Por Cleber Aguiar – Verdão vacila no fim e cede empate à Portuguesa em casa

Fonte: Gazetaespotiva.net

São Paulo (SP)

O Palmeiras iniciou o Campeonato Brasileiro-2012 de forma decepcionante e já irritou seus torcedores. Apático principalmente no segundo tempo, o Verdão perdeu os primeiros pontos em casa no empate deste sábado à noite por 1 a 1 com a Portuguesa, no Pacaembu.

O Palmeiras atuou bem apenas no final do primeiro tempo, quando conseguiu o gol em uma linda jogada concluída por Luan. Porém, o Verdão teve uma queda inexplicável na etapa final e cedeu o empate no tento de Rodriguinho, de cabeça.

O resultado mantém, pelo menos, um tabu favorável ao Palmeiras diante da Portuguesa. Em jogos do Campeonato Brasileiro, o Verdão não perde do adversário desde 1995, quando foi derrotado por 2 a 1 pela Lusa no Palestra Itália.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras entra em campo no domingo da semana que vem diante do Grêmio, às 18h30, no estádio Olímpico, em Porto Alegre. Um dia antes e no mesmo horário, a Portuguesa desafia o Vasco, no Canindé.

Durante a semana, o Palmeiras volta as suas atenções para a Copa do Brasil. Na quarta-feira à noite, decide a vaga nas semifinais diante do Atlético-PR. No encontro de ida, em Curitiba, houve empate por 2 a 2. Assim, o Alviverde carimba a classificação até com uma igualdade por 0 a 0 ou 1 a 1.

O Jogo –A abertura do Campeonato Brasileiro começou de forma apática para Palmeiras e Portuguesa. Nos instantes iniciais da partida do Pacaembu, o Verdão priorizava a troca de passes sem muita pressa, enquanto a Lusa limitava-se a atuar apenas no erro do adversário.

A Portuguesa ainda sofreu o golpe da saída de sua referência ofensiva. Em virtude de um choque na cabeça, Ricardo Jesus deixou o gramado para a entrada de Rodriguinho. Quase ao mesmo tempo, a Lusa criou a primeira grande chance: Luis Ricardo avançou pela direita, driblou três adversários e mandou uma bomba no peito do goleiro Bruno.

O Palmeiras acordou apenas aos 24 minutos. Barcos usou a força física ao receber cobrança de lateral dentro da área, girou sobre Renato e bateu colocado. O goleiro Weverton pulou no canto esquerdo para espalmar a tentativa do argentino.

No entanto, a Lusa proporcionou outro susto aos donos da casa em uma bola parada. Aos 30 minutos, Renato mandou uma bomba na infração de longe e exigiu defesa difícil de Bruno. Boa parte da torcida alviverde demonstrava preocupação e ficava em silêncio.

A monotonia alviverde acabou pouco antes do intervalo em grande estilo. Em uma jogada que tirou intensos aplausos, com direito a toques de calcanhar de Barcos e Daniel Carvalho, o Palmeiras abriu o placar aos 37 minutos, em um arremate firme de Luan da entrada da área. O Verdão terminou melhor a primeira etapa, até com chances de ampliar.

Notícias preocupantes: Para a etapa complementar, o Palmeiras voltou modificado: Maurício Ramos entrou no lugar do lesionado Leandro Amaro. Ainda por cima, Daniel Carvalho ficou em campo apenas por mais sete minutos antes de sentir a coxa esquerda e ceder a vaga a Mazinho.

As mudanças proporcionaram uma queda de rendimento ao Palmeiras. Em desvantagem, a Portuguesa avançou suas linhas e manteve maior posse de bola. Faltava, contudo, qualidade técnica para criar jogadas de perigo.

A Portuguesa tentou aumentar a criatividade ao promover a estreia do ex-palmeirense Michael. A partir dos 30 minutos, a Lusa intensificou a pressão e empatou no fim, com o gol de cabeça de Rodriguinho, em um cochilo da zaga palmeirense. Final: 1 a 1.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s