Por Cleber Aguiar – Joinville tenta estragar possível despedida de Neymar na Vila

Fonte: Globo.com

Cotado para sair após a Copa das Confederações, atacante faz último jogo em casa antes de se juntar à Seleção. Partida é válida pela Copa do Brasil

Neymar (Foto: Ricardo Saibun/Divulgação Santos FC)Neymar, em treino no CT Rei Pelé
(Foto: Ricardo Saibun/Divulgação Santos FC)

O torcedor que ainda não viu Neymar na Vila Belmiro pode ter a última chance nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília). Pela segunda fase da Copa do Brasil, o Santos recebe o Joinville no jogo que pode marcar a despedida do craque do estádio onde brilha desde 2009, quando estreou no Peixe. Na Vila, ele soma 62 gols.

Trata-se da última partida de Neymar em casa antes da Copa das Confederações – ele ainda defende o Santos contra o Flamengo, no domingo, em Brasília, antes de integrar a delegação brasileira, na próxima terça-feira. O atacante garante que não deixa o Peixe antes do fim de seu contrato (junho de 2014), mas a imprensa espanhola indica que o astro será negociado nos próximos dias – o próprio Alvinegro, aliás, está disposto a isso. Nesta quarta ocorre uma reunião que pode definir o destino do jogador.

Em meio às especulações e à ressaca do título estadual perdido para o Corinthians, o Santos entra com vantagem diante de um Jonville que busca aprontar nos contra-ataques. Na ida, na Arena Joinville, vitória suada do Peixe por 1 a 0. Para o Alvinegro, basta o empate. O JEC tem de vencer ao menos por dois gols de diferença. Outra combinação favorável ao time catarinense é a vitória por um gol – desde que marcando pelo menos duas vezes. Se baterem o time praiano por 1 a 0, os catarinenses levam a decisão para os pênaltis.

Se no Santos o centro das atenções é Neymar, no JEC a expectativa está nos gols de Lima, próximo de se tornar o maior goleador da história do Joinville (ele tem 126 gols, contra 130 de Nardela) e no uruguaio Martín Ligüera, que estreou pelo time catarinense justamente na derrota para o Peixe e ficou marcado pelo gol incrível desperdiçado no segundo tempo, quando o placar ainda estava zerado.

O vencedor do confronto enfrenta na próxima fase o CRAC, de Goiás. A equipe de Catalão se classificou ao derrotar duas vezes o Betim (MG): 3 a 2 em casa, e 1 a 0, fora.

O árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva (PA) apita o jogo, tendo Dilbert Pedrosa Moises (RJ) e Jackson Massarra dos Santos (RJ) como auxiliares. A partida será transmitida ao vivo pela TV Globo para Santos, Joinville, Goiás e Tocantins, e pelo SporTV 2. O GLOBOESPORTE.COM acompanha os lances em Tempo Real, com vídeos.
header as escalações 2

Santos: em relação ao time que empatou em 1 a 1 com o Corinthians, duas possíveis novidades. No meio, Montillo já está recuperado de uma lesão na coxa esquerda e deve reassumir a camisa 10, no lugar de Felipe Anderson. À frente, André – que está de saída para o Vasco – sequer foi relacionado para encarar o JEC. Apresentado na terça-feira, Henrique é o favorito para vestir a 9. Muricy Ramalho deve escalar o Peixe com: Rafael Cabral; Bruno Peres, Edu Dracena, Durval e Léo; Renê Júnior, Arouca, Cícero e Montillo; Neymar e Henrique.

Joinville: apesar de precisar de um resultado positivo para avançar, o técnico Arturzinho preferiu montar a equipe com apenas um atacante de origem (Lima). Mas o time está longe de ser defensivo, com os avanços de Rafinha pela lateral esquerda e a presença de três meias de ligação – Marcelo Costa, Ligüera (que terá mais liberdade) e Arthur Maia (no lugar de Ricardinho, contundido). O JEC vai a campo com: Ivan; Carlos Alberto, Rafael, Sandro e Rafinha; Marcus Vinícius e Augusto Recife; Artur Maia, Marcelo Costa e Martín Liguëra; Lima

quem esta fora (Foto: arte esporte)

Santos: Giva (pubalgia).

Joinville: Boiadeiro, Somália e Ricardinho foram vetados nos últimos dias e não têm condições de jogo. O lateral Eduardo ainda se recupera de uma operação no ombro e deve voltar aos campos apenas em julho. Kim é outro que está afastado dos gramados e só retorna no final de junho.

header fique de olho 2

Santos: Neymar. Outra vez na mira de Barcelona e Real Madrid e com o Peixe disposto a negociá-lo, o astro pode se despedir da Vila Belmiro contra o Joinville – embora o próprio atacante afirme que pretende cumprir o vínculo com o clube. Há seis jogos sem marcar, o camisa 11 ainda é o goleador santista na temporada: são 13 gols em 21 partidas oficiais.

Jonville: Ligüera. Estreante na última partida entre as duas agremiações, na Arena Joinville, o meia uruguaio perdeu um gol incrível quando o placar ainda não havia sido alterado. Agora, como mais liberdade para atacar, é uma aposta de Arturzinho para reverter a situação desfavorável do time catarinense.

header o que eles disseram

Léo, lateral-esquerdo do Santos: O resultado na partida de ida deu uma vantagem bem razoável, mas que pode ser desfeita se o Joinville marcar um gol no começo do jogo. Temos que entrar em campo concentrados e jogar com atenção durante os 90 minutos.

Arturzinho, técnico do Joinvile: Precisamos ter inteligência, atuar da forma que atuamos na Arena, com personalidade, jogando pra frente e sem deixar a parte defensiva desguarnecida“.

header números e curiosidades
* Quem tem vantagem? Confira o histórico do confronto na Futpédia.

* Santos e Joinville se enfrentaram apenas três vezes na Vila Belmiro, com duas vitórias santistas e um empate. Nesses confrontos, todos válidos pelo Campeonato Brasileiro, o Peixe marcou cinco gols e não sofreu nenhum: Santos 3 a 0 (1978); Santos 2 a 0 Brasileiro (1980) e 0 a 0 (1986).

* Antes do Santos, o Joinville cruzou apenas outra equipe paulista na Copa do Brasil: o Corinthians, em 2001. Na oportunidade, a equipe catarinense foi eliminada na primeira partida (3 a 1), em casa. André Luiz, Luizão e Marcelinho Carioca marcaram para o Timão, e Marlon descontou para o JEC.

* Também é a segunda vez que o Santos enfrenta um time catarinense na história da Copa do Brasil. Em 1997, o Peixe eliminou o Figueirense em dois jogos, na primeira fase da competição. Foram duas vitórias: 1 a 0 em Florianópolis, 3 a 2 no Palestra Itália.

header último confronto v2

Há duas semanas, Durval garantiu a vitória do Santos sobre o Joinville, em Santa Catarina, no jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil. O time da casa jogou melhor, criou as melhores oportunidades, mas o zagueiro definiu para o Peixe com um gol de cabeça, já no fim do segundo tempo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s