ICFUT – Náutico e Portugesa ficam empatam nos Aflitos.

Fonte: UOL Esportes

Em uma partida equilibrada, o Náutico não conseguiu superar o bloqueio da Portuguesa e empatou em 0 a 0 neste domingo, nos Aflitos, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. O goleiro Dida foi um dos principais destaques da partida e ajudou a manter as duas equipes em posições intermediárias da tabela.

Assim como acontece nas partidas disputas em casa, o Náutico iniciou a partida pressionando e atrapalhava a saída de bola da Portuguesa. Os paulistas apostavam principalmente nos contra-ataques e exploravam principalmente o lado esquerdo. Patric subia muito para auxiliar a equipe pernambucana e Marcelo Cordeiro tentava aproveitar o espaço.

O time alvirrubro seguia com maior posse de bola e tentava aumentar a velocidade para tentar assustar Dida. Em uma das primeiras jogadas perigosas, Kieza recebeu de Araújo, mas finalizou fraco de facilitou a defesa do goleiro, aos 14.

A Portuguesa começou a equilibrar as ações porque passou a se aproximar do gol quando jogava pelos lados do campo. Boquita teve a chance mais clara, aos 24, quando recebeu de Marcelo Cordeiro e finalizou com perigo. Rhayner salvou em cima da linha.

Após muita correria durante boa parte do primeiro tempo, o jogo caiu de produção nos quinze minutos finais, exatamente quando a chuva começou a cair em Recife. Os dois times passaram a sentir dificuldade para trocar passes e os lances de bola parada seriam as principais alternativas.

Em um lance isolado, Kieza desviou após um chute longo de Souza, mas Dida estava atento e fez a defesa, aos 41. Desta maneira, o primeiro tempo acabou empatado sem gols.

O Náutico iniciou melhor a segunda etapa tentando colocar logo seu ritmo habitual. Acuado em seu campo, a Portuguesa tinha dificuldade para avançar e ainda via no goleiro Dida seu melhor jogador. Em um contra-ataque, a equipe paulista perdeu um gol incrível, aos 20, quando Moisés finalizou para fora quando estava de frente para Felipe.

Mesmo com uma postura mais defensiva, a Portuguesa era mais perigosa porque era mais precisa nas finalizações. Os donos da casa tentaram se superar na base da raça, mas não tiveram competência para marcar e o jogo terminou empatado. No fim, os jogadores ainda reclamaram de um pênalti de Valdomiro em Kieza, porém, o jogo terminou sem gols.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s