ICFUT–Libertadores do Corinthians em 102 versos

Por JEDMAR

 

LIBERTADORES – A ÚNICA TAÇA QUE NOS FALTAVA…

Eu penso que, para acabar, de uma vez, com esta especulação idiota de alguns membros da mídia nanica e, principalmente, para calar, definitivamente, a boca de alguns derrotistas de plantão e de alguns “papagaios de pirata”, chegou a hora de sabermos um pouquinho mais sobre esta tão comentada modalidade de disputa…

Todos (sem exceção), ao falarem de “Libertadores” citam, logo, o Timão como referência, mas não o fazem de forma sadia mas, sim, de forma jocosa e a primeira, das coisas idiotas que alardeiam é que “temos 102 anos e nunca a ganhamos”…

Estes mesmos idiotas que assim se manifestam são, também, os que divulgam que ficamos 24 anos sem ser Campeão Paulista quando na verdade, a contagem exata desta “série” remonta a 22 anos, 7 meses e 6 dias.

Outra idiotice, sem tamanho, que alardeiam à larga, é que nosso Time ficou 11 anos sem ganhar do time das praias quando, na verdade,(e a bem da verdade), o fato deve-se apenas às disputas pelo Campeonato Paulista, haja vista que, neste período de 11 anos nosso Time os bateu por 4 vezes em modalidades diferentes de disputa…

Uma das mais recentes idiotices, refere-se ao fato de afirmarem que um certo goleiro, que adora usar camisas cor de rosa, marcou seu 100º gol em cima do nosso Time quando, na verdade, segundo a FIFA (entidade máxima do futebol mundial) ele marcou, naquela data de 27/03/2011, seu 98º gol e que o 100º foi marcado em 27/07/2011, ou seja 120 dias depois, num jogo envolvendo o Esporte Clube Bahia e o time das meninas poderosas do Morumbi, cujo placar foi 1×0 para eles e, só assim, ele atingiu seu 100º gol…

Estas, e outras idiotices, que vemos, todos os dias, em tabloides sensacionalistas, dão, ao torcedor de radinho a pilha, o direito de achar que podem zoar uma torcida que, configuradamente, já passa de 30 milhões de agregados!

Tudo isso, (eu não canso de falar), tem uma razão e, esta razão, chama-se FIEL TORCIDA pois todos os demais torcedores, de todos os outros times, (sem exceção), têm inveja da nossa dedicação, da nossa participação, da nossa lealdade e da nossa união…

Voltando, todavia, à “Libertadores”, a minha pergunta é como que se pode esperar por 102 anos para conquistar um troféu cuja existência é de pouco mais de 50 anos?…

Nota-se, assim, de forma taxativa e definitiva, o quanto a nossa maioria, absoluta, incomoda, desde estes “papagaios de pirata”, até alguns “idiotas maiores” da mídia esportiva uma vez que, sabem, quanto mais se falar do Timão, mais vendem jornais. Por isso falam, não importando o que falem!

Mas, desabafos a parte, saibamos, aqui, um pouquinho mais sobre esta modalidade de disputas, que iniciou-se, oficialmente, em 1960.

…A Copa Libertadores da América ou Taça Libertadores da América, cujo nome oficial atual é Copa Santander Libertadores por motivos de patrocínio , é a principal competição de futebol entre clubes profissionais da América do Sul, organizada pela Confederação Sul Americana de Futebol – (CONMEBOL).

Desde 1998, quando começou a ser patrocinada pela montadora japonesa TOYOTA aceita também a participação de clubes do México. A partir de 2008, o patrocinador oficial da competição passou a ser o espanhol Grupo Santander.

O nome do torneio é uma homenagem aos principais líderes da independência das nações da América do Sul: José Artigas, Simon Bolivar, José San Martin, José Bonifácio de Andrada e Silva, Dom Pedro I, do Brasil, Antonio José Sucre e Bernardo O´Hinggis. É uma das competições entre clubes mais prestigiosos no esporte juntamente com a Liga dos Campeões da Europa.

A forma de classificação para a competição é geralmente baseada nos resultados dos campeonatos nacionais dos países do continente, assim como a Liga dos Campeões da UEFA, na Europa. Mas há confederações que se utilizam de torneios próprios, independentes dos campeonatos nacionais propriamente ditos, para definir pelo menos algumas vagas como a Copa do Brasil, no Brasil desde 1989, a Liguilla Pré-Libertadores, no Uruguai , 1974 /2009, e a Inter-Liga, no México, 2004 / 2010.

Em seus primeiros anos, apenas os campeões nacionais das principais nações participavam, mas os vice-campeões foram permitidos na década de 1970. A competição acabou aumentada para 21, 32, 36 e agora conta com 38 clubes.

A partir de 2010 o campeão da Copa Sul Americana passou a ter uma vaga na Libertadores do ano seguinte, ocupando uma das vagas previamente estabelecidas para cada confederação (5 para Brasil e Argentina e 3 para as demais confederações).

Outra verdade a ser, taxativamente, explorada é que o nosso Time foi o único, entre todos os ganhadores da Libertadores que a conquistou de forma invicta.

Dirá, aqui, um torcedor do time das praias que o seu time também o fez e, isso não é omitido exceto que, por ter sido campeão da primeira edição, eles ganharam o direito de, na segunda edição, entrarem na fase final, disputando, assim, apenas 3 jogos… Queriam, ainda, perder algum?

Por outro lado, as disputas, naquelas primeiras edições, eram compostas de apenas 9 a 10 times e quem, acaso a conquistasse, efetuaria 3 a 4 partidas. Nosso Time conquistou a Libertadores em sua edição composta de 32 times e a quantidade de partidas efetuadas foram 14!

Eis, assim, de forma sucinta e bem explicada, o que vem a ser a tão “badalada” Copa Libertadores da América e vejamos, agora, como foi a participação do nosso Idolatrado Clube na edição de 2012, que começou com a partida Timão x Deportivo Táchira, da Venezuela em 15/02/2012 e terminou em 04/07/2012, com Timão x Boca Juniors, da Argentina.

Bola de futebol

TIMÃO – 1X1 – DEPORTIVO TÁCHIRA

LOCAL – Estádio San Cristóbal/Venezuela

Data – 15/02/2012;

1.

Como era um jogo de estreia,

Nosso elenco estava “cabreiro”;

(Tinha o apoio dos Mosqueteiros,

Mas não lhe era bom o clima)…

Tinha que jogar para vencer

E fazer nossa Torcida esquecer,

Um “pesadelo” chamado TOLIMA!

2.

Não era, porém, o que se via,

Como o desenrolar da partida;

(Nossa equipe parecia perdida,

E tomou um gol “intomável”)…

Nosso Time não era tão ruim

Mas o jogo inteiro foi assim,

Era, até, meio inexplicável!

3.

Até que, no derradeiro minuto,

Nosso Time, enfim, empatou;

(Foi o RALF quem cabeceou,

Danado fim ao nosso sufoco)…

Foi uma estreia angustiante,

Mas nosso torcedor, confiante,

Torcia (e sofria) feito louco!

4.

Durante, porém, todo o jogo,

(Até o nosso Time empatar)

Nossa gente teve que aturar,

Os “anti”, torcendo e zoando…

Felizmente, nosso Time empatou,

A força do “sarrinho” amainou,

Mas continuaram nos secando!

5.

E nosso Time voltou para casa,

Sem a derrota no seu costado;

E o fato de haver empatado,

Deixou-nos até meio contentes…

Teria, porém, que se reciclar

E, no próximo jogo, ganhar,

Para não sofrermos novamente!

6.

De toda forma, no Pacaembu,

A coisa tende a melhorar;

E nossa gente pode aguardar,

Que ocorra uma bela jornada)…

Podemos, até, nem golear,

Mas o nosso Time deve ganhar,

Pra manter a equipe centrada!

7.

O nosso Time vai enfrentar,

Um “fraco” time Paraguaio;

(E se lhes enfiar um “balaio”,

Ficaríamos de alma lavada…

Mas não se vive um único dia

E a nossa Torcida queria,

Uma melhora continuada!!!

Bola de futebol

TIMÃO – 2X0 – NACIONAL DO PARAGUAI

Local – Pacaembu/SP

Data – 07/03/2012;

8.

Superado, enfim, o enorme susto,

(Contra um time da VENEZUELA)

O Timão, eliminando as sequelas,

Pegou um time menos tinhoso…

A estreia só foi emocionante,

Com o gol no último instante,

Mas foi um futebol enganoso!

9.

Enfrentamos, agora, o NACIONAL,

(Atuando ante nossa Torcida);

E nossa equipe, mais aguerrida,

Obteve um excelente resultado…

Foi 2×0 (mas cabia mais)

E nossa Torcida ficou em paz,

Pois o nosso Time está centrado!

10.

Ganhou o jogo sem passar sustos,

(Fazendo aumentar nossa esperança);

E vai, aos poucos, sem lambança,

Evoluindo nesta competição…

Marcou 2 e nada tomou

E a nossa defesa comprovou,

Que é muito forte na marcação!

11.

A não ser aquele gol “idiota”,

(Que tomou no jogo inicial),

Temos uma zaga fenomenal,

Difícil demais de ser vencida…

Todos os zagueiros do Timão,

Jogam com raça e empolgação

E dão segurança à Torcida!

12.

Os ingressos para o 3º jogo,

Já estão todos esgotados;

É nosso Torcedor, empolgado,

Confiante na raça do Timão…

Os “anti” podem até secar

Mas, se tudo, assim, continuar,

Ele tem tudo pra ser campeão!

13.

Parece que daquele negro trauma,

(Um epsódio chamado TOLIMA)

O Timão deu a volta por cima

Já é um epsódio superado)…

Mas a mídia gosta de agitar

Vive mencionando, sem parar,

Deixando nosso povo ouriçado!

14.

Mas sabemos ser sempre assim

(Estamos mais que vacinados)

Somos adultos e emancipados

E isso já não anos assusta…

Nosso Time é forte e mordedor,

Valente, dedicado e rompedor

E nunca joga de saias-justas!

Bola de futebol

TIMÃO – 0X0 – CRUZ AZUL/MÉXICO

Local – Cidade Azul/México

Data – 14/03/2012;

15.

Nos 2 jogos que já efetuou,

Temos 4 pontos conquistados;

Nosso Time já está preparado,

Para as firulas da competição…

Tem uma defesa bem definida

E no meio-campo, nossa Torcida,

Bota muita fé e admiração!

16.

Neste jogo, contra o CRUZ AZUL,

Tem que jogar com muita atenção;

(Evitar, qualquer susto ao Povão)

E tentar marcar seu golzinho…

Se, todavia, isso não ocorrer,

Ao jogar “aqui”, deve vencer,

Pra liderar a chave, sozinho!

17.

Não deu, de fato, pra ganhar,

Mas, repito, isso é normal;

(A nossa equipe não jogou mal)

Apenas não conseguiu vencer…

Obteve um empate valoroso,

Continua valente e brioso

E voltou pra casa sem perder!

18.

A cada dia mais se comprova,

O “peso” desta competição

(Que aliado à enorme falação,

Põe nossa Torcida na esparrela)…

O susto, porém, que passamos,

Foi o dia em que empatamos,

Contra o time da Venezuela!

19.

Naquele dia, a nossa esperança,

Quase que vai “para o espaço”;

“Eles” fariam até panelaços

Se tivessem, acaso, ganhado…

Mas o gol do RALF, no finzinho,

Deixou-os falando sozinhos

E deixou o Povão aliviado!

20.

Deixemos que os derrotistas,

Curtam a sua enorme frustração;

(Todos torcem contra o Timão,

Por temer-lhe o crescimento)…

Quanto mais porém, secam a gente,

Mas nos tornamos competentes

Crescendo mais a cada momento!

Bola de futebol

TIMÃO – 1X0 – CRUZ AZUL/MEXICO

Local – Pacaembu/SP

Data – 21/03/2012;

21.

Superadas todas as expectativas

(Esquecidos os sustos que passou)

O nosso Time se preparou,

Para ocupar novos espaços…

Tudo dizia que, nesta partida,

As coisas seriam menos sofridas

E que ganharia sem percalços!

22.

Foi, de fato, o que ocorreu,

O Timão driblou a ansiedade;

Jogou um futebol de qualidades

E ganhou o jogo por 1×0

Tinha dado a volta por cima

E o “epsódio”, de nome Tolima,

Virou ativos de cemitérios!

23.

Daqui pra frente, sem titubeios,

A meta é continuar centrado;

(Lutando por cada resultado,

Vencendo todas, sem exceção)…

Tem uma torcida exigente,

Mas tem um treinador inteligente,

E muitos recursos à disposição!

24.

A sua torcida já comprovou,

Quanto lhe é solidária;

E as equipes adversárias,

Tem, mesmo, que se preocupar…

O Time não está de brincadeiras

E a enorme massa mosqueteira,

Não se cansa de apoiar!

25.

Falem, portando, o que quiserem,

(Todos que quiserem falar);

Mas é o Timão quem vai ganhar,

Esta tão “badalada” Taça…

Vai lutar como nunca lutou,

Vai jogar como nunca jogou

E vai ser Campeão sem trapaças!

26.

Vai silenciar todos os “anti”,

Vai fazer valer sua tradição;

Vai batalhar com dedicação,

Vai fazer nossa gente sorrir…

Os que vivem de nos tripudiar,

Nada perdem por esperar,

Pois muito mais coisa há de vir!

27.

Vamos eliminar, do nosso meio,

A “pexa” de “time caseiro”;

Somos, hoje, um Time Copeiro,

Com 5 “brasileiros” conquistados…

Temos a fé, a garra, a coragem

E vamos ganhar sem bandidagens,

Deixando o Povão entusiasmado!

28.

O dia 4 de julho há de ser,

O dia da nossa consagração;

(O nosso Time será Campeão,

Silenciando os corneteiros)…

Vai ganhar esta “Libertadores”

E o feito de seus jogadores,

Repercutirá pelo mundo inteiro!

29.

E vai, por fim, conquistar,

O BI-CAMPEONATO MUNDIAL;

(Será um acontecimento sem igual,

Que deixará feliz nossa gente)…

E para os “anti”, um recado:

Podem secar, pois o resultado,

É ser Campeão Mundial novamente!

30.

Nosso Estádio está por um triz,

(Em adiantado estágio de execução);

E somado à nossa empolgação,

Seremos, brevemente, imbatíveis…

Quanto aos nossos oponentes,

Quando nos virem, pela frente,

Serão medianos e sofríveis!!!

Bola de futebol

TIMÃO – 3X1 – NACIONAL/PARAGUAI

Local – Cidade Del´Este/Paraguai

Data – 11/04/2012;

31.

Com 4 rodadas já cumpridas

E com a liderança se aproximando,

Nosso Time continua jogando,

Pra eliminar qualquer suspeita…

Cada nova partida disputada

E cada nova vitória alcançada,

A equipe está mais perfeita!

32.

Ganhamos, de novo, do NACIONAL,

Estamos invictos e centrados;

(Nosso Time joga sossegado,

Sem dar bolas aos corneteiros)…

Com todos os “anti” secando,

O Time do povo vai jogando,

Para alegrar aos Mosqueteiros!

33.

Falta somente mais um partida,

Para esta fase inicial acabar

(E o Timão vai se classificar,

Com uma bela campanha cumprida);

E se tudo assim continuar,

Todo 2º jogo que efetuar,

Será ante a sua enorme torcida!

34.

Vamos, agora, fechando o ciclo,

Enfrentar, de novo, o DEPORTIVO;

E o nosso Time tem bons motivos,

Para enfiar-lhes uma sacolada

Vai vingar o susto que passamos

E todo o sarro que suportamos,

Naquela estreia quase desastrada!

35.

Não fora aquele gol do RALF

(Na última volta do ponteiro)

Todos os “anti-mosqueteiros”,

Estariam zoando a nossa gente…

Mas não foi o que aconteceu,

Pois o nosso Time não perdeu

E vamos pegá-los novamente!

36.

Um placar menor que 2×0,

Eu nem pretendo comemorar;

(Nosso Time tem que golear,

Mostrar quem está no comando)…

Pois desde aquele jogo, sofrido,

Que nossa gente tem assistido,

Um Time unido e ganhando!

37.

Têm times bons perdendo a vez,

(E o típico caso do Mengão);

Pois não jogou com a dedicação,

Que o nosso Time tem jogado…

Será um menos pra nos zoar

Pois o Timão vai continuar,

E “eles” serão eliminados!

38.

Parece que o time que os tirou,

Será nosso próximo oponente;

Mas o Time do Povo, felizmente,

Não passará estes dissabores…

Quem vier, será atropelado

Pois nosso Time está determinado,

A “beliscar” esta Libertadores!

Bola de futebol

TIMÃO – 6X0 – DEPORTIVO TACHIRA/VENEZUELA

Local – Pacaembu/SP

Data – 18/04/2012;

39.

Falar, o que, de uma partida,

Onde só o nosso Time jogou?

(Aplicou goleada, massacrou,

Foi aplicado e determinante)…

Esta goleada nos garantiu,

Somos o melhor Time do Brasil,

Somos uma torcida ufanante!

40.

Todo jogo, daqui pra frente,

Tem caráter de eliminação;

(Mas a bela campanha do Timão,

Garante-lhe a hegemonia)…

Está, de fato, nos compensando

E nossa torcida comemorando,

Como há bons tempos não fazia!

41.

É nossa 11ª participação,

Neste Torneio Sul Americano;

Mas tudo indica que, neste ano,

Todo negro passado se apagará…

A Fiel Torcida, que tanto sofreu,

Vendo quanto nosso Time cresceu,

Não se cansa de comemorar!!!

42.

No dia 4 de julho, veremos,

O Brasil pintado em duas cores;

(Ganharemos esta Libertadores

E calaremos os corneteiros)…

Toda a festa que for vista,

Será do Alvinegro Paulista

E do Fiel torcedor Mosqueteiro!

43.

Haveremos de calar, solenemente,

Todos os “Miltons Neves” da vida;

Será a vez de nossa Torcida,

Soltar seu grito de empolgação…

Quando a Libertadores terminar,

Só uma torcida vai comemorar:

É a fidelíssima torcida do TIMÃO!

44.

Esta ENORME e abnegada Torcida,

Vai poder liberar o seu grito;

(Será um espetáculo tão bonito,

Que ninguém jamais esquecerá)…

Um recado aos “anti”: Atenção:

O Time do Povo vai ser Campeão

E vocês terão que nos aturar!!!!

Bola de futebol

TIMÃO – 0X0 – EMELEC/EQUADOR

Local – Guaiaquil/Equador

Data – 02/05/2012;

45.

Sempre achei que a “Libertadores”,

Fosse um torneio elitizado;

(Reconheço, porém, estar errado,

(Que me equivoquei na avaliação)…

E só comecei a refletir,

Quando comecei a assistir,

Os jogos que envolviam o Timão!

46.

Em qualquer lugar onde se jogue,

É uma “pedreira” sem igual;

(Comparada à batalha campal,

Dos jogos da nossa “segundona)”…

Se o nosso Time marcar bobeiras

(Ou se cometer qualquer asneira)

O adversário vem e detona!

47.

Analisando,assim, jogo a jogo,

Já não existem os “bobinhos”;

(Seja time bom, ou seja timinho,

A torcida local lhes é parceira)…

Foi assim, também, nesta partida

E nossa equipe só não foi vencida,

Porque também sabe ser guerreira!

48.

Jogando, todavia, no Pacaembu,

(Nossa casa, nosso reduto sagrado),

Nosso Time joga sossegado,

Pois tem a FIEL a apoiá-lo…

E todos aqueles que esperam ver,

Nosso GLORIOSO Time perder,

Continuam caindo do cavalo!

49.

É assim que, bem “na maciota”,

O nosso Time vai avançando;

(Alegrando o Povão e frustrando,

Todos os “anti”, reunidos)…

Tem provado, a cada partida,

Que tem uma equipe aguerrida,

Com 11 GUERREIROS decididos!

50.

São 11 “KAMIKAZES” em campo,

(Tendo o TITE na coordenação),

Que fazem, da camisa do Timão,

Um MANTO, bendito e sagrado…

É por isso que os adversários,

Desde os “caxias”, aos mercenários,

Vão, um a um, sendo derrotados!

51.

Nós temos um Time que não cede,

Às artimanhas do inimigo;

(E adora flertar com o perigo,

Mas atua com garra e brio)…

É um Time forte e valente,

Determinado, tenaz, envolvente,

E é PENTACAMPEÃO do Brasil!!!

Bola de futebol

TIMÃ0 – 3X0 – EMELEC/EQUADOR

Local – Pacaembu/SP

Data – 09/05/2012;

52.

Vencida a guerra de Guaiaquil,

(Onde o Timão não se intimidou)

Sua enorme torcida se preparou,

Para vê-lo atuando “aqui”…

Pois tem tudo pra deslanchar,

Fazer um belo jogo, ganhar

E fazer nossa Torcida sorrir!

53.

Está, jogo a jogo, provando,

Que nada o tira do sério;

(A Libertadores não é mistério,

Quando tudo é bem planejado)…

À medida, porém, que avança,

Faz aumentar nossa esperança

E deixa os “anti” preocupados!

54.

Pois quando esta gente invejosa

(Que só sabe nos tripudiar)

Assistem o nosso Time ganhar,

É um desespero alucinante…

Indiferente, porém, a tudo isso,

O Timão mostra ser serviço

E continua seguindo avante!

55.

Ele nos mostra, jogo após jogo,

Que não está para brincadeiras;

(E que a Torcida Mosqueteira,

Pode, até, se “desencucar”)…

Vai ganhar esta LIBERTADORES,

Pois, do treinador, aos jogadores,

Ninguém para de batalhar!

56.

Venceu, ordeiramente, a partida

3×0… uma “semi-goleada”;

E não teve a equipe molestada,

Pois jogou com inteligência…

Em todos os jogos efetuados,

Ele tem, soberbamente, mostrado,

Dedicação, garra e paciência!

57.

Não se ganha uma Libertadores,

Jogando com medo, ou acuado;

(E da maneira que tem atuado,

Provou que nada o assusta)…

Tem usado de determinação,

Garra, leveza e dedicação

E não tem usado “saias justas”!

58.

E se precisar “ir para o pau”,

Nosso Time também sabe ir;

(Tudo faz, para prosseguir,

Rumo à total consagração)…

Não teme qualquer adversário,

Sua equipe não tem mercenários

E todos jogam com dedicação!

Bola de futebol

TIMÃO – 0X0 – VASCO DA GAMA

Local – São Januário/RJ

Data – 16/05/2012;

59.

Entramos, agora, numa fase,

Que é na base do “vai ou racha”;

(Mas já encomendamos as faixas,

Pois nada mais nos deterá)…

Por tudo aquilo que já passou,

O Time do Povo já mostrou,

Que só vai a campo pra ganhar!

60.

Nosso adversário, nesta fase,

É um time que gosta de aparecer;

(Mas que gosta, também, de perder,

Quando enfrenta o Time do Povo)…

Eles tem um diretor falastrão,

Mas, que se cuidem, senão,

Nós lhes derrotaremos de novo!

61.

Toda vez que os enfrentamos,

Vêm, deles, muita provocação;

(E isto irrita nosso Povão,

Que lhes manda o mesmo recado)…

Tratem, pois, de jogar bola,

Pois não é posando de gabolas,

Que se evita de ser derrotados!

62.

E no dia deste grande jogo,

(Que ocorreu em São Januário)

Tudo de torpe e ordinário,

Eles usaram, contra o Timão…

Mas isso de nada adiantou,

Pois quando a partida acabou,

Era ainda maior a frustração!

63.

No dia seguinte, parte da midia,

Elogiava a nossa atuação;

(Outras, tripudiavam o Timão,

Dizendo que nós demos sorte)…

Mas eu quero vê-los tripudiar,

Quando vierem nos enfrentar,

No Pacaembu… (Local de sua morte)!

64.

Vamos devolver-lhes, com sobras,

Toda ojeriza e toda provocação;

(Pois, no Pacaembu, o Povão,

É o 12º participante)…

O nosso Time sairá vencedor

E o Vasco, um eterno perdedor,

Perderá toda pose e rompante!

65.

Pois quando o jogo terminar,

(E eles saírem derrotados)

Eu vou vibrar, entusiasmado

Com nosso Time na semifinal…

Nada existe que nos detenha,

Quem quiser confirmar, que venha,

Pra levar um cacete legal!!!

Bola de futebol

TIMÃO 1X0 – VASCO DA GAMA

Local – Pacaembu/SP

Data – 23/05/2012;

66.

Suportamos, no Rio de Janeiro,

Todo tipo de provocação

( Suportamos um presidente falastrão

E suportamos a mídia contraria)…

Tudo, porém, disso, é passado

Pois, no Pacaembu, nosso legado,

E derrotar equipes adversárias!

67.

As demais torcidas, inconformadas,

Veêm suas chances terminando;

(Pois quanto mais vamos avançando,

Nós lhes matamos as esperanças)…

Não há o que nos tire do sério,

Pois o Timão joga sem mistérios,

Sem firulas e sem lambanças!

68.

E o jogo seguia sua rotina,

Quando o nosso zagueiro bobeou;

(E numa bola que “espirrou”,

Um ex-porco ganhou a jogada)…

Avançou, sozinho, o campo inteiro

Mas parou no nosso goleiro

E sua chance foi anulada!

69.

Foi com esta defesa, milagrosa,

Que o nosso goleiro se consagrou

E o estádio, inteiro, vibrou,

Com sua plástica e leveza…

A partir daí, sem piedade,

Nosso Time foi só objetividade

Até lhes virarmos a mesa!

70.

Passamos, sim, um enorme susto,

Mas nosso Time os eliminou;

(Nossa adrenalina se assentou

E tudo voltou ao seu normal)…

Mas quando saiu o nosso gol,

Nossa imensa torcida vibrou,

Num espetáculo sensacional!

71.

Matamos, assim, o “tal” Vasco,

Que fala muito e joga pouco;

(Nossos adversários estão loucos,

De inveja e de frustração)…

Nós vamos “erguer” este Troféu

E será do nosso Povo, Fiel,

O grande grito de campeão!

72.

Nós já eliminados 10 equipes,

(Em 10 partidas efetuadas);

Deixamos a “minoria” calada

E silenciamos os derrotistas…

Faltam, agora, 4 partidas,

Para comemorarmos, com a Torcida,

Numa festa jamais vista!!!

73.

Calamos os “títeres” da mídia,

Silenciamos os corneteiros;

(Será do Povão mosqueteiro,

O grito de pura empolgação)…

Vamos “levantar” esta Taça,

Encher nossa cidade de graça

Entoando o grito de CAMPEÃO!!!

Bola de futebol

TIMÃO – 1X0 – SANTOS

Local – Vila Belmiro/Santos

Data – 13/06/2012;

74.

Eliminado o Vasco, veio o SANTOS

(A Libertadores de regionalizou);

(Mas nosso Time, de novo, provou,

Que não teme nenhum oponente)…

Ganhou, também, do time peixeiro,

Deixando o torcedor mosqueteiro,

Todo satisfeito e contente!

75.

Num certo momento da partida,

Saiu o gol do Time do povo;

(Este gol matou-os de novo,

(Sempre foram bons fregueses)…

Foi o gol que nos garantiu

E nossa imensa massa sorriu,

Por ganharmos deles tantas vezes!

76.

A partir daí, tentaram de tudo

(Mas nós não os deixamos jogar);

O “Neymascara” começou a se irritar,

Pois a nossa defesa o aniquilou)…

Tentaram de todas as maneiras

Mas a valente equipe mosqueteira,

Foi bem mais valente e ganhou!

77.

No outro dia, um “tal” MILTON NEVES,

Exibia sua cara de BUNDÃO;

(Não se conformando que o Timão,

Ganhasse “deles” em seu reduto)…

E todos os demais “secadores”,

Curtiam,a frustrados, suas dores

Alguns, até, com cara de luto!!!

78.

Mas “eles” têm ainda, uma chance,

(Que será no jogo do Pacaembu);

Mas não acredito no “chabu”

Não lhes daremos oportunidades…

Um Time que quer ser Campeão,

Não teme qualquer situação,

Por ser um Time de qualidades!

79.

Esta vitória (no campo “deles”),

Foi uma vitória eliminante;

(Quebramos a pose e o rompante,

De uma “pivetada” inconsequente)…

Desta vez não houve dancinhas,

Provocações e reboladinhas

Só prantos e ranger de dentes!

80.

E quando jogarmos no Pacaembu.

Nós os alijaremos de vez;

(O Santos sempre foi bom freguês)

E assim ocorrerá de novo)…

Se tem um Time, com condição,

De erguer a Taça de Campeão,

Esse Time, é o Time do Povo!!!

Bola de futebol

TIMÃO – 1X1 – SANTOS

Local – Pacaembu/SP

Data – 19/06/2012;

81.

Ocorreu, neste jogo, um fato,

Que evidenciou a nossa indignação:

(As demais torcidas, sem exceção,

Homologaram a nossa conquista)…

Isso é mostrada a cada momento

Pois invejosos de nosso crescimento,

Todos “secam” o Alvinegro Paulista!

82.

Uma coisa é saber destes fatos,

Outra coisa é o que a gente vê;

(Todos torcem pra gente perder,

Fazendo até seus foguetórios)…

Mas nem precisavam demonstrar,

(A inveja os levam a nos secar)

E isto é um fato bem notório!

83.

Até, então, nós a sabíamos

(E dava, até, pra relevar)

Mas conseguiram extrapolar,

Quando tomamos o 1º gol…

Foi um foguetório danado

Que somente foi superado,

Quando saiu o gol do Timão!!!

84.

Pois na hora que o Timão marcou,

Parece que o mundo veio abaixo;

(Os derrotistas sossegaram o facho)

E a partir daí, só deu Timão…

Tudo o que esperavam ver,

Viram, frustrados, desaparecer,

Confirmada a nossa classificação!

85.

E iremos, agora, à Argentina,

Acabar com outros falastrões;

(Calar os babacas e os babões,

Que acham poder nos peitar)…

Eles que tratem de jogar bola

Pois não é posando de gabolas,

Que conseguirão nos derrotar!

86.

Repito, aqui, o que já disse:

NINGUÉM, mais, nos segurará;

(O nosso Time vai conquistar,

A tão comentada Libertadores)…

Calará a todos os zabumbeiros,

Aos derrotistas e aos corneteiros

E frustrará todos os secadores!

87.

Será sem perder um só jogo,

Que esta bela Taça nos virá;

(Quer ver, depois, o que dirá,

Um tal MILTON NEVES da vida)…

Ele fala m… para danar

Mas terá, ao fim, que aturar.

Todo o sarro da nossa Torcida!!!

Bola de futebol

TIMÃO – 1X1 – BOCA JUNIOR

Local – Bomboneira/Argentina

Data – 27/06/2012;

88.

A nossa campanha, até aqui,

É líndima, divina, imaculada;

(A nossa equipe esta centrada,

No seu objetivo principal)…

Vai ganhar, pra si, esta Taça,

Deixar os “secadores” sem graça

E vibrar de forma magistral!

89.

Faltavam, agora, só 2 jogos,

Pra levar o Timão ao apogeu;

(Em 12 jogos, não perdeu

E não está a fim de perder)…

E com a midia publicando asneiras

Foi ao Estádio da Bomboneira,

Com um só objetivo: VENCER!

90.

Para estes dois jogos finais,

O mesmo “script” foi mantido;

(Pois o nosso Time é atrevido

E jamais fugiu das pauleiras)…

Para ser, todavia, Campeão,

Não pode, nunca, ceder à pressão.

Encetada pela mídia fofoqueira!

91.

E no primeiro tempo, 0x0,

(Isto estava de bom tamanho)

Até que, num lance tacanho,

O time “deles” marcou um gol…

A nossa equipe quase nem sentiu

Mas no foguetório que se seguiu,

Parecia que o mundo acabou!!!

92.

Eram, juntos, todos os “anti”,

Inconformados com nossa atuação;

(Torcendo contra nosso Timão,

Como forma de nos intimidar)…

O foguetório, porém, triplicou

Na hora que o Timão empatou,

E parecia não mais acabar!!!

93.

Foi um empate “vindo dos céus”

Foi tranquilizante, aliviador;

(E um a um, nosso torcedor,

Louvava o gol do ROMARINHO)…

Todos aqueles que nos secaram

(E que até fogos soltaram).

Terminaram falando sozinhos!

94.

Voltamos pra casa satisfeitos,

Com o belo empate conseguido;

(Sair de lá, sem ter perdido,

Foi uma façanha marcante)…

E será, aqui, com certeza,

Que lhes viraremos a mesa,

Será um espetáculo delirante!

Bola de futebol

TIMÃO – 2X0 – BOCA JUNIORS

Local – Pacaembu/SP

Data – 04/07/2012

95.

Acabou!!! Não tem pra ninguém!!!

o TIME DO POVO é Campeão!!!

Acabou-se a enorme falação,

Calamos todos os corneteiros!!!

Quem vibra, hoje, é o POVÃO,

Pois reina paz e satisfação,

No seio do povo mosqueteiro!

96.

O que se viu, contra os “gringos”,

(Na hora que tomamos um gol)

Definitivamente, se comprovou,

Que somos nós contra o resto)…

Todos torceram contra a gente

Mas nossa forma de estar contentes,

Vale mais que qualquer protesto!

97.

Até então (eu também achava)

Que era apenas regionalismos;

Mas foi um ato de antipatriotismo,

Torcerem para o time portenho)…

Eu, porém, bom brasileiro,

E, além de tudo, mosqueteiro,

Manifesto o orgulho que tenho!!!

98.

Todos aqueles (sem exceção),

Que torceram pra gente perder

Têm, hoje, que se foder

(É a nossa única resposta)!

Tudo aquilo que nossa agente viu,

Mostrou, para todo o Brasileiro

Que só o Corinthiano se gosta!!!

99.

Mas eu quero que se danem,

Todos os invejosos da vida;

Pois combatem a nossa Torcida,

Por invejarem nossa grandeza…

O Time do Povo foi Campeão,

O resto, pra mim, é provocação,

É um mero ato de torpeza!

100.

Nunca se viu, em nenhum tempo,

Tamanho ato de insanidade;

É uma gentinha sem qualidade,

Que morre de inveja da gente…

Têm, REPITO, que se danar,

E, por muito tempo, aturar

A nossa condição de contente!!!

101.

De hoje em diante, acreditem,

Eu sou mais Corinthiano ainda!

Pois se tem uma coisa linda,

É a nossa Torcida, comemorando!

A nossa grandeza é absoluta,

Não tememos a gentinha fajuta,

Que passa o tempo tripudiando!

102.

Calem a boca, seus invejosos,

Estão proibidos de retrucar!

Vocês têm somente que aturar,

A enorme festa do Povão…

Aguentamos pressão o tempo inteiro

Mas é do feliz povo mosqueteiro

O retumbante grito de CAMPEÃO!!!

corinthians

OBS:

Nosso Time foi Campeão em 04/07/2012 mas, somente hoje (18/07/2012), é que tive condições de terminar todos estes artigos. Como ele completará, dia 01/09, seu 102º

aniversário, nada mais justo que estes artigos contenham 102 versos…

Quero, todavia, ainda, aqui, pedir perdão a todos os que me lerão se, por acaso, deixei o ufanismo falar mais alto que a razão mas, como já se sabe, não foi fácil suportar tantas baboseiras, tantas idiotices, tantas merdas, vindas de todos os cantos, de todos os anti corinthianos e, por que não, até, às vezes, da mídia derrotista e alcoviteira…

Uma das coisas, todavia, que mais me deixou P… da vida, foram as provocações vindas de uma torcidinha em extinção, corroboradas por um atleta superado e senil, cujo time (que não se sabe se estará vivo no ano seguinte, uma vez que, tal como sua torcida, está em fase de extinção), acabava de ganhar a Copa do Brasil (que, aliás, já ganhamos três vezes) e que, entre outras coisas, deixou vazar a seguinte idiotice:

…Aí, gambazada, presta atenção, no ano que vem, é o verdão…

Será que este decrépito (que, um dia, até foi bom goleiro), não nota a enorme mancada que deu, provocando uma torcida como a nossa?

Será que este “idiota” assumido não nota que é assim que se acirram os nervos e se mantêm a guerra entre as torcidas?…

Dirão, depois, que nossa Torcida é violenta mas, respondam: Por que temos que aturar estas idiotices?…

São estas coisas (aliadas a outras mais), vindas daquela torcidinha, que me forçam a ser radical, absoluto e taxativo e, por isso, afirmo, com todas as letras:

PORCO É PORCO E GENTE É GENTE…

São Paulo (Brasil), 21 de julho de 2012.

Dá-lhes Timão!

j.edmar@uol.com.br

2 pensamentos sobre “ICFUT–Libertadores do Corinthians em 102 versos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s