ICFUT–SUL-AMERICANA: Marcelo Grohe fecha o gol e Grêmio derrota Barcelona

Fonte: lancenet

 

Imortal foi pressionado nos 45 minutos finais, mas, graças à grande atuação do goleiro, Tricolor leva boa vantagem para casa, onde define vaga nas quartas da Sul-Americana

Barcelona de Guayaquil x Grêmio - Copa Sul-Americana - Gol do Werley (Foto: Rodrigo Buendia/AFP)
Werley marcou o gol da vitória gremista (Foto: Rodrigo Buendia/AFP)

O Grêmio superou a pressão do Estádio Monumental Banco Pichincha, em Guayaquil (EQU), e saiu com uma ótima vantagem para conseguir uma vaga nas quartas de final da Sul-Americana ao derrotar o Barcelona por 1 a 0, nesta quarta-feira. O gol foi marcado pelo capitão Werley, aos 44 do primeiro tempo.

Agora, no jogo da volta, que acontece no próximo dia 24, no Olímpico, o Imortal pode empatar por qualquer placar para passar de fase. O Barcelona precisa vencer – caso seja vitória por 1 a 0 a decisão vai para os pênaltis. Qualquer outro triunfo o classifica. Quem avançar pega o vencedor do confronto entre Millonarios (COL) e Palmeiras, que se enfrentam pela primeira vez na próxima terça-feira.

PRIMEIRO TEMPO

Estádio lotado, catimba e entradas duras. A partida era de Sul-Americana, mas o clima, de Libertadores. Vanderlei Luxemburgo surpreendeu a todos ao escalar o time no 3-5-2 pela primeira vez desde que assumiu o Grêmio. E o trio de zaga não se encontrava em campo. Tanto que a melhor chance do Barcelona no primeiro tempo veio numa falha bisonha de Vilson.

O camisa 14 do Grêmio demorou a ir numa bola na altura do círculo central e Mina tomou-lhe a bola, indo em direção ao gol de Marcelo Grohe com velocidade e livre. Porém, o atacante da seleção equatoriana chutou fraco da entrada da área para a defesa do goleiro gremista.

Com a ausência de Zé Roberto, Elano tinha o dever de armar as jogadas, mas estava só no meio de campo. As melhores chances do Tricolor vinham pela direita, nas descidas do ala Tony. Apesar das arrancadas do camisa 2, o Barcelona ainda era superior na partida. Por mais duas oportunidades, o time da casa quase saiu na frente. Uma veio aos 35, quando Roosevelt Oyola chutou de muito longe, com curva, para ótima defesa de Grohe. A outra foi aos 41, quando Jairo Campos completou cruzamento da direita com uma cabeçada que acertou o travessão.

E foi da mesma forma que o Grêmio chegou ao gol inaugural. Elano cobrou falta sofrida por Marcelo Moreno do lado direito e o zagueiro Werley, que herdou a faixa de capitão com a ausência de Gilberto Silva, cabeceou firme, da marca do pênalti, para bater o goleiro Banguera.

SEGUNDO TEMPO

Na segunda parte do jogo, pouco se viu o goleiro do Barcelona, pois o time da casa fez uma pressão absurda. Aos 15, quando Tony foi expulso, parecia que o Grêmio não conseguiria segurar o placar.

O treinador Gustavo Costas colocou o time para frente, buscando o gol de empate a todo custo. Arroyo seguia sendo o melhor jogador do time equatoriano e criava oportunidades perigosas. Aos 13, o camisa 11 cruzou para a área e Anderson Pico tentou tirar de peixinho e acertou a própria trave, quase marcando gol contra bizarro.

Para repor o lado direito, Luxemburgo sacou Kleber e colocou o lateral Edílson, deixando Marcelo Moreno completamente isolado na frente. A pressão do Barcelona aumentou ainda mais, mas os gremistas se mostraram muito experientes e seguraram o ímpeto ofensivo do time da casa. Além disso, Marcelo Grohe fechava o gol, fazendo uma das melhores partidas na sua carreira.

Léo Gago e Marquinhos também entraram para dar uma acalmada e conseguiram segurar a bola um pouco no campo de ataque, juntamente com Marcelo Moreno. Agora, o Grêmio pode empatar por qualquer resultado na volta para passar de fase.

FICHA TÉCNICA
BARCELONA (EQU) 0 x 1 GRÊMIO

Local: Estádio Monumental Banco Pichincha, Guayaquil (EQU)
Data/hora: 26/9/2012 – 22h (de Brasília)
Árbitro: Georges Buckley (PER)
Auxiliares: Raúl López (PER) e Braulio Cornejo (PER)
Renda/Público: Não divulgados
Cartão Amarelo: Vilson, Tony, Elano e Fernando (GRE); Perlaza (BAR)
Cartão vermelho: Tony (GRE)

GOL: Werley, 44’/1ºT (0-1)

BARCELONA: Banguera, Perlaza (Ferreyra, 17’/1ºT), Jairo Campos, Erazo; De La Torre (Ayoví, 33’/1ºT), Roosvelt Oyola, Amaya (Quiñonez, 22’/1ºT), Arroyo e Matías Oyola; Damián Díaz e Mina – Técnico Gustavo Costas.

GRÊMIO: Marcelo Grohe, Naldo, Werley e Vilson (Léo Gago, 22’/1ºT); Tony, Fernando, Souza, Elano (Marquinhos, 33’/1ºT) e Anderson Pico; Kleber (Edilson, 19’/2°T) e Marcelo Moreno – Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s