ICFUT – Sawa vence duelo com Marta e Brasil cai para o Japão nas quartas

Fonte: lancenet

Pela primeira vez a Seleção não chega nas semifinais do futebol feminino

BRA X JPN - (Foto: Glyn Kirk/AFP)Renata teve boa chance no primeiro tempo (Foto: Glyn Kirk/AFP)

Ainda não vai ser desta vez que o futebol feminino vai levar a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos. Na verdade, foi a pior campanha das meninas nesta competição, que tem a modalidade desde 1996. A derrota contra o Japão por 2 a 0 na tarde desta sexta-feira em Cardiff, no País de Gales, tirou a chance da Seleção levar outra medalha, e as nipônicas vão às semifinais para enfrentar a França.

O Brasil não jogou mal. Houve um domínio por praticamente 90 minutos da partida. Mas poucas chances tiveram alguma finalização, principalmente por causa da insistência no jogo aéreo. Mas a baixa estatura atrapalhava. E do outro não havia uma equipe qualquer, o Japão venceu o Mundial no ano passado, e tem no meio-campo a atual Melhor Jogadora do Mundo: Sawa. Ela acabou sendo bem mais efetiva do que Marta, que não brilhou nos Jogos Olímpicos. E o jogo deixou claro que a derrota contra o Reino Unido seria fatal.

O JOGO

O primeiro tempo teve um domínio do Brasil. O problema é que o gol não saiu, e nos poucos momentos de brilho do Japão, elas foram mais perigosas. Como no primeiro lance do jogo. Ohnu matou a bola no peito e acertou um bonito chute, obrigando Andreia a trabalhar logo.

Depois desse lance, o Brasil começou a dominar o meio-campo. O Japão esperava a bola para transições velozes, mas desta vez, ao contrário do jogo contra o Reino Unido, a marcação no meio funcionava, e, pelo menos por enquanto, conseguia controlar o jogo.

Renata Costa estava mais avançada, Thaisinha flutuava na frente pelos dois lados, e Marta organizava as jogadas em conjunto com Formiga. Quando a bola chegava na frente, Cristiane levava perigo, mas a primeira grande chance foi de Renata, aos 16: cruzamento de Rosana, a zaga não cortou, e sobrou para a brasileira, que da marca do pênalti chutou por cima.

As poucas vezes em que o Japão chegava eram através de Sawa, a "Xavi de saias". Após lindo passe, Kinga teve boa chance, mas foi desarmada. Na jogada seguinte, lindo chute de Formiga, e defesa melhor ainda de Fukumoto.

O lance parece ter acordado as japonesas, que enfim conseguiram manter a bola. Na sequência foram duas chances, uma com Ohno e outra com Miyama. Na terceira, as nipônicas não perdoaram. Ogimi recebeu bom passe, a defesa vacilou, e a atacante sai na cara de Andreia, que também não fechou muito bem, e o chute veio bem colocado para abrir o placar.

Ogimi corre para comemorar com Sawa (Foto: Glyn Kirk/AFP)

SEGUNDO TEMPO

No início da etapa final, o Brasil demonstrava nervosismo. Nos primeiros 10 minutos, Marta levou um cartão amarelo, e logo depois deixou o pé em uma adversária, mas que não teve maldade. De qualquer forma, estava mais difícil sair para o ataque, o Japão valorizava a posse e marcava muito bem, jogava com inteligência. A melhor chance tinha sido em cobrança de falta da Rainha, que passou perto do gol de Fukumoto.

Pouco depois, o Brasil melhorou, algumas boas chances. Uma finalização de Cristiane passou muito perto. E a empolgação veio. Rosana e Marta cresceram bastante e o jogo tornou-se uma pressão, assim como no primeiro tempo Mas muitos cruzamentos altos na área eram desperdiçados. E do mesmo jeito que estava a etapa inicial, depois do domínio brasileiro, veio o gol japonês. E com estilo.

Ohno recebeu lindo lançamento, limpou a zaga brasileira, e finalizou de canhota, sem qualquer chance para Andreia. Depois disso, a Seleção perdeu qualquer ânimo para reação. Até teve algumas chances, mas a eliminação acabou vindo mais cedo do que o esperado, e a esperança do ouro no futebol ficou para os homens.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 0X2 JAPÃO

Local: Millenium Stadium, Cardiff (GAL)
Data-Hora:
03/08/2012, às 13h (de Brasília)
Árbitra: Kirsi Heikkinen (FIN)
Gols:
Ogimi (26’/1ºT), Ohno (28’/2ºT)
Cartões amarelos:
Marta (BRA), Sakaguchi (JAP), Bruna (BRA)
Cartões vermelhos:

BRASIL: Andreia, Fabiana, Bruna, Erika, Renata Costa (Grazielle, 39’/2ºT) e Rosana (Ester, 34’/2ºT); Francielle, Thaisinha e Formiga; Cristiane e Marta. Técnico: Jorge Barcellos

JAPÃO: Fukumoto, Kinga, Iwashimizu, Kumagai e Sameshima; Xakaguchi, Miyama, Kawasumi e Sawa; Ohno (Ando, 34’/2ºT) e Ogimi (Takase, 43’/2º). Técnico: Norio Sasaki

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s