ICFUT – Copa do Brasil Sub-20 2012

1º Fase (16 avos de final)
2/10/2012  20:00 01 Avaí Avaí 2 x 2 Corinthians Corinthians
16/10/2012  16:00 01 Corinthians Corinthians 4 x 0 Avaí Avaí
2/10/2012  19:00 02 Ponte Preta Ponte Preta 0 x 1 Vasco da Gama Vasco da Gama
16/10/2012  16:00 02 Vasco da Gama Vasco da Gama 4 x 1 Ponte Preta Ponte Preta
16/10/2012  20:00 03 Portuguesa Portuguesa 2 x 2 Atlético-MG Atlético-MG
23/10/2012  20:00 03 Atlético-MG Atlético-MG 2 x 1 Portuguesa Portuguesa
6/10/2012  16:00 04 Figueirense Figueirense 0 x 1 Internacional Internacional
13/10/2012  15:30 04 Internacional Internacional 3 x 0 Figueirense Figueirense
10/10/2012  19:00 05 ABC ABC 0 x 5 Bahia Bahia
6/10/2012  16:00 06 Boa Esporte (MG) Boa Esporte (MG) 3 x 1 Bragantino Bragantino
13/10/2012  16:00 06 Bragantino Bragantino 1 x 1 Boa Esporte (MG) Boa Esporte (MG)
3/10/2012  19:00 07 Goiás Goiás 0 x 0 Santos Santos
16/10/2012  16:00 07 Santos Santos 7 x 1 Goiás Goiás
10/10/2012  16:30 08 Sport Sport 1 x 0 Botafogo Botafogo
17/10/2012  15:00 08 Botafogo Botafogo 1 x 1 Sport Sport
3/10/2012  20:00 09 Coritiba Coritiba 1 x 0 São Paulo São Paulo
17/10/2012  16:30 09 São Paulo São Paulo 1 x 3 Coritiba Coritiba
9/10/2012  20:00 10 Náutico Náutico 1 x 1 Fluminense Fluminense
16/10/2012  15:30 10 Fluminense Fluminense 1 x 0 Náutico Náutico
17/10/2012  21:00 11 Guaratinguetá Guaratinguetá 0 x 1 Barueri Barueri
23/10/2012  16:00 11 Barueri Barueri 1 x 0 Guaratinguetá Guaratinguetá
10/10/2012  16:00 12 Paraná Clube Paraná Clube 0 x 2 Grêmio Grêmio
3/10/2012  16:00 13 Guaraní Guaraní 1 x 5 Cruzeiro Cruzeiro
10/10/2012  20:20 14 Ceará Ceará 0 x 2 Flamengo Flamengo
6/10/2012  16:00 15 América-MG América-MG 1 x 0 Vitória Vitória
17/10/2012  16:00 15 Vitória Vitória 4 x 1 América-MG América-MG
16/10/2012  15:30 16 Atlético-GO Atlético-GO 1 x 3 Palmeiras Palmeiras

Oitavas de Final

31/10/2012  20:30 17 Corinthians Corinthians 1 x 1 Vasco da Gama Vasco da Gama
7/11/2012  20:30 17 Vasco da Gama Vasco da Gama x Corinthians Corinthians
29/10/2012  19:00 18 Atlético-MG Atlético-MG 3 x 0 Internacional Internacional
7/11/2012  21:00 18 Internacional Internacional x Atlético-MG Atlético-MG
30/10/2012  19:30 19 Boa Esporte (MG) Boa Esporte (MG) 2 x 2 Bahia Bahia
5/11/2012  16:30 19 Bahia Bahia x Boa Esporte (MG) Boa Esporte (MG)
30/10/2012  19:00 20 Sport Sport 1 x 2 Santos Santos
6/11/2012  20:30 20 Santos Santos x Sport Sport
30/10/2012  20:00 21 Coritiba Coritiba 0 x 1 Fluminense Fluminense
8/11/2012  21:00 21 Fluminense Fluminense x Coritiba Coritiba
31/10/2012  16:30 22 Barueri Barueri 0 x 1 Grêmio Grêmio
5/11/2012  19:00 22 Grêmio Grêmio x Barueri Barueri
31/10/2012  21:00 23 Cruzeiro Cruzeiro 2 x 0 Flamengo Flamengo
8/11/2012  21:00 23 Flamengo Flamengo x Cruzeiro Cruzeiro
31/10/2012  19:00 24 Vitória Vitória 4 x 0 Palmeiras Palmeiras
7/11/2012  19:00 24 Palmeiras Palmeiras x Vitória Vitória

Quartas de Final

Semi-Final

Final

ICFUT – OS JOGADORES MAIS QUERIDOS DO BRASIL

Via Olhar Crônico

Qual é o jogador preferido dos torcedores brasileiros?

Qual é o jogador preferido de cada uma das grandes torcidas?

É o que vamos ver agora, na edição 2012 da pesquisa Preferência por Jogador de Futebol em Atividade, realizada pela Stochos Sports & Entertainment e conduzida por seu diretor, Cesar Gualdani, que os leitores regulares desse OCE já conhecem há bom tempo.

Para esse trabalho foram ouvidas 8.329 pessoas, em todos os estados brasileiros e mais o Distrito Federal. A margem de erro é de 1,1% para mais ou para menos no universo pesquisado, com intervalo de confiança de 95%. Os trabalhos de campo foram desenvolvidos entre 20 de agosto e 20 de setembro do corrente ano.

As faixas etárias abordadas foram a partir de 16 anos de idade, com intervalos de 5 anos, até 60 ou mais anos de idade. Na estratificação sócio-econômica a Stochos trabalha com as classes A1, A2, B1, B2, C1, C2 e D.

Inicialmente, veremos jogadores em atividade da preferência do torcedor independentemente do país em que atuam, bem como de sua nacionalidade.

Entre os 15 jogadores listados, somente três atuam fora do Brasil: Messi, Cristiano Ronaldo e Kaká. Nenhuma novidade em relação às estrelas de fora, presentes também em pesquisas anteriores.

Veremos, agora, os 22 jogadores em atividade no Brasil preferidos de nossos torcedores:

O grande destaque nessa relação é que a preferência por Neymar é maior que a soma dos outros 21 classificados.

Nas divisões por sexo, 9 nomes são comuns às duas listas, com uma única diferença: Kaká na lista feminina e Luis Fabiano na masculina.

Na divisão por classes sócio-econômicas, os cinco jogadores preferidos são os mesmos em todas elas, exceção feita à presença de Ganso na A1+A2. Nas demais, em seu lugar aparece Emerson Sheik.

Nas divisões por faixas etárias nas tabelas seguintes, a variação é bem maior, mas Neymar, Ronaldinho e Messi estão presentes em todas elas. Nas outras duas posições aparecem Vagner Love, Emerson Sheik, Kaká, Cristiano Ronaldo, Leandro Damião, Fred e Ganso.

Nas cinco grandes regiões brasileiras os resultados pouco diferem com relação ao trio Neymar, Ronaldinho e Messi, como podemos ver:

Interessante observar que as duas piores colocações de Ronaldinho dão-se justamente na Região Sul, onde nasceu e começou a jogar, e na Região Sudeste, onde teve uma passagem complicada pelo Flamengo e agora vem atuando com sucesso no Atlético Mineiro. É o peso da paixão bem evidenciado.

As próximas tabelas mostram os jogadores preferidos em 12 estados e no Distrito Federal.

Ronaldinho não aparece no Rio Grande do Sul entre os cinco primeiros e nem os três mais preferidos dos cearenses.

Veremos a seguir a preferência dos torcedores de 12 clubes.

Neymar é unanimidade como o preferido dessas torcidas.

Opa! Quase unanimidade: a torcida do Galo preferiu Ronaldinho em primeiro lugar, deixando com ele a segunda colocação. E a torcida do Fluminense optou por Fred na primeira colocação. Mesmo no Trio de Ferro paulistano Neymar é o preferido dos torcedores.

A próxima tabela mostra a evolução dos atuais 15 jogadores preferidos pelo torcedor brasileiro nos últimos cinco anos:

Neymar vem crescendo consistentemente na preferência do torcedor brasileiro e isso é facilmente visível no dia a dia, seja nas ruas e estádios, seja nas telas de televisão, onde sua presença nos comerciais parece não cansar o telespectador/torcedor. O retorno ao Brasil fez bem à imagem de Ronaldinho, mas Lionel Messi segue muito consistente na vice-liderança.

ICFUT–Cuca se revolta contra arbitragem e dispara: ‘Esse é o campeonato do STJD’

Fonte: espn

Depois de um empate por 1 a 1 contra o Flamengo no estádio Independência nesta quarta-feira, o Atlético-MG praticamente deu adeus à disputa do título do Campeonato Brasileiro. Isso porque o time atleticano está 8 pontos atrás do líder Fluminense com cinco rodadas para o fim. A história poderia ter sido diferente se o árbitro Sandro Meira Ricci tivesse marcado um pênalti em cima de Ronaldinho Gaúcho ainda no primeiro tempo, com a partida 0 a 0, lance este que gerou muita polêmica.

Na sua entrevista coletiva, o técnico Cuca se revoltou contra a arbitragem da partida e também no geral deste Campeonato Brasileiro. “Partida tensa em que o Atlético procurou jogar, jogou. A coisa que eu mais queria era vir aqui e falar do jogo, mas não dá, toda vez é a mesma coisa, enche o saco. O Ronaldo (Gaúcho) veio falar para a gente no vestiário que foi o pênalti mais escandaloso que ele já sofreu na carreira dele”, disse o técnico, irritado.

“O pessoal vai falar “O Atlético vai chorar”, mas tem que chorar se acontece um lance desse. Esse campeonato é um campeonato do STJD, da arbitragem horrível. A gente queria falar de jogo, mas não dá, eles roubam a cena toda vez”, completou Cuca, que mesmo assim ainda disse que sua equipe não jogou a toalha na competição. “Não dá para entender, esse pênalti muda o jogo. Mas faz parte ,ainda temos chance, vamos lutar até o final”.

A revolta fez o técnico atleticano até sugerir alguma mudança para ser feita na arbitragem na próxima temporada do futebol nacional. “Algumas coisas a gente tem que mudar. Esse campeonato não teve uma rodada, um jogo que não teve queixa. Não dá para entender, um lance decisivo, um lance com o juíz bem colocado como esse. O Ronaldo no vestiário me falou “Professor, eu nunca sofri um pênalti como esse na minha vida. A gente está refém das coisas hoje e tem que fazer alguma coisa para mudar”.

“Eu sou adepto de começar o ano e fazer uma reunião com todos os jogadores, todo mundo, e fazer um juramento de não cavar pênalti, mas o principal tem que ser a arbitragem….hoje é um dia que você não dorme”, lamentou.

Mesmo achando que o juiz da partida, Sandro Meira Ricci, é de qualidade, o técnico do Atlético-MG não poupou as críticas e ainda afirmou que conteve as suas frases com medo de ser julgado pelo STJD, lembrando que Dorival Júnior, comandante do Flamengo, foi expulso da partida desta quarta. “Eu tenho pena do Dorival também. A gente fica de mão amarrada. Aí vai ser julgado, pega 20, 30 dias de suspensão”.

Para sustentar ainda mais sua indignação, Cuca citou o caso do jogo entre Internacional e Palmeiras no último final de semana, vencido pelos gaúchos. Na ocasião, o time paulista entrou com um recurso pedindo a anulação do confronto pois o árbitro teria utilizado o replay da televisão para anular um gol de mão de Hernan Barcos e teve o pedido atendido. O STJD “congelou” o resultado até que o caso seja julgado.

“Vocês (jornalistas) acham legal isso aí? Vocês também são responsáveis pelo campeonato. Vai chegar até o final, Bahia, Sport, Palmeiras, Internacional vendo esse asterisco. E ai? Dia 22 resolve…E o emocional dessa turma toda aí. A gente tem que melhorar. Hoje estou chato, mas está difícil, a gente pode e deve ajudar um pouco mais, mas a arbitragem tem que melhorar. Ô coisa ruim que está isso aí”, finalizou.

ICFUT – Brasil tenta manter hegemonia com a persistente magia de Falcão

Fonte: gazetaesportiva

Os dribles e a genialidade de Falcão ainda lutam contra o tempo e terão outro grande desafio na 10ª edição da Copa do Mundo de Futsal, entre os dias 1º e 18 de novembro, na Tailândia. No torneio – o sétimo organizado pela Fifa – a Seleção Brasileira luta para manter, a partir desta quinta-feira, no confronto contra o Japão, às 12 horas (de Brasília), a hegemonia e a taça conquistadas há quatro anos no Maracanãzinho, mas terá pela frente mais uma vez a incômoda sombra da Espanha.

A Fúria é a atual líder do ranking de Futsal, à frente dos brasileiros, e conquistou duas edições consecutivas da Copa do Mundo: em 2000 e 2004. Na edição seguinte, a equipe europeia defendeu o título na final contra o Brasil, confronto decidido nos pênaltis em que o time comandado por Paulo César de Oliveira levou a melhor.

Arte GE.Net

O Mundial de 2012 pode marcar a despedida do principal jogador da Seleção Brasileira: o ala Falcão, eleito três vezes o melhor jogador do mundo pela Fifa, que está próximo da aposentadoria. Aos 35 anos, o paulistano é a grande referência do País em quadra e acumula títulos com a camisa verde-amarela, entre eles a inédita e exclusiva medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos do Rio de Janeiro, cinco títulos da Copa América e seis do Grand Prix.

“Ele vai fazer falta nos dois sentidos. O que ele fez fora de quadra, enquanto estava aqui, foi muito importante, aliado ao que ele sempre fez dentro de quadra, que não se discute”, declarou PC de Oliveira, treinador da Seleção Brasileira campeã em 2008.

Falcão tornou-se incontestável para os fãs de futsal. Os dribles inovadores viraram mania entre os praticantes e, ao mesmo tempo, levaram muitos adversários ao sentimento de irritação, inclusive com polêmicas e acusações de humilhação. Mas o ídolo é alvo de grandes elogios entre aqueles que estiveram ao seu lado.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

PC de Oliveira dirigiu Seleção em 2008

“Como dificilmente vai surgir um jogador com as características dele, o que a gente espera é que ele continue ajudando fora da quadra, que ele simplesmente não deixe o esporte órfão, que seja aquela pessoa presente o tempo todo”, emendou PC de Oliveira.

Cabeça de chave, a equipe brasileira integra o Grupo C da competição, em que enfrenta na primeira fase Japão (1º/11), Líbia (4/11) e Portugal (7/11). Os portugueses devem representar o confronto mais complicado para o Brasil na fase de grupos, já que o país possui tradição no esporte (quarto colocado em 1988 e terceiro em 2000) e conta com o ala Ricardinho, apontado por Falcão como a revelação da nova geração do futsal.

ICFUT – Zinho, diretor do Flamengo, quer suspensão de todo Brasileirão

Fonte: futebolinterior

O dirigente ficou irritado com o pedido do STJD para a CBF retirar os pontos do Inter

Rio de Janeiro, RJ, 31 (AFI) – Na noite da última terça-feira, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pediu para que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) não computasse os pontos do Internacional conquistados na polêmica vitória sobre o Palmeiras, por 2 a 1, pela 33ª rodada do Brasileirão. Isso porque o jogo ainda será julgado. Inconformado com a situação, o diretor de futebol do Flamengo, Zinho, quer ver todo o campeonato ser suspenso.

De acordo com o dirigente rubronegro, o certo seria paralisar todo o Brasileirão até que o STJD julgue apartida, o que deve acontecer entre a primeira e a segunda semana de novembro. Zinho (foto) disse que outros clubes estão interessados no resultado dessa partida, que envolve diretamente a briga contra o rebaixamento para a Série B e, consequentemente, o Flamengo.

"O problema do Palmeiras entrando na Justiça, foi gol de mão, o juiz não deu. Cara, tem que parar o campeonato. Está bom, não somou os pontos. Mas e agora? Vai julgar isso quando? Vai decidir quando? Vários clubes estão interessados no resultado. Como vai ser isso? Para as rodadas, julga, vê o que vai dar, depois continua", afirmou o dirigente.

No sábado, o Palmeiras perdeu de virada para o Internacional, por 2 a 1, e chegou a empatar com um gol de mão do atacante Barcos, mas o árbitro, que validou o lance, voltou atrás e marcou falta. Os palmeirenses dizem que ouve uma interferência externa – o que é proibido – para que o juiz tomasse essa decisão. Assim, a diretoria do Verdão entrou com uma representação no STJD, que pediu para que a CBF anulasse a partida até que o julgamento seja realizado.

No site oficial da CBF, o Internacional continua com os pontos conquistados na vitória, mas a entidade colocou um asterisco na tabela explicando a situação. A expectativa é que o STJD julgue o caso em uma sessão extraordinária nas primeiras semanas de novembro.

ICFUT–BRASILEIRÃO SÉRIE A: Atlético-MG 1 x 1 Flamengo – Mengão segura o Galo e ajuda o rival Fluminense

Fonte: futebolinterior

 

O empate não foi bom para nenhum dos dois times, mas ajudou o Flu a disparar na liderança

Belo Horizonte, MG, 31 (AFI) – Em uma partida que não foi boa para nenhum dos dois times, Atlético-MG e Flamengo empataram por 1 a 1 no Estádio Independência, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado foi bom mesmo para o líder do campeonato, o Fluminense, que agora abre oito pontos em relação ao Galo e fica ainda mais perto do título.

Com esse resultado, o Atlético soma mais um ponto e chega aos 64 pontos conquistados contra 72 do líder Fluminense. O time está praticamente garantido na Copa Libertadores, mas fica distante do Flu e, com apenas mais cinco jogos a serem disputados, dificilmente conseguirá alcançar o Tricolor Carioca.

Já o Mengão continua sem conseguir se livrar de vez do rebaixamento. O Rubro-Negro figura agora em 14º colocado com 41 pontos e está com oito a mais do que o Sport, 17º. Mais uma vitória deve ser o suficiente para o Mengão eliminar qualquer chance de cair para a Série B.

Mengão sai na frente
O jogo começou com clima de decisão. Repetindo o que a torcida do Flamengo fez no jogo de ida, os atleticanos levaram apitos ao EstádioIndependência para infernizar o adversário sempre que o Rubro-Negro tinha a bola. O ex-jogador do Mengão, Ronaldinho Gaucho era o centro das atenções e era ovacionado pela torcida do Galo toda vê que recebia a bola.

Apesar da pressão da torcida, o Atlético não conseguiu impor uma pressão que acuasse o time flamenguista. O Galo tomava as iniciativas ofensivas, mas o Mengão chegava com perigo nos contra-ataques. Quando a partida ainda estava 0 a 0, Jô deu um lindo chute da entrada da área e por pouco não abriu o placar, a bola bateu no travessão.

Mas ao 27 minutos, o meia Renato Abreu acertou um lindo chute para colocar o Flamengo à frente. O meia pegou de primeira e acertou um tiro rasteiro e fortíssimo no canto do goleiro Victor, que não teve como chegar na bola.

No final do primeiro tempo, aos 42 minutos, o lateral-direito Wellington Silva cometeu uma falta em Guilherme, recebeu o segundo cartão amarelo e, consequentemente, foi expulso. Com um a menos, o Mengão teria que se segurar no segundo tempo para não tomar o empate.

Galo empata, mas não consegue a virada
Com um a mais, a pressão do Galo foi ainda maior e o Flamengo tinha dificuldades para conter os avanços do time da casa. Com mais posse de bola, o Atlético soube procurar os momentos certos para atacar e, aos 12 minutos da etapa final, o meia Bernard avançou pela esquerda e cruzou com precisão para o centroavante Leonardo, que tinha entrado no intervalo, completar de cabeça para anotar o empate.

O clima do jogo era tenso, e mesmo sem entrar em campo, enquanto fazia aquecimento, o reserva Carlos César, do Galo, foi expulso por reclamação. A marcação do time carioca era forte para compensar o jogador expulso e o Galo tentava de todos os jeitos desempatar a partida.

No final do jogo, faltando dois minutos para terminar o tempo regulamentar, Ronaldinho Gaucho retribuiu os aplausos que recebeu da torcida durante toda a partida. O meia cobrou uma falta com muito capricho e acerto a trave do Rubro-Negro. Sem mais tempo para tentar desempatar, a partida terminou mesmo 1 a 1.

Próximos jogos
Na 34ª rodada, o Atlético enfrenta o Coritiba, no couto Pereira, no próximo domingo, às 19h30. Já o Flamengo, pega o Figueirense, no sábado às 21 horas.

 

Classificação

Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Fluminense-RJ 72 33 21 9 3 55 25 30 72.7
2  Atlético-MG 64 33 18 10 5 55 29 26 64.6
3  Grêmio-RS 60 33 17 9 7 47 28 19 60.6
4  São Paulo-SP 58 33 18 4 11 52 32 20 58.6
5  Botafogo-RJ 50 33 14 8 11 51 41 10 50.5
6  Vasco da Gama-RJ 50 33 14 8 11 39 37 2 50.5
7  Internacional-RS 48 32 12 12 8 42 31 11 50.0
8  Corinthians-SP 47 33 12 11 10 40 34 6 47.5
9  Cruzeiro-MG 43 33 12 7 14 38 42 -4 43.4
10  Ponte Preta-SP 43 33 11 10 12 36 42 -6 43.4
11  Santos-SP 43 33 10 13 10 39 40 -1 43.4
12  Coritiba-PR 42 33 12 6 15 46 51 -5 42.4
13  Náutico-PE 42 33 12 6 15 38 47 -9 42.4
14  Flamengo-RJ 41 33 10 11 12 33 42 -9 41.4
15  Portuguesa-SP 40 33 9 13 11 35 35 0 40.4
16  Bahia-BA 37 33 8 13 12 32 37 -5 37.4
17  Sport-PE 33 33 8 9 16 32 53 -21 33.3
18  Palmeiras-SP 32 32 9 5 18 31 41 -10 33.3
19  Figueirense-SC 29 33 7 8 18 36 61 -25 29.3
20  Atlético-GO 23 33 5 8 20 31 60 -29 23.2
OBS: STJD determinou que os pontos de Inter 2 x 1 Palmeiras sejam desconsiderados até que o pedido de anulação palmeirense seja julgado.
LegendaPG – Pontos Ganhos | JG – Jogos Disputados | VI – Vitórias | EM – Empates
DE – Derrotas | GP – Gols Pró | GC – Gols Contra | SG – Saldo de Gols
%A – Porcentual de Aproveitamento de Pontos


 
 
Classificados à Taça Libertadores.
 
 
Classificados à Sul-americana
 
 
Rebaixados à Serie B
 
 
Classficados à Libertadores

 

Artilharia

Atualizado em 01/11 às 00h30

16 GOLS
Fluminense – Fred

15 GOLS
São Paulo – Luis Fabiano

14 GOLS
Portuguesa – Bruno Mineiro

12 GOLS

Figueirense
Aloísio
Náutico – Kieza

ICFUT–SUL-AMERICANA: Universidad-CHL 0 x 2 São Paulo

Fonte: futebolinterior

Willian José dá boa vantagem ao Tricolor

Atacante marcou os dois gols e Tricolor está perto das semifinais

Campinas, SP, 01 (AFI) – Apesar de contestado, o atacante Willian José, do São Paulo, colocou o time com um pé nas semifinais da Copa Sul-Americana 2012. Em noite inspirada, Willian fez os dois gols do Tricolor na vitória de 2 a 0 em cima do Universidad do Chile, em jogo válido pela ida das quartas de final da competição. A partida foi disputada na noite desta quarta-feira no Estádio Nacional, no Chile.

Além de vencer, o Tricolor quebrou a invencibilidade do Universidad do Chile-CHL, que não perdia em casa para times estrangeiros há dois anos.

Com a vitória de 2 a 0, o Tricolor terá a vantagem de perder por até um gol de diferença em São Paulo para avançar às semifinais da Copa Sul-Americana. Apartida de volta está marcada para dia sete de novembro no Estádio Pacaembu.

Quem se classificar enfrentará o vencedor de Independiente-ARG e Universidad Católica-CHL nas semifinais.

Primeiro tempo
Mesmo jogando fora de casa, o São Paulo começa melhor a partida, abrindo o placar logo aos sete minutos.

Wellington dá bom passe para Willian José, que recebe nas costas da zaga e bate forte, de pé esquerdo, de fora da área. Johnny Herrera pula, mas não acha nada. 1 a 0.

O Universidad acorda e quase empata aos 12. Cortez afasta mal, Rhodolfo erra o chute e bola sobre para Lorenzetti na esquerda. Meio-campista bate cruzado, de esquerda, e a bola passa perto, assustando Rogério Ceni.

Mas o Tricolor amplia aos 18. Wellington puxa contra-ataque e lança Lucas na direita, que cruza para o meio da grande área. A bola passa pela marcação e Willian José, de pé esquerdo, completa para o gol. 2 a 0. Segundo gol de Willian José na noite.

Aos 25 minutos, o que já era ruim para o Universidad de Chile fica ainda pior. O zagueiro Mena erra na hora de recuar para Johnny Herrera, perde disputa para Osvaldo e comete falta no atacante tricolor. Cartão vermelho direto.

O São Paulo ainda quase amplia no finalzinho do primeiro tempo. Aos 44, Jadson recebe na direita e, livre de marcação, chuta cruzado. A bola passa perto da trave de Jhonny Herrera, dando números finais à primeira etapa. 2 a 0 Tricolor.

Segundo tempo
No prejuízo, o Universidad de Chile volta melhor na segunda etapa, criando a primeira boa chance aos três minutos. Ubilla desvia cruzamento da direita e obriga Rogério Ceni a voar no canto direito para fazer boa defesa.

Rogério trabalha novamente aos oito minutos. González aparece na primeira trave e cabeceia para o gol. Bem posicionado, o goleiro do Tricolor faz a defesa.

O jogo esfria e o São Paulo só volta à ameaçar os donos da casa aos 33.Lucas arrisca de fora da área e Johnny Herrera consegue fazer a defesa.

O Tricolor arrisca pela última vez aos 41. Willian José recebe na direita, corta para dentro e tenta chute rasteiro. A bola passa perto e assusta o goleiro Johnny Herrera, dano números finais à partida. 2 a 0 Tricolor.

Gols