ICFUT -CAMPEONATO BRASILEIRO 2013 – SÉRIE D

icfut1

LINK 1 – JOGOS  AO VIVO – CLIQUE AQUI !

LINK 2 – JOGOS AO VIVO– CLIQUE AQUI !

10 GOLS
Tupi-MG –
Ademilson

7 GOLS
Nacional-AM – Leonardo

6 GOLS
Aracruz-ES – Dorielson
Gurupi-TO – Lourival
Juventude-RS – Zulu
Paragominas-PA – Aleilson

Quartas de Final

1ª RODADA
15/09 – 16h00 Metropolitano-SC 2 x 2 Juventude-RS
15/09 – 18h00 Plácido de Castro-AC 1 x 1 Salgueiro-PE
16/09 – 20h30 Botafogo-PB 2 x 1 Tiradentes-CE
2ª RODADA
22/09 – 15h30 Juventude-RS 0 x 0 Metropolitano-SC
22/09 – 16h00 Salgueiro-PE 3 x 1 Plácido de Castro-AC
22/09 – 16h00 Tiradentes-CE 0 x 1 Botafogo-PB

 

Oitavas de Final
1ª RODADA
31/08 – 15h00 Resende-RJ 2 x 1 Mixto-MT
31/08 – 16h00 Aparecidense-GO 1 x 1 Tupi-MG
01/09 – 15h00 Santo André-SP 0 x 0 Metropolitano-SC
01/09 – 16h00 Central-PE 3 x 1 Botafogo-PB
01/09 – 16h00 Londrina-PR 1 x 0 Juventude-RS
01/09 – 16h00 Sergipe-SE 2 x 2 Tiradentes-CE
02/09 – 20h00 Salgueiro-PE 0 x 0 Nacional-AM
02/09 – 20h30 Plácido de Castro-AC 1 x 0 Gurupi-TO
2ª RODADA
07/09 – 18h30 Tupi-MG 2 x 2 Aparecidense-GO
08/09 – 15h30 Juventude-RS 3 x 1 Londrina-PR
08/09 – 16h00 Metropolitano-SC 2 x 1 Santo André-SP
08/09 – 16h00 Botafogo-PB 3 x 1 Central-PE
08/09 – 17h00 Nacional-AM 2 x 2 Salgueiro-PE
08/09 – 19h00 Mixto-MT 1 x 0 Resende-RJ
10/09 – 20h00 Gurupi-TO 2 x 1 Plácido de Castro-AC
10/09 – 20h00 Tiradentes-CE 0 x 0 Sergipe-SE

Por Cleber Aguiar – Tottenham fica no grupo do Anzhi, e Valencia encontra o Swansea

Fonte: Globo.com

Time de Paulinho e Sandro terá pela frente ex-equipe de Roberto Carlos, que está se reestruturando. Confrontos terão início no dia 19 de setembro

 

A segunda competição de clubes mais importante da Europa também já começa a ter o destino desenhado. A Uefa sorteou nesta sexta-feira os grupos da Liga Europa, em evento em Mônaco, e o Tottenham dos brasileiros Sandro e Paulinho vai se encontrar com o Anzhi Makhachkala, da Rússia, que vive um momento de reestruturação e perdeu seus craques. Completam a chave K o Sherfiff, da Moldávia, e o Tromso, da Noruega.

liga uefa  (Foto: AP)Os grupos da Liga Europa 2013/14 (Foto: AP)

Enquanto isso, o Valencia também terá um confronto complicado no grupo A, contra o Swansea, da Inglaterra. No mesmo grupo estão o Kuban Krasnodar, da Rússia, e o Saint Gallen, da Suíça. O Lyon, por sua vez, conta em seu grupo com o Bétis, da Espanha, o Vitória de Guimarães, de Portugal, e o Rijeka, da Croácia.

O Apoel, do Chipre, teve sua participação na Liga Europa confirmada pouco antes do sorteio das chaves. O clube foi o escolhido para substituir o Fenerbahçe – banido de competições europeias – depois de um sorteio.

A primeira rodada da fase de grupos será disputada no dia 19 de setembro, ainda sem confrontos ou locais definidos pela Uefa.

Por Cleber Aguiar – Marin defende reeleições infinitas para dirigentes

Fonte: Folha Online

132348-970x600-1

MARTÍN FERNANDEZ
DE SÃO PAULO

O presidente da CBF, José Maria Marin, 81, afirmou ontem ser favorável a infinitas reeleições de dirigentes de entidades esportivas.

“Aquilo que é bom, reconhecidamente bom, deve continuar”, declarou.

“Entre uma tentativa e entre ficar com aquele que já provou ser bom, apoiado pela maioria dos seus filiados, eu prefiro a reeleição.”

A resposta de Marin foi provocada por uma pergunta do ex-jogador Raí durante o Fórum Nacional do Esporte, realizado ontem, em São Paulo.

Raí é um dos líderes da ONG Atletas pelo Brasil, que tem como uma da bandeiras principais a profissionalização dos dirigentes e o fim de suas seguidas reeleições.

Mais: a declaração de Marin se deu na presença de empresários que apoiam a organização e suas propostas.

O projeto da ONG deveria ter sido votado na quarta, por Senado e Câmara, como emenda à medida provisória 615. A proposta prevê que, para receber recursos públicos, federações, confederações e clubes limitem os mandatos de cartolas a quatro anos, com apenas uma reeleição.

Obriga ainda que essas entidades tenham ex-atletas em suas diretorias e exige a criação de vários mecanismos de transparência, como publicação de balanços periódicos.

Marin afirmou que não “legisla em causa própria” quando defende a continuidade de dirigentes. “Eu fico até o fim do meu mandato e depois vou embora. Acabou”, disse.

A eleição para presidente da CBF será entre abril e maio de 2014, apesar de o mandato de Marin acabar só em 2015. O pleito foi marcado para antes da Copa para que o resultado do torneio não interfira no processo eleitoral.

Não sou candidato, mas vou apoiar alguém”, disse o presidente, sem citar Marco Polo Del Nero, vice da CBF e provável candidato da situação. Del Nero comanda a federação paulista há dez anos.

Nesta semana, Marin esteve no Rio com Teixeira, seu antecessor e um dos maiores símbolos do continuísmo no comando no esporte do país.

O cartola mandou na CBF por 23 anos. Saiu em março de 2012, acossado por denúncias de corrupção no Brasil e no exterior. Vive na Flórida desde então, mas está no Brasil para tratar de problemas de saúde –faz hemodiálise.

“Estive [com Teixeira]. Coisa mais normal desejar o pronto restabelecimento dele, questão de saúde, perfeitamente normal”, disse o atual presidente da CBF.

No debate de que participou ontem, Marin, que preside a confederação e o comitê organizador da Copa de 2014, foi enquadrado também pelo zagueiro Paulo André.

O jogador do Corinthians questionou a necessidade de grandes arenas em cidades com o Cuiabá e Manaus, onde o futebol leva pouco público aos estádios. Marin tergiversou, assim como na pergunta sobre o fomento da CBF às categorias de base.

Por Cleber Aguiar – Índio é preso acusado de três crimes

Fonte: Futebolinterior.com.br

Gleber Adalberto Vieira teria sido abordado com um trator roubado

0002048101325_imgPreso desde da última quarta-feira na cidade de Jardinópolis, interior de SP, o ex-jogador do São Paulo, Gleber Adalberto Vieira, conhecido como Índio, foi acusado de receptação de produto roubado, falsificação de documento público e uso de documento falso.

Segundo a polícia, Índio foi detido quando viajava como passageiro num caminhão que transportava um trator usado. A nota fiscal do trator e os documentos oficiais do ex-atleta apresentados na abordagem possuem indícios de falsificação.

O trator encontrado foi roubado em uma fazenda de Jardinópolis na última terça-feira. No mesmo local, foram roubadas uma carreta, duas motos e uma arma. O ex-jogador disse em depoimento que não sabia que o trator era roubado.

Essa não é a primeira vez que Índio se envolve com a polícia; foragido da Cadeia de São José do Rio Preto desde a saída temporária para a Páscoa, o ex-jogador já foi preso por estelionato e furto.

Por Cleber Aguiar – Allegri elogia brasileiro e imagina como seria melhor escalá-lo no time

Fonte: Globo.com

O técnico italiano Massimiliano Allegri deixou claro neste sábado que o Milan entrou de cabeça na disputa para ter Kaká. Em entrevista ao jornal italiano “Gazzetta dello Sport”, elogiou muito o brasileiro e disse que Silvio Berlusconi, dono do clube, e Adriano Galliani, vice-presidente rossonero, não medirão esforços para ter de volta o ídolo que brilhou pelo time entre 2003 e 2009.

– Nos últimos dois anos, Kaká jogou pouco. Mas, recentemente, vi jogando bem. No aspecto emocional, seria uma bela aquisição. Vamos ver o que acontece nessas últimas horas da janela do mercado aberta. Estou confiante no trabalho do clube. Galliani e Berlusconi farão de tudo nestes últimos dias de negociações. Mesmo sabendo das dificuldades dos clubes italianos, e respeitando os espanhóis, alemães e ingleses, repito, estou confiante – afirmou Allegri.

Comemoração Casemiro - Real Madrid x La Coruña (Foto: Miguel Riopa / AFP)Kaká comemora gol com Casemiro e Marcelo na última quinta: de saída do Real (Foto: Miguel Riopa / AFP)

Animado com a possibilidade de ganhar mais um reforço para o setor ofensivo, depois da chegada de Matri, do Juventus, na última sexta-feira, o técnico até imagina como seria ter Kaká à disposição para escalar o Milan.

– A chegada de Kaká deixaria a equipe mais forte. Tem grande personalidade e qualidade. Daria um grande incentivo a todo nosso ambiente. Se voltasse, sua função seria como “trequartista” (em italiano, meia armador) ou como um dos dois jogadores que gravitam em torno do atacante principal – afirmou Allegri.

Diferença de valores no ‘custo Kaká’ dificultam a negociação

O principal obstáculo para a negociação é o “custo Kaká”. Segundo o jornal espanhol “Marca”, o salário do craque é de € 10 milhões anuais (cerca de R$ 31 milhões). O Milan poderia assumir apenas € 6 milhões (aproximadamente R$ 18,1 milhões), por causa dos impostos que são pagos na Itália e dobram o gasto do clube.

Outro problema para o desfecho da negociação é que o Real só estaria disposto a liberar Kaká por € 18 milhões (cerca de R$ 55,8 milhões). Enquanto isso, o Milan ofereceria no máximo € 8 milhões (aproximadamente R$ 24 milhões).

Kaka Real Madrid (Foto: Agência AFP)Kaká vibra com gol pelo Real (Foto: Agência AFP)

Na última quinta-feira, Kaká fez dois gols na vitória do Real Madrid por 4 a 0 sobre o La Coruña, na conquista da Taça Teresa Herrera, e disse pela primeira vez que seu desejo é sair do clube espanhol.

– Eu quero ir embora. Acho que agora é o momento adequado para mim e para o clube. Falei com o Ancelotti e com o clube, todos já sabem. Meu pai está agora falando com o clube para tentar resolver essa situação – disse o brasileiro.

Neste domingo, o Real Madrid volta a jogar. Enfrenta o Athletic Bilbao, no estádio Santiago Bernabéu, pela terceira rodada do Campeonato Espanhol, às 7h (de Brasília).

Por Cleber Aguiar – Em 2013, Corinthians sofre com síndrome do 2º tempo

Fonte: Folha de São Paulo

DIEGO IWATA LIMA

Os segundos tempos têm sido o maior pesadelo do Corinthians em 2013.

Contra o Luverdense, anteontem, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, não foi diferente.

Após fazer 2 a 0 na primeira etapa, o time reduziu a marcha nos 45 minutos finais e correu riscos de perder a vaga, já que um gol do Luverdense classificaria a equipe mato-grossense.

Somando Recopa, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro, desde maio –quando começou o Nacional — o Corinthians fez menos gols e foi mais vazado nos segundos tempos do jogos.

Os próprios jogadores reconhecem o desempenho pior nos 45 minutos finais das partidas, sem conseguir explicá-lo.

Vinicius Pereira /Folhapress
Paulo André durante jogo entre Corinthians x Luverdense
Paulo André durante jogo entre Corinthians x Luverdense

“Se eu soubesse, juro que faria algo para alterar isso”, admite, sem pudores, o zagueiro Paulo André. “Parece haver uma questão psicológica”, especula.

Tite tem atribuído tal problema ao calendário. O treinador afirma que o time está cansado por ter jogado muito e, por isso, tem rendido menos nas etapas finais.

“Os dois jogos da Recopa [contra o São Paulo], por exemplo, foram muito intensos”, justifica o treinador.

No ano passado, contudo, tal fenômeno não ocorria, a despeito de o Corinthians, a esta mesma altura do ano, ter disputado mais jogos.

Em 2013, o Corinthians já entrou em campo 51 vezes, marca atingida no último dia 28. Em 2012, os alvinegros chegaram a esse número antes, no dia 8 de agosto.

Desses 51 jogos de 2012, oito foram pela Libertadores, competição que, pela importância e pelas viagens, costuma gerar desgaste maior nos atletas. Em 2013, porém, o clube alvinegro saiu da disputa pelo título continental já nas oitavas de final.

Na atual temporada, também, vale frisar que o Corinthians ficou 25 dias sem jogar –entre 8 de junho e 3 de julho–, devido à disputa da Copa das Confederações. Durante o período, o clube deu dias complementares de férias aos jogadores.

Por ter disputado o Mundial de Clubes, em 2012, os corintianos não tiveram os 30 dias de férias exigidos pela legislação. O clube chegou a fazer um acordo com o Sindicato dos Atletas Profissionais de São Paulo para não ser multado por essa questão.

O Corinthians volta a campo no domingo, contra o Flamengo, no Pacaembu. Em quinto lugar, com 26 pontos, os alvinegros precisam vencer para tentar voltar ao G-4.

Por Cleber Aguiar – Confusão em Brasília pode render punição inédita a Corinthians e Vasco

Fonte: O Estado de São Paulo

Procurador do STJD pede que os clubes joguem fora de seus estádios e só com torcida visitante

212

Raphael Ramos e Vítor Marques – O Estado de S.Paulo

SÃO PAULO – Corinthians e Vasco podem sofrer uma punição inédita do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). O procurador-geral do tribunal, Paulo Schmitt, ofereceu nesta quinta-feira denúncia contra os clubes por causa da briga de corintianos e vascaínos no último domingo, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, e propõe que as duas equipes sejam punidas com perda de até dez mandos de campo e joguem todas as partidas ou parte delas com portões semiabertos.

Ele explica: “Fica proibida a venda de ingresso para o clube infrator. O mandante não vai ter ingresso, mas o visitante vai ter. Se o estádio tiver capacidade para 40 mil pessoas e a carga de ingressos para o visitante for de 10%, então apenas 4 mil poderão assistir ao jogo.”

Segundo Schmitt, ele resolveu oferecer esse tipo de punição porque não acha justo o torcedor do time visitante ser impedido de acompanhar a partida. “Faz muito tempo que eu venho brigando por isso. Sei que é difícil executar e controlar, mas acho que vale a pena porque é pedagógico. O visitante não tem nada a ver com isso.”

Os clubes foram enquadrados no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) e o julgamento vai ocorrer na quarta-feira. Para o Corinthians, perder o mando de campo e jogar sem sua torcida é ainda pior, porque o time vende muitos ingressos antecipadamente pelo Programa Fiel Torcedor. Para o jogo deste domingo, contra o Flamengo, mais 29 mil ingressos já foram vendidos, por exemplo. Dirigentes do clube dão como certa que alguma punição virá e já trabalham para entrar com efeito suspensivo após a decisão do tribunal. E depois, o clube vai entrar com pedido de defesa para tentar diminuir a pena, se possível pagando apenas uma multa de até R$ 100 mil.

Por Cleber Aguiar – Venda de zagueiro do Palmeiras estremece relação de Kleina com o clube

Fonte: Folha de São Paulo

BERNARDO ITRI
DO PAINEL FC
PAULO VINÍCIUS COELHO
COLUNISTA DA FOLHA
DIEGO IWATA LIMA
DE SÃO PAULO

Anteontem à tarde, o presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, recebeu uma notícia que o deixou irritado. Ao embarcar para Curitiba, onde assistiu ao jogo contra o Atlético-PR, foi informado por José Carlos Brunoro, seu principal executivo, que Vilson, zagueiro titular, estava muito próximo de deixar o clube.

Ao mesmo tempo, em Curitiba, horas antes da partida decisiva pela Copa do Brasil, Gilson Kleina recebeu a mesma informação. O treinador se enfureceu da mesma maneira que Paulo Nobre, pois perdia, de uma hora para outra, seu zagueiro titular.

A irritação do presidente se deu porque o contrato acertado com Vilson previa que, se o zagueiro recebesse uma proposta e quisesse sair, bastaria pagar R$ 700 mil para deixar o clube. Ou seja, nessas condições, o Palmeiras não teria nada o que fazer para segurá-lo no clube.

Este fato foi consumado ontem: Vilson vai para o Sttutgart, da Alemanha, e o Palmeiras receberá R$ 700 mil.

A notícia sobre a negociação de Vilson não apenas afetou a atuação do time ante o Atlético-PR. Gerou desconforto na relação de Gilson Kleina com a diretoria alviverde.

Vinicius Pereira – 17.ago.13/Folhapress
Gilson Kleina, em jogo do Palmeiras contra o Paysandu
Gilson Kleina, em jogo do Palmeiras contra o Paysandu

Do lado do treinador, o mantra a ser seguido prevê subir o time para a Série A, mas a permanência em 2014 é dada como inviável.

Dentro do Palmeiras, cada vez mais há quem defenda a saída do técnico após o término do Brasileiro. O presidente Paulo Nobre, no entanto, não está convicto de que essa é a melhor solução.

Mesmo assim, é praticamente certo que Kleina não será o treinador da equipe no ano do centenário, mas a troca no comando do time não acontecerá agora, às pressas.

E o caso de Vilson é o mais recente estopim para esses questionamentos. Após a eliminação para o Atlético-PR na Copa do Brasil, que colocou fim ao sonho do time de disputar a Libertadores no ano do centenário, Nobre expôs sua insatisfação.

“Sem sombra de dúvida, ser eliminado assim é uma vergonha para todos. Não fizemos uma grande partida, temos de pontuar tudo e tirar lição disso. A cobrança tem de existir em todos os segmentos do clube”, afirmou.

Kleina negou estar preocupado em ser dispensado. “Não temo, não tenho receio [de ser demitido]. Sei do trabalho que estamos fazendo. Cabe ao presidente analisar.”

Um nome é apontado como o preferido para 2014: Vanderlei Luxemburgo. O técnico, com contrato com o Fluminense até dezembro, é querido pela cúpula alviverde.

Luxemburgo trabalhou com Nobre em 2008 no Palmeiras, quando o cartola era diretor de planejamento. Com Brunoro, foi bicampeão brasileiro na década de 90, também com o Palmeiras.

Adriano Vizoni/Folhapress
Vilson comemora gol marcado na vitória do Palmeiras sobre o Atlético-PR por 1 a 0, no primeiro jogo das oitavas da Copa do Brasil
Vilson comemora gol marcado na vitória do Palmeiras sobre o Atlético-PR por 1 a 0, no primeiro jogo das oitavas da Copa do Brasil

Por Cleber Aguiar – Santos vai exibir marca do Criança Esperança no uniforme diante do Flu

Fonte: Globo.com

Ainda sem patrocinador master, Peixe fechou parceria com o projeto da
Rede Globo, que está na 28ª edição, para jogo no Maracanã, neste sábado

Por GLOBOESPORTE.COM Santos, SP

Ainda sem patrocinador master na camisa, o Santos vai exibir o logotipo do Criança Esperança no peito e nas costas do uniforme que será utilizado na partida contra o Fluminense, no sábado, às 21h, no Maracanã, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. O projeto da Rede Globo, em parceria com o UNESCO, está na 28ª edição, e a PROECO, ONG educacional de conscientização e orientação, com sede em Santos, é uma das entidades beneficiadas com os recursos do projeto nesse ano.

– Essa é mais uma iniciativa do clube para apoiar uma causa nobre. O Criança Esperança é uma das campanhas mais relevantes do país em prol da infância e da juventude brasileira. Aqui no Santos vamos muito além do futebol. Então, uma campanha como essa tem uma identidade natural com o nosso clube, que tem em seu DNA mais do que revelar jovens atletas, formar cidadãos – afirma Fernando Montanha, novo gerente de futebol do Santos.

Santos - Camisa - Criança Esperança (Foto: Bruno Giufrida/Divulgação Santos FC)Imagem da camisa do Peixe com a marca do Criança Esperança (Foto: Bruno Giufrida/Divulgação Santos FC)

Uma camisa usada no jogo de sábado será autografada por todos os atletas e doada para o leilão que será realizado no site da campanha.

Essa não é a primeira vez que o Santos estampa em sua camisa projetos sociais. Em 2010 e 2011, o clube firmou uma parceria com a WWF-Brasil, ONG nacional comprometida com a conservação da natureza, e com a AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente).

Ainda em prol de projetos de responsabilidade social, o Peixe apoiou ações de outras instituições do Brasil e internacionais voltadas para o terceiro setor, como a Cruz Vermelha, a Fundação Abrinq, a LBV, o Sou da Paz, o Grupo Happy Down e o The Non-Violence Project.

Por Cleber Aguiar – Após brilhar em amistoso, Kaká afirma: “Quero sair do Real Madrid”

Fonte: Gazetaesportiva.net

Kaká quer deixar o Real Madrid. O meia anunciou seu desejo de deixar o clube merengue nesta quinta-feira, logo após marcar dois gols pelo clube na vitória por 4 a 0 sobre o Deportivo La Coruña, válida pelo torneio amistoso Teresa Herrera.

“Quero sair. Acredito que agora é o momento adequado para que eu possa deixar o clube de maneira amigável. Já falei com Ancelotti (Carlo, treinador do Real) e com o clube, todos já sabem. Meu pai está em conversas com o clube agora para tentar resolver a situação. As coisas estão difíceis para mim no time, agora á menos espaço e é hora de ter mais continuidade. O Real sabe o que eu quero. Estou disponível para todos os jogos porque é minha obrigação, mas não estou satisfeito. Gostaria de que houvesse uma solução”, declarou o camisa 8 na saída do gramado do estádio Riazor.

Kaká chegou ao Real Madrid em 2009 após seis temporadas no Milan, no que foi a segunda transferência mais cara da história do futebol (65 milhões de euros). Nas quatro temporadas em que atuou pelo clube merengue, o brasileiro disputou 119 partidas, anotando 29 gols e dando 33 assistências, mas sem nunca repetir o desempenho que o levou a ser eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa em 2007.

Na última temporada, o meia perdeu espaço no time com o técnico José Mourinho, disputando apenas 19 partidas, sendo 12 como titular, o que fez com que fosse cogitada sua saída. Com a chegada de Carlo Ancelotti, treinador que o comandou em seus tempos áureos de Milan, o camisa 8 esperava obter mais minutos, mas a chegada do meia Isco e a provável contratação do galês Bale fizeram com o brasileiro ganhasse ainda mais competição por um lugar no time.

“É minha obrigação trabalhar e seguir treinando, mas não quer dizer que eu esteja satisfeito. Gostaria de sair e espero que o clube facilite minha saída. Meu pai já está tentando ver se consegue fazer alguma coisa. Acredito que é o melhor para mim e para o clube”, completou o meia.

A janela de transferências na Europa se encerra na próxima segunda-feira, dia 2 de setembro e, portanto, Kaká tem só quatro dias para acertar com um novo clube. Uma volta ao Brasil está descartada, já que a janela brasileira para atletas vindos do exterior se encerrou no dia 20 de julho.

AFP

Mesmo após grande atuação em amistoso, Kaká manifestou seu desejo de deixar o clube merengue