ICFUT – Falsa bomba é encontrada no estádio do Zenit com mensagem para brasileiro: ‘Fora Hulk’

Fonte: uol

Uma falsa bomba de fabricação caseira, escondida em uma bolsa, foi encontrada no campo de treinamento do clube russo Zenit junto a algumas fotos do atacante Hulk. Grande contratação da equipe na última janela de transferência, o brasileiro é alvo de protesto de torcedores.

Segundo a imprensa russa, a polícia encontrou as fotos de Hulk junto à bomba e, nelas, ainda havia a mensagem “fora Hulk!”.

Diversos jogadores que têm uma história no Zenit estão insatisfeitos com o clube. Segundo a imprensa local, o principal motivo seria o gasto de US$ 100 milhões para contratar Hulk e o meia belga Axel Witsel e não valorizar os demais jogadores.

“Nós não negamos, mas também não vamos comentar isso”, disse um porta-voz do clube. Em meio às polêmicas no Zenit, St. Petersburgo, cidade que abriga o time, deve ser escolhida neste sábado para ser uma cidade-sede da Copa do Mundo de 2018.

O meio-campista e capitão do Zenit, Igor Denisov, foi afastado da equipe após duras críticas ao atacante Hulk. Para ele, o brasileiro não é uma super estrela e não merece o salário que recebe no atual campeão russo.
“Entendo que se tivéssemos Messi ou Iniesta, provavelmente mereceriam qualquer salário”, disse Denisov. “Sim, compramos bons jogadores que ajudaram o Zenit. Mas, são realmente muito melhores que os atuais líderes da equipe e merecem cobrar três vezes mais?”, questionou o jogador

ICFUT – Fisioterapeuta do São Paulo admite possibilidade de Ganso não estrear este ano

Fonte: uol

O meia Paulo Henrique Ganso foi contratado pelo São Paulo e encheu de esperanças o torcedor por ser um atleta nível seleção brasileira. Mas segundo confirmou o fisioterapeuta do clube, Luis Rosan, existe a chance de o camisa 8 do Tricolor só fazer a sua estreia na próxima temporada.

Ganso se recupera de uma lesão de grau 3 na coxa esquerda, sofrida no dia 29 de agosto no jogo entre Santos e Bahia, a qual Rosan qualificou como extensa. O prazo comum de recuperação para casos como esse é acima de quatro semanas, mas varia de acordo com o atleta, segundo o fisioterapeuta.

Rosan afirmou que ainda há um "enorme edema" na coxa esquerda de Ganso. De acordo com o fisioterapeuta, enquanto persistir esse inchaço, não será possível realizar um exame que permitirá projetar com maior precisão a data de retorno do jogador aos gramados.

Ganso faz tratamento de fisioterapia no São Paulo para sarar lesão Site Oficial / saopaulofc.net

“Claro que estamos trabalhando para ele voltar a atuar nesta temporada. Mas a diretoria, através do doutor João Paulo [de Jesus Lopes, vice de futebol], nos deixou a vontade para que se não houver a possibilidade dele retornar esse ano, não tem problema nenhum. O atleta também está consciente disso”, falou Luis Rosan em entrevista para o UOL Esporte.

“Ainda ontem [quinta], conversando com o João Paulo, ele me frisou que não há pressa, pois eles querem o atleta 100% fisicamente. Se não for para essa temporada não tem problema, que seja para a próxima”.

Na época em que Ganso foi contratado junto ao Santos, a diretoria do São Paulo trabalhava com a hipótese de que o atleta pudesse entrar em campo em 15 dias. Depois, o técnico Ney Franco passou a trabalhar com a data de estreia para o dia 24 de outubro, dia do jogo de volta contra a Liga de Loja pelas oitavas da Copa Sul-Americana. Agora, o prazo pode ser ainda maior.

Rosan elogiou muito a motivação e a dedicação de Ganso nas sessões de fisioterapia no Reffis do São Paulo. O atleta inicia os treinos às 9h da manhã, para apenas para o almoço e termina quase no início da noite. E é nisso que o fisioterapeuta aposta para uma estreia mais rápida do jogador.

“Acredito que sinceramente, devido à dedicação e a motivação mostradas, ele joga essa temporada, mas não posso precisar quando. Fiquem tranquilos que quando isso acontecer, todos serão avisados”.