ICFUT – Coxa vence o Palmeiras em Araraquara e abre 9 pontos da zona de rebaixamento.

Fonte: Yahoo! Esportes

Com gol de pênalti de Deivid, aos 44 minutos do segundo tempo, o Coritiba venceu o Palmeiras por 1 a 0, nesta quinta-feira, em Araraquara. Exatamente três meses depois de sagrar-se campeão da Copa do Brasil em cima do próprio Coxa, o time paulista se vê em situação muito delicada ao término da 29ª rodada do Brasileirão.

Com o resultado, o Palmeiras se manteve com 26 pontos, na 18ª posição. O Coritiba pulou para a 14ª posição, com 35, nove a mais do que os comandados de Gilson Kleina. O Bahia, primeiro time fora da zona, tem os mesmos 35 pontos.

A briga contra a degola terá novos capítulos no domingo, às16h. O Coritiba encara o Bahia, no Couto Pereira. Já o Palmeiras visita o Náutico, nos Aflitos.

O JOGO

O Palmeiras que perdeu para o São Paulo no fim de semana foi desfigurado. Mas as entradas de Correa, Thiago Heleno, Leandro, João Denoni, Tiago Real, Luan e Obina nos lugares de Artur, Román, Juninho, Márcio Araújo, Valdivia, Daniel Carvalho e Barcos não bastaram para inspirar o time.

Em bom número nas arquibancadas, a torcida bem que tentou empurrar. Mas faltou criatividade para o time mandante transformar seu maior ímpeto ofensivo em chances claras de gol. Embora tenha dominado a posse de bola e povoado o campo de defesa inimigo durante todo o primeiro tempo, o Verdão não acertou sequer um chute a gol.

O valente Obina, com uma cabeçada sem direção, e o promissor João Denoni, com um chute por cima, foram os que mais se aproximaram de assustar Vanderlei. Bom para o Coxa, que não fez questão de esconder a vontade de empatar. Com Lincoln mais preocupado em discutir com a arbitragem, Rafinha voltando muito para marcar Correa e Everton Ribeiro sumido, Deivid, mesmo participativo, não teve chance para finalizar na primeira metade do jogo.

Gilson Kleina voltou do intervalo dizendo que o time precisava ter menos pressa e mais paciência para criar. A conversa no vestiário parece ter dado resultado. Aos dois minutos, Luan deixou Cleiton sentado e quase acertou o ângulo. Logo depois, Luccas Claro fez falta dura em Tiago Real e tomou um cartão amarelo que ficou barato. Aos dez, a primeira defesa de Vanderlei, em chute de Correa.

Apesar de ceder mais espaço para os contra-ataques, como o que quase resultou em gol de Deivid, o Palmeiras vivia seu melhor momento na partida quando Maikon Leite, voltando de lesão, ganhou a vaga de Luan, aos 12 minutos. Mas o time diminuiu o ritmo em vez de pressionar e obrigou seu técnico a arriscar, com Daniel Carvalho na vaga de Henrique, aos 22.

Obina até balançou a rede no minuto seguinte, mas claramente em posição irregular, em lance bem anulado pela arbitragem. Com o jogo valendo, o Coritiba mostrou que estava vivo. Com 27 minutos, Rafinha cruzou da direita, Lincoln não alcançou e a bola beijou a trave direita de Bruno. Três minutos depois, Rafinha cruzou novamente e Deivid, em posição legal, cabeceou para o gol. A arbitragem, desta vez de forma equivocada, invalidou o lance e prejudicou os visitantes.

A última cartada de Kleina foi a entrada do atacante Vinícius no lugar de Tiago Real. No Coxa, que mudou pela primeira vez aos 37 minutos, Thiago Primão ganhou a vaga do vaiado Lincoln. O empate já estava de bom tamanho, mas Correa falhou ao tentar recuar de cabeça, deu a bola para o Coxa e instalou o desespero na defesa, até que Maurício Ramos derrubou Everton Ribeiro e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Deivid deslocou Bruno e garantiu uma vitória importantíssima aos 44 minutos.

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS X CORITIBA

Estádio: Fonte Luminosa, Araraquara (SP)

Data/hora: 11/10/2012 – 21h

Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)

Auxiliares: Rodrigo Henrique Correa (RJ) e Fabiano da Silva Ramires (ES)

Cartões Amarelos: Henrique (14′ 2ºT); Willian (17′ 1ºT); Obina (28′ 1ºT); Luccas Claro (4′ 2ºT); Everton Ribeiro (16′ 2ºT); Lincoln (15′ 2ºT); Daniel Carvalho (38′ 2ºT); Mauricio Ramos (44′ 2ºT)

Cartões Vermelhos: não houve

Gols: Deivid, 44′ 2ºT (0-1)

PALMEIRAS: Bruno, Correa, Maurício Ramos, Thiago Heleno, Leandro, Henrique (Daniel Carvalho/22′ 2ºT), João Denoni, Tiago Real (Vinícius/32′ 2ºT), Luan (Maikon Leite/12′ 2ºT), Maikon Leite e Obina. Técnico: Gilson Kleina

CORITIBA: Vanderlei; Victor Ferraz, Cleiton, Luccas Claro e Dênis Neves; Gil, Willian, Everton Ribeiro (Júnior Urso/46′ 2ºT), Rafinha e Lincoln (Thiago Primão/ 37′ 2ºT); Deivid (Marcel/44′ 2ºT). Técnico: Marquinhos Santos