Por Cleber Aguiar – Santos vai enxugar elenco para 2014 no pós-ressaca de Neymar

Fonte: Folha de São Paulo

ANDRÉ CARAMANTE
ENVIADO A SANTOS

Ao anunciar na quarta-feira que Claudinei Oliveira, técnico formado nas suas categorias de base, não ficará na equipe em 2014, o Santos começou a se preparar para enfrentar a sua primeira temporada completa sem Neymar.

Com 2013 marcado apenas pela comemoração do cinquentenário da conquista do bicampeonato mundial de clubes (1962 e 1963), o Santos também decidiu que fará uma redução do elenco profissional –de 36 para 28 jogadores.

A lista de dispensas será encabeçada por veteranos como Léo, 38, Marcos Assunção, 37, e Durval, 33.

Ivan Storti – 4.set.2013/Divulgação Santos FC
Léo cabeceia a bola durante treino do Santos
O lateral esquerdo Léo cabeceia a bola durante treino do Santos no centro de treinamento

Claudinei tem contrato até dezembro e comandará o time nos próximos três jogos que restam neste ano, todos pelo Campeonato Brasileiro.

Campeão da Copa São Paulo de juniores deste ano com o clube, Claudinei chegou a ser convidado para permanecer na comissão técnica do time, mas recusou por acreditar que tem chances de dirigir outro time profissional.

A saída do treinador havia sido decidida pelo comitê gestor do time antes da derrota de domingo para o Vitória, por 2 a 0, em Salvador, pelo Brasileiro, e que eliminou as chances de o Santos lutar pela Libertadores-2014.

Apesar de a torcida conviver há dois meses com uma lista de possíveis substitutos para Claudinei, que assumiu após a saída de Muricy Ramalho e do ídolo Neymar, em maio, o presidente Odílio Rodrigues Filho garante que não há um nome confirmado.

Ney Franco (Vitória), Guto Ferreira (Portuguesa), Ricardo Gareca (Veléz-ARG) e Vagner Mancini (Atlético-PR) são tidos como fortes candidatos. Tite, do Corinthians, chegou a ser sondado.

Qualquer treinador que venha terá, segundo Rodrigues Filho, de se adequar ao padrão salarial. O time não quer pagar mais do que R$ 350 mil para técnico ou jogadores.

Para o próximo ano, o Santos também emprestará jovens para tentar amadurecê-los como Victor Andrade, 18.

Para reforçar o elenco, o Santos busca o meia Marlone, do Vasco, e o atacante Vargas, do Napoli (Itália) e que está emprestado ao Grêmio, são os primeiros alvos.

Já Aranha, Edu Dracena, Gustavo Henrique, Mena, Arouca, Cícero e Montillo continuam em alta.

Por Cleber Aguiar – Atlético-MG anuncia renovação de contrato com Cuca

Fonte: Folha Online

O presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, anunciou através de seu Twitter a renovação de contrato com o técnico Cuca até o final da próxima temporada. O vínculo anterior do treinador era até o final de 2013.

“Cuca renovou. Fica até o final do meu mandato”, escreveu Kalil, que permanecerá na presidência do clube mineiro até o final de 2014.

Cuca foi contratado pelo Atlético-MG em agosto de 2011. Na oportunidade, a equipe estava ameaçada de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, mas conseguiu se salvar nas últimas rodadas.

No ano seguinte, levou o time ao vice-campeonato nacional e garantiu uma vaga na Taça Libertadores-2013. Neste ano, garantiu o inédito título da competição após vencer o Olímpia nos pênaltis.

Antes do título, Cuca carregava a fama de pé-frio. Em seu currículo, acumulava títulos de torneios estaduais. Ele foi campeão do Estadual do Rio em 2009, pelo Flamengo, e venceu as três últimas edições do Mineiro (2011 à frente do Cruzeiro e as duas mais recentes com a equipe alvinegra).

Sétimo colocado no Campeonato Brasileiro com 52 pontos, o Atlético-MG ainda disputará nesta temporada o Mundial de Clubes, que será realizado no Marrocos. O time mineiro está na mesma chave do Monterrey, que encara nas quartas de final o vencedor do duelo entre o Raja Casablanca (time da casa) e o Auckland City, da Nova Zelândia (campeão da Oceania). O primeiro jogo está marcado para 18 de dezembro.

Bruno Magalhães/Folhapress
Cuca comemora o título da Libertadores conquistado pelo Atlético-MG
Cuca comemora o título da Libertadores conquistado pelo Atlético-MG

Por Cleber Aguiar – ‘Morumbazo’: Ponte estraga festa de Ceni e ganha destaque na Argentina

Fonte: Globo.com

Diário Olé pede que Lanús, único clube do país na disputa da Copa Sul-Americana, tome cuidado com a Macaca. Site da Conmebol destaca festa estragada de Ceni
site Olé destaque vitória Ponte Preta São Paulo Sul-Americana (Foto: Reprodução / Olé)Versão online do Olé destaca triunfo da Ponte no Morumbi nesta quarta (Foto: Reprodução / Olé)

A cada dia que passa, a América do Sul se surpreende mais com a Ponte Preta. Nesta quarta-feira, não foi diferente. Ao vencer o tricampeão mundial São Paulo no Morumbi, pela primeira partida da semifinal, a Macaca ganhou destaque na imprensa argentina. O diário Olé, principal jornal esportivo do país, classificou a partida na capital paulista como “Morumbazo” – referência explícita ao “Maracanazo”, como ficou conhecida a vitória do Uruguai sobre o Brasil, na final da Copa do Mundo de 1950.

“A Ponte Preta dá o que falar” é a frase de abertura do texto na versão digital do Olé. O diário destaca a campanha da Alvinegra de Campinas, que eliminou o Vélez Sarsfield nas quartas de final, em Buenos Aires, e superou, segundo a publicação, “um gigante do seu país”, depois de sair em desvantagem. Paulo Henrique Ganso abriu o placar para o São Paulo, mas Antônio Carlos (contra), Leonardo e Uendel garantiram o triunfo alvinegro.

O Olé também faz um alerta ao Lanús, único argentino que ainda disputa o título da Copa Sul-Americana (faz a outra semifinal, contra o Libertad, do Paraguai). “Um resultado bárbaro para o pequeno clube, que sofreu até o final da partida e teve que conter a pressão do São Paulo, sobretudo com duas chances salvas em cima da linha”, destaca o relato.

O site da Conmebol, entidade organizadora da Copa Sul-Americana, também deu destaque à vitória da Ponte Preta no Morumbi. O maior feito, segundo a publicação, foi estragar a festa de Rogério Ceni, que atingiu 1.116 jogos pelo São Paulo e igualou feito de Pelé como jogador com mais partidas por um único clube brasileiro. Nem mesmo o provável rebaixamento à Série B do Brasileiro impediu que a Macaca se impusesse na casa do adversário.

Os dois times voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, no Estádio Romildo Ferreira, em Mogi Mirim. Após a vitória por 3 a 1, a Ponte pode até perder por 2 a 0 que se classificará à decisão. O São Paulo precisa de um triunfo por três gols de diferença ou dois, caso marque quatro ou mais vezes.

Rogerio Ceni, São Paulo x Ponte Preta (Foto: Marcos Ribolli)

Por Cleber Aguiar – Jayme de Almeida minimiza vantagem do Flamengo por gol fora em final

Fonte: O Estado de São Paulo

O goleiro Felipe prefere reforçar o fato de o Flamengo poder empatar por 0 a 0

CURITIBA – O Flamengo poderá empatar por 0 a 0 com o Atlético-PR no próximo dia 27, no Maracanã, para ficar com o título da Copa do Brasil. O gol marcado fora de casa no empate por 1 a 1 com o rival, na noite da última quarta-feira, em Curitiba, obrigará o rival a buscar a vitória ou a igualdade por dois ou mais gols no duelo de volta da decisão. Apesar disso, o técnico Jayme de Almeida minimizou o peso favorável deste fato para a equipe carioca.

Jayme de Almeida mantém a calma para a partida de volta - Divulgação
Divulgação
Jayme de Almeida mantém a calma para a partida de volta

“Você fazer um gol na casa do adversário ajuda, mas eu não vejo grande vantagem. Vai ser um duelo difícil, é um adversário que a gente respeita. Vamos para o Maracanã, onde temos a nossa torcida, que estava aqui hoje (quarta), fantástica. Nosso grupo está bem consciente, sabe que não pode ser afoito. Não podemos esquecer que ainda temos uma responsabilidade muito grande. Tem que ter, nos 90 minutos (da decisão), muito cuidado e atenção para não sofrermos um gol”, ressaltou o treinador, em entrevista coletiva após a partida desta última quarta.

Jayme, porém, festejou o desempenho apresentado pela equipe flamenguista, que saiu atrás no placar e conseguiu conquistar o empate ainda no primeiro tempo. “Foi o primeiro jogo, nós sabíamos que ia ser muito difícil aqui (em Curitiba), como foi, mas eu acho que o time suportou, como um grande candidato. Jogou de igual para igual. Estou muito feliz de vê-los corresponder à expectativa, jogar com dedicação”, disse o técnico.

O comandante também enfatizou que o Flamengo não pode se iludir com a vantagem de poder empatar por 0 a 0 no confronto de volta na final, embora reconheça que o 1 a 1 obtido na capital paranaense teve bom efeito psicológico para a sua equipe. “O que nos propusemos a fazer, fizemos bem, mas não ganhamos nada ainda. O Atlético é muito qualificado e muito perigoso nos contra-ataques. O empate aqui nos dá muita força para tentar o título lá no Rio”, opinou.

O goleiro Felipe, por sua vez, foi outro que destacou que o fato de o Flamengo poder empatar por 0 a 0 no duelo de ida da decisão apenas “representa uma pequena vantagem”. “Não deixa de ser uma vantagem, mas não podemos ficar dependendo dessa vantagenzinha. A gente sabia que ia ser difícil jogar aqui, fazer um gol fora. Para mim é emocionante estar aqui, poder jogar hoje (quarta). Eu mesmo não acreditava que jogaria. Na próxima quarta, com 70 mil no Maracanã, temos que ganhar esse título para coroar essa torcida”, declarou Felipe, que se recuperou de lesão para estar na decisão.

Por Cleber Aguiar – Posição da França é uma das grandes incógnitas para sorteio da Copa 2014

Fonte: Globo.com

Pior do ranking da Fifa entre os classificados da Europa, seleção de Ribéry pode
ficar em pote que provoque ‘grupo da morte’ inédito com três campeões mundiais

A classificação da França para a Copa do Mundo de 2014 aumentou o receio da formação de um inédito “grupo da morte” com três campeões mundiais no sorteio de 6 de dezembro, na Costa do Sauípe, na Bahia. Temor que só pode se justificar ou diminuir daqui a uma semana e meia, com a confirmação oficial pela Fifa dos critérios do chaveamento depois da reunião do seu Comitê Executivo, no dia 3 de dezembro.

Só uma regra está definida para o sorteio, a dos cabeças de chave. São eles, o Brasil, como país sede, e os sete melhores classificados na edição de outubro do ranking da entidade. Além dos campeões mundiais Espanha, Alemanha, Argentina e Uruguai, garantiram a posição as surpresas Colômbia, quarto lugar na classificação, Bélgica, quinto, e Suíça, sétimo. A condição privilegiada desses três últimos forçou seleções com mais tradição no torneio a ficarem em outros potes, casos de Itália, Inglaterra, ambas vencedoras de edições passadas do Mundial, Holanda e Portugal. E deixou a França como principal incógnita do chaveamento.

Info mapa 32 países classificados copa do mundo brasil (Foto: arte esporte)

Os franceses podem cair em dois potes. Se for seguido o critério do ranking da Fifa, a França, como pior das 13 seleções europeias na classificação de outubro, sai do grupo dos oito melhores do continente que estariam na mesma divisão, fora os cabeças de chave (Espanha, Alemanha, Bélgica e Suíça). Ficariam Holanda, Itália, Inglaterra, Portugal, Grécia, Bósnia-Herzegovina, Croácia e Rússia. Assim, “Le Bleus” seriam igualados a representantes de outras confederações, provavelmente os cinco africanos e dois sul-americanos restantes (Gana, Nigéria, Camarões, Costa do Marfim, Argélia, Chile e Equador). A outra hipótese é que o Comitê Executivo da entidade decida levar em conta o currículo do campeão mundial de 1998 e o deixe no contingente da Europa, botando em outra linha do sorteio um país com menos tradição, como a Bósnia, por exemplo.

Regras de 2010
No sorteio para a Copa de 2010, o primeiro pote foi formado pelos cabeças de chave, o segundo por representantes da Concacaf, Ásia e Oceania, o terceiro por sul-americanos e africanos e o quarto por europeus. Mas a quantidade de seleções de cada continente é diferente da edição de 2014. Por isso, a divisão de forças não pode ser exatamente repetida.

A tendência é que a Fifa siga o tradicional critério geográfico, não permitindo que seleções da mesma Confederação (América do Sul, África, Ásia e Concacaf) caiam no mesmo grupo. A Europa não entra nesta restrição, pois seria impossível, dada a quantidade de cabeças de chave (4), grupos (8) e representantes do continente (13 ao todo).

entre Carrascos e ‘babas’
A divisão aumenta o risco da formação dos temidos “grupos da morte”. Se a França for mesmo para o pote 3, o Brasil pode pegar uma chave com dois outros campeões mundiais. Além de “Le Bleus”, corre o perigo de enfrentar na primeira fase a Itália, segunda maior vencedora da Copa, em 1934, 38, 82 e 2006, e a Inglaterra, ganhadora em 1966. É bom lembrar também que Argentina e Uruguai também poderiam dar esse azar – e até Espanha e Alemanha, se a Fifa ignorar o impedimento de ter três europeus juntos.

Existiria também a possibilidade de o Brasil ter um grupo só com “carrascos”. O sorteio pode botar França, Holanda, responsável pela eliminação da Seleção nas quartas da Copa de 2010, e México, algozes na final dos Jogos Olímpicos de Londres 2012.

Mas nem todos os cenários são sombrios para a equipe de Luiz Felipe Scolari. Caso os critérios de 2010 sejam mantidos, também existe a chance de cair em um grupo com Irã, Argélia e Grécia, por exemplo. Outra combinação mais fácil teoricamente seria com Honduras, Gana e Bósnia-Herzegovina.

O sorteio da Copa do Mundo terá as participações de ex-jogadores como Zidane (França), Cafu (Brasil), Ghigggia (Uruguai), Cannavaro (Itália), Kempes (Argentina), Geoff Hurst (Inglaterra), Matthäus (Alemanha) e Hierro (Espanha). As atrações musicas ficarão por conta do rapper Emicida, de São Paulo, do grupo de percussão afro-brasileira Olodum e da cantora baiana Margareth Menezes. O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke comandará o evento.