Por Cleber Aguiar – Galo aposta no quarteto de ataque e visita o Newell’s de olho na final

Fonte: Globo.com

Galo aposta no quarteto de ataque 
e visita o Newell’s de olho na final

R10, Tardelli, Bernard e Jô não atuam juntos desde a volta das quartas 
de final da Taça Libertadores e carregam a esperança da torcida alvinegra

Por Léo SimoniniRosário, Argentina

Diego Tardelli e Ronaldinho comemoram gol do Atlético-MG contra o Strongest (Foto: Reuters)Contra o Newell’s, Diego Tardelli e Ronaldinho
Gaúcho terão apoio de Bernard e Jô (Foto: Reuters)

A noite desta quarta-feira reserva muitas emoções para argentinos e brasileiros. Pela primeira vez na história, Newell’s Old Boys e Atlético-MG se enfrentarão, logo em uma semifinal de Taça Libertadores. A partida, que traz enorme carga de ansiedade, está marcada para as 21h50m (de Brasília), no estádio Coloso Del Parque, em Rosário, que terá casa cheia, com cerca de 42 mil torcedores nas arquibancadas.

Alguns jogadores do Atlético-MG, como o atacante Diego Tardelli, entendem que o duelo contra o Newell’s é o jogo mais importante de toda a história do clube. O técnico Cuca também falou a respeito e considera o confronto um jogo especial. Mesmo com três titulares fora, a confiança é de um bom jogo. Os zagueiros Réver, suspenso, e Leonardo Silva, contundido, estão fora. Além deles, o volante Leandro Donizete, lesionado, também terá de acompanhar o jogo de Belo Horizonte.

Porém, Cuca tem a seu favor o fato de poder contar novamente com o quarteto fantástico, que encantou o Brasil no primeiro semestre. Ronaldinho Gaúcho, Diego Tardelli, Bernard e não atuam juntos desde o dia 30 de maio, quando o Galo eliminou, de forma dramática, o Tijuana, do México, no Independência, após o empate em 1 a 1. Bernard e Jô tiveram que deixar o time antes da parada do Campeonato Brasileiro, para se apresentarem à Seleção Brasileira, que conquistou a Copa das Confederações. Estão com o moral elevado.

Pelo lado argentino, o técnico Tata Martino, do Newell’s, terá força máxima, já que os três titulares, Heinze, Vergini e Scocco, que tiveram o contrato expirado no último dia 30, conseguiram uma prorrogação e não ficarão fora em um dos momentos mais importantes do clube. Com eles, a equipe tentará dar sequência à boa temporada. O Newell’s, recentemente, conquistou o título do Torneio Clausura, embora tenha perdido para o Vélez Sarsfield a disputa da superfinal do Campeonato Argentino.

O cenário é este, e os atores estão confirmados. A TV Globo transmite a a partida, ao vivo e em alta definição, para todo o estado de Minas Gerais, logo depois de Amor à Vida. O Sportv também exibe o confronto. O GLOBOESPORTE.COM, em Tempo Real, acompanha todas as emoções do confronto, a partir das 21h20m.

header as escalações 2

Newell’s Old Boys: depois de correr o risco de perder três titulares, mais um reserva, por falta de contrato, o técnico Tata Martino terá força máxima contra o Galo. Na dúvida entre Mateo e Cruzado, o comandante optou pelo primeiro. Com isso, o time terá Guzmán; Cáceres, Vergini, Heinze e Casco; Pérez, Mateo e Bernardi; Figueroa, Scocco e Maxi Rodríguez.

Atlético-MG: apesar de ter três desfalques, Cuca já tem a equipe que mandará a campo. Gilberto Silva, Rafael Marques e Josué ficarão com as vagas de Réver, Leonardo Silva e Leandro Donizete, respectivamente. Com isso, o time terá Victor; Marcos Rocha, Gilberto Silva, Rafael Marques e Richarlyson; Pierre, Josué, Ronaldinho Gaúcho, Diego Tardelli e Bernard; Jô.

quem esta fora (Foto: arte esporte)

Newell’s Old Boys: afastado, há mais tempo, por causa de uma lesão, Villalba já trabalha com bola, mas ainda não tem condições de jogar. Ele deverá voltar, pelo menos no banco de reservas, na partida de volta, no dia 10, em Belo Horizonte.

Atlético-MG: Réver terá de cumprir dois jogos de suspensão, pela expulsão após o apito final contra o Tijuana, do México. O reserva Rosinei está na mesma situação, porém pela expulsão contra o São Paulo, na partida de volta das oitavas de final. O volante já cumpriu duas partidas. Leonardo Silva, que rompeu os ligamentos do ombro em um treino também está fora e é dúvida para o jogo da próxima semana. Já Leandro Donizete, outro desfalque, sentiu a coxa, mas, pelo menos, deverá estar em campo no dia 10.

header pendurados (Foto: ArteEsporte)

Newell’s Old Boys: dois jogadores da equipe argentina estão pendurados, o experiente zagueiro Heinze e o volante Pérez.

Atlético-MG: Marcos Rocha, Leandro Donizete e Diego Tardelli estão com dois cartões amarelos.header o árbitro (Foto: ArteEsporte)

O árbitro chileno Enrique Osses é um dos mais conceituados da América do Sul. Tanto que foi o escolhido para estar presente na Copa das Confederações. Foi ele que apitou a partida entre Brasil e Uruguai, no Mineirão, pela semifinal da competição. Enrique Osses, em 2012, ganhou o prêmio de melhor árbitro das Américas. Em relação aos clubes brasileiros, teve passagens importantes. Foi ele que apitou o primeiro jogo da final da Libertadores de 2012, entre Corinthians e Boca Juniors, na Bombonera, em Buenos Aires. Apitou também a polêmica final da Copa Sul-Americana de 2012, entre São Paulo e Tigre. O segundo tempo do jogo não foi realizado, já que os argentinos se recusaram a voltar ao gramado, sob a alegação de que teriam sido agredidos nos vestiários do Morumbi.

header_estatisticas (Foto: arte esporte)

Newell’s Old Boys: em casa, o time argentino vai tentar se aproveitar da pressão exercida pela torcida e tentar passar pela zaga reserva do Atlético-MG. Contra o Boca Juniors, pelas quartas de final, foram 11 chutes a gol, sendo que apenas quatro atingiram o alvo. A pouca efetividade no ataque pode ser uma das explicações para o placar em 0 a 0. O aproveitamento do Newell’s, em casa, não é dos melhores. Em cinco jogos, foram duas vitórias, duas derrotas e um empate.

Atlético-MG: O Galo confia no retrospecto fora de casa, na atual edição da Taça Libertadores. Em cinco partidas, até o momento, foram três vitórias, um empate e apenas uma derrota, para o São Paulo, na última rodada da primeira fase, quando os mineiros já estavam classificados para as oitavas de final. Esta foi, inclusive, a única vez em que o Atlético-MG passou em branco no placar. Em cinco jogos fora de Belo Horizonte, o time marcou 11 gols.

ICFUT – COPA DO BRASIL 2013

 

Terceira Fase
1ª RODADA
02/07 – 19h30 Salgueiro-PE 0 x 0 Criciúma-SC
03/07 – 21h50 Goiás-GO x ABC-RN
03/07 – 21h50 Botafogo-RJ x Figueirense-SC
09/07 – 21h50 Cruzeiro-MG x Atlético-GO
10/07 – 19h30 Ponte Preta-SP x Nacional-AM
10/07 – 21h50 ASA-AL x Flamengo-RJ
10/07 – 21h50 Santos-SP x Crac-GO
10/07 – 21h50 Internacional-RS x América-MG
11/07 – 21h50 Fortaleza-CE x Luverdense-MT
18/07 – 21h50 Paysandu-PA x Atlético-PR

ICFUT – LIBERTADORES 2013 – SEMI-FINAIS 2013

Olimpia vs Santa Fe 2-0 Semifinal Ida Copa Libertadores 2013 | 02-07-2013

 

Semifinal
1ª RODADA
02/07 – 21h50 Olimpia-PRY 2 x 0 Santa Fe-COL
03/07 – 21h50 Newell’s Old Boys-ARG x Atlético-BRA
2ª RODADA
09/07 – 21h50 Santa Fe-COL x Olimpia-PRY
10/07 – 21h50 Atlético-BRA x Newell’s Old Boys-ARG

Por Cleber Aguiar – São Paulo x Corinthians – Velha rivalidade sacode decisão da Recopa!

Fonte: Futebolinterior.com.br

Depois de quase duas décadas dois clubes brasileiros voltam a se enfrentar na final

O torneio, que na verdade é apenas uma decisão de dois jogos, coloca em disputa a hegemonia do futebol sul-americano. O Timão garantiu sua vaga na final por ter sido o campeão da Libertadores de 2012. Já o Tricolor entra por ter conquistado o segundo maior torneio do continente: a Sul-Americana, em 2012.

Nos últimos anos, o mini-torneio foi disputado sem “glamour”, sobretudo no Brasil. Muito porque os próprios clubes brasileiros têm dado pouca importância para a disputa. Tanto que nos últimos dois anos Internacional (2011) e Santos (2012) foram campeões e não tiveram grande destaque na mídia.

19 anos depois…
A Recopa volta a contar dois brasileiros na disputa depois de 19 anos. A última vez que isso aconteceu foi em 1994, quando o mesmo São Paulo fora campeão em cima do Botafogo, campeão da Conmebol em 1993. Curiosamente, os dois títulos tricolores no torneio foram em cima de brasileiros – em 1993 superou o Cruzeiro.

Por conta destas duas taças, o São Paulo é o segundo maior vencedor do torneio, ao lado de Internacional, LDU-EQU e Olímpia-PAR. O maior campeão é o Boca Juniors-ARG, com quatro taça, uma delas em cima do Sampa, em 2006. O Timão disputará a decisão pela primeira vez.

Ingressos encalhados?
Apesar de ser a disputa de um título e envolver muita rivalidade, a torcida são-paulina, pelo menos por enquanto, não parece tão empolgada com o time. Até o final da tarde desta terça-feira, apenas 22 mil ingressos de um total de quase 62 mil colocados à venda já foram comercializados. A expectativa é de que o público não chegue a 40 mil pessoas.

Por outro lado, a Fiel mantém a tradição e deve lotar o Pacaembu no jogo de volta, que acontece no dia 17 de julho. Na última parcial divulgada pela diretoria alvinegra, no final da semana passada, mais de 25 mil ingressos já haviam sido comercializados. A expectativa é de que todas as entradas sejam comercializadas até antes do dia do jogo.

Mistério tricolor
No São Paulo, o clima é de mistério. O técnico Ney Franco até fez um treino secreto nesta terça-feira. Por duas horas, o treinador comandou a última atividade antes da final no Centro de Treinamento da Barra Funda sem a presença da imprensa, que só teve a entrada liberada após o término.

Ney contou com o retorno de quatro jogadores que não participaram do amistoso com o Flamengo, no último sábado, em Uberlândia (MG) e que devem ser titulares: o zagueiro Lúcio, o volante Denilson, o atacante Luis Fabiano e o meia Jadson. O último se reapresentou nesta terça após disputar a Copa das Confederações.

A única dúvida para a escalação é se o São Paulo vai a campo com dois ou três atacantes. Se a primeira opção foi escolhida, a armação do time ficará com Jadson e Ganso, que sai da equipe e deve dar lugar a Aloísio caso o técnico escolha montar um trio ofensivo.

Principal destaque do Tricolor, Jadson destaca a necessidade de concentração total do elenco pelo fato de ser um clássico. “Por ser nosso rival, tem um clima mais quente a decisão. Ninguém quer perder e os jogadores entram mais ligados em campo”, disse.

Há vida sem Paulinho?
O reserva imediato Guilherme será o substituto de Paulinho, negociado com o Tottenham-ING, no time corintiano. No último treino antes do clássico, nesta terça-feira à tarde no CT do Parque Ecológico, foi ele quem herdou a posição no meio de campo de segundo volante.

Tite não fez mistérios e montou um meio de campo com três jogadores para o primeiro jogo da final. O setor foi escalado com Ralf, Guilherme e Danilo. Pelo posicionamento em campo, as saídas de bola pelo lado direto passam por Guilherme, que tem bom passe e pode criar jogadas com Edenilson – Alessandro está fora.

No ataque, também não houve surpresas. Treinaram juntos Romarinho, Guerrero e Emerson. Alexandre Pato fica na reserva. Paulo André se recuperou e treinou entre os titulares. Joga ao lado de Gil.

Renato Augusto deve ficar no banco de reservas. O curioso é que o meia foi inscrito na Recopa com a camisa 8, a que pertencia a Paulinho, e não Guilherme. Por enquanto esta numeração vale apenas para a Recopa, e não no Brasileiro.

Confirmado, Guerrero garante que se sente em casa no Morumbi. “A gente gosta de jogar no Morumbi, mesmo contra a torcida deles. A torcida deles fica esperando a gente na chegada e jogando cerveja, garrafas… A gente entra em campo com raiva para ganhar deles”, disse