Arena Joinville

Marcelo Bruzzi

Integrantes de organizada do Vasco vibram com 'troféu' após pancadaria Grupo comemora resultado da briga

Um dia após a pancadaria que chocou o Brasil, integrantes da “Força Jovem Vasco” usaram o Facebook para enaltecer a atuação dos brigões e comemorar o resultado da batalha. Uma foto publicada na página “Guerreiros da FJV” mostra duas camisas e um boné da torcida organizada “Os Fanáticos”, do Atlético-PR, que teriam sido roubados durante o confronto nas arquibancadas da Arena Joinville. “Troféus do último jogo”, diz a descrição da imagem na rede social. A foto foi compartilhada no perfil “Força Jovem Diretoria”, que tem mais de 32.500 seguidores.

Nos comentários, integrantes da torcida organizada vibram com a selvageria. “Foi mexer com a família, agora aguenta”, diz um internauta. “FJV, terror do Rio e do Brasil”, publicou outro torcedor. A página “Guerreiros da FJV” também publicou montagem com várias fotos do confronto e escondeu o rosto dos brigões. A imagem mostra homens desacordados sendo espancados. “Mexeu com a família, agora se vira. Foram para cima, olha o resultado. FJV em minoria e aguentou na trocação”, diz a legenda.

Três torcedores do Vasco foram presos após pancadaria. De acordo com a Polícia Civil de Santa Catarina, o trio foi identificado pelas imagens feitas no momento da confusão. Eles vão responder por tentativa de homicídio, associação ao crime e danos ao patrimônio. Nesta segunda-feira (9), os torcedores foram encaminhados ao Presídio Regional de Joinville.

Por Cleber Aguiar – Oswaldo de Oliveira deixa o Botafogo e deve ser o novo técnico do Santos

Fonte: Folha Online

Oswaldo de Oliveira não é mais técnico do Botafogo. Ele acertou sua saída do clube no final desta segunda-feira numa reunião com os dirigentes.

O treinador comandou o time nas duas últimas temporadas. Neste período, o time conquistou o Estadual deste ano e ficou um quarto lugar no Brasileiro.

Para conseguir uma vaga na Libertadores do próximo ano, os cariocas terão que torcer contra a Ponte Preta, que decide na quarta-feira a Copa Sul-Americana diante do Lanús, da Argentina.

No domingo, o Botafogo venceu o Criciúma, por 3 a 0, no Maracanã. Na ocasião, o técnico foi festejado pelos torcedores e jogadores, que pediram a sua permanência. Oliveira deve comandar o Santos em 2014.

SANTOS

A Folha informou na última sexta-feira que Oswaldo de Oliveira deve ser o novo técnico do Santos. O técnico já tem as bases de seu contrato com o time santista acertadas.

Por questão ética do Comitê de Gestão do Santos, o anúncio da contratação de Oliveira só ocorreria quando o Campeonato Brasileiro já estivesse encerrado.

Com ANDRÉ CARAMANTE

Vitor Silva-5.out.2013/SSPress
Oswaldo de Oliveira, durante jogo do Botafogo no Maracanã, pelo Brasileiro
Oswaldo de Oliveira, durante jogo do Botafogo no Maracanã, pelo Brasileiro

Por Cleber Aguiar – Rebelo tranquiliza e prevê entrega do Itaquerão em abril

Fonte: O Estado de São Paulo

Segundo o ministro, reuniões ligadas à fiscalização devem ocorrer nesta semana
Paulo Favero – Agência Estado

SÃO PAULO – Aldo Rebelo, ministro do Esporte, visitou nesta segunda-feira o Itaquerão, para ver mais de perto os estragos causados pela peça de 420 toneladas que caiu na fachada do estádio. Ele garante que tudo está sendo feito da melhor forma para que a região do acidente seja liberada. “As reuniões com as instituições encarregadas pela fiscalização devem ocorrer nesta semana. Só depois disso podem liberar, mas não sei quando”, comentou.

Rebelo visitou o canteiro de obras do Itaquerão - Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão
Rebelo visitou o canteiro de obras do Itaquerão

Ele ficou cerca de duas horas no estádio que receberá a abertura da Copa do Mundo do ano que vem e garantiu que não está preocupado com o andamento das obras. “Me passaram a ideia de que o estádio possa ser entregue na primeira quinzena de abril e que na segunda quinzena possa ter um evento-teste”, disse.

O político teve acesso ao novo cronograma de obras e ao planejamento feito por Corinthians e Odebrecht para fazer a obra avançar, apesar de que no setor que houve o acidente que culminou na morte de dois operários ainda existe um embargo para a realização da perícia. “Acabamos de fazer a visita à arena e ouvimos a exposição dos envolvidos na obra, assim como do Andrés Sanchez. Saímos com uma ideia de prazo e cronograma”, contou.

Ele foi acompanhado de Nádia Campeão, vice-prefeita de São Paulo, bem como representantes do governo paulista e do Comitê Paulista da Copa de 2014. “O impacto do acidente, ainda mais quando se perdem duas vidas, é muito grande. Isso não tem como recuperar”, lamentou, lembrando que ainda não se sabe as causas do acidente. “Vamos cuidar para que os novos prazos sejam cumpridos”, afirmou.