ICFUT – Riquelme mantém indefinição sobre futuro e se despede de vez do Boca

Fonte: gazetaesportiva

“Agora, não sei o que vou fazer”, despistou Riquelme, dois meses depois de jogar sua última partida com o Boca Juniors, na final da Copa Libertadores de América contra o Corinthians. “Férias com minha família, pela primeira vez”, completou.

Juan Román Riquelme quebrou o silêncio nesta sexta-feira e comentou sua saída do Boca. Depois de 12 temporadas com o clube xeneize, em três distintas passagens, o meia se disse feliz com as conquistas na carreira.

“Realizei todos os meus sonhos”, afirmou o camisa 10 de Boca, Villareal e Barcelona. “Estou contente com a decisão que tomei. Fui jogando uma final de copa. É o máximo para mim”.

Divulgação/Boca Juniors

t_67143_riquelme-deu-o-adeus-definitivo-nesta-sexta-diziam-que-se-o-tecnico-perdesse-duas-eu-voltaria-tenho-palavra

Riquelme deu o adeus definitivo: "Diziam que se o técnico perdesse duas, eu voltaria. Tenho palavra"

Os bastidores da saída de Riquelme sempre foram marcadas pelos boatos de mau relacionamento com o técnico Julio César Falcioni e com a diretoria do clube, hoje presidida por Daniel Angelici, opositor de Jorge Ameal, responsável pela volta do meia a La Bombonera. Ele, no entanto, nega.

“Para que haja uma briga, duas pessoas tem que brigar e eu nunca briguei”, contestou. “Não tem nada a ver com o treinador, eu já não necessitava de um. Se discute se era pelos dirigentes, nunca se porque conseguiria seguir jogando bola ou não”.

AFP

"A magia" de Riquelme encantou os xeneizes

Com a camisa do Boca Juniors, o jogador comemorou dez títulos entre Campeonatos Argentinos, três Copas Libertadores e um Mundial de Clubes. Entre 2011 e 2012, liderou a equipe a uma conquista nacional e foi o maestro na campanha que terminou em derrota para o Corinthians, na Libertadores.

Logo após a derrota no Pacaembu, o meia anuncia que deixaria o Boca. Os torcedores fizeram uma manifestação nos arredores do estádio com mais de seis mil pessoas e com reflexos em outras 20 cidades argentinas, mas não conseguiram convencer Riquelme a fica. Hoje, um movimento nainternet pede que a camisa 10 do maior ídolo do clube  –  maior até que Maradona – seja aposentada.

“Gravaram o banderazo para mim. Só assisti e comecei a chorar”, revelou. “São loucos (os torcedores), não posso devolver a eles tudo que me deram. Demonstrei que aos 34 anos posso jogar em alto nível. Em 2010, sabia que não podia ir embora deste clube de muletas. Queria voltar a ser campeão. Prometi ao torcedor um título mais e o cumpri”.

Na última partida pelo Boca Juniors, Riquelme foi mal e não conseguiu conquistar sua quarta Libertadores

Sem saber o que será de sua vida agora, Riquelme já assume tom de aposentadoria, mas garante que nã fez nada sem pensar em seu clube de coração.

“Seria fácil ficar, cobrar um salário muito alto, tomar mate todo dia. Como dizem vocês (jornalistas) treinava quando queria… Mas terminei jogando uma final de Libertadores”, ironizou. “Nascibostero e morrerei bostero”.

AFP

Os torcedores pararam a Rua Brandsen em uma segunda com seis mil pessoas pelo "fico" de Riquelme

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s