Por Cleber Aguiar – Atlético-MG bate o Santos e reassume a liderança do Brasileiro

Fonte: Folha Online

THIAGO BRAGA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

O Atlético-MG imprimiu um futebol rápido, envolvente e agressivo e não deu chances para o Santos. Assim, venceu sua sétima partida seguida no torneio, desta vez por 2 a 0, e reassumiu a liderança isolada do Campeonato Brasileiro, com 31 pontos, dois a mais que o Vasco.

De quebra, o time mineiro empurrou o Santos para a zona de degola. Os paulistas estão em 18º, com apenas dez pontos ganhos em 12 jogos.

Na próxima rodada, o Atlético-MG vai até o Rio encarar o Fluminense, enquanto o Santos recebe a Ponte Preta.

O Santos tinha desfalques. Além do trio que serve a seleção brasileira nos Jogos de Londres (Neymar, Ganso e o cortado Rafael), Muricy Ramalho não podia contar com Edu Dracena, que lesionou o joelho, e Durval, suspenso. Assim, David Braz formou a zaga com Bruno Rodrigo. No ataque, Bill fazia sua estreia e tinha ao seu lado João Pedro.

  Divulgação/Atlético-MG  
Jogadores do Atlético-MG comemoram gol, enquanto o goleiro Aranha lamenta
Jogadores do Atlético-MG comemoram gol, enquanto o goleiro santista Aranha lamenta

PRESSÃO

O Atlético-MG entrou em campo disposto a recuperar a liderança perdida para o Vasco na noite de quarta-feira. Um empate já o deixava na primeira colocação, mas o time não se contentava com a igualdade.

Pressionava os visitantes o tempo inteiro e de várias formas. Com jogadas em velocidade, explorando as bolas aéreas e o centroavante Jô, até em cobranças de lateral, ou em chutes de fora da área.

Ronaldinho, muito marcado por Adriano, tinha alguns lampejos em campo. O Santos, ofensivamente, é muito dependente de Neymar, que marcou 35% dos gols da equipe na temporada. Assim, o time pouco produziu. A melhor chance foi depois de um escanteio que a zaga mineira se atrapalhou e Bruno Rodrigo mandou no travessão.

Os donos da casa tiveram um gol mal anulado de Jô antes de anotar seu tento. Danilinho aproveitou cruzamento de Marcos Rocha e mandou sem chances para Aranha, no minuto final do primeiro tempo.

 

Os donos da casa voltaram para a etapa final mantendo o mesmo ímpeto. Atacavam sem parar. Com menos de 10min, duas grandes chances para ampliar, mas Danilinho e Bernard mandaram para fora. Bernard chegou a marcar, mas o time teve outro gol mal anulado por impedimento.

Muricy então sacou João Pedro e mandou a campo o jovem Victor Andrade, 16. Mas nada segurava o time mineiro. O segundo gol era questão de tempo, tamanha era a volúpia ofensiva dos anfitriões.

Aos 19min, Marcos Rocha roubou a bola de Léo e cruzou na cabeça de Léo Silva. Aranha defendeu a cabeçada do beque, mas soltou nos pés de Réver, que só empurrou para as redes e ampliou o marcador.

Depois disso, alguns lances de perigo, mas os anfitriões trataram de administrar a vantagem que lhes garantiu a volta ao topo da tabela.

Após entrar na zona, elenco santista cobra reação imediata

THIAGO BRAGA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Desde que Neymar deixou o Santos para defender a seleção brasileira nos Jogos de Londres, o clube ainda não conseguiu se acertar em campo. Não venceu nenhum dos quatro jogos e, pior, não balançou as redes adversárias nenhuma vez.

Nesta quinta-feira, a equipe de Muricy Ramalho perdeu seu segundo jogo seguido, 2 a 0 para o Atlético-MG e ainda entrou na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O sinal de alerta foi ligado na Baixada Santista.

“Os desfalques fazem falta, claro, mas o grupo tem que saber como lidar com isso. Eles são jogadores de qualidade, dos quais sentimos muita falta. Mas tem que ter personalidade”, disparou o volante Henrique.

“É difícil a zona de rebaixamento. O time não se encontra. Temos força para recuperar e vamos buscar diante da Portuguesa os três pontos”, completou o camisa 7, cometendo um ato falho, já que a próxima partida, domingo, às 18h30, na Vila Belmiro, é contra a Ponte Preta.

Arouca seguiu a mesma linha para justificar mais um tropeço do alvinegro praiano. “A equipe lutou, principalmente no primeiro tempo, precisamos melhorar e voltar a vencer. Não tem muito o que falar, é continuar a trabalhar”, resumiu.

  Divulgação/Atlético-MG  
Atleticano Jô é marcado pela defesa do Santos
Atleticano Jô é marcado pela defesa do Santos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s