Por Cleber Aguiar – Marin quer decisões no Morumbi

Fonte: Folha de São Paulo

CBF
Palmeiras e Corinthians dizem ter sido pressionados pelo presidente

MARTÍN FERNANDEZ
DE SÃO PAULO

O presidente da CBF, José Maria Marin, prefere que as finais da Copa do Brasil e da Taça Libertadores sejam disputadas no Morumbi, estádio do São Paulo, clube ao qual o dirigente é ligado.

É o que se conclui a partir de depoimentos de cartolas de Corinthians e Palmeiras, hoje os times mais próximos de chegarem às decisões.

O cartola visitou ontem o Morumbi. E disse para o site do São Paulo que se trata do “melhor estádio, com a melhor localização” da cidade.

“Não posso impor nada. Os dirigentes têm de pensar no conforto e na segurança do torcedor”, afirmou o cartola ontem à noite à reportagem.

O Corinthians está a um empate com o Santos da final da Libertadores -ganhou o jogo de ida por 1 a 0 na quarta passada, na Vila Belmiro. A volta é amanhã, no Pacaembu. O Palmeiras pode até perder por um gol de diferença para o Grêmio para chegar à final da Copa do Brasil. O jogo é na quinta, em Barueri.

O procedimento é sutil, segundo a Folha apurou.

Funcionários da Federação Paulista de Futebol (FPF) telefonaram a cartolas dos dois times sugerindo que seria melhor mandar a eventual decisão “num estádio com mais camarotes”, para “um público maior” e com possibilidade de gerar “mais renda”.

A FPF é presidida por Marco Polo Del Nero, padrinho político de Marin e assessor remunerado dele na CBF.

Para alugar o Morumbi, o São Paulo cobra de 12% a 15% da renda bruta da partida.

O Corinthians mantém a bandeira de não mandar jogos no estádio. A campanha começou quando Andres Sanchez presidia o clube e continua com Mário Gobbi.

Se chegar à primeira final de Libertadores de sua história, o Corinthians mandará seu jogo no Pacaembu.

O presidente do Santos, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, afirmou que não comenta eventual decisão, porque “ainda não estamos lá, e falar antes dá azar”. Mas aceitou jogar no Morumbi.

“Não aconteceu porque eles [Corinthians] não abriram mão do Pacaembu, e aí escolhemos a Vila Belmiro.”

A situação do Palmeiras depende do que acontecer do outro lado da chave, em que estão São Paulo e Coritiba. Se os paranaenses avançarem, o Palmeiras não vê grandes problemas em mandar um jogo no Morumbi. Mas, se o rival for o São Paulo, a situação provavelmente mudará.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s