Por Cezar Alvarenga – Timão iguala proposta e vence disputa com Palmeiras por Guilherme.

Fonte: Yahoo! Esportes

O volante Guilherme ficou muito próximo de ser contratado pelo Palmeiras, mas vai reforçar o Corinthians. Nesta terça-feira, o clube do Parque São Jorge superou uma disputa com o rival e acertou a contratação do jogador da Portuguesa, o que encerrou uma longa novela.

 

O Palmeiras parecia ser o destino de Guilherme, mas uma reviravolta levou o jogador para o Corinthians. O clube igualou a proposta feita pelo rival – R$ 7 milhões por 70% dos direitos econômicos (os outros 30% pertencem aos empresários Eduardo Maluf e Wagner Ribeiro) – para a Portuguesa e o desejo do jogador pesou para o acerto com o time do Parque São Jorge.

 

A diretoria da Lusa foi avisada da preferência de Guilherme pelo Corinthians, como explicou Manuel da Lupa, presidente do clube. “As condições são as mesmas. O agente do jogador (Maluf) disse que o Guilherme prefere o Corinthians”, disse o dirigente da Portuguesa.

 

O Corinthians tenta contratar Guilherme desde o fim do ano passado, quando o jogador se destacou na Série B, mas chegou a desistir da transação diante das negativas da Lusa. A chegada do volante deve encerrar o ciclo de contratações do Corinthians para a sequência da temporada.

 

Guilherme, de 21 anos, chega ao Corinthians para ser o reserva imediato de Paulinho e deve ganhar oportunidades como titular quando o companheiro estiver na seleção brasileira. Além disso, vai ser preparado para suprir uma possível saída de Paulinho em 2013, caso surja alguma proposta interessante do futebol europeu.

Por Cleber Aguiar – Interessante Tutorial da Torcida Bamor

Fonte: Torcidas24h.blogspot.com.br

. Seja humanitário
(Participe de todos projetos sociais da Torcida)

. Não faça ação, espere sempre para dar a reação
(seja da paz, mas sem nunca fugir da guerra)

. Respeite sempre o “povão”
(é respeitando q se é respeitado. lembre-se que você já veio ou vai para lá um dia)

. Torcedor Organizado não é vagabundo
(saiba como se portar em todos os locais em que você esteja com o material da torcida)

.Não existe inimigos dentro da torcida, todos somos como um
(O que veste a mesma camisa que a nossa mesmo sem conhercemos e nosso aliado pois faz parte da mesma entidade)

.Diga não as drogas

. Ajude a sua torcida a promover as mais bonitas festas no estádio
(pois não é só de pista que se resume uma T.O)

. Procure se informar sobre a história e ideologias da sua torcida
(não pense que ser de torcida é botar uma farda e sair na porrada)

. Nunca desdenhe seus adversários por uma bola
(nunca sabemos o dia de amanhã)

. Jogo de guerra? vá para sua sede e forme o bonde pesado
(quem sai pela rua batendo e matando em torcedores solitários é bandido)

. Se não sabe, não invente. não perca seu tempo na internet
(a verdade sempre vem a tona e não é aqui o lugar para fazer o nome de T.O)

. Nunca se esqueça do principal motivo da T.O
(seu time sempre vale mais)

. Saiba quando parar ou dar um tempo
(sua vida e sua família sempre vem em primeiro lugar)

Por Alexandre: “BRASILEIRÃO E SUAS CURIOSIDADES”

Curiosidades do Campeonato Brasileiro de futebol

• O único campeão invicto é o Internacional (contando apenas as edições dos campeonatos brasileiros a partir de 1971). A equipe gaúcha venceu o título nacional em 1979 sem nenhuma derrota .

• A única equipe pentacampeã consecutiva é o Santos (1961, 1962, 1963, 1964 e 1965).

• Os outros clubes que venceram mais de uma vez seguida foram: São Paulo (2006, 2007 e 2008); Palmeiras (1967 e 1967 – Taça Brasil e Torneio Roberto Gomes Pedrosa), em 1972 e 1973 e em 1993 e 1994; Internacional (1975 e 1976); Flamengo (1982 e 1983); e Corinthians (1998 e 1999).

• O estado de São Paulo foi o vencedor de seis edições seguidas da Taça Brasil, de 1960 a 1965). Os paulista venceram também cinco vezes seguidas o Campeonato Brasileiro de 2004 a 2008.

• Equipes vice-campeãs que nunca ganharam o Campeonato Brasileiro: São Caetano (2000 e 2001), Fortaleza (1960 e 1968), Bangu (1985), Bragantino (1991), Náutico (1967), Vitória (1993), Portuguesa (1996).

• Apenas em três ocasiões o campeão brasileiro não foi de uma capital: Guarani (1978) e Santos (2002 e 2004).

• Desde o bicampeonato do Santos das Taças Brasil e das Taças Libertadores de 1962 e 1963 nenhum clube brasileiro conseguiu vencer a Taça Libertadores da América e o Campeonato Brasileiro no mesmo ano.

• O Cruzeiro é o único time a conquistar a Tríplice Coroa (campeonato estadual, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro no mesmo ano).

• O técnico com mais títulos de campeão brasileiro é Vanderlei Luxemburgo. Luxa foi bicampeão com o Palmeiras (1993-1994), e campeão pelo Corinthians (1998), Cruzeiro (2003) e Santos (2004).

• Apenas Paulo César Carpegiani e Emerson Leão venceram um Campeonato Brasileiro como jogador e técnico. Carpegiani conquistou os títulos de 1975 1976 pelo Internacional e 1980 pelo Flamengo como jogador; em 1982 foi campeão como técnico dirigindo o Flamengo. Leão esteve na conquista do primeiro bicampeonato do Palmeiras (1972-1973) e na conquista do Grêmio (1981) no gol. Como técnico foi campeão em 1987 (Sport) e em 2002 (Santos).

• Em 1987 Leão ainda era goleiro, mas decidiu trocar de profissão. O Sport o havia inscrito como jogador, mas ele atuava como técnico. Numa ocasião Leão voltou ao gol, devido a uma contusão do goleiro titular.

• Em algumas edições um time da Segunda Divisão podia subir durante o campeonato. Isto ocorreu na época da Taça de Ouro e nos campeonatos de 1987 e 2000.

• Equipes que foram vice-campeãs em sequência: Internacional (1967 e 1968, 1987* e 1988 e 2005 e 2006); Cruzeiro (1974 e 1975); Guarani (1986 e 1987*); São Paulo (1989 e 1990); e São Caetano (2000-2001).

• O Internacional é o clube com mais vice-campeonatos – 7 no total, seguido do Santos com seis, Cruzeiro e São Paulo com cinco vices cada.

• Equipes que chegaram entre os quatro primeiros e nunca foram campeãs do Campeonato Brasileiro: América-RJ, Bangu, Bragantino, Brasil de Pelotas, Ceará, Fortaleza, Goiás, Londrina, Náutico, Operário-MS, Ponte Preta, Portuguesa, Santa Cruz, São Caetano e Vitória.

• Washington Stecanela Cerqueira é o maior artilheiro numa mesma edição do Campeonato Brasileiro. Em 2004 o atacante fez 34 pelo Atlético Paranaense. Em 2008, Whashington foi novamente artilheiro do Campeonato Brasileiro. Atuando pelo Fluminense, Washington fez 21 gols, dividindo a artilharia com Keirrison, do Coritiba, e Kléber Pereira, do Santos.

• Dario José dos Santos, mais conhecido como Dadá Maravilha, foi três vezes artilheiro do Campeonato Brasileiro. Em 1971 e 1972 pelo Atlético Mineiro e em 1976 pelo Internacional. O feito foi igualado por Túlio Maravilha, artilheiro das edições de 1989, pelo Goiás, e 1994 e 1995, pelo Botafogo.

• Contando apenas o Campeonato Brasileiro a partir de 1971 apenas três times disputaram todas as divisões principais do Campeonato Brasileiro: Cruzeiro, Flamengo e Internacional. Santos e São Paulo nunca jogaram divisões inferiores, mas se recusaram a participar do Brasileiro de 1979 em boicote ao excesso de clubes.

• Romário foi artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2006 com quase 40 anos.

• A Taça Brasil foi um torneio criado pela CBD (precursora da atual CBF) em 1959 para indicar os representantes brasileiros para a Taça Libertadores da América. Participaram da Taça Brasil as equipes campeãs estaduais (nas edições de 1961, 1964, 1965 e 1966 o estado de São Paulo foi representado por duas equipes). As equipes do Rio de Janeiro e São Paulo entravam na semifinal. A Taça Brasil também é considerada a precursora da Copa do Brasil, mas desde de dezembro de 2010 ganhou o reconhecimento como Campeonato Brasileiro.

• O Torneio Roberto Gomes Pedrosa (também chamado de Robertão ou Taça de Prata) foi considerado o embrião do Campeonato Brasileiro até o seu reconhecimento oficial em 2010. O “Robertão” ou “Taça de Prata” foi uma competição nacional disputada de 1967 a 1970.

• Como o reconhecimento oficial da Taça Brasil e do Torneio Roberto Gomes Pedrosa como Campeonatos Brasileiros três jogadores passaram a ser os maiores vencedores do Brasileirão. Pelé, Pepe e Lima venceram seis vezes a competição. Antes da oficialização dos torneios o recorde pertencia a Andrade e Zinho, que tinham conquistado cinco Campeonatos Brasileiros.

Todos os nomes do Campeonato Brasileiro – 1º Divisão:
1959 a 1968 – Taça Brasil
1967 a 1970 – Torneio Roberto Gomes Pedrosa, Robertão ou Taça de Prata
1971 a 1974 – Campeonato Nacional de Clubes
1975 a 1980 – Copa Brasil
1981 a 1983 – Taça de Ouro
1984 – Copa Brasil
1985 – Taça de Ouro
1986 – Copa Brasil
1987 e 1988 – Copa União
1989 – Campeonato Brasileiro
1990 a 1999 – Campeonato Brasileiro Série A
2000 – Copa João Havelange – Módulo Azul
2001 – Campeonato Brasileiro
2002 – Campeonato Brasileiro Série A

Títulos do Campeonato Brasileiro por equipe(incluindo a Taça Brasil e Torneio Roberto Gomes Pedrosa)**

8 títulos – Santos e Palmeiras
6 títulos – Flamengo e São Paulo
5 títulos – Corinthians
4 títulos – Vasco
3 títulos – Fluminense e Internacional
2 títulos – Bahia, Botafogo, Cruzeiro e Grêmio
1 título – Atlético-MG, Atlético-PR, Coritiba, Guarani e Sport

Títulos do Campeonato Brasileiro por Estado: (incluindo a Taça Brasil e Torneio Roberto Gomes Pedrosa)**
28 títulos – São Paulo
14 títulos – Rio de Janeiro
5 títulos – Rio Grande do Sul
3 títulos – Minas Gerais
2 títulos – Bahia e Paraná
1 título – Pernambuco

Títulos do Campeonato Brasileiro por Região: (incluindo a Taça Brasil e Torneio Roberto Gomes Pedrosa)**
46 títulos – Sudeste
7 títulos – Sul
3 títulos – Nordeste

* Flamengo e Internacional, campeão e vice da Copa União de 1987, recusaram-se a participar do quadrangular com o campeão e vice do Módulo Amarelo. O Sport foi declarado campeão oficial pela CBF. O Flamengo era reconhecido campeão apenas pelo Clube dos 13. Em 21 de fevereiro de 2011, a CBF anunciou a divisão do título de campeão brasileiro de 1987 entre o Flamengo e o Sport Recife. Com a decisão, o ano de 1987 teve dois campeões brasileiros. Assim como em 1967 e 1968 (ver Taça Brasil e Torneio Roberto Gomes Pedrosa).

** Bahia, Botafogo, Cruzeiro, Fluminense, Palmeiras e Santos conseguiram em dezembro de 2010 o reconhecimento dos títulos da Taça Brasil e do Torneio Roberto Gomes Pedrosa como legítimos campeões nacionais perante à CBF. Anteriormente, a entidade só reconhecia como campeões brasileiros os títulos a partir de 1971.

 

ICFUT – Volante Guilherme acerta com o Corinthians por cinco anos e frustra dirigentes do Palmeiras

Fonte: virgula.uol

Guilherme, que estava na Portuguesa, é o novo reforço do Corinthians (Divulgação/Portuguesa

Guilherme, que estava na Portuguesa, é o novo reforço do Corinthians

O caso Guilherme finalmente chegou ao fim. O jogador, destaque da Portuguesa durante a conquista do título da Série B do Campeonato Brasileiro de 2011, é o mais novo reforço do Corinthians. Apesar do Palmeiras ter praticamente acertado com o atleta, o rival de Parque São Jorge igualou a proposta alviverde e a escolha ficou com o volante, que optou pelo time comandado pelo técnico Tite, onde ficará até 2017.

Entenda o caso

Em racha com a diretoria da Portuguesa desde o final da última temporada por conta do desejo de jogar no Corinthians, o volante Guilherme fez de tudo este ano para ser negociado. Detentora de 70% do passe do jogador, a Lusa chegou a receber algumas propostas, entre elas uma do futebol russo, negada pelo atleta, que gostaria de permanecer no futebol brasileiro ou ir para um centro maior do continente europeu.

Entre brigas, desejos de não entrar em campo, interferência da própria mãe do atleta e um pedido para não ser relacionado nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro, para assim não completar a sétima partida, Guilherme ficou sabendo que o clube que depositasse os R$ 7 milhões exigidos pela Portuguesa, sendo ele quem fosse, ficaria com o atleta.

Ciente disso, o Palmeiras entrou forte na briga. E através de um grupo de empresários, que estava interessado em comprar o jogador e repassá-lo ao clube, o time comandado por Felipão apareceu como favorito para ficar com o volante. Porém, com medo de se envolver com empresários e no fim não obter lucro e vantagens com uma futura venda, o Palmeiras usou dos próprios recursos para tentar comprar Guilherme.

Uma reunião aconteceu na noite da última sexta-feira (11), no Estádio do Canindé, entre César Sampaio, gerente de futebol do Palmeiras, Eduardo Maluf, empresário dono dos outros 30% de Guilherme, Candinho, gerente de futebol da Portuguesa, e o presidente Manuel da Lupa, onda a proposta do Palmeiras foi apresentada e tudo ficou praticamente acertado.

Porém, o Corinthians, ciente do ocorrido, fez questão de igualar os valores oferecidos pelo rival e deixar a decisão na mão do jogador, sabendo que o volante já tinha afirmado que era torcedor do alvinegro desde criança e tinha um sonho em atual no atual campeão brasileiro e da Libertadores.

Uma nova reunião na tarde de hoje, também no Canindé, desta vez com a presença de Maluf, Candinho e Manuel da Lupa, ficou acertado que Guilherme será jogador do Corinthians nas próximas cinco temporadas.

ICFUT – “Se Andrés criou empecilhos para a negociação de Lucas, deve ser demitido”, diz Vitor Birner

Fonte: Portal UOL

Andres Sanchez, diretor de seleções da CBF

Andres Sanchez, diretor de seleções da CBF

O “Tabelinha” desta semana fez um balanço olímpico dos brasileiros em Londres, já que o país fechou a participação nas Olimpíadas-2012 com recorde de medalhas (17 no total). Os apresentadores também comentaram a venda de Lucas para o Paris Saint Germain e a atuação de Paulo Henrique Ganso que fez apenas um jogo pela seleção.

Vitor Birner e Priscila Gomes, que apresentou a atração no lugar de Juca Kfouri -que ainda não voltou da viagem de cobertura das Olimpíadas e retorna ao comando do programa na próxima segunda-, falaram também da necessidade do país investir mais em educação e esporte, para que em 2016 novos talentos possam representar o Brasil nos Jogos do Rio.

 

Sobre a situação do atacante Lucas, que foi vendido por 43 milhões de euros, cerca de R$ 108 milhões, Birner foi crítico, disse que o São Paulo “ganhou na mega sena” e que o jogador “poderia ter sido negociado por 15 milhões de euros”.

Ainda sobre a negociação envolvendo o são-paulino, o jornalista disse que a diretoria do São Paulo estava insatisfeita com a postura de Andrés Sanches, diretor de seleções da CBF, que teria criado empecilhos para a finalização da transação.

“Se ele [Andrés] fez isso mesmo, penso que Marin deveria demiti-lo. Ele não pode prejudicar um time visando interesses próprios”, disse Birner.

Questionado também sobre a situação de Paulo Henrique Ganso,  se o meia teria caído de rendimento por estar machucado ou por displicência, o comentarista disse crer que o jogador está assim “por não ter conseguido se recuperar das lesões”.

“Ganso surgiu como uma promessa, tem categoria. Ele estar assim não significa que seja indolência, se ele quer sair do Santos tem que mostrar futebol e o fato de estar machucado o impede de fazer isso”, concluiu o jornalista.

Priscila e Birner também falaram sobre todos medalhistas brasileiros, destacando a importância da dedicação pessoal de cada atleta e, ao comentar as conquistas do boxe e de Yane Marques, no pentatlo moderno, observaram que os resultados são importantes para a valorização de outras modalidades além do futebol no país.

A “Chuteira de Ouro” da rodada foi para o técnico da seleção de vôlei, José Roberto Guimarães, que conquistou seu bicampeonato à frente da equipe feminina e o tricampeonato olímpico, já que também foi campeão com o vôlei masculino em 1992, nos Jogos de Barcelona.

Já a “Perna de Pau” foi para o futebol olímpico masculino, que não mostrou segurança e fez atuações abaixo do esperado. Para Birner, o conjunto no todo errou e “os torcedores não podem apenas criticar Neymar ou chamá-lo de amarelão”.

Com relação a Mano Menezes, o jornalista vê insegurança no treinador. “Ele não passa segurança no comando da equipe e ainda não conseguiu acertar”, avaliou. Sobre o possível substituto para o cargo de técnico da seleção, Birner vê Muricy Ramalho e Luiz Felipe Scolari como possibilidades, mas diz preferir o treinador palmeirense. “Gosto mais do estilo de comando do Felipão, penso que ele conseguiria botar a seleção no eixo”, finalizou.

No quadro “Bola de Cristal”, Priscila venceu Birner por dois acertos de diferença, nas apostas que haviam feito para as 12ª e 13ª rodadas. Os jornalistas também fizeram suas apostas para o amistoso do Brasil e os próximos jogos do Brasileirão.

ICFUT–Parabeniza Portuguesa pelos 92 anos

Hasteamento da bandeira marca início das comemorações de aniversário

Dando início às comemorações dos 92 Anos de fundação da Associação Portuguesa de Desportos, o Presidente da Diretoria Dr. Manuel da Lupa, convida a todos, para participar do hasteamento das bandeiras na Portuguesa. O evento acontecerá nesta terça-feira (14), às 16h, no Canindé, em frente ao Atrio Cívico.
Estará presente no evento a Banda Guarda Municipal para a execução dos hinos.
Lembrando que no dia 25 de agosto ocorrerá o tradicional BANQUETE DE ANIVERSÁRIO DA LUSA. Mais informações no site: http://www.portuguesa.com.br/default2.asp

Leaozinho

Um pouco da história

Em 14 de agosto de 1920, surgia a  ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ESPORTES, através da fusão de cinco clubes já existentes: Luzíadas Futebol Club, Associação 5 de Outubro, Esporte Club Lusitano, Associação Atlética Marquês de Pombal e Portugal Marinhense.

O pedido de filiação da Portuguesa à Associação Paulista de Esportes Atléticos (APEA) foi deferido no dia 2 de setembro de 1920, mas como não havia mais tempo para a inscrição no campeonato daquele ano, a Portuguesa fundiu-se ao Mackenzie, já inscrito, e participaram juntos do campeonato de 1920.
A Associação Atlética Mackenzie foi o primeiro clube de futebol brasileiro. Fundada em 1898 por estudantes do Mackenzie College, era formada apenas por alunos do colégio. A Portuguesa-Mackenzie disputou os certames pela APEA até 1922.

Em 1923, a Associação Portuguesa de Esportes desligou-se do parceiro e passou a disputar jogos com sua nova denominação. Foi em 1940 que o clube recebeu o atual nome ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE DESPORTOS, com sede da Rua Cesário Ramalho.

Primeira Fase – Cambuci

Em 1922 com a compra de instalações da Praça de Esportes União Artística Recreativa Cambuci, inaugurada solenemente em 25 de janeiro de 1925, onde, em 1926, iriam ser travadas as primeiras batalhas esportivas. Em 1926 também, aconteceu no Campo do Cambuci a primeira festa junina, na época Festa Joanina em razão de ser promovida apenas na noite de São João. Em 1957, já como Festa Junina, levando referência também a Santo Antônio e São Pedro, os festejos passaram em definitivo para o Canindé onde fazem sucesso até hoje. 

Segunda Fase – São Bento

Iniciada com a compra de um terreno na Avenida Tereza Cristina, no bairro do Ipiranga, em 1929. No 9º aniversário do Clube. 
Em seguida o time fixou sede no tradicional Largo de São Bento, vivendo nesta fase dias de muitas glórias dentre as quais inclui-se a conquista do título Tri-Fita Azul do futebol brasileiro. A Fita Azul era um troféu entregue pelo jornal A Gazeta Esportiva ao time brasileiro que conquistasse invicto, dez jogos fora do país.

Terceira Fase – Canindé
A partir da gestão de Luiz Portes Monteiro em 1956, a Portuguesa adquiriu o atual espaço do Canindé, local que havia sido usado pelo São Paulo Futebol Clube e vendido a família Whadi Sadi.

escudo-lusa_alta