ICFUT – Sete clubes ameaçam boicotar Copinha se São Paulo a disputar

Fonte: globo

Flamengo, Fluminense, Vasco, Botafogo, Cruzeiro, Atlético-MG e Ponte Preta reclamam de assédio do Tricolor aos seus jogadores da base

Mauro Galvão em Teresin (Foto: Renan Morais)Diretor do Vasco, Mauro Galvão reclama da postura
do São Paulo (Foto: Renan Morais)

Cansados do que consideram assédio do São Paulo a seus jogadores das categorias de base, sete clubes ameaçam não disputar a próxima Copa São Paulo de Futebol Júnior caso o Tricolor não seja excluído da competição. Segundo o jornal Lance!, Flamengo, Fluminense, Vasco, Botafogo, Cruzeiro, Atlético-MG e Ponte Preta informaram por carta a decisão à Federação Paulista de Futebol (FPF), organizadora da disputa que ocorre anualmente em janeiro.

De acordo com Sidnei Loureiro, gerente técnico do Botafogo, outros clubes também estão revoltados com o Tricolor paulista.

– O São Paulo é o único clube entre os 40 das séries A e B do Brasileirão que não respeita e nunca respeitou o acordo e continua aliciando jogador sem contrato profissional ou com contrato de formação que para conseguir una indenização leva tempo. Independentemente da lei, houve um pacto para não se roubar jogador de ninguém. Não é possível que 39 clubes estejam errados. Tentamos todas as medidas de diálogo, e essa foi a forma que encontramos de chamar a atenção para o problema. Botafogo, Fluminense, Flamengo, Vasco,  Vitória, Bahia, Atlético-MG, Cruzeiro,  Internacional, Grêmio e Coritiba não vão jogar a Copa São Paulo se o São Paulo não mudar sua conduta – disse Loureiro.

A ação das agremiações foi motivada pelo suposto assédio são-paulino ao goleiro Lucão, da Ponte. Dirigentes tricolores teriam convidado o arqueiro, constantemente convocado para a seleção brasileira sub-17, para conhecer e treinar no CT de Cotia. De acordo com cartolas, tal prática não é novidade. Segundo eles, o Tricolor tem usado intermediários para recrutar atletas, ferindo um acordo que determina que os clubes sejam procurados antes de qualquer contato com os garotos.

Por conta disso, o clube do Morumbi já foi excluído de duas competições de juniores neste ano: a Taça Belo Horizonte, entre agosto e setembro, e a Copa 2 de Julho, em julho. O curioso é que neste segundo torneio, além do São Paulo, também foram impedidos de jogar os clubes que pediram a exclusão (Corinthians, Santos, Palmeiras, Cruzeiro e Audax-SP). Bahia e Vitória só foram poupados porque sediavam a disputa, em Salvador.

O São Paulo foi convidado, fez inscrição e vai jogar a Copa São Paulo normalmente"

Marcos Tadeu dos Santos, diretor de futebol amador do São Paulo

Questionado sobre a ameaça das agremiações citadas, o São Paulo não se mostrou preocupado e garantiu que vai estar presente na Copinha.

– O São Paulo foi convidado, fez inscrição e vai jogar a Copa São Paulo normalmente – afirmou o diretor de futebol amador do Tricolor, Marcos Tadeu Novais dos Santos.

Envolvido diretamente na briga, a Ponte Preta informou que uma reunião na segunda-feira vai definir os próximos passos dos clubes descontentes.

– Na segunda-feira, nós teremos uma reunião no Rio de Janeiro para alinhar isso. Como recebemos o convite antecipadamente para a disputa da Copa São Paulo, confirmamos a presença da Ponte. Mas será uma reunião extraordinária e, por isso, provavelmente iremos acatar o boicote. A ideia era começar isso já no Brasileiro Sub-20, mas o foco maior está mesmo na Copa São Paulo – disse o coordenador das categorias de base da Macaca, Francisco Marques.

A postura do São Paulo não tem agradado. Nossa ideia é melhorar o futebol, e certas coisas precisam mudar"

Mauro Galvão, diretor da base do Vasco

O Vasco também se pronunciou. Recentemente, o clube carioca reclamou que o São Paulo teria assediado dois de seus jovens jogadores: o atacante Mosquito e o lateral Foguete.

– A postura do São Paulo não tem agradado. Nossa ideia é melhorar o futebol, e certas coisas precisam mudar. É preciso respeitar o adversário, e o jogador só deve ser admitido quando for liberado pelo clube – argumentou Mauro Galvão, diretor da base vascaína.

Os grandes mineiros deixaram claro que vão lutar para que o Tricolor seja excluído da Copa São Paulo.

– Preferimos que o São Paulo não participe, pois não está agindo de acordo com o que combinamos. Eles têm assediado jogadores de outros clubes, aliciado eles – falou Márcio Rodrigues, vice-presidente do Cruzeiro e responsável pelas categorias de base.

ICFUT–BRASILEIRÃO SÉRIE A: Jogos 02/10

Cruzeiro goleia e mantém 11 pontos sobre o Grêmio

Fonte: futebolinterior

Corinthians venceu após oito jogos e o Santos enfiou 3 a 0 no clássico da Vila Belmiro

Campinas, SP, 2 (AFI) – OCruzeiro manteve a diferença de 11 pontos na liderança do Campeonato Brasileiro numa noite de gala em que goleou a Portuguesa, por 4 a 0, no Mineirão. (Veja os GOLS da Raposa). E agora mede forças com o Grêmio, vice-líder isolado, com 45 pontos, depois da vitória apertada sobre o Atlético-PR, por 1 a 0, dentro da Arena, em Porto Alegre.

Os outros dois times que completam o G4, zona de classificação à Taça Libertadores, não venceram. O Botafogo empatou com o Fluminense, por 1 a 1, no Maracanã, no Rio de Janeiro, ficando com 43 pontos, em terceiro lugar. Apesar da derrota no Sul, o Atlético-PR soma 41 pontos, em quarto lugar.

EM ALTA

Bem perto dos líderes estão alguns clubes ascendentes. Um deles é o Vitória, com 37 pontos, em quinto lugar, depois de vencer, por 2 a 1, em Salvador, no Barradão, o Goiás. A surpresa é o jovem time do Santos que impôs a terceira derrota seguida ao São Paulo, desta vez por 3 a 0, na Vila Belmiro. O Peixe aparece em sexto, com 36 pontos.
O Atlético Mineiro, campeão da Libertadores, tem 35 pontos, em sétimo lugar, mas fará um jogo atrasado pela oitava rodada contra a Ponte Preta, nesta quinta-feira, dentro da Arena Independência. Se o Galo vencer voltará a ser o quinto colocado, com 38 pontos.

BLOCO IGUAL
O empate do Fluminense o deixou em oitavo lugar, com 34 pontos, mesmo número de pontos do Corinthians, nono colocado, que, enfim, voltou a vencer após oito jogos. Muito para um campeão do mundo. Fez 2 a 0 no Bahia, em Mogi Mirim, porque perdeu mando de campo.

O Internacional tem 34 pontos, em décimo, mas pode ganhar posições, quinta-feira, quando enfrenta o ameaçado Vasco da Gama, em Macaé. O Flamengo também respirou ao vencer o Coritiba, pro 2 a 0, na capital paranaense, chegando aos 33 pontos, em 11.º lugar.

ACIMA DA DEGOLA
O Goiás, que perdeu, queimou gordura, porque tem 33 pontos, em 12.º lugar. Seguido pelo Bahia, com 32, em 13.º, e pela Portuguesa, com 31 pontos, em 14.º. O Coritiba é o 15.º, com 31, e o São Paulo é o 16.º, com 27 pontos, perto da zona de rebaixamento.

Três times da zona do rebaixamento já atuaram. O lanterna Náutico, com 17 pontos, venceu a Ponte Preta, por 2 a 1, em Campinas, terça-feira. A Macaca é penúltima colocada, com 22 pontos.
O Criciúma, em 17.º já tinha antecipado seu jogo com o Atlético Mineiro, no empate, por 1 a 1.

Só o Vasco da Gama, com 25 pontos, em 18.º lugar, pode deixar a zona de queda após esta rodada, desde que vença o Internacional. Daí vai empurrar para baixo o São Paulo.

Confira os resultados da 25ª rodada
Criciúma-SC
1
x
1
Atlético-MG
Ponte Preta-SP
1
x
2
Náutico-PE
Grêmio-RS
1
x
0
Atlético-PR
Cruzeiro-MG
4
x
0
Portuguesa-SP
Fluminense-RJ
1
x
1
Botafogo-RJ
Vitória-BA
2
x
1
Goiás-GO
Corinthians-SP
2
x
0
Bahia-BA
Coritiba-PR
0
x
2
Flamengo-RJ
Santos-SP
3
x
0
São Paulo-SP
Próximos Jogos
Vasco da Gama-RJ x Internacional-RS