Por Cleber Aguiar – Negociado com o PSG, Lucas ficará no São Paulo até o final do ano

Fonte: Globo.com

Valor da transferência não é confirmado oficialmente. Fonte ligada ao Tricolor revela quantia de € 43 milhões (R$ 108,34 milhões)

Por Marcelo Prado e Márcio Iannacca São Paulo e Londres

 
Lucas Seleção Brasileira Brasil Olimpíadas (Foto: AFP)Lucas em ação nas Olimpíadas (Foto: AFP)

O torcedor do São Paulo terá mais quatro meses para curtir o futebol de Lucas. Integrante da Seleção Brasileira que está perto de conquistar a inédita medalha de ouro em um torneio olímpico, o jogador foi negociado com o Paris Saint-Germain, da França, e irá se apresentar ao novo clube em janeiro, na janela de inverno. O valor da negociação não foi confirmado oficialmente, mas uma fonte do São Paulo revelou a quantia de € 43 milhões (R$ 108,34 milhões). Como tem direito a 70% do valor, a equipe do Morumbi embolsará € 30,1 milhões (R$ 75,8 milhões), enquanto o atleta e seus representantes terão direito a € 12,9 milhões (R$ 32,5 milhões), correspondentes a 30% do valor total.

A transferência de Lucas passa a ser a maior da história do futebol brasileiro. Até então, a marca pertencia ao meia Oscar, que no início das Olimpíadas foi negociado pelo Internacional com o Chelsea por 25 milhões de libras (cerca de R$ 79 milhões).

O negócio já havia sido fechado no último domingo, faltava apenas colocar tudo no papel. Na semana passada, o empresário do atleta, Wagner Ribeiro, esteve em Paris, onde além de assistir ao amistoso entre PSG e Barcelona, se reuniu com o diretor esportivo da equipe francesa, o ex-jogador Leonardo. Depois, o dirigente conversou por telefone com o jogador e com o presidente do Tricolor, Juvenal Juvêncio. Wagner, na sequência, deixou Paris e foi para Manchester (ING), onde conversou com Lucas por telefone. Na última terça-feira, ele viu a vitória da Seleção olímpica por 3 a 0 sobre a Coreia do Sul.

Tempo para se despedir do São Paulo

Lucas com a credencial olimpica (Foto: Divulgação)Lucas com a credencial olimpica (Foto: Divulgação)

Lucas, que também era pretendido pelo Manchester United, da Inglaterra, foi contratado por desejo do xeque Nasser Al-Khelaifi, novo dono do clube francês. O jogador não gostou da cidade inglesa e também pesou bastante o fato de os ingleses pretenderem a apresentação imediata do jogador. No PSG, como a cota de atletas não comunitários da equipe francesa está completa, Lucas ganhou um tempo extra para se despedir do clube que alavancou a sua carreira. Ele chegou ao Tricolor em 2005, após ter sido revelado pelo rival Corinthians. Depois de morar quatro anos no CT de Cotia, se destacou na Copa São Paulo de juniores de 2010 e foi promovido ao time de cima.

Após a vitória sobre a Coreia, Lucas, que não quis confirmar oficialmente a negociação, disse o quanto seria importante seguir no Tricolor até o final da temporada.

– Sem dúvida seria melhor porque posso ajudar o São Paulo mais um pouco. Sempre falei que quero deixar um título antes de sair, de deixar uma vaga na Libertadores. Se concretizar em janeiro, vou poder fazer isso para o São Paulo – ressaltou.

ICFUT – Sem jogos oficiais, Brasil cai para 13º no ranking da Fifa e Espanha segue líder

Fonte: uol

As vitórias nas Olimpíadas não são computadas no ranking da Fifa; Brasil é o 13º

As vitórias nas Olimpíadas não são computadas no ranking da Fifa; Brasil é o 13º

Apesar de não ter disputado jogos oficiais no último mês, a seleção brasileira caiu mais dois lugares no ranking da Fifa. Depois de figurar fora do top 10 pela primeira vez na última contagem, o Brasil conseguiu piorar e agora amarga a 13ª colocação, pior colocação na história. Cróacia, Dinamarca, Rússia e Grécia, seleções que disputaram a Eurocopa no último mês, estão a frente da seleção de Mano Menezes.

OS 20 PRIMEIROS DA LISTA
1 – Espanha – 1605 11 – Rússia – 1016
2 – Alemanha – 1474 12 – Grécia – 1003
3 – Inglaterra – 1294 13 – Brasil – 991
4 – Uruguai – 1236 14 – França – 980
5 – Portugal – 1213 15 – Chile – 953
6 – Itália – 1192 16 – C. do Marfim – 939
7 – Argentina – 1098 17 – Suécia – 909
8 – Holanda – 1053 18 – México – 862
9 – Croácia – 1050 19 – Rep. Tcheca – 854
10 – Dinamarca – 1017 20 – Equador – 836

Na ponta, a bicampeã do torneio europeu, a Espanha, segue na liderança com tranquilidade.

A Fúria agora tem 1.605 pontos, 131 à frente da Alemanha e com 311 de vantagem sobre a Inglaterra. Completam as cinco primeiras posições Uruguai (1.236 pontos) e Portugal (1.213).

Vale lembrar que os Jogos Olimpícos não computam pontos para a organização, uma vez que é disputado por jogadores com até 23 anos de idade. Assim, a próxima partida da seleção que contará pontos para o ranking será o amistoso contra a Suécia no próximo dia 15.

O jogo será disputado em Solna e marcará a despedida do Estádio Rasunda, palco do primeiro título mundial da seleção em 1958.

ICFUT – Felipão completa 400 jogos com média de uma final a cada 33 partidas disputadas

Fonte: uol

felipao-ja-improvisa-ordens-mesmo-no-campo-de-society-sob-a-observacao-de-frizzo-1344289805819_615x300

Felipão conhece as instalações da Arena, lugar que ele pode nem comandar o time

Luiz Felipe Scolari chega a uma marca de impressionar nos dias de hoje no comando do Palmeiras. Diante do Botafogo, o treinador completa 400 jogos no comando do mesmo time, fato raro no país e no próprio clube. Ele só perde para Osvaldo Brandão, que tem 580 partidas à frente da equipe Alviverde. Mais impressionante ainda é a sua média de finais: a cada 33 jogos disputados, ele consegue uma final.

No total, em 400 jogos, ele disputou 12 finais, com sete conquistas. Sempre marcado pelo estilo copeiro e de estimular seus atletas, Felipão acaba ganhando destaque muitas vezes pela polêmica nos dias que antecedem essas decisões. É o caso, por exemplo, de 1999, quando um microfone mais perto do que o comum captou o treinador pedindo "raiva da p… do Corinthians", às vésperas de decisões de Libertadores e Campeonato Paulista diante do principal arquirrival.

Ao mesmo tempo em que ganha manchetes pelo lado polêmico, o gaúcho de 63 anos também ganha adeptos palmeirenses, que veem nele um exemplo de profissional, que ama o time e coloca esse amor acima de tudo.

Felipão, aliás, está longe de ser o técnico que se contenta em ser um funcionário do clube, que ouve ordens e abaixa a orelha. Por causa disso, se envolve mais do que o esperado por diretores na estrutura do time e briga com seus superiores, sem medo das consequências, justamente por ter o apoio da massa.

No total, em sete anos à frente do time do Palestra Itália, Scolari tem 190 vitórias, 110 empates e 99 derrotas. O Palmeiras é o segundo lugar em que ele mais tempo ficou, só atrás da seleção de Portugal. Mesmo com números que impressionam e carinho do palmeirense, ele diz que não sabe se fica em 2013. Tudo pelo sonho de estar à frente de uma seleção na Copa de 2014.

Os números de Felipão ano a ano:

2012 – 42 jogos, 20 vitórias, 10 empates, 12 derrotas

2011 – 65 jogos, 29 vitórias, 24 empates, 12 derrotas

2010 – 38 jogos, 14 vitórias, 12 empates, 12 derrotas

2000 – 46 jogos, 23 vitórias, 12 empates, 11 derrotas

1999 – 87 jogos, 41 vitórias, 21 empates, 25 derrotas

1998 – 78 jogos, 44 vitórias, 15 empates, 19 derrotas

1997 – 43 jogos, 19 vitórias, 16 empates, 8 derrotas

ICFUT–Torcedores ofendem Tirone e pedem retorno do Verdão ao Pacaembu

Fonte: globo

Palmeirenses que foram ao lançamento do livro de Marcos, nesta terça-feira, fizeram protestos contra o presidente e a direção do clube

Torcida do Palmeiras no lançamento do livro do Marcos (Foto: Diogo Venturelli / Globoesporte.com)Palmeirenses em evento do ex-goleiro Marcos
(Foto: Diogo Venturelli / Globoesporte.com)

A torcida do Palmeiras demonstrou mais uma vez seu descontentamento com a atual diretoria do clube. No lançamento do livro ‘Nunca fui Santo’, autobiografia do ex-goleiro Marcos, nesta terça-feira, os alviverdes ofenderam o presidente Arnaldo Tirone e o vice Roberto Frizzo, que compareceram ao evento, pedindo o retorno do time para o Pacaembu.

Boa parte das aproximadamente duas mil pessoas que foram prestigiar o evento, em uma livraria na Zona Oeste de São Paulo, ofenderam bastante o mandatário e a cúpula alviverde, demonstrando principalmente a insatisfação com o fato de o Verdão mandar seus jogos na Arena Barueri, estádio considerado de difícil acesso devido e distante da capital.

O clube vem utilizando o estádio da Grande São Paulo como casa desde o início deste ano. Após os insucessos no Pacaembu na temporada passada, o Palmeiras “adotou” a Arena. Lá jogando como mandante, o Verdão conquistou a Copa do Brasil deste ano de maneira invicta.

Na última segunda-feira, Arnaldo Tirone garantiu que o clube vai continuar mandando seus jogos em Barueri. Segundo o dirigente, que descartou retornar ao Pacaembu, o acesso ao local é fácil e o estádio rende mais dinheiro aos cofres do Verdão.

ICFUT – Que venha o México! Brasil goleia a Coreia do Sul e volta a disputar uma final olímpica

Fonte: lancenet

Leandro Damião faz dois gols, assume artilharia da Olimpíada e Seleção brigará pela inédita medalha de ouro depois de 24 anos

Brasil X Coreia  - Gol de Leandro Damiao - (Foto: Andrew Yates/AFP)Leandro Damião assumiu a artilharia da Olimpíada de Londres (Foto: Andrew Yates/AFP)

O Brasil demorou a engrenar nesta terça-feira no Old Trafford, em Manchester, e contou um pouco com a sorte, mas mostrou superioridade contra a Coreia do Sul e, principalmente, poder de decisão. Acabou por fazer 3 a 0 na equipe oriental, e voltou à final olímpica no futebol masculino depois de 24 anos. Rômulo e Leandro Damião (duas vezes) marcaram os gols da Seleção que fez três gols em todas as partidas até agora.

A final será disputada em Wembley no próximo sábado contra o México, às 11h (de Brasília), que eliminou o Japão também nesta terça. As duas seleções asiáticas disputam a medalha de bronze na sexta-feira no Millenium Stadium, em Cardiff, no País de Gales, às 15h45 (de Brasília).

O JOGO

No início, Neymar buscava muito jogo, principalmente do meio para a esquerda, mas sem ser tão aberto como costuma. Muito por causa do reforço de Alex Sandro por este lado, surpresa de Mano Menezes na escalação. Ele tirou Hulk, que cai pela direita, e adiantou um pouco o volante Rômulo pelo lado do atacante barrado, deixando Sandro mais plantado na frente da zaga.

Mas a Seleção demorou a achar seu jogo e as primeiras boas chances foram da Coreia. Ainda no início, bola na área do Brasil e uma verdadeira bagunça. Nam driblou como quis, e no rebote o goleiro Gabriel não saiu bem. No cruzamento, a defesa conseguiu tirar no sufoco.

Logo depois, mais perigo. Cruzamento de Ji, Gabriel volta a sair mal, Kim cabeceou de volta para a área, o atacante que botou lá dentro foi na jogada outra vez, e Thiago Silva tirou de qualquer forma. Dois minutos depois, novo chute do mesmo jogador, que foi perto.

Em seguida, nova besteira do goleiro. Deu a bola no pé de Ji, mas Thiago Silva foi um gigante e desarmou. O Brasil não conseguia trocar passes e estava recuado. Os poucos lances de perigo vinham de erros das sul-coreanas ou jogadas individuais, como nas duas vezes em que Leandro Damião teve oportunidades, que não conseguiu concluir.

Mas pelo menos serviram para acordar o Brasil. A primeira chance veio com Sandro, que experimentou de longe, e quase que Damião aproveitou o rebote. A Seleção diminuiu o ímpeto dos rivais e começou a tocar a bola. Quando surgiu uma grande chance, saiu o gol. Jogada em velocidade, Oscar, quase da entrada da área, viu Rômulo entrar ao seu lado, e o volante recebeu para chutar no cantinho e abrir o placar já na reta final da etapa.

                     Oscar, Neymar e Rômulo comemoram gol brasileiro (Foto: Paul Ellis/AFP)

SEGUNDO TEMPO

Na volta do intervalo, a Coreia do Sul voltou atacando e forçando os erros brasileiros. Juan tirou de forma atabalhoada no início, e pouco depois, Bokyung Kim caiu na área após dividida com Sandro, mas o árbitro mandou seguir. E a Seleção voltava a não conseguir tocar a bola. E assim como na etapa inicial, foi só conseguir fazer alguma jogada, que os gols apareceram.

Neymar e Marcelo invadiram a área em conjunto, o atacante foi à linha de fundo, tocou para trás, passou por Younggwon Kim, o lateral furou, e sobrou para Damião, que chutou com firmeza para aumentar o placar e dar segurança. E se o atacante do Internacional teve sorte neste lance, voltou a ter sete minutos depois.

Oscar recebeu de Neymar, que fez jogada na área, e tocou para dentro da área. A bola desviou e sobrou para Damião, que deu um bico providencial para fazer o terceiro gol do Brasil, e ultrapassar o senegalês Konaté na artilharia do torneio olímpico.

Daí para o fim, a Coreia do Sul entregou os pontos, e mais nada conseguiu fazer. O Brasil apenas cozinhou o jogo, e os jogadores já estavam se poupando para a decisão de sábado, que vai garantir uma medalha de ouro inédita, seja para quem for.

FICHA TÉCNICA
COREIA DO SUL 0 X 3 BRASIL

Local: Old Trafford, Manchester (ING)
Data-hora: 07/08/2012, às 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Pavel Kralovec (RTC)
Gols: Rômulo (37’/1ºT), Leandro Damião (11’/2ºT), Leandro Damião (18’/2ºT)
Cartões amarelos: JI (CDS)
Cartões vermelhos: Nenhum

COREIA DO SUL: Lee, Oh, Yun, Y. Kim e Hwang; Ki, B. Kim, Ji (Baek, 31’/2ºT), Nam e Koo (Jung, 13’/2ºT); H. Kim (C. Park, 25’/2ºT). Técnico: Myung Bo Hong

BRASIL: Gabriel, Rafael, Thiago Silva, Juan (Bruno Uvini, 37’/2ºT) e Marcelo (Hulk, 30’/2ºT); Sandro, Rômulo, Alex Sandro e Oscar; Neymar e Leandro Damião (Alexandre Pato, 32’/2ºT). Técnico: Mano Menezes

Por Cezar Alvarenga – Esposa de Breno conta a atual situação do jogador na Alemanha.

Fonte: Terra Esportes

Renata Borges, mulher do brasileiro Breno, descreveu a situação do marido em entrevista ao jornal Bild. O jogador, já sem contrato com o Bayern de Munique, está recolhido à penitenciária Stadelheim na cidade alemã. Breno precisa cumprir três anos e nove meses de prisão depois de ter incendiado a própria casa.

“Meu marido está muito mal, muito mal. Ele está tão desesperado. Eu também estou desesperada”, relatou Renata. A mulher, 30 anos, tem direito a duas visitas a Breno a cada mês, segundo disse o Bild. São 30 minutos para manter contato com o jogador.

Bastante breve, Renata descreveu ainda que Breno faz trabalhos voluntários, terapia e, por afinidade entre idiomas, divide a cela com um espanhol. A defesa do jogador trabalha no sentido para que ele possa voltar ao Brasil e cumprir a pena em liberdade.

Em julgamento encerrado no último dia 11 de julho, Breno foi considerado culpado pelo incêndio em sua própria casa, em setembro de 2011. Logo depois da sentença, Breno seguiu para a prisão Stadelheim. O promotor do caso, Nicholas Lanz, chegou a pedir a prisão do jogador por cinco anos e meio, mas a juíza Rozi Datzmann optou por uma pena de três anos e nove meses.

Por Cezar Alvarenga – Argentino Martínez treina e pode jogar contra o Atlético-GO

Fonte: Terra Esportes

O argentino Juan Manuel Martínez, apresentado pelo Corinthians há duas semanas e meia, foi pela primeira vez relacionado para um jogo da equipe no Campeonato Brasileiro. O meia-atacante contratado do Vélez Sarsfield começa a partida desta quarta-feira, contra o Atlético-GO, no banco de reservas do Pacaembu.

Liberado pela preparação física para atuar por 45 minutos, o meia-atacante pode ter oportunidade de estrear na etapa final. Segundo o técnico Tite, trata-se de uma opção preferencialmente pela ponta esquerda do campo.

“Ele jogou três anos no esquema tático 4-2-3-1, pelo lado esquerdo, mas joga também pela direita e pelo centro. Recentemente, como o Vélez vinha tomando muitos gols e perdendo, passou a atuar em um esquema com duas linhas de quatro, girando em volta do último atacante”, explicou.

Em 20 de julho, dia de sua apresentação oficial no novo clube, o camisa 7 se colocou mesmo à disposição para atuar em qualquer faixa do gramado. Além disso, demonstrou conhecimento sobre o esquema do Corinthians, no qual todos são obrigados a ajudar na marcação.

“Jogo tanto pela esquerda quanto pela direita, não tem problema. O time está muito bem armado, é compacto. Todos atacam, todos defendem. É um time muito humilde. Para ser campeão, é preciso ter humildade, trabalhar em grupo. Não vai ser um problema me adaptar”, comentou, na ocasião.

Se ainda não se destaca o suficiente, até por conta da condição física, Martínez já se mostra bem integrado ao elenco. Na tarde desta terça-feira, brincou bastante com os companheiros de grupo, em especial o goleiro reserva Danilo Fernandes, durante treino de finalizações.

O Corinthians encara o Atlético-GO às 20h30 (de Brasília) desta quarta-feira, em jogo da 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Enquanto o time paulista ocupa a décima posição, com 17 pontos ganhos, o adversário é o vice-lanterna da competição nacional.