Por Cleber Aguiar – Mauro Beting lê carta emocionante de adeus ao pai, o jornalista e palmeirense Joelmir Beting

Fonte:Yahoo Esportes

‘Explicar quem é Joelmir Beting é desnecessário. Explicar o que é meu pai não estar mais neste mundo é impossível’

Ao tomar conhecimento do falecimento de Joelmir, aos 75 anos, vítima de um acidente vascular encefálico que acabou o colocando em um coma irreversível, Mauro Beting publicou uma carta.
Palmeirense de coração como o pai, Mauro utilizou a paixão de Joelmir pelo clube para expressar seu sentimento:

“Como ele um dia disse no anúncio da nova arena, em 2007, como esteve escrito no vestiário do Palmeiras no Palestra, de 2008 até a reforma: “Explicar a emoção de ser palmeirense, a um palmeirense, é totalmente desnecessário. E a quem não é palmeirense… É simplesmente impossível!”.

“Explicar quem é Joelmir Beting é desnecessário. Explicar o que é meu pai não estar mais neste mundo é impossível.”

Leia a carta na íntegra:

“Nunca falei com meu pai a respeito depois que o Palmeiras foi rebaixado. Sei que ele soube. Ou imaginou. Só sei que no primeiro domingo depois da queda para a Segunda pela segunda vez, seu Joelmir teve um derrame antes de ver a primeira partida depois do rebaixamento. Ele passou pela tomografia logo pela manhã. Em minutos o médico (corintianíssimo) disse que outro gigante não conseguiria se reerguer mais.

No dia do retorno à segundona dos infernos meu pai começou a ir para o céu. As chances de recuperação de uma doença autoimune já não eram boas. Ficaram quase impossíveis com o que sangrou o cérebro privilegiado. Irrigado e arejado como poucos dos muitos que o conhecem e o reconhecem. Amado e querido pelos não poucos que tiveram o privilégio de conhecê-lo.

Meu pai.

O melhor pai que um jornalista pode ser. O melhor jornalista que um filho pode ter como pai.

Preciso dizer algo mais para o melhor Babbo do mundo que virou o melhor Nonno do Universo?

Preciso. Mas não sei. Normalmente ele sabia tudo. Quando não sabia, inventava com a mesma categoria com que falava sobre o que sabia. Todo pai é assim para o filho. Mas um filho de jornalista que também é jornalista fica ainda mais órfão. Nunca vi meu pai como um super-herói. Apenas como um humano super. Só que jamais imaginei que ele pudesse ficar doente e fraco de carne. Nunca admiti que nós pudéssemos perder quem só nos fez ganhar.

Por isso sempre acreditei no meu pai e no time dele. O nosso.

Ele me ensinou tantas coisas que eu não sei. Uma que ficou é que nem todas as palavras precisam ser ditas. Devem ser apenas pensadas. Quem fala o que pensa não pensa no que fala. Quem sente o que fala nem precisa dizer.

Mas hoje eu preciso agradecer pelos meus 46 anos. Pelos 49 de amor da minha mãe. Pelos 75 dele.

Mais que tudo, pelo carinho das pessoas que o conhecem – logo gostam dele. Especialmente pelas pessoas que não o conhecem – e algumas choraram como se fosse um velho amigo.

Uma coisa aprendi com você, Babbo. Antes de ser um grande jornalista é preciso ser uma grande pessoa. Com ele aprendi que não tenho de trabalhar para ser um grande profissional. Preciso tentar ser uma grande pessoa. Como você fez as duas coisas.

Desculpem, mas não vou chorar. Choro por tudo. Por isso choro sempre pela família, Palmeiras, amores, dores, cores, canções.

Mas não vou chorar por algo mais que tudo que existe no meu mundo que são meus pais. Meus pais (que também deveriam se chamar minhas mães) sempre foram presentes. Um regalo divino. Meu pai nunca me faltou mesmo ausente de tanto que trabalhou. Ele nunca me falta por que teve a mulher maravilhosa que é dona Lucila. Segundo seu Joelmir, a segunda maior coisa da vida dele. Que a primeira sempre foi o amor que ele sentiu por ela desde 1960. Quando se conheceram na rádio 9 de julho. Onde fizeram família. Meu irmão e eu. Filhos do rádio.

Filhos de um jornalista econômico pioneiro e respeitado, de um âncora de TV reconhecido e inovador, de um mestre de comunicação brilhante e trabalhador.

Meu pai.

Eu sempre soube que jamais seria no ofício algo nem perto do que ele foi. Por que raros foram tão bons na área dele. Raríssimos foram tão bons pais como ele. Rarésimos foram tão bons maridos. Rarissíssimos foram tão boas pessoas. E não existe outra palavra inventada para falar quão raro e caro palmeirense ele foi.

(Mas sempre é bom lembrar que palmeirenses não se comparam. Não são mais. Não são menos. São Palmeiras. Basta).

Como ele um dia disse no anúncio da nova arena, em 2007, como esteve escrito no vestiário do Palmeiras no Palestra, de 2008 até a reforma: “Explicar a emoção de ser palmeirense, a um palmeirense, é totalmente desnecessário. E a quem não é palmeirense… É simplesmente impossível!”.

A ausência dele não tem nome. Mas a presença dele ilumina de um modo que eu jamais vou saber descrever. Como jamais saberei escrever o que ele é. Como todo pai de toda pessoa. Mais ainda quando é um pai que sabia em 40 segundos descrever o que era o Brasil. E quase sempre conseguia. Não vou ficar mais 40 frases tentando descrever o que pude sentir por 46 anos.

Explicar quem é Joelmir Beting é desnecessário. Explicar o que é meu pai não estar mais neste mundo é impossível.

Nonno, obrigado por amar a Nonna. Nonna, obrigado por amar o Nonno.

Os filhos desse amor jamais serão órfãos.

Como oficialmente eu soube agora, 1h15 desta quinta-feira, 29 de novembro. 32 anos e uma semana depois da morte de meu Nonno, pai da minha guerreira Lucila.

Joelmir José Beting foi encontrar o Pai da Bola Waldemar Fiume nesta quinta-feira, 0h55.”
 

ICFUT – ESTÁTUAS NO MUNDO DO FUTEBOL

Fonte: futirinhas

Esta semana foi noticiado o lançamento da estátua de Alex Ferguson  no estádio do Manchester United.

Porém, o escocês não é o único privilegiado no mundo do futebol a ser homenageado com uma estátua.

Ferguson, porém, não é o primeiro treinador do United a receber tal honraria. Matt Busby, que dirigiu a equipe de 1945 a 1969, também já tem uma estátua no Teatro dos Sonhos.

E o Manchester adora uma estátua. Bem em frente à de Matt Busby, três dos maiores jogadores da História da equipe estão eternizados juntos. Da esquerda para direita, os craques George Best, Dennis Law e Bobby Charlton.

Um dos heróis da conquista da Copa do Mundo de 1966 pela Inglaterra,Bobby Moore foi imortalizado na entrada do Estádio de Wembley, local da final da Copa.

Estátua na Inglaterra é quase regra. Do lado de fora de Anfield Road, estádio do Liverpool, a equipe vermelha fez questão de homenagear seu eterno treinador, Bill Shankly, que esteve a frente do time de 1959 a 1974.

Romário, Ronaldo, Rivaldo e Ronaldinho deixaram saudades. Contudo, o único jogador que mereceu uma estátua no Camp Nou é o húngaro Ladislao Kubala. Em dez anos, o atacante marcou 194 gols. Em menos tempo, Lionel Messi já tem quase 300. Será que o argentino fará companhia a Kubala?

Talvez a mais reconhecida estátua do futebol. A figura de Hilderaldo Bellini, capitão do primeiro campeonato do mundo do Brasil, erguendo a taça, algo nunca antes feito, está para sempre na entrada do Maracanã.

Dono de um busto dentro do Maracanã, Garrincha recebeu homenagem de corpo inteiro no Engenhão. Com a camisa do Botafogo, locatário do estádio, o Anjo das Pernas Tortas recebe a todos que chegam para acompanhar os jogos no local.

Outro que mereceu os respeitos da diretoria do Botafogo é Jairzinho. A estátua reproduz o gesto de comemoração característico do Furacão da Copa.

Companheiro tanto de Garrincha quanto de Jairzinho na Seleção brasileira, Pelé também tem uma estátua. Localizada na cidade de Santos, a escultura imita o soco no ar, marca registrada do Rei do Futebol.

Se alguns ídolos nacionais receberam homenagens no Brasil, o que dizer de Alex? Após oito anos vestindo a camisa do Fenerbahce, da Turquia, o Cabeção foi presenteado com uma bela estátua, ao lado do estádio do clube, em Istambul.

Essa foi histórica! A surreal cabeçada de Zidane em Marco Materazzi na final da Copa do Mundo de 2006 gerou essa engraçada estátua em frente ao Centro Georges Pompidou, em Paris.

Pelé ganhou a dele em Santos e Maradona, para não ficar atrás, está imortalizado no museu do Boca Juniors, em La Bombonera.

Outro argentino que mereceu uma estátua foi Alfredo Di Stéfano. Craque do Real Madrid, La Saeta Rubia tem sua estátua localizada no centro de treinamentos do clube merengue.

ICFUT – ‘Em casa’, Neymar tenta surpreender e chegar entre os três na Bola de Ouro

Fonte: globo

Com Messi e CR7 como ‘barbadas’, São Paulo recebe nesta quinta anúncio dos finalistas a melhor do mundo. GLOBOESPORTE.COM transmite ao vivo

Trata-se da elite do futebol mundial – e principalmente europeu. Logo, trata-se de uma concorrência que Neymar talvez ainda não esteja pronto para superar. Ainda assim, o craque santista (10º colocado em 2011) tenta ser o primeiro jogador fora do velho continente na história nomeado entre os três finalistas da Bola de Ouro. E logo "em casa", no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. A resposta sairá nesta quinta-feira, a partir das 11h (de Brasília), quando a edição de 2012 do prêmio da Fifa e da revista francesa "France Football" conhecerá os seus últimos candidatos. O GLOBOESPORTE.COM transmitirá a cerimônia ao vivo.

Neymar gol Brasil x Argentina (Foto: AP)Neymar tenta pela primeira vez na história ser um atleta fora da Europa nomeado entre os três melhores (AP)

Dois dos 23 concorrentes aparecem como "barbadas" e à frente de Neymar, como o próprio costuma argumentar em suas entrevistas. O primeiro da lista é Lionel Messi, eleito o melhor do planeta nas últimas três temporadas e pulverizador de recordes em 2012. Apesar de não ter conquistado nenhum título de peso com o Barcelona (apenas a Copa do Rei), o craque argentino está muito perto de superar o alemão Gerd Müller como maior artilheiro em um só ano – ele soma 82 gols contra 85 do ex-jogador do Bayern de Munique em 1972.

Lionel Messi Barcelona Cristiano Ronaldo Real Madrid (Foto: AFP)Lionel Messi e Cristiano Ronaldo deverão figurar
entre os finalistas novamente (Foto: AFP)

Outro nome entre os favoritos é Cristiano Ronaldo. Protagonista do título do Campeonato Espanhol e da Supercopa da Espanha com o Real Madrid, o atacante luso ainda tem a seu favor a boa participação de Portugal na Eurocopa da Polônia e Ucrânia, quando ajudou sua seleção a chegar até a semifinal, sendo eliminada pela campeã Espanha nos pênaltis. Nos últimos jogos, porém, ele caiu de produção.

Para a sorte do português, no entanto, a votação já foi encerrada. Ao todo, treinadores e capitães das 209 seleções filiadas à Fifa, além de outros 49 jornalistas escolhidos pela “France Football”, foram os responsáveis pela lista de 23 nomes que será reduzida (veja a lista abaixo pela ordem alfabética).

jogadores bola de ouro (Foto: arte esporte)

Falcao García, Iniesta e outras ‘zebras’

Além de Neymar, outros jogadores também sonham com um lugar no pódio. Andrés Iniestaparece ser o maior credenciado à honraria, já que acabou eleito como o melhor jogador na Europa em 2011/2012, superando os próprios Messi e Cristiano Ronaldo. O camisa 8 do Barcelona também guiou a Espanha ao título da Euro e foi escolhido o craque da competição. Xavi Hernández, desta vez, foi o coadjuvante de luxo.

No mesmo futebol espanhol está o colombiano Falcao García, decisivo nos títulos da Liga Europa e da Supercopa Europeia com a camisa do Atlético de Madri. O marfinense Didier Drogba, herói do Chelsea na conquista da Liga dos Campeões, e o meio-campista Andrea Pirlo, do Juventus campeão invicto na Itália, são outros importantes candidatos. Corre por fora ainda o sueco Zlatan Ibrahimovic, que anotou um dos gols mais bonitos dos últimos tempos na vitória de sua seleção sobre a Inglaterra (veja acima).

Mourinho e Guardiola ‘duelam’ entre os técnicos

A Fifa também irá reduzir para três a lista dos candidatos ao prêmio de melhor treinador do ano. Mesmo tendo trabalhado apenas no primeiro semestre, Josep Guardiola concorre pelo Barcelona. O seu antigo rival, José Mourinho, também está presente entre os dez escolhidos. Vicente Del Bosque (Espanha), Roberto Di Matteo (Chelsea), Alex Ferguson (Manchester United), Jupp Heynckes (Bayern de Munique), Jürgen Klopp (Borussia Dortmund), Joachim Löw (Alemanha), Roberto Mancini (Manchester City) e Cesare Prandelli (Itália) são os indicados restantes.

No futebol feminino, a brasileira Marta mais uma vez está entre as finalistas. O cronograma será o mesmo, diminuindo a lista de dez para três nomes, tornando incerta a presença da camisa 10, que não desponta como favorita depois de colecionar atuações apagadas com a Seleção nas Olimpíadas. A americana Alex Morgan e a japonesa Homare Sawa (vencedora da última edição) aparecem à frente. Todos os vencedores serão conhecidos no dia 7 de janeiro, em festa de gala, em Zurique, na Suíça.

Marta na derrota do Brasil para o japão no futebol (Foto: AP)Marta não desponta entre as favoritas ao prêmio entre as jogadoras (Foto: AP)

ICFUT – Barcos anuncia decisão de ficar no Palmeiras para disputar Série B

Fonte: gazetaesportiva

Um dia depois de ter se mostrado em dúvida em relação ao seu futuro no Palmeiras, o atacante Hernán Barcos anunciou nesta quarta-feira sua decisão de continuar no clube em 2013, mesmo correndo o risco de diminuir suas chances na seleção argentina.

Sem deixar de reiterar seu objetivo de disputar a Copa do Mundo no Brasil, o Pirata divulgou um vídeo de 34 segundos em que avisou que só deixará o Verdão se o próprio clube receber uma oferta irrecusável.

“O amor e o carinho que tenho hoje pelo Palmeiras não troco por nenhum outro clube. Tenho o sonho de jogar a Copa do Mundo, esta é minha vontade, mas a única forma de sair é se o Palmeiras receber uma proposta irrecusável e que não possa dizer não. Mas vou ficar pelo amor ao clube. Estamos juntos e 2013 é nosso. Eu acredito!”, afirmou.

Barcos tem contrato no Palestra Itália até 2015, mas vinha se mostrando preocupado com seu futuro, pois teme perder espaço na seleção se disputar a Série B pelo Verdão. Por isso, o Pirata chegou até a se mostrar irritado com o presidente Arnaldo Tirone, que vinha demonstrando certeza da permanência do atleta.

Em conversa recente com o treinador da Argentina, Alejandro Sabella, Barcos foi informado de que terá um caminho mais difícil nas convocações se ficar na segunda divisão, já que o nível técnico da Série B é mais baixo que o da elite.

Ao mesmo tempo, a Fiorentina (da Itália) e o Independiente (da Argentina) manifestaram o interesse pelo jogador. Mas o Palmeiras sempre se mostrou irredutível neste assunto, descartando a saída do atleta.

A ideia da diretoria é de que Barcos seja um dos líderes do elenco na busca pela volta à primeira divisão, ao lado de Marcos Assunção, que negocia a renovação de seu vínculo para a próxima temporada.

ICFUT -Romário ataca a CBF

Fonte: globo

A queda de Mano Menezes e o pedido de demissão de Andrés Sanchez motivaram as mais diversas críticas de Romário no Twitter. Usando até palavrões contra os dirigentes da CBF, ele pediu ao presidente José Maria Marin e ao vice Marco Polo del Nero que seguissem o exemplo de Sanchez.

“Bom dia, galera, sábado será o sorteio da Copa das Confederações em SP, o Brasil será a única Seleção sem técnico no evento, uma vergonha.”

“Outro assunto, acho muito estranho o Marín dizer que está irritado com a presença do Andrés Sanchez na Seleção. Quem manda de fato na CBF???”

“Bagunça generalizada, clubes reclamam do abandono da CBF depois q Marín assumiu, mtos compromissos n foram cumpridos. Ou seja, está uma m***”

“Depois do Sanchez pedir demissão, o presidente e vice da CBF poderiam pedir tb…”

“Já q o Br. vai participar do sorteio das Confederações sem técnico e diretor de Seleção, podia tb participar sem presidente e vice”

ICFUT – Fiquei arrepiado quando o Felipão aceitou o Parreira, diz Marin

Fonte: uol

O presidente da CBF, José Maria Marin, disse na quarta-feira que duas razões o levaram a antecipar para esta sexta o nome de Luiz Felipe Scolari como o técnico da seleção brasileira.

Primeiro, e mais importante, o pedido direto do presidente da Fifa, Joseph Blatter, e do secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke.

"Eles me disseram que o anúncio produziria uma agenda positiva para o sorteio dos grupos da Copa das Confederações no sábado."

A segunda razão para antecipar seu cronograma (pretendia anunciar o técnico em janeiro) seria para evitar um efeito ruim no mercado de renovação de técnicos no futebol brasileiro: muitos poderiam ficar esperando para saber se tinham chance de serem escolhidos pela CBF.

"Principalmente o Tite, do Corinthians, que eu desejo que vá totalmente focado com o time para o Mundial de Clubes no Japão", diz Marin.

O cartola disse que o novo técnico terá "total liberdade na montagem do time e nas convocações". Mas deixou claro que quer ver a lista 48 horas antes da divulgação.

Christophe Simon/AFP

Marin (esq.) conversa com Ronaldo durante evento no Rio de Janeiro, na segunda

Marin (esq.) conversa com Ronaldo durante evento no Rio de Janeiro, na segunda

Folha – É oficial a nomeação de Luiz Felipe Scolari para técnico e de Carlos Alberto Parreira como coordenador?
José Maria Marin – É oficial. Eles serão anunciados amanhã [hoje], às 10h30. Só não vai ser na sede da CBF porque o local não comportaria o número de jornalistas presentes. Será em um hotel.

Já conversou com ambos?
Claro. Mas quero deixar registrado que antes de acertar em definitivo com o Parreira eu falei com o Felipão. Ele me disse que recebia o nome do Parreira com a maior alegria. Fiquei até arrepiado, porque o Felipão me disse que dava nota mil para o Parreira. Teremos dois campeões do mundo ajudando a seleção.

O sr. disse que iria anunciar o novo técnico em janeiro. Depois, antecipou para a semana que vem. Agora, ficou para esta semana. O que aconteceu?
Eu percebi que se fosse em janeiro iria prejudicar o mercado brasileiro de contratações neste final de ano. Muitos técnicos estão para renovar seus contratos e poderiam ficar desfocados de seus clubes esperando a definição na seleção. Principalmente o Tite, do Corinthians, que eu desejo que vá totalmente focado com o time para o Mundial de Clubes no Japão. Então, eu iria antecipar para a semana que vem o anúncio do novo técnico.

Mas acabou ficando para esta semana. Por quê?
Por uma razão muito simples. E essa foi a razão principal. Numa conversa hoje [ontem] com o Joseph Blatter [presidente da Fifa] e com o Jérôme Valcke [secretário-geral da Fifa] eles me disseram que o anúncio do Felipão e do Parreira produziria uma agenda positiva para o evento desta semana, de sorteio dos grupos da Copa das Confederações. Inclusive porque há uma entrevista coletiva dos técnicos na sexta-feira [amanhã] e seria uma pena a cadeira do Brasil estar vazia. Em consideração ao Blatter e ao Valcke, que fizeram uma ótima sugestão, vou anunciar os nomes oficialmente nesta quinta-feira [hoje].

O sr. cogitou contratar José Carlos Brunoro para ser o coordenador técnico?
Antes, eu quero dizer que ouvi que o Américo Faria [ex-supervisor] seria convidado. Não existe a menor hipótese de isso acontecer. Sobre o Brunoro, ele é um amigo, muito preparado e eu gosto dele. Mas não está cogitado.

Por que o sr. extinguiu o cargo de diretor de seleções?
Primeiro, porque acho que um coordenador técnico já é suficiente para desempenhar essa função. Segundo, porque há uma limitação estatutária na CBF sobre o número de diretores. E quero criar uma diretoria de Relações Internacionais, para representar a CBF no exterior

Houve algum contato do sr. com Abel Braga?
Como eu disse, não quero mexer com a estrutura dos clubes brasileiros. Não acho correto.

Um ano e meio é tempo suficiente para preparar a seleção para a Copa do Mundo?
É mais do que suficiente. Não tenho a menor dúvida.

Mas não teria sido melhor, se essa era a intenção, demitir o técnico Mano Menezes antes?
Foi no momento certo. O Mano, neste final de ano, certamente receberá muitas propostas de trabalho. O calendário do futebol ajuda.

Milton Cruz, auxiliar técnico do São Paulo, será convidado a integrar a comissão técnica?
Repito que não quero mexer nas estruturas do clubes.

Como será o seu método de trabalho com Scolari?
Ele terá acesso direto ao presidente da CBF. Terá total liberdade na montagem do time e nas convocações. Ele terá independência total, mas continuarei a ver a lista de convocados antes de sua divulgação. Já disse que não quero empresários de jogadores no hotel onde a seleção esteja hospedada.

O sr. chegou a cogitar convidar Pep Guardiola para ser o técnico da seleção?
Eu respeito o Guardiola, mas ele é um técnico de equipe, não de seleção. O Brasil foi campeão mundial cinco vezes com técnicos brasileiros. Enquanto eu for presidente da CBF, o técnico será um brasileiro.

Houve um desentendimento entre o sr. e Andres Sanchez?
Eu respeito o posicionamento dele e fiquei esperando a carta que ele disse que enviaria. A carta chegou, muito educada. A CBF estará de portas abertas para ele.

Mas o sr. queria que ele tivesse saído antes?
Prefiro não entrar nesses detalhes.

O ex-jogador Romário tem defendido a sua demissão do cargo de presidente da CBF…
Quando eu cumprir com a minha missão, eu saio. Meu mandato vai até 2015 [a eleição será em abril de 2014].

No sábado, no evento da Copa das Confederações, o sr. estará com a presidente Dilma Rousseff. O que vai dizer a ela?
Eu estou só preocupado com o futebol, com a seleção brasileira e com a CBF.

ICFUT – Jornal diz que Real quer vender Kaká e cita Corinthians como possível destino

Fonte: lancenet

Marca, da Espanha, diz que Timão e New York RB, da Major League Soccer, nos EUA, aparecem como principais concorrentes na contratação do jogador.

Brasil x Japão - Kaká (Foto: Mowa Press)
Kaká durante jogo contra o Japão (Foto: Mowa Press)

A diretoria do Real Madrid quer dar um aumento de salário a Cristiano Ronaldo e, para isso, está disposta a liberar Kaká para o Corinthians. Pelo menos, é esta a informação que o diário “Marca“ publicou ontem, na Espanha.
Segundo a reportagem, a cúpula merengue trabalha com a possibilidade de ceder o meia-atacante brasileiro até de graça, só para evitar que seu salário faça parte da alta folha pagamento do clube.
O diário esportivo espanhol aponta o Corinthians e o New York RB, da Major League Soccer, liga dos Estados Unidos, como principais concorrentes na contratação do jogador de 30 anos.
O Timão, de fato, quer uma estrela para o próximo ano, como afirmou o presidente Mário Gobbi Filho ao LANCE!Net, no último dia 22. Livre, Kaká se encaixa em parte do perfil desenhado pela diretoria. O problema são os cerca de R$ 2 milhões por mês que ele recebe no Real. O departamento de marketing do Corinthians precisaria angariar parceiros suficientes para bancar, pelo menos, R$ 1,5 milhão mensais de salário.

Após passar por um longo período de lesões, Kaká tem ganhado mais chances do técnico português José Mourinho. No entanto, na maioria das vezes, ele é reserva e entra no decorrer das partidas. Recuperado, passou até a ser convocado para a Seleção Brasileira pelo ex-treinador Mano Menezes, onde teve boas participações em amistosos.

ICFUT – Kalil usa Twitter para confirmar renovação com Ronaldinho

Fonte: lancenet

"Vocês queriam. Ele ficou!" disse o mandatário em seu perfil oficial no microblog. Contrato é até o fim do próximo ano

Meia: Ronaldinho Gaúcho (Foto: Gil Leonardi)
Ronaldinho Gaúcho deve renovar até final de 2013 (Foto: Gil Leonardi)

A novela envolvendo Ronaldinho Gaúcho e a renovação de contrato com o Atlético-MG se encerrou. O presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, usou seu Twitter para dar fim às especulações de que o craque poderia trocar o Galo pelo Fluminense.

Acompanhando o treinamento do Galo na tarde desta quarta-feira, ao lado de Assis, empresário e irmão de Ronaldinho, o mandatário escreveu a seguinte mensagem:

– Vocês queriam. Ele ficou! – disse o presidente do Galo, que irá concender uma entrevista coletiva para tratar do assunto, na Cidade do Galo.

Como o LANCE!Net havia confirmado na semana passada, Ronaldinho e Assis se reuniram com a diretoria do Atlético e as tratativas correram muito bem, com quase todas as pendências contratuais resolvidas.

A assessoria de imprensa do Galo antecipou R49 assinou por mais um ano, ficando no Galo com o intuito de jogar a Copa das Confederações no meio de 2013.