ICFUT–EUROCOPA: Balotelli decide e coloca Itália na final da Euro e na Copa das Confederações

Fonte: globo

Com a vitória por 2 a 1 sobre a Alemanha, Azurra vai encarar a Espanha no domingo.

 

De garoto problema a salvador da pátria. Apontado por muitos como um jogador que aparece mais por suas polêmicas do que pelo futebol, Mario Balotelli foi o herói da Itália nesta quinta-feira. Com dois gols do atacante do Manchester City, a Azzurra derrotou a favorita Alemanha por 2 a 1, no estádio Nacional de Varsóvia, na Polônia, e se garantiu na final da Eurocopa contra a Espanha, domingo. Özil, cobrando pênalti nos acréscimos do segundo tempo, descontou.

De quebra, os italianos, que contaram também com um atuação soberba de sua defesa e do goleiro Buffon, asseguraram uma vaga na Copa das Confederações de 2013, no Brasil, já que a campeã mundial Espanha tem lugar garantido. Além disso, mantiveram a “freguesia” diante dos germânicos: nunca perderam para o rival em competições oficiais (oito jogos, quatro vitórias e quatro empates).

O duelo entre Itália e Espanha acontece no próximo domingo, no estádio Olímpico de Kiev, na Ucrânia. A seleção da Velha Bota vai lutar pelo seu segundo título da Euro (foi campeã em 1960), já a Fúria, que levou o caneco em 1964 e 2008, tenta o tricampeonato do torneio, que, curiosamente, só a eliminada Alemanha possui. A TV Globo, o GLOBOESPORTE.COM e o SporTV transmitem a decisão ao vivo a partir das 15h45m (de Brasília).

Mario Balotelli marca gol da Itália contra a Alemanha (Foto: Reuters)Mario Balotelli marca o segundo, tira a camisa e, como "prêmio", recebe o cartão amarelo (Foto: Reuters)

Assim como fizera contra a Grécia, nas quartas de final, o técnico da Alemanha, Joachim Löw, surpreendeu outra vez na escalação. Retornou com os habituais titulares Gómez e Podolski nas vagas de Klose e Reus, respectivamente, e lançou o jovem Toni Kroos, do Bayern de Munique, no lugar que supostamente seria de Thomas Muller.

Pelo lado da Itália, sem os laterais-direitos Maggio (suspenso) e Abate (machucado), Cesare Prandelli improvisou o zagueiro Chiellini no setor e lançou Bonucci na zaga.

Com mais torcida, a Alemanha, assim como dissera Löw na véspera, começou impondo seu ritmo, encurralando a Azzurra no seu campo de defesa. Logo aos cinco, após cobrança de escanteio, Pirlo deu uma de zagueiro e, em cima da linha, salvou um arremate meio sem jeito do zagueiro Hummels.

Na sequencia, em dois lances seguidos, com Boateng e Kroos, os germânicos quase abriram o placar. No entanto, o goleiro Buffon salvou a pátria italiana.

Andrea Pirlo na partida da Itália contra a Alemanha (Foto: Reuters)Com Buffon já batido, Andrea Pirlo salva a Itália de sair atrás logo no início da partida (Foto: Reuters)

A estrela de Balotelli

Se sofria atrás, a Itália pouco incomodava na frente. Isso até os 19 minutos. Cassano fez bela jogada pela esquerda, passou por dois marcadores com um só drible, e cruzou. Balotelli, fazendo jus à camisa 9 que veste, se esquivou da marcação de Badstuber e, de cabeça, colocou no fundo da rede.

Muita festa do atacante do Manchester City, e sem nenhuma reação polêmica. Ele fez questão de abraçar efusivamente Cassano na celebração, e foi celebrado por todos companheiros, mostrando que, embora fosse um lance de comemoração,ele conta com apoio do elenco.

O gol abalou a “Nationalef”, que quase sofreu o segundo minutos depois com Montolivo. O meia, que carrega na chuteira a bandeira da Alemanha (por causa da mãe), recebeu sozinho na grande área, mas demorou a bater.

O incrível Balo

No entanto, o meia recém-contratado pelo Milan se redimiu da bobeada aos 35 e deu belo lançamento nas costas de Lahm para… Balotelli. Esperto e mortal, o atacante dominou, não deixou o lateral-direito alemão chegar a tempo e, com uma bomba de pé direito, colocou no ângulo. Golaço.

Aí não teve jeito. A comemoração teve lá sua dose de polêmica. O jogador de 21 anos tirou a camisa e estufou o peito numa pose à la Incrível Hulk, parecida com a feita por brasileiros como Adriano e Hulk, do Porto. Ele acabou advertido com cartão amarelo pelo árbitro francês Stéphane Lannoy.

Na saída para o intervalo, Balotelli recebeu cumprimentos de todos companheiros, mas levou um leve puxão de orelha de Prandelli, que, segundo pessoas próximas, disse “Pelo amor de Deus, não leva o segundo amarelo”.

Mario Balotelli e Cassano comemoram gol da Itália contra a Alemanha (Foto: EFE)Mario Balotelli e Cassano comemoram gol da Itália contra a Alemanha (Foto: EFE)

‘Brasiliano’ Thiago Motta em campo

A resposta alemã veio logo em seguida, com Reus, atleta do Borussa M’Gladbach, cobrando falta no ângulo e obrigando Buffon a se esticar todo para colocar para escanteio.

Disposto a fechar ainda mais seu time – o meia Diamanti já havia entrado minutos antes na vaga de Cassano – Prandelli sacou Montolivo e colocou o ítalo-brasileiro Thiago Motta para fechar ainda mais o meio de campo.

Mas, mesmo assim, a Itália quase fechou o caixão. Diamanti deu belo passe para Marchisio aos 22, mas o jogador do Juventus acabou arrematando para fora.

Mario Balotelli comemora gol da Itália contra a Alemanha (Foto: AP)Mario Balotelli abre o placar em Varsóvia e recebe o carinho dos companheiros de Azurra (Foto: AP)

Klose entra, mas Balotelli é quem quase marca

Na volta para o segundo tempo, Löw sacou logo dois de uma vez. Mas naquela de “seis por meia dúzia”, ou seja, atacantes por atacantes: Podolski por Reus, e Klose por Gómez.

As substituições deram mais energia aos germânicos, que partiram em busca do empate, enquanto a Itália, adotando o velho e bom “catenaccio”, ficava atrás tentando explorar contra-ataques com Balotelli e Cassano, que acabou deixando o campo aos 13, demonstrando muito cansaço, para a entrada de Diamanti.

Mesmo quando não está bem, Balotelli é um atacante que não tem medo de arriscar. Com dois gols na partida, então… Aos 15, Mario, como é chamado pelos colegas de Azzurra, driblou Lahm e chutou com perigo rente à trave do goleiro Neuer.

Mario Balotelli deixa o jogo da Itália contra a Alemanha (Foto: Reuters)Homem do jogo, Balotelli sai de maca para a entrada de Di Natale aos 25 da etapa final (Foto: Reuters)

Mostrando que se dedicou bastante, mas também dando aquela “valorizada” para gastar o tempo, Balotelli caiu no gramado sentindo cãibras, aos 24. Vaiado por quase todo estádio, menos pelos pontos azuis onde estavam os “tifosi” italianos, acabou deixando o gramado para a entrada de Di Natale. Foi para o banco recebendo o afago de todos como o grande herói da Velha Bota.

A Alemanha, por sua vez, caiu de produção vertiginosamente depois do bom começo na etapa final e nem parecia o time decantado por Löw na véspera, cheio de personalidade e confiança. De quebra, ainda levava sustos consideráveis atrás, como, quando Marchisio, mesmo diante do marcador caído (Badstuber) no chão e quase na pequena área, mandar outra vez para fora, aos 30.

Já com Thomas Müller em campo, os germânicos, na base do desespero, até tentaram conseguir furar a defesa italiana. Mas só conseguiram nos acréscimos e, mesmo assim, numa penalidade cobrada por Özil após mão na bola de Balzaretti.
Mas no fim, com sufoco e sofrimento como sempre, deu Itália. Vaga na decisão, tabu mantido, e Balotelli, que respirou aliviado após o apito derradeiro do juiz, nas manchetes. Mas não por causa de polêmicas, mas, sim, pelo bom futebol. Que continue assim.

ALEMANHA 1 X 2 ITÁLIA

Neuer; Boateng (Müller), Hummels, Badstuber e Lahm; Khedira, Schweinsteiger, Kroos, Özil e Podolski (Reus); Mario Gomez (Klose)
Buffon; Balzaretti, Barzagli, Bonucci e Chiellini; Pirlo, Marchisio, Montolivo (Thiago Motta) e De Rossi; Balotelli (Di Natale) e Cassano (Diamanti)

Técnico: Joachim Löw
Técnico: Cesare Prandelli

Gols: Balotelli, aos 20 e 36 minutos do primeiro tempo; Özil, aos 46 do segundo tempo

Cartões amarelos: Hummels (ALE); Thiago Motta, Balotelli, Bonucci e De Rossi (ITA)

Local: Estádio Nacional de Varsóvia, na Polônia. Data: 28/6/2012Árbitro: Stéphane Lannoy (FRA). Auxiliares: Frédéric Cano (FRA) e Michael Annonier (FRA)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s