Por Cleber Aguiar – Palmas da torcida celeste a Neymar dividem jogadores cruzeirenses

Fonte: Globo.com

Leandro Guerreiro acha ‘vergonhoso’ craque de time rival ser ovacionado, e Martinuccio diz que também aplaudiria. Atletas santistas se emocionam

Por Marcelo Hazan e Marco A. Astoni Santos e Belo Horizonte

Robinho, Ronaldinho Gaúcho e Romário. Craques e alguns dos exemplos de quem conseguiu, com talento, fazer com que torcidas rivais os reverenciassem em campo na condição de “visitantes”. Na goleada do Santos por 4 a 0 sobre o Cruzeiro, no último sábado, no Independência, Neymar entrou para esse grupo.

Os três gols e a assistência para Felipe Anderson foram as marcas da atuação de gala que encantou os torcedores da Raposa. Presenciar os fãs de Minas Gerais gritando o nome do atacante e o aplaudindo causou reações diferentes aos jogadores do Peixe e a um da equipe mineira.

Enquanto Juan e Arouca, companheiros de clube, ressaltaram a emoção de vivenciar esse fato inusitado, Leandro Guerreiro e o argentino Martinuccio, ambos do Cruzeiro, discordaram entre si sobre a atitude da torcida da Raposa. O meia-atacante do time mineiro afirmou que engrossaria os aplausos ao craque do Santos, mas o volante se disse envergonhado.

– Vejo as imagens da TV eu me sinto envergonhado. Sabemos que o Neymar é um jogador acima da média, mas sendo aplaudido pela nossa torcida foi vergonhoso para nós. Sabemos que é um menino que tem muito a dar ao Brasil, mas para nós foi triste ver aquela cena do torcedor aplaudindo o adversário – afirmou Guerreiro.

– A torcida aplaudiu o Neymar porque é um jogador brasileiro. Não aplaudiu porque o Cruzeiro não ganhou. Se eu fosse da torcida também aplaudiria o Neymar. Ele foi muito bem na partida – disse Martinuccio.

neymar cruzeiro x santos (Foto:  SAMUEL COSTA/HOJE EM DIA/Agência Estado)Neymar acena para a torcida no Independência (Foto: Samuel Costa/Hoje em Dia/Agência Estado)

Pelo lado do Santos, aos 30 anos, o lateral-esquerdo Juan, com passagens por São Paulo, Fluminense, Flamengo e até Arsenal, da Inglaterra, afirma nunca ter presenciado nada igual. Assim como ele, o volante Arouca também diz jamais ter visto algo assim de perto.

– Foi muito legal e emocionante ver o reconhecimento do torcedor, principalmente sabendo que no futebol isso é cada vez mais difícil. Foi de arrepiar. O Neymar já é um jogador do Brasil, não só do Santos. Pelo que ele representa e por continuar aqui, mesmo sendo cobiçado por grandes times da Europa, demonstra orgulho por estar no nosso país e o torcedor reconhece isso. Hoje ele já é um patrimônio do futebol brasileiro – definiu Juan.

Cruzeirense pede autógrafo para Neymar (Foto: Reprodução Sportv)Cruzeirense pede autógrafo para Neymar antes da
partida (Foto: Reprodução SporTV)

– A manifestação de carinho da torcida do Cruzeiro foi algo que eu nunca tinha presenciado. Fico feliz pelo reconhecimento e sucesso que ele faz, pois é um garoto de muito talento. Apesar de tudo que já conquistou na carreira, ele se mantém humilde e centrado – elogiou Arouca.

Pivô de todo o episódio, o próprio Neymar agradeceu muito aos torcedores do Cruzeiro e se disse emocionado com tudo o que aconteceu. O craque garante que a partida ficará marcada para sempre na sua vida. Em pesquisa divulgada recentemente, o atacante do Santos foi considerado o jogador mais querido do Brasil pelos torcedores no país, superando até o argentino Messi, melhor do mundo por três vezes consecutivas.

Relembre casos recentes e parecidos com o de Neymar e a torcida do Cruzeiro:

Corinthians 0 x 3 Flamengo – os corintianos que foram ao Pacaembu viram Romário em tarde inspirada pelo Rubro-Negro. O Baixinho fez dois gols, sendo o primeiro deles uma obra-prima. Na esquerda da grande área, ele deu belo elástico em Amaral e toque de classe, quase sem ângulo, para marcar. Durante o jogo, ele recebeu aplausos da torcida do Timão.

América de Cali 1 x 5 Santos – os colombianos não resistiram ao show do Santos liderado por Robinho e Diego. O Rei das Pedaladas não marcou gol, mas seus belos dribles e jogadas de habilidade foram o suficiente para arrancar aplausos da torcida local. Curiosamente, o afago veio quando ele foi substituído por Nenê.

Real Madrid 0 x 3 Barcelona – Ronaldinho Gaúcho brilhou tanto pelo Barça, no dia 19 de novembro de 2005, que até mesmo os torcedores arquirrivais se renderam ao seu talento. Com dois gols e atuação de gala no estádio Santiago Bernabéu, ele foi aplaudido de pé pelos fãs do Real.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s