Por Cleber Aguiar – Goleiro do Santos Fábio Costa se fere em grave acidente de carro

Fonte: Tribuna Online

Créditos: Divulgação

O goleiro do Santos, Fábio Costa, se envolveu em grave acidente de carro nesta terça-feira, na BR-101, altura do KM 516, em Angra dos Reis. As informações são do jornal Diário do Vale.

Segundo o relato, Fábio e Fernando da Mancha de Carvalho, que dirigia o veículo, um jipe Troller, sentido Angra dos Reis, quando bateu de frente com um caminhão, placa LQC-4083, carregado de tubos, que teria perdido a direção e invadido a pista contrária. Fernando morreu no acidente.

A assessoria de imprensa do goleiro anunciou através de uma nota que Fabio Costa passa bem e que está no hospital para cuidar das escoriações. O jogador terá o braço engessado por conta do inchaço muscular, mas não sofreu nenhuma fratura.

Por Cleber Aguiar – Luis Alvaro confirma Bill e deixa palco da semifinal sem definição

Fonte: Tribuna Online

Créditos: Carlos Nogueira

Presidente não descartou chegada de Romarinho

Com o departamento médico lotado e a aproximação dos Jogos Olímpicos de Londres, o Santos segue na busca para anunciar um novo reforço e aumentar o plantel. Mas a procura parece ter chego ao fim. O presidente santista Luis Alvaro Ribeiro confirmou a chegada do centroavante Bill, que já passou por exames médicos no clube e treina separado no CT Rei Pelé.

“Com o Bill está praticamenter certo. O Corinthians já liberou o jogador, falta apenas assinar o contrato. O Corinthians ainda tem parte nos direitos econômicos e tem o investidor também, por isso ainda não está fechado”, afirmou o mandatário em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Outro nome especulado para reforçar o Peixe é Romarinho, mas a negociação com o jogador do Bragantino segue sem definição.

“Devo falar com o Marquinhos Chedid (presidente do Braga) esses dias. Ficamos de conversar após o Paulistão, mas ele me ligou e não me encontrou, eu liguei e também não consegui falar com ele… Mas o primeiro valor que foi dado não é viável para o Santos. A prioridade no negócio é nossa, vamos ver no que dá”, completou Luis Alvaro Ribeiro.

Luis Alvaro revelou ainda o andamento da renovação com de Alan Kardec. Emprestado junto ao Benfica, de Portugal, o atacante tem vínculo com o Peixe até dia 30 de junho, quatro dias antes da final da Libertadores.

“Nós estamos na iminência a fazer uma visita à Portugal para fazer uma negociação frente a frente com o presidente do Benfica. É um processo dificil, mas vamos à luta. O Santos quer manter o Alan Kardec”

Vila Belmiro ou Morumbi?

As semifinais da Libertadores entre Santos e Corinthians já tem data e hora marcada, mas se depender de Luis Alvaro Ribeiro continuará sem palco definido.

“Não definimos. Eu não minto. Eu não gosto de trabalhar com hora e data marcada para definir um assunto. O jogo é só dia 13, vou ouvir todas as opiniões e ponderar sobre o assunto. O diagnóstico será dado quando for correto. Sempre terá pessoas contentes e descontentes com a situação. O Santos está preparado para jogar em qualquer lugar do mundo”, avisou Laor.

Apesar de não divulgar se o jogo de ida da semifinal será em Santos ou em São Paulo, o mandatário descartou levar a partida para o Pacaembu.

“É a casa do Corinthians, seria uma colher de chá muito grande para eles. O ideal seria os dois jogos no Morumbi, um campo neutro, mas o Corinthians não quer, e eles tem o direito de mandar o jogo deles pra onde quiser”, finalizou.

Por Cleber Aguiar – Messi desconversa sobre paternidade e fica feliz com proximidade de torcida

Fonte: Globo.com

‘Não escutei bem a pergunta’, brinca o craque do Barcelona. Partida entre Argentina e Equador receberá um bom público no Monumental de Núñez

Por GLOBOESPORTE.COM Buenos Aires

 
Messi com crianças no treino da seleção da Argentina (Foto: EFE)Messi com criança em treino da Argentina (EFE)

Em dezembro, Lionel Messi revelou o sonho de ser pai. Os quase seis meses seguintes vieram acompanhados de rumores que o colocaram em uma saia justa nesta terça-feira. Em entrevista coletiva em Ezeiza, onde treina com a Argentina para a disputa das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014 e amistoso contra a Seleção Brasileira, o craque do Barcelona soube escapar da curiosidade alheia como costuma fazer com os seus marcadores.

– Não escutei bem a pergunta – disse Messi, levando os jornalistas presentes aos risos e desconversando sobre a paternidade no relacionamento com Antonella Roccuzzo, quem conhece desde a infância.

Se a gravidez ainda é um mistério, Messi pôde expressar a sua felicidade ao saber que mais de 38 mil ingressos haviam sido vendidos para a partida contra o Equador, no próximo sábado, no Monumental de Núñez. A última impressão em Buenos Aires não foi das melhores, quando os hermanos ficaram no empate por 1 a 1 com a Bolívia diante de uma torcida longe do ideal.

– Não sabia que estava tudo cheio, fico contente. No último jogo não foi assim, e é ótimo que a torcida comece a se aproximar da seleção e que estemos todos unidos para esses jogos tão importantes – afirmou.

‘Não penso em Bola de Ouro’

Campeão da Copa do Rei na última sexta-feira com o Barcelona, Messi também preferiu não falar sobre a possibilidade de levar mais uma Bola de Ouro para casa. O astro argentino foi eleito o melhor do mundo em 2009, 2010 e 2011 e encerrou a temporada 2011/12 com a sua melhor marca individual pelo Barça: 73 gols em 60 jogos.

– Todos os anos tento seguir crescendo e estou seguro que tenho muitas coisas a melhorar. Esse é o meu pensamento: tentar não ficar só com o que tenho. Não penso em outra Bola de Ouro, ainda falta muito tempo até chegarmos a dezembro. Existem coisas mais importantes pelas quais lutar. Faltam títulos com o Barcelona e jogos com a seleção – contou Messi.

A mudança no comando técnico de seu clube também foi assunto. Quando voltar de férias, Messi será comandado por Tito Vilanova, e não mais Josep Guardiola.

– Ficamos surpreendidos e tristes com a saída de Guardiola mas agora começa outra etapa. Sinto-me mal por não ter ganho a Liga dos Campeões. Foi injusto e, pior, falhei um penálti. Mas já está tudo esquecido.

Messi no treino da seleção da Argentina (Foto: Reuters)Messi e Agüero no fundo: dupla deverá ser titular contra o Equador, pelas eliminatórias (Foto: Reuters)

ICFUT – FUTEBOL CARIOCA

Fonte: O Dia Online/ Portal IG

Flamengo

Ainda em Porto Alegre, Ronaldinho não treina no Ninho do Urubu

Meia não vai a campo com os companheiros em treino e aumenta rumores sobre sua saída

Rio –  A relação entre Flamengo e Ronaldinho Gaúcho não é nada boa. O camisa 10 era aguardado na manhã desta terça-feira para treinar com os demais companheiros no Ninho do Urubu, mas não apareceu. Inicialmente, a direção do clube não se pronunciou sobre o episódio.

Meia está confirmado para a estreia do Brasileirão | Foto: André Luiz Mello / Agência O Dia

Ronaldinho pode deixar o Flamengo | Foto: André Luiz Mello / Agência O Dia

Ronaldinho foi visitar sua mãe em um hospital da capital gaúcha. A mãe do craque, está internada com um tumor e passou na semana passada por uma cirurgia. Ele não participou do treino da última segunda.

No empate contra o Internacional, no último sábado, o camisa 10 foi substituído e saiu de campo bastante vaiado pela torcida.

A relação entre as partes é de bastante desgaste e a ruptura de contrato pode ocorrer. O craque cobra R$ 5 milhões de salários e direitos de imagem. Seu empresário e irmão, Roberto Assis já notificou o Flamengo extrajudicialmente e o caso pode termina na Justiça. Entretanto, o Flamengo tem uma versão diferente. O clube alega que a dívida é de R$ 2,25 milhões.

Flamengo confirma realização de amistoso no Piauí

Rio –  O Flamengo confirmou nesta segunda-feira que realizará um amistoso contra a seleção do Piauí na próxima quinta, em Teresina, às 20h. Pela partida, o clube rubro-negro receberá R$ 1 milhão, quantia que deve ser utilizada para diminuir a dívida com Ronaldinho Gaúcho.

Dinheiro do amistoso servirá para pagar Ronaldinho

A diretoria aproveitará a folga do clube no Campeonato Brasileiro – a próxima partida no torneio acontece apenas no dia 6 de junho – para realizar o amistoso, que, para Joel Santana, também deve servir para montar a equipe.

Por conta do amistoso, a programação rubro-negra sofrerá alterações. Os atletas terão folga na sexta-feira, mas treinarão normalmente no sábado e no domingo.

Botafogo

Apesar da liderança do Brasileiro, Oswaldo pede ‘pés nos chão’ no Botafogo

Rio –  A boa vitória sobre Coritiba não é suficiente para causar deslumbramento em General Severiano. Depois de bater o rival longe dos seus domínios, o Botafogo somou a segunda vitória no Brasileiro. Oswaldo de Oliveira fez um balanço do início da competição. Avisou que é importante começar bem, mas prega os pés no chão na sequência da temporada.

Lucas recebe os abraços dos companheiros de Botafogo | Foto: Gazeta do Povo

Lucas recebe os abraços dos companheiros de Botafogo | Foto: Gazeta do Povo

“A vitória importante em qualquer momento, mas começar bem é preponderante porque precisamos criar a famosa gordura. O Brasileiro tem muitas partidas com essa dificuldade pela frente, com equipes de muita agressividade e excelente qualidade. Esse início é bom. Encoraja e anima, mas, ao mesmo tempo, é motivo para manter os pés no chão e dar continuidade ao trabalho”, salientou Oswaldo.

Destaque da Botafogo na vitória no Couto Pereira, o lateral Lucas recebeu os elogios do treinador.

“Ele sempre demonstrou muita segurança para enfrentar esta situação e encontrou também muito respaldo nos companheiros que deram força. Contra o São Paulo foi o melhor do nosso time, embora não tivesse feito gols”, lembrou Oswaldo.

O Glorioso volta a campo somente no dia 7 de junho, quinta-feira, para encarar o Cruzeiro, no Engenhão.

Vasco

Dedé afirma que volta ao time do Vasco dia 10, contra o Bahia
Zagueiro acredita que cumprindo programação dos médicos, terá condições de estrear na 4ª rodada do Brasileiro

É cada vez maior a possibilidade de o zagueiro Dedé voltar ao time do Vasco dia 10, em Pituaçu, contra o Bahia. Em entrevista à Rádio Tupi, na noite desta segunda-feira, o jogador disse não sentir mais as dores na perna esquerda, e vai seguir o cronograma da comissão técnica para estrear no Brasileirão na quarta rodada

Foto: AE Dedé não sente mais dores na perna esquerda

Dedé não atua desde 3 de abril, quando enfrentou o Alianza-PER, pela Libertadores. Desde então, vítima de um edema ósseo na fíbula, desfalcou a equipe. Não foi uma ausência simples. No período em que ficou fora, o Vasco ficou fora das finais do Campeonato Carioca e foi eliminado na competição sul-americana.

Criou-se a expectativa que ele voltaria na segunda partida contra o Corinthians, semana passada, pela Libertadores. Mas não houve jeito. Ainda sem confiança e sentindo incômodo na perna, voltou para o departamento médico.

Liberado na tarde desta segunda para exercício no campo, a programação do jogador prevê início de trabalhos com bola ainda esta semana. Para o compromisso do dia 6 contra o Santo, em São Januário, não haverá tempo. Mas o Mito deve votar na partida seguinte.

“Já trabalho sem sentir dor. Voltar contra o Santos não dá. Mas acho que consigo estar em campo diante do Bahia”, disse o zagueiro, que este atuou apenas 15 e marcou um gol.

Fluminense

Abel quer usar parada de 10 dias no Brasileiro para ajustar time
Técnico acredita que pelo menos Deco e Valência reforcem o Fluminense dia 6, na Vila, contra o Santos

Hilton Mattos

Depois do empate frustrante contra o Figueirense (2 a 2), na noite deste domingo, no Engenhão, o técnico do Fluminense, Abel Braga, quer usar o período de dez dias até o compromisso com o Santos, na Vila Belmiro, para fazer o time voltar a vencer. Para isso, contará com a volta de alguns titulares hoje entregues ao departamento médico.

A equipe que entrou em campo neste fim de semana não contou com Fred, Deco, Wellington Nem, Valência, Bruno, Elivélton, Rafael Moura, Diguinho e Rafael Sóbis. Apenas Thiago Neves, entre os medalhões, marcou presença no Engenhão pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

Foto: Photocamera Abel Braga espera ver o meia Deco treinando no campo na quarta-feira

No sábado, Deco foi a campo e realizou os primeiros exercícios físicos. De acordo com Abel, o jogador já deve treinar com bola na quarta-feira.

“Já teremos um time forte até lá. O Valência começa um trabalho amanhã (esta segunda-feira), Elivélton já está treinando, o Bruno na quarta já estará treinando. Isso é importante até para você melhorar o (aspecto) mental”, comentou Abel Braga.

O departamento médico tricolor acredita Fred e Diguinho possam estar de volta aos treinos na outra semana. Assim, a comissão estuda a possibilidade escalá-los na quarta rodada, diante do Internacional, no Rio.

Rafael Moura não atuou no domingo por estar suspenso. Deco, Fred, Valência e Sóbis sofrem de lesão muscular. Wellington Nem serve à seleção brasileira.

Por Cleber Aguiar – Neymar agita a capital americana

Fonte: O Estado de São Paulo

Craque santista é bastante assediado no primeiro treino da equipe em Washington, local do amistoso contra os EUA, e deixa até seguranças embaraçados

Mateus Silva Alves, ENVIADO ESPECIAL – O Estado de S.Paulo

WASHINGTON – Cerca de 200 pessoas foram ontem à Universidade Americana, em Washington, para assistir ao primeiro treino da seleção brasileira na cidade, principalmente brasileiros que moram na capital dos Estados Unidos, como era de se esperar, além de um ou outro norte-americano curioso sobre esse estranho esporte que eles chamam pelo estranho nome de soccer. Assim que um rapaz magro de cabelo esquisito apareceu em cena, ficou claro que aquele pessoal não estava lá exatamente para ver a seleção, mas para ver o rapaz Neymar, é claro. Em seu primeiro treino com os companheiros, já que não participou do amistoso contra a Dinamarca, o craque santista monopolizou as atenções, o que para ele não é novidade.

Brasileiros foram prestigiar treino da seleção - Mowa Press
Mowa Press
Brasileiros foram prestigiar treino da seleção

Assim que terminou de conceder uma concorrida e rápida entrevista coletiva à beira do gramado usado nesta segunda, 28, pelo time de Mano Menezes, Neymar foi agarrado por dezenas de crianças, que queriam fotos, autógrafos, beijos, abraços e tudo mais que o craque quisesse dar.

Os seguranças norte-americanos escalados para trabalhar no treino tiveram muito trabalho para tirá-las do campo e permitir que o treino começasse. Eles certamente não imaginavam que um jogador de futebol pudesse causar tamanho alvoroço no país que tanto ignora o futebol.

O jornalista norte-americano Dan Friedell, que é de Washington e está acompanhando os treinos da seleção como freelancer, ficou impressionado ao descobrir como Neymar é popular entre as crianças brasileiras, mas lembrou que nos EUA ninguém o conhece. “Aqui acompanhamos os principais campeonatos europeus. Não sabemos nada sobre o futebol brasileiro.” Ponto para os que acham que Neymar precisa ir já para a Europa.

REI DA COCADA PRETA
Feliz com o assédio inesperado, o santista estava completamente à vontade entre seus parceiros de seleção. Aliás, o prestígio de Neymar é tão grande no time que os demais jogadores esperaram pela chegada dele para fazer a tradicional cerimônia de iniciação dos novatos – no caso, Juan, Wellington Nem, Bruno Uvini, Casemiro e Rômulo. “Eu sou um veterano aqui”, brincou o atacante, que com absoluta certeza será titular nesta quarta. “Foi legal eles terem me esperado para fazer a iniciação. É normal, já que eu brinco muito, gosto de deixar todos à vontade.”

Político como sempre, Neymar lamentou a ausência de Ganso, mas não perdeu a chance de exaltar seu substituto. “O Ganso faz falta para qualquer time, mas o Oscar também é craque, eu me entendo bem com ele.” E festejou o fato de vários jogadores que conquistaram com ele o Sul-Americano Sub-20, como Casemiro, Bruno Uvini e o próprio Oscar, terem também chegado à seleção principal. “Eles estão realizando um sonho, como eu realizei. É muito bom ver isso.”

Imprensa local deixa amistoso entre Brasil e EUA em 2º plano

Interesse dos jornais pelo jogo é baixíssimo, mas venda de ingressos é boa graças a brasileiros e latinos

Mateus Silva Alves – O Estado de S.Paulo

WASHINGTON – Nesta quarta-feira, 30, a camisa amarela da seleção brasileira, uma das marcas mais fortes do futebol, talvez a mais forte, será vista no gramado do Fedex Field, o moderno estádio do Washington Redskins, time de futebol americano que é a maior paixão da capital dos Estados Unidos. Mas os cidadãos de Washington não parecem nada comovidos com esse fato. Não há uma única faixa pelas ruas da cidade que faça menção à partida. E, para piorar um pouco as coisas, a imprensa norte-americana não está dando muita atenção ao amistoso do time brasileiro contra a seleção da casa.

Na segunda não havia nenhum representante do jornal The Washington Post, o mais importante da cidade (e um dos maiores do país), no treino da seleção. E olha que o diário tem um jornalista especializado em futebol.  E as páginas da edição de ontem do Post não tinham uma única linha sobre a partida nem mesmo a goleada da seleção norte-americana por 5 a 1 sobre a Escócia, em um amistoso disputado no sábado, parece ter animado a mídia local.

Não é preciso ser um grande especialista em futebol para saber que o fato de a seleção brasileira ser formada basicamente por jogadores com idade olímpica não ajuda em nada a promoção do jogo. Se aqui estivessem estrelas de renome mundial como Ronaldinho Gaúcho, ou mesmo Kaká, talvez a situação fosse um pouquinho diferente.

BOAS VENDAS
Por estranho que pareça, a venda de ingressos para o duelo entre brasileiros e norte-americanos tem sido boa. Do total de 70 mil bilhetes colocados à disposição do público, já foram negociados 55 mil. A explicação para esse aparente paradoxo é simples: como em toda grande cidade norte-americana, há enorme quantidade de latinos vivendo em Washington. Sem falar, é claro, na colônia brasileira da cidade, que certamente irá em peso ao Fedex Field.

Graças aos latinos, o estádio dos Redskins tem recebido grande público em jogos de futebol. No ano passado, Barcelona e Manchester United disputaram um amistoso de pré-temporada no Fedex Field e ele ficou lotado. O mesmo já havia acontecido antes em uma partida do Real Madrid, também um amistoso de pré-temporada.

Hulk deve ser mantido e Pato testado na seleção brasileira

Mateus Silva Alves – O Estado de S.Paulo

WASHINGTON – Que Mano Menezes iria fazer mudanças em sua equipe, isso era evidente. No mínimo uma: a entrada de Neymar no ataque, muito provavelmente no lugar de Lucas. Depois da ótima partida que Hulk fez contra a Dinamarca, ficou difícil para o treinador encontrar argumentos para tirar do time o jogador do Porto. E nesta segunda, 28, Mano deu a entender que pensa em fazer mais algumas alterações para o jogo contra os Estados Unidos.

É bem verdade que o treino comandado pelo gaúcho, em apenas metade do campo, não pode ser considerado definitivo para a escolha dos jogadores que serão titulares amanhã, mas ainda assim algumas pistas foram dadas por Mano. Neymar à parte, a novidade mais importante testada por ele foi a entrada de Alexandre Pato no posto de centroavante. Durante boa parte da atividade, o jogador do Milan, que há milênios convive com problemas musculares, esteve ao lado de Hulk e Neymar. A “vítima” do treinador foi Leandro Damião, que não conseguiu brilhar contra os dinamarqueses.

Além do centroavante do Internacional, outro jogador que corre o risco de perder um lugar na equipe é o lateral-direito Danilo. Substituído durante o jogo de Hamburgo por Rafael, o ex-jogador do Santos pode ser obrigado a assistir à partida de amanhã do banco de reservas. Mano testou o garoto do Manchester United no treino e não será surpresa se repetir a dose na atividade de hoje e no jogo, evidentemente.

Do outro lado da defesa, Alex Sandro também teve a chance de treinar como titular, mas é bem menos provável que ele roube a vaga de Marcelo a não ser que Mano deseje fazer muitos testes no amistoso contra os norte-americanos. Nesse caso ele descaracterizaria demais o time que jogou bem contra a Dinamarca e aumentaria o risco de um resultado ruim amanhã. A esta altura de seu trabalho, tudo o que Mano não precisa é de resultados ruins.

Por Cleber Aguiar – Patrocínio deve encostar nos R$ 3 bilhões até 2016

Fonte: Folha de  São Paulo

MARKETING
Estudo indica crescimento de quase 10% ao ano no Brasil

SÉRGIO RANGEL
DO RIO

O patrocínio no esporte brasileiro deve crescer 9,8% ao ano até 2016. Estudo da SportPar indica que a arrecadação com patrocínio vai pular de US$ 900 milhões (R$ 1,78 bilhão) para US$ 1,5 bilhão (R$ 2,97 bilhões) no ano em que serão realizados os Jogos Olímpicos do Rio.

O cálculo foi feito com base em estimativas do mercado publicitário e do PIB (Produto Interno Bruto) nacional nos próximos anos.

O crescimento do faturamento com verbas de patrocínio no esporte brasileiro segue tendência mundial.

O trabalho da empresa carioca aponta também que o setor será a principal fonte de receita da indústria do esporte no planeta já em 2014, com US$ 45,6 bilhões (R$ 90 bilhões) ou 31%. Vai superar pela primeira vez a bilheteria.

De 2011 até 2016, a receita de patrocínio deverá crescer 6,8% ao ano no mundo. Pulará de US$ 35 bilhões (R$ 69 bilhões) para US$ 52 bilhões (R$ 102 bilhões).

Apesar da projeção do crescimento do mercado de patrocínio, grandes clubes do país têm dificuldade para faturar com suas camisas.

Flamengo, São Paulo e Corinthians, que reúnem as três maiores torcidas do país, estão sem anunciante principal em seus uniformes.

Mesmo com Ronaldinho no time, o clube da Gávea não conseguiu fechar um contrato de um ano no espaço mais nobre de sua camisa.

“O Brasil ainda enfrenta dois problemas. O primeiro é a dificuldade de profissionalizar os clubes. A outra é uma consequência desse modelo”, diz Carlos Moreira, ex-

-executivo da Nike e da Geo Eventos e fundador do canal Esporte Interativo.

“Os patrocínios ainda se restringem exclusivamente a comercializar a marca na camisa. Na verdade, o envolvimento dos clubes tem que ser muito maior. Eles têm que ajudar a vender o produto, fazendo ações com torcedores, algo que é comum nos EUA e na Europa, mas raro aqui”, explicou Moreira, que também é diretor da SportPar.

De olho no mercado brasileiro, gigantes do marketing esportivo começam a entrar no Brasil. Ontem, a inglesa CMS (Chime Sports Marketing), uma das cinco maiores empresa do setor no mundo, oficializou uma parceria com a brasileira Golden Goal para atuar no país.

Nos EUA, o mercado mais forte do esporte mundial, os patrocínios esportivos neste ano já correspondem a 10,4% (US$ 49 bilhões, ou R$ 97 bilhões) do bolo de todo o mercado publicitário. Em 2007, as receitas de patrocínio equivaliam a 8,2% (US$ 38 bilhões ou R$ 75 bilhões).

Ambev lança ‘milhagem’ de sócio-torcedor

EDUARDO OHATA
DO PAINEL FC

A Ambev anunciou oficialmente ontem a adesão dos quatro grandes times de São Paulo ao “programa de milhagem” criado pela cervejaria e que tem como foco sócios-torcedores dos clubes de futebol.

Ponte Preta e Portuguesa completam a iniciativa, que já conta com 33 clubes.

O projeto oferecerá aos sócios-torcedores descontos em produtos da Ambev e de outras empresas em supermercados participantes. “A ideia é que, em um dado momento, o total de descontos que os sócios-torcedores vão conseguir superará o valor da mensalidade que eles pagam”, explica Milton Seligman, vice-presidente de relações corporativas.

Segundo a Ambev, o valor médio das mensalidades é de R$ 25. Pelo raciocínio, de olho nos descontos e pela “paixão do brasileiro pelo futebol”, o número de interessados em se tornarem sócio-torcedores crescerá, resultando em mais dinheiro nos cofres dos clubes de futebol.

Além disso, haverá um fundo atrelado ao volume de latas da marca Brahma comercializadas. O número de acessos aos blogs dos clubes na internet determinará o percentual, em benefícios, que cada um receberá. Esse dinheiro não passará pelas mãos dos cartolas. Será revertido em infraestrutura, como já foi feito com os clubes do Rio.

Fluminense, por exemplo, ganhou sala de troféus e reforma do vestiário. O Botafogo, manutenção do gramado do Engenhão.

“Vamos discutir com os clubes paulistas o que eles querem”, disse o executivo, que espera, como consequência, aumento nas vendas da cervejaria.