Por Cezar Alvarenga – Internacional desiste de contratar Adriano Imperador, após exames médicos.

Fonte: Yahoo! Esportes

adriano

 

A volta de Adriano Imperador ao futebol não será com a camisa do Internacional. O Colorado não ficou satisfeito com os resultados dos exames médicos realizados pelo atacante e se retirou oficialmente da negociação. Nesta segunda-feira, o diretor médico do Inter, Paulo Rabello, e o fisiologista Luiz Crescente submeteram Adriano a exames, que concluíram que o período de retreinamento do jogador seria muito alto.

A equipe do Yahoo!Esporte Interativo entrou em contato com Luís César Souto de Moura, diretor de futebol do Inter, para falar sobre o assunto.

“O Inter se retira de negociações em relação a Adriano. Primeiro: ainda até o presente momento não se tem acertos financeiros entre as partes. Segundo: a avaliação dos médicos do Inter nos dá conta de que o jogador não teria condição de jogar um futebol competitivo em um curto espaço de tempo. Ele realmente perdeu bastante peso, está com muita vontade de voltar, mas o Internacional não pode esperar no momento”, declarou o dirigente.

Paulo Rabello e Luiz Crescente, médicos responsáveis pelos exames de Adriano, vão conceder uma entrevista coletiva nesta terça-feira.

O cartola negou que o exame tenha detectado alguma lesão no Imperador.

“Não existe nenhuma lesão”, informou.

Souto de Moura ainda revelou que o Internacional está no mercado atrás de reforços, mas não revelou o nome do jogador.

“O Internacional continua no mercado atrás de um meio-campo e um atacante. Temos algumas negociações em andamento”, explicou sem especificar nomes.

Quando perguntado pela reportagem se o nome do ataque deve ser um centroavante, o diretor despistou.

“Não necessariamente. O Inter vai atrás do jogador que a comissão técnica pedir e necessitar”, afirmou.

Nos próximos dias o Colorado pode anunciar as contratações de dois reforços. Os nome de Júlio Baptista, do Málaga-ESP, e Alex, do Al Gharafa, agradam, mas a diretoria colorada prefere não comentar e dar detalhes sobre o assunto.

Por Cleber Aguiar – Confirmado, Blatter vira alvo e mobiliza operação de polícia mineira

Fonte: Portal Terra

  • Celso Paiva Direto de Belo Horizonte (MG)
  • Dassler Marques Direto de Belo Horizonte (MG)
  • Diego Garcia Direto de Belo Horizonte (MG)
  • Fábio de Mello Castanho Direto de Belo Horizonte (MG)

De acordo com informações divulgadas pela Fifa no Rio de Janeiro, Joseph Blatter chegará a Belo Horizonte na próxima quarta-feira para Brasil x Uruguai. Antes disso, já nesta terça, uma operação especial da polícia militar será montada com aproximadamente 12 viaturas em hotel onde o presidente da entidade ficará hospedado. A preocupação é grande.

As autoridades mineiras têm convicção de que o protesto previsto para a próxima quarta será o maior entre os já realizados em Belo Horizonte neste mês. Policiais de Belo Horizonte ouvidos pelo Terra assumem publicamente que haverá confrontos. E estimam que o número de manifestantes supere os cerca de 100 mil do último sábado.

A presença de Blatter no Mineirão redobra os cuidados da polícia. O efetivo de 12 viaturas para a proteção do presidente da Fifa destoa totalmente do que é destinado às seleções na Copa das Confederações. Para Uruguai e Brasil, por exemplo, são utilizadas entre duas e quatro viaturas policiais na porta dos hotéis.

Beneficiada por uma isenção fiscal que supera R$ 500 milhões, a entidade dirigida por Blatter tem sido um dos principais alvos dos protestos em Belo Horizonte. Até mesmo os ônibus da Fifa viraram ponto de tensão para a segurança pública: na última semana, em Salvador, dois foram apedrejados por manifestantes. À polícia militar mineira foi pedido o reforço na proteção aos veículos em deslocamentos: 50 homens, ao todo, fazem a segurança direta ou são empregados para força de reação em BH.

Pichações dão o tom de reprovação dos mineiros para a Fifa Foto: Ricardo Matsukawa / Terra
Pichações dão o tom de reprovação dos mineiros para a Fifa
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Em meio aos protestos do último sábado, uma concessionária da Hyundai de Belo Horizonte foi depredada e saqueada por assaltantes. De acordo com os responsáveis pela loja, o prejuízo chegou a R$ 1 milhão. Policiais mineiros atrelaram a ação ao fato de a montadora ser uma das principais patrocinadoras da Copa das Confederações.

Diante desse contexto, a estratégia adotada pela Fifa deve ser de preservar a imagem de Blatter, prejudicada depois de vaias estridentes que ele recebeu no último dia 15, em Brasília, durante a abertura da Copa das Confederações. O dirigente suíço era a principal atração do fórum “Football For Hope”, marcado para a prefeitura de Belo Horizonte para quarta. Sua participação, porém, foi cancelada pela Fifa na segunda.

Inicialmente, a tendência da agenda de Blatter para junho era seguir a Copa das Confederações, mas seus planos foram alterados por conta das vaias e principalmente dos protestos. Sem alarde, na última quarta, o presidente da Fifa optou por viajar à Turquia para participar da abertura do Mundial Sub-20 entre Coreia do Sul e Cuba.

De acordo com a entidade, ele retorna ao Brasil para acompanhar as semifinais (quarta em Belo Horizonte e quinta em Fortaleza ) e ainda a final da Copa das Confederações, no Rio de Janeiro, no sábado.

Por Cleber Aguiar – Em reformulação, Santos vê mudanças necessárias e nega “racha”

Fonte: Gazetaesportiva.net

Rodrigo Martins

Santos-Fc-imagemEm meio a um processo de reformulação, com demissões no departamento de futebol e no setor administrativo do clube, o Santos negou, por meio de nota oficial, que algumas das dispensas estejam ocorrendo seguindo critérios políticos, devido a um possível “racha” no Comitê de Gestão do Peixe.

Nos bastidores, o clima instável na relação entre o presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, afastado por problemas de saúde, e o grupo liderado pelo ex-diretor de futebol, Pedro Luiz Nunes Conceição, atual membro do Comitê Gestor, é notório. Porém, a cúpula santista alega que a reformulação era necessária, após três anos e meio de administração.

As mudanças começaram com a demissão do técnico Muricy Ramalho, no último dia 31. Depois, o preparador de goleiros, Oscar Rodriguez, perdeu o seu cargo. Os advogados Fábio Gonzalez e João Vicente Gazolla também foram dispensados, assim como o superintendente de esportes, Felipe Faro, até então o último nome a ser cortado do quadro de funcionários do Alvinegro Praiano.

Outros profissionais podem ser demitidos pela direção do Santos nos próximos dias. O superintendente administrativo, Henrique Schlithler, é um dos cotados para deixar o seu posto na agremiação. O gerente de futebol, Nei Pandolfo, e o de marketing, Armênio Neto, são outros que também poderão deixar a Vila Belmiro em breve.

Confira o comunicado oficial emitido pela diretoria do Santos:

Santos FC reestrutura organograma administrativo para iniciar novo ciclo

No dia 31 de maio, o Santos FC comunicou, através de suas mídias oficiais, o início de um processo de reformulação após um dos períodos mais vencedores da história de 101 anos do Clube – foram seis títulos conquistados e dois vice-campeonatos em um período de 40 meses, além da recuperação financeira que culminou com a conquista da Certidão Positiva com efeitos de Negativa (Cepen), emitida pelo Ministério da Fazenda.

Esta reformulação passa por uma reforma administrativa que visa adequar o Santos FC a seu novo ciclo, com a experiência dos acertos e erros destes 42 meses de gestão.

Este processo está em ampla execução e dele está emergindo um novo organograma, ainda mais racional e compatível com as necessidades do Clube.

Em decorrência disso, estão ocorrendo demissões que não são frutos de má avaliação por parte do Clube e muito menos de critérios ‘políticos’, como alguns grupos tentam fomentar, mas de extinções de cargos antes previstos, em alguns casos, e readequações financeiras necessárias, em outras situações.

A reformulação do Santos FC continuará sendo conduzida com serenidade pelo Comitê de Gestão, em nome dos interesses de milhões de torcedores e de mais de 65 mil associados, que nos confiaram os rumos do Clube até dezembro de 2014. Até lá, nossa obrigação é pelo constante aperfeiçoamento do nosso modelo de gestão, que, neste mandato, pela primeira vez, foi balizado por um Estatuto novo e revolucionário dentro dos padrões do futebol brasileiro, aprovado por mais de 90% dos sócios e pela unanimidade do Conselho Deliberativo.

Por Cleber Aguiar – São Paulo anuncia a contratação do lateral-esquerdo Clemente Rodríguez

Fonte: Globo.com

Destaque no Boca Juniors, jogador de 31 anos é figura recorrente na seleção: ‘É uma grande oportunidade defender um clube da grandeza do São Paulo’

 

Clemente Rodriguez comemora gol do Boca sobre o Estudiantes (Foto: AFP)Clemente Rodriguez é o novo reforço tricolor para o
Brasileirão  (Foto: AFP)

A diretoria do São Paulo anunciou, no fim da noite desta segunda-feira, a contratação do lateral-esquerdo argentino Clemente Rodríguez. Ainda com contrato vinculado ao Boca Juniors até o fim do mês, o jogador de 31 anos se apresenta ao Tricolor na próxima semana, quando assinará compromisso por dois anos. Clemente passa a ser mais uma opção para o treinador Ney Franco, que ainda conta com Juan e o recém-contratado Reinaldo para disputar a posição.

– Ele tinha desejo grande de jogar no Brasil, e a escolha pelo São Paulo facilitou muito. Já vínhamos observando e estávamos na expectativa do término do contrato. Temos grande esperança que vá nos ajudar. É uma figura importante na lateral esquerda – frisou o presidente Juvenal Juvêncio em entrevista ao site oficial do São Paulo.

Revelado pelo Boca, Clemente Juan Rodríguez deixou o clube xeneize em 2004 para defender o Spartak Moscou. O lateral retornou por empréstimo e depois foi novamente emprestado, desta vez para o Espanyol, sendo contratado pelo Estudiantes em 2009. No ano seguinte retornou ao Boca Juniors, que o negociou com o São Paulo.

– É uma grande oportunidade na carreira defender um clube da grandeza do São Paulo. Minha história no Boca foi com títulos e agora espero construir um novo ciclo vitorioso dentro do São Paulo.

Três vezes campeão da Libertadores (2001/03/07), Clemente Rodríguez conquistou também dois torneios Apertura (2001/04) e um Mundial (chamado à época de Copa Intercontinental, em 2003) pelo Boca Juniors. Ao todo, foram 278 jogos e 11 tentos pelo clube. O lateral estreou em 2003 pela seleção argentina, tendo feito 13 partidas e um gol. Disputou a Copa do Mundo de 2010 (uma partida) e atuou até o momento em quatro compromissos do selecionado hermano nas eliminatórias sul-americanas para 2014.