Por Cleber Aguiar – São Paulo e Ponte Preta iniciam semifinal da Sul-Americana

Fonte: O Estado de São Paulo

Confronto ficou tenso depois de veto ao Moisés Lucarelli pela Conmebol

SÃO PAULO – Tinha tudo para ser apenas mais uma semifinal de campeonato, mas a briga nos bastidores que culminou com o veto ao Moisés Lucarelli esquentou o clima da partida desta quarta-feira entre São Paulo e Ponte Preta, às 21h50, no Morumbi. Os ânimos da diretoria campineira se acirraram, o tom das críticas ganhou contornos bélicos e o confronto virou questão de honra para os dois lados.

Tricolor terá os ídolos Ceni e Muricy - Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão
Tricolor terá os ídolos Ceni e Muricy

 Os são-paulinos tratam de minimizar o embate fora de campo e o fato de a Conmebol ter proibido o jogo de volta em Campinas, com a alegação de que o estádio não tem a capacidade mínima de 20 mil espectadores. O discurso é que a mudança de casa – o segundo jogo será em Mogi-Mirim – não afetará a série. “Vamos jogar onde mandaram. Contra o Flamengo (pelo Brasileirão) atuamos fora de casa e não ficamos reclamando. O campo será neutro”, opinou o zagueiro Antonio Carlos.

A esperança por um jogo menos tenso na semana que vem passa por uma boa vitória em casa, por isso o Tricolor tentará resolver a série hoje, com uma ampla vantagem de gols. Embora ninguém admita publicamente, ser eliminado da Copa Sul-Americana por um time sem tradição internacional mancharia a recuperação no Brasileiro e afetaria o planejamento para a próxima temporada.

A dúvida, porém, é quem estará em campo para construir essa vantagem. Muricy Ramalho tem Ademilson, Luis Fabiano e Aloísio para ocupar duas vagas no ataque e não quis abrir o jogo sobre os escolhidos. “Não vou falar, deixa isso para a hora do jogo. Se vocês (jornalistas) prestaram atenção nos detalhes, vão saber”, despistou o treinador, que já utilizou todas as formações possíveis e viu Aloísio e Ademilson apresentarem melhor rendimento. Resta saber se o técnico prescindirá de um atacante de experiência internacional na hora da decisão.

A Ponte, por sua vez, vive situação curiosa. Ela faz história em sua primeira competição internacional – o time se classificou ao eliminar o tradicional Vélez Sarsfield na Argentina –, mas no Brasileirão está à beira do rebaixamento. Ainda assim, o Tricolor espera por um adversário difícil hoje.

“O conjunto é muito bom e subiu muito com a chegada do Jorginho, mostrou-se um time de muita inteligência contra o Vélez e possui jogadores que decidem”, elogiou Muricy. Os jogadores da Ponte dizem que o time será forte mentalmente. “Isso (perda de mando) é uma estratégia que vai nos fortificar ainda mais”, afirmou o zagueiro Diogo Sacoman.

FESTA
Mas não é só de tensão que viverá a partida. Quando a bola rolar, Rogério Ceni empatará com Pelé como o jogador que mais vezes vestiu a camisa de um clube do Brasil, com 1.116 partidas pelo Tricolor. Ele já é o goleiro com mais gols na história (113). “Pelé é inigualável, não tem comparação. É um casamento legal com o São Paulo, de 23 anos. Não me faço de coitado, sou remunerado, mas tenho um carinho muito especial cada vez que visto essa camisa”, falou Rogério.

Por Cleber Aguiar – Atlético-PR pega o Fla na final da Copa do Brasil com toda a defesa pendurada

Fonte: Folha Online

Com temporadas completamente opostas, Atlético-PR e Flamengo começam a decidir hoje, em Curitiba, quem será o campeão da Copa do Brasil. O torneio é a última chance para as equipes levantarem uma taça em 2013, além de garantir uma vaga na próxima Libertadores.

O Atlético-PR joga sua primeira final da competição nacional, depois de ter eliminado Palmeiras, Internacional e Grêmio. O Flamengo, que disputa o título pela sexta vez, passou por Cruzeiro, Botafogo e Goiás para chegar à decisão.

O curioso é que apesar da final inédita, a equipe paranaense tem mais jogadores que já disputaram decisão de Copa do Brasil do que o elenco carioca. São 6 contra 5.

O time de Vagner Mancini vai a campo com oito jogadores pendurados, entre eles, todos os titulares da defesa.

No Flamengo, as incertezas de Jayme de Almeida são a volta do goleiro Felipe, recuperado de uma lesão no joelho esquerdo, e a escalação do zagueiro Samir na lateral esquerda, deslocando André Santos para o meio.

Este será o quinto confronto entre os times no Durival Britto, com retrospecto equilibrado, uma vitória para cada lado e dois empates.

  Alexandre Vidal/Fla Imagem  
Hernane finaliza durante jogo do Flamengo
Hernane finaliza durante jogo do Flamengo

Por Cleber Aguiar – México volta a bater Nova Zelândia e confirma ida à Copa do Mundo

Fonte: O Estado de São Paulo

Seleção latina garantiu vaga após derrotar All Blacks por 4 a 2, fora de casa

SÃO PAULO – A seleção mexicana superou todos os problemas enfrentados ao longo das Eliminatórias da Concacaf e confirmou sua vinda ao Brasil para a Copa do Mundo de 2014 nesta quarta-feira, ao derrotar a Nova Zelândia por 4 a 2, mesmo na casa do adversário, pela repescagem. Depois de golear na partida de ida por 5 a 1, no Estádio Azteca, os mexicanos abriram 3 a 0 ainda no primeiro tempo e acabaram de vez com o sonho dos neozelandeses.

Oribe Peralta marcou três gols - Anthony Phelps/Reuters
Anthony Phelps/Reuters
Oribe Peralta marcou três gols

 A classificação confirma o México como uma das equipes de maior tradição em Mundiais, chegando agora à 15.ª edição da competição – atrás apenas de Brasil, Alemanha, Itália e Argentina. A seleção, no entanto, teve muito trabalho nas Eliminatórias da Concacaf e esteve à beira da eliminação, que só não aconteceu por conta de uma vitória dos Estados Unidos sobre o Panamá na última rodada, resultado que colocou o México na repescagem.

A confirmação mexicana na Copa do Mundo faz com que apenas uma vaga esteja aberta para o Mundial do ano que vem, mas ela já está nas mãos do Uruguai. A equipe sul-americana faz a segunda partida da repescagem diante da Jordânia nesta quarta-feira, em Montevidéu, mas praticamente garantiu a classificação no jogo de ida, quando goleou por 5 a 0 mesmo na casa do adversário.

Desta forma, 31 das 32 seleções que disputarão o Mundial estão oficialmente confirmadas, e são elas: Brasil (país-sede), Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Bélgica, Itália, Alemanha, Holanda, Suíça, Rússia, Bósnia-Herzegovina, Inglaterra, Espanha, Estados Unidos, Costa Rica, Honduras, Irã, Coreia do Sul, Japão, Austrália, Nigéria, Costa do Marfim, Camarões, Gana, Argélia, Croácia, Grécia, França e Portugal.

E para ser a 31.ª classificada, a seleção mexicana contou nesta quarta com uma atuação de gala do atacante Oribe Peralta. Carrasco do Brasil, já que marcou os dois gols que acabaram com o sonho do ouro olímpico para a equipe de Mano Menezes, na final em Londres, em 2012, o jogador marcou três vezes no primeiro tempo e praticamente definiu a vitória.

Ainda na primeira etapa, Brockie desperdiçou um pênalti, defendido por Muñoz. Mas foi justamente de pênalti que os neozelandeses diminuíram no segundo tempo, com Chris James. Rory Fallon ainda fez o segundo, mas quando os anfitriões sonhavam em conseguir ao menos o empate, Carlos Pena garantiu o triunfo mexicano.

ICFUT – AMISTOSO BRASIL 2X1 CHILE – 2013

FICHA TÉCNICA
BRASIL 2 X 1 CHILE

Local: Rogers Centre, em Toronto (Canadá)
Data: 19 de novembro de 2013, terça-feira
Horário: 23 horas (de Brasília)
Árbitro: Silvio Petrescu (Canadá)
Assistentes: Joe Fletcher e Daniel Belleau (ambos do Canadá)
Cartões amarelos: Paulinho, Robinho (Brasil). Medel, Beausejour e Carmona (Chile)
GOLS: BRASIL: Hulk, aos 13 minutos do primeiro tempo. Robinho, aos 33 minutos do segundo tempo
CHILE: Vargas, aos 25 minutos do segundo tempo

BRASIL: Júlio César, Maicon, David Luiz, Thiago Silva (Dante) e Maxwell; Luiz Gustavo, Paulinho (Hernanes) e Oscar (Willian); Neymar (Lucas Leiva), Hulk (Ramires) e Jô (Robinho)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

CHILE: Bravo; Medel, González e Carmona; Fuenzalida (Valdivia) (Matias Fernandez), Jara, Diaz (Beausejour) e Mena; Vargas, Gutierrez (Muñoz) e Alexis Sánchez
Técnico: Jorge Sampaoli