ICFUT–Timão em Toquio

Por J. Edimar

Nosso Time conquistou, em 04/07/2012, de forma indiscutível e absoluta, a edição da COPA LIBERTADORES DA AMERICA DE 2012 e, com isso, homologou seu direito de “carimbar os passaportes” para disputar o CAMPEONATO MUNDIAL DE CLUBES DA FIFA, no Japão…

A exemplo do que já ocorrera em 2000, participaram das disputas os campeões de cada continente (5 continentes), mais o campeão do país onde ser realizaria o torneio, mais o campeão da Europa e, ainda, o campeão da CONCACAF, que, neste ano, enviou, para o Japão, o Time do MONTERREY, do México.

Nosso Time fazia-se presente por ter sido o CAMPEÃO DO CONTINENTE SUL AMERICANO, a Copa Libertadores.

Durante todo o decorrer das 38 rodadas do Campeonato Brasileiro de 2011 (aquele que nos sancionou o direito à disputa da Libertadores/2012), eu cansei (do verbo cansar), de ouvir “abobrinhas” dos torcedores de outros times, de alguns membros (venais) da mídia esportiva do País (principalmente de um idiota assumido de nome MILTON NEVES).

Ouvir babaquices e idiotices de outros torcedores, não é nada bom, mas tolera-se, afinal são, todos (não importando qual seja seus times), inconformados com a grandeza e a dignidade de nossa torcida, haja vista que somos a maioria absoluta em qualquer estádio do Brasil e, isso, incomoda!

Tolerar, entretanto, as babaquices deste idiota do Milton Neves, é coisa que não me entra na cabeça… É um fofoqueiro de marca maior, frustrado, doente, idiotizado e fanático por baixarias e babaquices!

E este “parlapatão” da mídia esportiva paulista faz, como ninguém, seu papel de frustrado, de inconformado, de invejoso, de “zero à esquerda”, todas as vezes que, (com ou sem razão), mete-se a falar de nosso Time, de nossa Torcida e de nossa gente…

Foi, todavia, o que mais se viu ao longo das 38 rodadas do Brasileirão/2011 que, diga-se, foi ganho pelo Glorioso Alvinegro do Parque São Jorge) pois, bastava qualquer deslize de nosso Time ou de nossa Torcida, para que este “goiabão” se sentisse cheio de si, a alardear, a denigrir, a tripudiar…

Mas findo o Brasileiro, nossas baterias se renovariam para a disputa de outro (mais importante ainda) torneio onde, desta vez, com 32 clubes, seria a mais árdua e mais disputada de todas as edições da Copa Libertadores de todos os tempos.

Se, ao longo do Brasileirão/2011, as buzinadas deste idiota nos tiravam do sério, de idêntica forma, estas “chacotas sob medida” deste idiota, nos tiravam, ainda mais, do sério, do centro, de tudo!

Mas, com ele ou sem ele, ganhamos, também, a Copa Libertadores e, com isso, o direito de disputar, no Japão, o CAMPEONATO MUNDIAL DE CLUBES DA FIFA.

E, para lá, fomos!

Quanto à LIBERTADORES que ganhamos, é muito importante que se deixe anotado que a ganhamos de forma líndima, absoluta, indiscutível, cristalina e heroica para desespero destes estes mesmos “anti corinthianos”, que mudaram as cores de suas camisas por 14 vezes, torcendo contra o nosso Time…

Mas, enfim, eis-nos, agora, em Tóquio (de onde os porcos voltaram de rabinhos enrolados em 1999 e de onde os “caipiras da vila” voltaram, em 2011, com uma sonora goleada de 4xo nas costas!

As “secadas”, as piadinhas de idiotas, (tanto na mídia como no meio comum), prosseguiam. Mas prosseguiram até o dia do embarque de nosso Time para o Japão pois, nesta hora, São Paulo tremeu com a força da nossa mobilização uma vez que, na ala internacional do Aeroporto de Cumbica estavam presentes, “apenas”, 20.000 corinthianos, desejando feliz viagem e boa sorte ao mais glorioso de todos os Alvinegros do Mundo!

A coisa mudou.

Agora o respeito já era verificado na boca de alguns destes “fanfarrões de plantão” pois o comentário que se ouvia, em seguida era que “se está assim no embarque de ida, imaginem o que ocorrerá no desembarque, quando o Time trouxer, na bagagem, o Bi Campeonato Mundial de clubes”

O que era chacota passou a ser respeito e que era “mera gozação” passou a ser preocupação pois se, acaso, o Time conquistasse o Campeonato Mundial, seria o 2º de sua história e, a despeito de toda a idiotice publicada e digerida pelos anti corinthianos, isso seria um fato inédito, haja vista que ninguém, no futebol brasileiro, tem um bi campeonato do mundo de clubes ligados à FIFA.

Por mais que os “bambis” e os “caipiras da vila” queiram argumentar, nenhum destes dois clubes tem o título de BI CAMPEÃO DO MUNDO.

Quando conquistaram estes troféus, a modalidade de disputa envolvia apenas o Campeão Europeu contra o Campeão do Continente Sul Americano.

O sistema de disputa envolvendo 8 clubes começou em 2000, num torneio garbosamente conquistado pelo Alvinegro do Parque São Jorge.

Depois disso, os “bambis” disputaram e ganharam em 2005 de forma a ter, em sua galeria de troféus, 2 taças de campeão do TORNEIO INTERCONTINENTAL DE CLUBES e apenas um troféu de Campeão do Mundo.

Quanto aos “caipiras da vila”, que tanto se arvoram de serem detentores de um BI mundial, que se contentem com dois troféus de campeões do Torneio Intercontinental de clubes, pois a chance que tiveram de obter um mundial, eles a jogaram pela janela do avião, sonoramente goleados, que foram, pelo Barcelona.

Enquanto isso a porcada, nem uma coisa, nem outra pois foram para Tóquio em 30/11/1999 achando que, lá a influência da “mafia do leite” teria validade (ou que a, ainda, o “Zé do apito” também pudesse ser levado na bagagem), e voltaram com os rabinhos enroladinhos entre as pernas, sob enorme sarro da nossa enorme e incomparável torcida!

Quanto a Grêmio e Flamengo que, antes de 2000 tiveram o privilégio de voar para o Japão e, lá, terem obtido o “principal caneco de suas histórias, devem, sim, comemorar mas, jamais, insinuarem ser Campeões do Mundo mas, sim, CAMPEÕES DO TORNEIO INTERCONTINENTAL DE CLUBES, a exemplo do Vasco da Gama e do Cruzeiro, frisando, porém, que Vasco e Cruzeiro voltaram, a exemplo dos porcos, sem nada conquistar, exceto a Libertadores, que lhes homologou o direito de irem para Tóquio, etc.

Campeões Mundiais de clubes são, portanto, aqueles que o conquistaram após 2000 e, aqui, cito-os, por questão de justiça, que são: Corinthians (2000), Internacional de Porto Alegre (2006) e São Paulo (2005).

Mas, enfim, eis que, em Tóquio, as manifestações de apoio vinham de todas as partes do mundo, tornando aquele local num recreio de corinthianos. É necessário, todavia, que se registre, também, aqui, que não há um só lugar, no mundo, onde não exista um corinthiano!

Não é necessário que se repita, aqui, que a NOSSA MAIORIA INCOMODA mas, é, sim, o que ocorre pois os que não fazem parte deste “bando de loucos”, os que têm ojeriza por nossas cores, nossas tradições e nossas conquistas, estão, hoje, todos, injuriados…

DÁ-LHES, TIMÃO!!!

1.

Ante um enorme aparato da mídia,

O Time do Povo embarcou para o Japão;

(Levando na bagagem a fé do Povão)

E matando de inveja os inconformados…

Embarcou sossegado e sem traumas,

Para jogar com eficiência e calma

E voltar para o Brasil consagrado!

2.

No dia do embarque, a grata surpresa:

Mais de 20.000 o viram embarcar;

(Pois estava indo nos representar,

Para nos trazer mais um MUNDIAL)…

Iria, garbosamente, batalhar,

Jogar com muita raça e ganhar,

Fazendo antecipar o nosso carnaval!

3.

Mas tudo que envolve nossa gente,

É alvo de uma tremenda especulação;

(Pois todos sabem que o Timão,

Tem a maior torcida do País)…

E foi com base nestes argumentos,

Que a mídia, avenal, usou o momento

Para publicar asneiras como quis!

4.

Uma coisa, porém, já é latente,

No meio da nossa enorme torcida:

Não somos, mais, a gente sofrida,

A quem era fácil de ludibriar…

Depois que o nosso Time “caiu”

E que, valorosamente “subiu”,

Todas as coisas começaram a mudar!

5.

Não é, pois, qualquer papo idiota,

Que deixa nosso povão ouriçado;

(Apesar de tudo que sempre é tentado,

Por uma “curriola” de gazeteiros)…

Após conquistar a Libertadores,

Mudou (muito) a escala de valores,

De grande parte dos mosqueteiros!

6.

Assim, não é qualquer “balela”,

Que pega um corinthiano desprevenido;

(E o fato de já termos sofrido,

Fez “endurecer” a nossa carcaça)…

Pode-se, assim, hoje, afirmar,

Que es cães podem até ladrar,

Mas a nossa caravana passa!

7.

Em solo japonês, outra surpresa,

Aguardava o plantel mosqueteiro:

Quase 50.000 brasileiros,

Davam-lhes felizes boas vindas…

Aquilo que, para o “zé-povinho”

Pode parecer ridículo, ou mesquinho,

Para nós, é a coisa mais linda!

8.

Vamos, sim ganhar este torneio,

Vamos conquistar o BI CAMPEONATO;

Vamos deixar com cara de gaiatos,

Os anti corinthianos da Nação…

Vamos antecipar o nosso carnaval

E fazer uma festa sensacional,

Para delírio e alegria do povão!

9.

Quero ver, depois, com que cara,

Irão ficar estes “aloprados”;

(Quando o Time do povo, consagrado,

Voltar ao no nosso solo, radiante)…

Pois todos que falam mal da gente,

São venais, são incompetentes,

São invejosos e são inoperantes!

10.

Falar mal, de quem faz, é fácil,

(Quero ver, é quem faz igual);

Falando, porém, bem, ou mal,

Importa, é falarem da gente…

Tudo o que falam do Povão

E, ”por tabela”, do Timão,

É uma inveja das mais latentes!

11.

Nenhum outro time, em nossa Nação,

Tem o título de BI CAMPEÃO MUNDIAL

(Acho, portanto, até, normal,

A enorme ojeriza que apregoam)…

Mas somos um povo inteligente

Felizes, realizados e contentes,

Que MANDA À MERDA, os que nos zoam!

TIMÃO – 1X0 – AL AHLY

LOCAL – ESTÁDIO TOYOTA/JAPÃO

DATA – 12/12/2012;

O cenário internacional preparava-se para ganhar mais um novo postulante, pois o nosso Time iniciava, por volta de 8,30 horas da manhã (horário de Brasília), sua participação no CAMPEONATO MUNDIAL DE CLUBES DA FIFA do ano de 2012. Para os japoneses, eram 21,30 horas, levando-se em conta estarmos, aqui, em pleno horário de verão, etc.

E o nosso primeiro jogo começou a gerar uma expectativa no meio do povão pois, embora conhecedor do potencial de nossa equipe, da capacidade de nosso treinador, era enorme a torcida dos “antis” e, isso, querendo, ou não, mexe, sim, com o psiquê da gente.

Existiam, é claro, outros fatores que comungavam a nosso favor e, o principal, deles, sem dúvida, referia-se à experiência e “matreirice” de nosso treinador, a conquista invicta da Libertadores, etc, ingredientes estes que faziam aumentar a expectativa e a certeza de uma boa campanha.

Não bastando, a enorme, clara e indiscutível prova de amor e de fidelidade, recebida quando o embarque para o Japão, já fazia aumentar, em cada um de nossos atletas, a necessidade de “corresponder”, dentro de campo, com todo este carinho.

E com a “bola rolando”, tudo mudou… Nosso Time fez seu primeiro gol num tremendo toque de “três dedos”, do Douglas, que encontrou, na pequena área, nosso matador peruano e, o resto, todo mundo viu… Ganhamos o jogo mas, nem por isso, escapamos das línguas ferinas e “sem semancol” de alguns dos tais “entendidos da mídia”, de alguns “formadores de opinião”, de alguns “entendidos da matéria”

Algumas colocações de coerência, algumas boas dicas, alguns comentários “sadios” mas, infelizmente, como NOSSA MAIORIA INCOMODA, começaram os bombardeios dos “antis”, dos inconformados, dos frustrados e dos invejosos, todos, é claro, “movidos pela melhor das intenções”…

Dentre os comentários idiotas que fomos obrigados a “ouvir por não ser surdos”, destaca-se, aqui, um, de um “treinadorzinho meio boca”, comandante de um tal “alvinegro das praias” que, um dia (há mais de 50 anos, teve em suas fileiras o maior gênio da bola que o Universo produziu) mas que, hoje, segura, com “unhas e dentes”, em seu elenco um babãozinho mascarado, arremedo de craque, especialista na arte do “cai cai”, etc…

Mas, enfim, acho que, movido pela dor de cotovelo de saber que, nestas mesmas circunstâncias, no ano passado, seu “timinho” voltou GOLEADO do Japão ou, ainda, quem sabe, por não haver assimilado a eliminação, por ter perdido para nosso Time (em semifinais da mesma Libertadores que nos conduziu ao Japão), enfim, seja, lá, por qual motivo tenha sido, o fato é que este “treinadorzinho meia boca” perdeu uma enorme chance de ficar calado!

Parece-me, todavia que, “falar demais” é meio costumeiro nas fileiras do time das praias pois dias, antes, um integrante deste “freguês de caderneta” de nosso Time também proferiu as suas idiotices ao ver nossa enorme e inquestionavelmente FIEL torcida despedindo-se de nosso elenco (que embarcava para, acima de tudo, vingar o futebol brasileiro, contra os europeus) mas, disso, (vindo de quem veio) já deixei pra lá, haja vista tratar-se de um jogardorzinho medíocre, falastrão e superado…

Outro “persona non grata” ligado a este “freguês do Timão”, um garoto-propaganda dos grandes anunciantes, de nome MILTON NEVES, que orgulha-se de afirmar ser torcedor do time das praias mas que não assume, nunca, sua verdadeira personalidade pois o que sabe, mesmo, é nos encher o saco, falou, também, suas abobrinhas (coisas de seu feitio absoluto) e, a este, também, a minha ojeriza

Tudo, isso, repetindo e enfatizando, tem, apenas, uma explicação: SOMOS, HOJE, SIM, O TIME MAIS EM EVIDÊNCIA DO UNIVERSO E, ADMITAMOS, A NOSSA MAIORIA INCOMODA… DÁ-LHES, TIMÃO!!!!!

1.

A 1ª batalha, nós já vencemos;

(Nosso 1º adversário está eliminado).

O Timão jogou conforme o traçado,

Sem correrias e sem afobação…

Fez a festa da gente mosqueteira,

Apesar do enorme festival de asneiras,

Dos invejosos e dos “anti” povão!

2.

A nossa Torcida esteve absoluta,

(Lotando os espaços da arquibancada);

Deixando pouco, ou, quase nada,

Para a torcida do time adversário…

Nosso Time jogou sem afetação,

Sem trocar os pés pelas mãos

E sem ligar para os comentários!

3.

O treinador, na sua preleção final,

“Anestesiou” os nossos jogadores,

Enfatizando-os de seus valores,

Dando-lhes liberdades de ação…

Deixou, mais uma vez, provado,

Que quando tubo é bem planificado

Só resta um caminho: SER CAMPEÃO!

4.

Antes da partida, os “derrotistas”

Já davam o Timão por eliminado;

(Eu cansei de ouvir, indignado,

Estas “basófias” do “zé-povinho”)…

Mas tudo não,passou de balelas,

Pois o Timão ganhou sem sequelas

e Todos estão falando sozinhos!

5.

Todos queriam posar de entendidos,

Todos queriam nos dar alfinetadas;

(Mas a nossa equipe, determinada,

Jogou com absoluta perfeição…

Ao final do jogo, classificado,

Todos os “babacas” estão calados

E aguentando o sarro do Povão!

6.

O nosso goleiro pouco produziu,

(Poucas bolas lhe foram chutadas);

Com a nossa defesa bem postada,

Ele ficou só “de prontidão”…

Nem o uniforme chegou a sujar,

Vendo o nosso adversário se matar,

Apalermado, ante nossa atuação!

7.

Mas os invejosos e os incompetentes,

Queriam, de toda forma, aparecer;

(Houve até quem chegou a dizer,

Que o Timão não mereceu ganhar)…

Isto, porém, tem uma explicação:

Torcem, (todos), contra o Timão,

Para não ter que nos aturar!

8.

E o maior de todos estes “antis”,

É um tal Milton Neves, falastrão;

(Que chegou a afirmar que o Timão,

Não conseguiria chegar às finais)…

Mas nossa vitória o silenciou

E (mais uma vez), se comprovou,

Que este “xaropão” fala demais!

9.

Até o MURICY (outro grande babaca),

(Treinador de um timinho freguês)

Tentou, também, usar sua vez,

Para alardear as suas babaquices…

Esqueceu, porém, mal intencionado.

De falar sobre o ano passado,

Quando o seu timinho foi VICE!

10.

Este “faladorzinho” se esqueceu,

(Ao tripudiar sobre nossos valores)

Que na semifinal da Libertadores,

Foi nosso Time quem os eliminou…

É, acredito que, por esta razão,

Que ele fez papel de “babão”,

Com enorme besteira que falou!

11.

Mas não é só ele que merece,

Gozar de toda nossa ojeriza;

(Tem muito mais gente que precisa,

De um “corretivo” para se calar)…

Não passam de uns inconformados,

Venais, invejosos e frustrados

E, por isso, TÊM QUE SE DANAR!

12.

Nós somos uma torcida que vai,

Onde o nosso Timão estiver;

Torcemos com determinação e fé

Fazendo, do Timão, nossa vida…

Nós somos um povo predestinado,

Somos felizes e realizados,

NÓS SOMOS A FIEL TORCIDA!!!

13.

Nós vamos ganhar este Mundial,

(Nem nos importa os adversários)

E calar um bando de otários,

Que só sabe zoar nossa gente…

Falem, pois, o que quiserem falar
Mas todos terão que nos aturar,

Pois seremos CAMPEÕES novamente!

TIMÃO – 1X0 – CHELSEA

LOCAL – ESTÁDIO DE YOKOHAMA/JAPÃO

DATA – 16/12/2012;

Pois é!

Acabou!…

Calamos, devagar, com classe, com inteligência e com galhardia, as fétidas bocarras de todos os invejosos, de todos os derrotistas, de todos os tocadores de corneta, de todos os “absolutos” da mídia esportiva e de todos os “inocentes úteis” nas demais torcidas pois, muitos, nem sequer sabem falar a escalação do próprio time para o qual afirmam torcer, mas sabem nos zoar!

Estes “papagaios de pirata” e estes “apregoadores de maus agouros” têm, sim, agora, que nos aturar, que nos respeitar, que reconhecer que, no atual momento nós somos, sim, a bola da vez, nós somos sim, o time mais badalado do mundo, somos, sim, o mais absoluto e digno time do futebol mundial e que nossa torcia é, sim, a mais fiel, a mais diligente, a mais organizada e a mais feliz torcida do mundo!

Não nos consta um só ato de vandalismo em território japonês, não nos consta um único passaporte apreendido, mas registramos, para a história e para a posteridade, um ato de heroísmo, de coragem, de denodo de absoluta fé e de indiscutível amor pelo clube que amamos…

Se ousarem ter um “milímetro de inteligência”, se lhes for permitido “descer do patamar de absolutismos em que se julgavam estar”, se lhes restar um pouquinho de “massa pensante”, outra coisa não lhes cabe senão reconhecer que somos o único time do Brasil que tem o direito de gritar em ALTO E BOM SOM que somos, sim, BI CAMPEÕES MUNDIAIS DE FUTEBOL!!!

Reconheçam que foram longe de mais nos zoando, nos ridicularizando, tripudiando nossa gente, nossas cores, nossas tradições, nosso fanatismo, nossa dedicação, nossa e, finalmente, assumam: NÃO TEM PRA NINGUÉM!

O mundo, inteiro, hoje, é “preto e branco”!

O Universo, hoje, conhece nosso goleiro e comenta suas façanhas; todo o mundo da bola sabe quem é PAOLO GURREIRO, todo garoto esportista, todo ancião inteligente, toda mulher instruída, todo cidadão de bem sabe que nossa torcida viajou quase 30 horas, gritou, vibrou, sofreu, chorou e riu pois, este time de Machos, este time de “Emersons”, de “Paulinhos”, de “Ralfs”, de “Danilos” e outros mais, DIGNIFICOU o futebol brasileiro, mostrou raça, classe, dedicação, suor e lágrimas!

Calem, de uma vez por todas, suas fétidas bocarras, seus invejosos, seus derrotistas de plantão, seus tocadores de zabumba…

CHUPA, Milton Neves…

Vá, agora, desabafar sua frustração na cama que, pelo menos é um lugar quente e fofo!

CHUPA, Muricy…

Você perdeu uma enorme chance de ficar de boca calada!

CHUPA, Leo…

Você deveria ter tido um pouquinho mais d respeito por uma torcida como a nossa e controlar mais a sua língua ferina e invejosa! Nosso Time não voltou GOLEADO do Japão como o seu voltou, no ano passado!

Nosso Time foi lá movido pelo entusiasmo desta enorme, absoluta e indiscutível torcida que você, com seu cérebro de ostra, ridicularizou!

Nosso Time não se apavorou diante da pressão dos ingleses, dos egípcios e, ainda, de tantos quantos outros aparecessem pois já havia dado, provas disso em 2000, enfrentando e “brecando” os ímpetos do REAL MADRID, do VASCO DA GAMA, do MANCHESTER, etc, etc, tornando-se o 1º CAMPEÃO, MUNDIAL DA FIFA e por isso é, hoje, de forma indiscutível e absoluta o UNICO time BICAMPEÃO MUNDIAL DE FUTEBOL do nosso País!

DÁ-LHES, TIMÃO… DÁ-LHES FIEL TORCIDA!!!

1.

Acabou… Não tem pra ninguém!

o Time do povo é Bi Campeão!!!

(É tão marcante a minha emoção,

Que me torna impossível descrever);

Mas eu sou agradecido à Natureza,

Por tanta alegria e nobreza

E pela sublime graça de TORCER!!!

2.

O mundo, agora, é PRETO & BRANCO,

(METEMOS FERRO no Time Azul);

Parecia, até, que o Pacaembu,

Havia se mudado para o Japão…

Ninguém apostava um centavo na gente

Mas com a nossa Torcida presente,

Nosso Time tornou-se CAMPEÃO!

3.

Não existe palavra que contemple,

Toda a alegria deste momento;

A Fiel extrapola seu contentamento,

Vibrando como só ela é capaz…

Acabou-se toda e qualquer gozação,

nosso Time agora é BI CAMPEÃO,

O “zé-povinho” não nos zoa mais!

4.

Nosso Time começou a silenciá-los,

Ao conquistar o PENTA brasileiro;

(Que garantiu ao povo mosqueteiro,

Seu ingresso na LIBERTADORES)…

A partir deste dia consagrado,

Todo o nosso elenco foi VACINADO

E reconhecido de seus valores!

5.

Mas até mesmo ganhando o PENTA,

Nossa gente suportou a ojeriza;

(Tripudiavam sobre nossa camisa,

Zoando-nos de todas as maneiras)…

Findo, todavia, o Campeonato,

Silenciamos um bando de gaiatos

E implantamos ORDEM MOSQUETEIRA!

6.

Por 38 longas rodadas,

Eu ouvi idiotices até cansar;

(Todo mundo queria nos peitar

E a com mídia venal asneiras)…

Mas prevaleceu nossa hegemonia,

Nossa garra, nossa valentia,

E a fé da torcida mosqueteira!

7.

por 38 longas rodadas,

Trocaram de camisas muitas vezes;

(Mas vi, também, nossos fregueses,

Chorando pelo leite derramado)…

Eram sempre os mesmos otários,

Torcendo por nossos adversários,

E, ao fim de tudo, silenciados!

8.

Eu cansei de ver o MILTON NEVES,

Escancarando sua ojeriza absurda;

Mas a Fiel torcida se fez surda,

Para suas crassas baboseiras…

Nosso Time se tornou Campeão

E ele, com sua cara gorda, no chão

Virou alvo da gente mosqueteira!

9.

Veio, depois, a LIBERTADORES

E as “idiotices” continuaram;

(Por 14 rodadas nos secaram

Sem nada de bom, porém, obter)…

Nosso Time estava determinado,

Valente, unido, bem administrado

E com uma só meta: VENCER!

10.

Por 12 rodadas, cansei de ouvir,

As babaquices dos inconformados;

(Que já estavam ficando desesperados,

Com a bela campanha mosqueteira)…

Restava-lhes, ainda, torcer,

Para o Time do povo perder,

Ao jogar em “la Bomboneira!

11.

Quando os “gringos” abriam o placar,

Eu vi este “zé-povinho” feliz;

(Comemorou e vibrou, como quis,

Mas falou, novamente, sozinho)..

A alegria “deles” durou pouco,

Pois acabou-se o nosso sufoco,

No belo gol do ROMARINHO!

12.

No jogo “de volta”, nossa gente,

Já comemorava até antecipado;

Pois com o empate conquistado

O Título viria para o Pacaembu…

A Fiel lotou as arquibancadas,

Com a derrota mais que programada

Do time de AMARELO e AZUL!

13.

Nosso Time guardou suas armas,

Para este jogo tão badalado;

Jogou, de novo, bem centrado,

(Igualzinho em “la Bomboneira”)…

E a nossa imensa massa vibrou,

Quando o SHEIK desequilibrou,

Ponto fim a toda brincadeira!

14.

O RESULTADO DISSO, TODOS JÁ SABEM:

NOSSO TIME VIAJOU PARA O JAPÃO

VOLTOU, DE LÁ, BI CAMPEÃO

FOI O SEU MOMENTO DE GLÓRIA…

EU, MERO MORTAL, QUE TUDO VI,

COMO BOM CORINTHIANO, ESCREVI,

TAMBÉM FAÇO PARTE DA HISTÓRIA!!!

OBS:

Recomendo que leiam, em www.icfut.com.br os meus artigos anteriores de nomes:

Timão, 100 anos, 100 versos,

Timão, 102 versos sobre a Libertadores/2012,

A queda dos porcos para a segunda divisão,

E, ainda, uma infinidade de artigos menores, com especial destaque para os comentários (rimados, é claro) por ser meu estilo literário, da “queda” do “time do Maradona” na Copa do mundo de 2010…

Solicito, ainda, por fim que tudo, aqui postado, que seja assinado por Divino Mariano ou J.Edmar, seja interpretado na “boa”, sem revanchismos, “intriguismos”, entreguismos, etc, haja vista tratar-se de um trabalho literário e, não, de uma guerra entre colegas…

Deixem, ainda, ao acessarem esta página, seus comentários que, como bem sabem, “reforça” a existência do BLOG e aproxima-nos em prol de uma única e sadia brincadeira pois, como se sabe, na vida, tudo passa e, o que levamos daqui é, apenas, aquilo que plantamos!!!

DIVINO MARIANO

Terapeuta,

Poeta,

Escritor,

Editor,

Pesquisador,

Historiador,

Corinthiano dos bons!

(j.edmar@uol.com.br).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s