Por Cleber Aguiar – Zinho é apresentado: ‘Vou fazer tudo pelo Flamengo’

Fonte: Lancenet.com

Novo diretor de futebol será responsável pelo elo entre os jogadores e a diretoria rubro-negra

HOME - Zinho aporesentado no Flamengo (Foto: André Portugal) Zinho durante a apresentação como diretor de futebol do Flamengo (Foto: André Portugal)

Roberto Murad
Publicada em 11/05/2012 às 12:17
Rio de Janeiro (RJ)

O Flamengo apresentou na manhã desta sexta-feira Zinho como o novo diretor executivo de futebol. Empolgado com a nova função, ele teve de abandonar o cargo de comentarista numa emissora de televisão e a gestão no Nova Iguaçu. Apesar de mudar completamente sua vida, ele garante que está totalmente focado no Flamengo.

– Estou muito satisfeito com essa oportunidade que Deus abriu para mim. Vou me dedicar 24 horas em prol do Flamengo. Preciso de um respeito. Aqui no clube em cada cantinho que vou passando eu sinto gente da minha época. Vou conhecendo o clube, como cada um trabalha – disse.

Zinho será o responsável por promover a ligação entre o futebol e a diretoria. Alguns jogadores chegaram a se queixar da falta de uma pessoa que fizesse esse papel.

– Vou falar com todo mundo. Pretendo ver as obras do CT depois, conversar com todos os jogadores. Tem abertura para conversa, quem quiser pode falar comigo. Com a imprensa também vai ser assim, sempre com respeito. Vou ser o elo da diretoria. Agora tem alguém aqui no futebol. Vou estar todos os dias no CT – afirmou.

Assim que chegou ao clube, Zinho bateu um papo rapidamente com o vice de relações externas, Walter Oaquim, o vice de futebol Paulo Cesar Coutinho e em seguida foi conhecer os jogadores.

– O primeiro contato foi o melhor possível. Quando eu estava vindo fiquei pensando “Como vai ser? Antes eu era jogador, agora vão me ver como um diretor”. Quando eu cheguei, o pessoal da portaria, que já me conhece, disse “bem-vindo de volta!”. Tem muita gente da minha época. O Runco (médico), o Deni (massagista), o Joãozinho (serviços gerais), que era do refeitório. Eles vão vendo e falam: “Ele sempre trata todo mundo bem, é gente boa” – comentou.

Zinho pôde ver Ronaldinho começar a carreira no Grêmio, quando ainda era jogador. Hoje como diretor de futebol, ele espera rever a alegria que o menino de 19 anos demonstrava na época.

– Joguei com o Ronaldinho quando ele tinha 19 anos. Ele já era um fenômeno, destaque do Grêmio naquela época. Gostei de revê-lo, dar um abraço nele depois de muito tempo. Ele é uma estrela mundial. Tem muita  coisa para render ainda. Tem de traçar objetivos, porque quando temos uma meta no fim você se motiva. O Ronaldo faz parte desse grupo e é muito importante. É seguido por milhares de pessoas pelo que já fez no futebol – afirmou.

 

Por Cleber Aguiar – No Twitter, Neymar ironiza técnico do Bolívar: ‘Muito prazer’

Fonte: Globo.com

No Twitter, Neymar ironiza técnico do Bolívar: ‘Muito prazer’

Antes do primeiro jogo, em La Paz, treinador Ángel Guillermo Hoyos havia dito não conhecer o atacante santista. Resposta veio na bola

Por Lincoln Chaves e Marcelo Hazan Santos, SP

O técnico do Bolívar, Ángel Guillermo Hoyos, cutucou uma onça com vara curta. Antes do primeiro jogo contra o Santos, válido pelas oitavas de final da Libertadores, em La Paz, ele disse à imprensa boliviana que não conhecia Neymar. O atacante santista encarou a declaração como uma provocação. Na altitude de 3.660 metros da capital boliviana, e em meio a um clima hostil – com botinadas dos zagueiros e objetivos atirados da arquibancada no gramado -, Neymar não conseguiu render bem. Nesta quinta-feira, porém, ele deu a resposta. E em grande estilo.

O camisa 11 comandou o massacre na Vila Belmiro: 8 a 0, resultado que foi a sexta maior goleada da história da Libertadores. Neymar fez “só” dois gols. Na comemoração, fez uma reverência, como se estivesse se apresentando a alguém desconhecido. Parecia a resposta certa a Ángel Guillermo Hoyos.

E se alguém ainda tinha dúvida, Neymar matou a charada no Twitter, logo após o jogo, quando postou a foto abaixo com a seguinte legenda:

– Muito prazer.

Neymar ironiza técnico do Bolívar no Twitter (Foto: Reprodução / Twitter)Neymar ironiza técnico do Bolívar no Twitter (Foto: Reprodução / Twitter)

ICFUT – Libertadores 2012 – 10/05/2012

Santos 8 X 0 Bolívar – Libertadores 2012

Universidad 6 X 0 Deportivo Quito – Libertadores 2012

Fluminense 2 X 1 Internacional – Libertadores 2012

 

Quartas de Final

Data Hora Local Jogos
16/05 La Bombonera Boca Juniors   x   Fluminense
23/05 Engenhão Fluminense   x   Boca Juniors
16/05 São Januário Vasco   x   Corinthians
23/05 Pacaembu Corinthians   x   Vasco
16/05 José Amalfitani Vélez Sarsfield   x   Santos
23/05 Vila Belmiro Santos   x   Vélez Sarsfield
16/05 Nacional Universidad de Chile   x   Libertad
23/05 Dr. Nicolás Leoz Libertad   x   Universidad de Chile

Por Cleber Aguiar – Mano Menezes convoca a seleção brasileira sem Ronaldinho

Fonte: O Estado de São Paulo

Técnico anuncia a lista dos convocados para quatro amistosos com Pato como novidade

Acompanhado por José Maria Marín, presidente da CBF, o técnico Mano Menezes anunciou nesta sexta-feira, no Rio, os 23 jogadores convocados para os próximos quatro amistosos do Brasil: contra Dinamarca, Estados Unidos, México e Argentina. E o treinador deixou de fora o meia Ronaldinho Gaúcho, do Flamengo, além de ter apostado em 17 jogadores com menos de 23 anos, que podem disputar a Olimpíada de Londres. Em discurso, o dirigente declarou não ter interferido na lista.

Mano Menezes descarta Ronaldinho - Alex Silva/AE
Alex Silva/AE
Mano Menezes descarta Ronaldinho

Esta convocação foi a primeira da seleção brasileira após Marin assumir a presidência da CBF depois da saída de Ricardo Teixeira. E o dirigente exigiu ter acesso à lista com 48 horas de antecedência, no que foi atendido por Mano, como confirmado pelo próprio dirigente, mas garantiu não ter feito nenhuma alteração. “A lista está intacta”, declarou.

No início da semana. Marín “sugeriu” que o treinador não utilizasse mais o meia Ronaldinho Gaúcho. E o dirigente, ao lado de Andrés Sanchez, diretor de seleções da CBF, acompanhou a apresentação da lista de convocados por Mano, sem a presença do jogador do Flamengo.

Boa parte dos jogadores convocados para os quatro amistosos devem fazer parte da equipe que tentará conquistar a medalha de ouro na Olimpíada de Londres. Da lista de 23 convocados, 17 possuem idade para disputar os Jogos neste ano. Mano também tem direito a levar para a Olimpíada três jogadores com mais de 23 anos, que podem estar entre os seis “veteranos” lembrados nesta sexta-feira.

A principal novidade da convocação foi a presença do atacante Alexandre Pato, que está no Milan. O treinador também chamou o meia Oscar, que enfrenta imbróglio jurídico entre Internacional e São Paulo. Além disso, o atacante Wellington Nen, destaque do Fluminense no início desta temporada, foi lembrado pela primeira vez.

Mano também não abriu mão de alguns dos destaques do futebol nacional, que devem desfalcar as suas equipes em jogos das rodadas iniciais do Campeonato Brasileiro, como Paulo Henrique Ganso e Neymar, ambos do Santos, Lucas, do São Paulo, e Jefferson, do Botafogo, entre outros. Já o zagueiro Dedé, do Vasco, que está contundido, ficou fora da lista de convocados por Mano.

O Brasil vai enfrentar a Dinamarca no próximo dia 26, em Hamburgo, na Alemanha, e os Estados Unidos, no dia 30, em Washington. Depois, joga contra o México, em 3 de junho, em Dallas, e encerra a série de amistosos contra a Argentina, no dia 9, em New Jersey.

Confira a lista de convocados da seleção brasileira para os quatro amistosos:
Goleiros – Jefferson (Botafogo), Neto (Fiorentina) e Rafael (Santos)
Zagueiros – Bruno Uvini (Tottenham), David Luiz (Chelsea), Juan (Inter de Milão) e Thiago Silva (Milan)
Laterais – Alex Sandro (Porto), Daniel Alves (Barcelona), Danilo (Porto) e Marcelo (Real Madrid)
Volantes – Casemiro (São Paulo), Rômulo (Vasco) e Sandro (Tottenham)
Meias – Ganso (Santos), Giuliano (Dnipro), Lucas (São Paulo) e Oscar (Inter)
Atacantes – Alexandre Pato (Milan), Hulk (Porto), Leandro Damião (Inter), Wellington Nem (Fluminense) e Neymar (Santos)

Por Cleber Aguiar – Com ‘sangue nos olhos’, Santos se vinga humilhando o Bolívar na Vila

Fonte:Globo.com

Santos 8 x 0 Bolívar

Oitavas de final
Depois de sofrer com violência dos bolivianos em La Paz e ouvir provocação do técnico rival, Peixe mete 8 a 0 e avança às quartas
A CRÔNICA
por Lincoln Chaves e Marcelo Hazan

 

“Aqui, en Vila Belmiro, la respuesta está dentro de campo”. A frase, em portunhol legítimo, estampava uma faixa exibida por torcedores santistas. Era um recado aos jogadores e aos torcedores do Bolívar. Na partida de ida, em La Paz, além da altitude de 3.660 metros acima do nível do mar, o Peixe teve de lutar contra a violência dos adversários em campo e o vandalismo de torcedores, que atiravam objetos no gramado – Neymar, que era um “desconhecido” para o técnico do Bolívar, chegou a ser atingido no rosto. Resultado: Bolívar, 2 a 1.

A vingança veio nesta quinta-feira. E em forma de massacre. Com “sangue nos olhos”, Neymar, Ganso & Cia massacraram o fraquíssimo time boliviano: 8 a 0. O resultado é a sexta maior goleada da história da Libertadores – a maior é um 12 a 1 do Peñarol-URU sobre o Valencia-VEN, em 1970. O Peixe ficou a um gol de superar seu maior placar na competição – um 9 a 1 sobre o Cerro Porteño-PAR, em 1962.

O Santos agora encara um adversário bem mais difícil nas quartas de final da Libertadores: o Vélez Sarsfield, da Argentina. O primeiro jogo será quinta-feira (17), em Buenos Aires, e o segundo na quinta seguinte (24), em local a definir (Vila ou Pacaembu). Quem passar pega o vencedor de Corinthians e Vasco nas semifinais.

Embalado pela goleada na Libertadores, o Santos agora se volta para a decisão do Campeonato Paulista. A vantagem é enorme: com os 3 a 0 sobre o Guarani no primeiro jogo, o time de Muricy Ramalho pode até perder por dois de diferença no domingo, às 16h (de Brasília), no Morumbi, que chega ao tri consecutivo.

Ganso Neymar gol Santos (Foto: Reuters)Juan, Ganso e Neymar: festa do Santos na Vila Belmiro (Foto: Reuters)

Com “sangue nos olhos”, Santos massacra
Foi seguramente um dos maiores massacres da história da Libertadores dentro de uma só etapa. Sem tomar conhecimento do Bolívar, o Santos atropelou. Claramente motivado pelos episódios ocorridos no jogo de La Paz, o time de Neymar, Ganso & Cia. parecia querer provar: guerra se combate na bola. E desde o primeiro minuto foi essa a atitude do Peixe.

Minutos antes de a bola rolar, Robinho enviou mensagem surpresa a Neymar. Por meio do telão da Vila Belmiro, o Rei das Pedaladas pediu para o camisa 11 arrebentar e marcar três gols. Também disse que o amava. Da Itália, o ídolo do Alvinegro certamente não esperava que todo o time levaria suas palavras tão ao pé da letra.

 A tradicional “pegada de Libertadores” era nítida. A missão era bem clara: golear o adversário a qualquer custo. Logo aos cinco minutos, o agraciado foi Elano. Atrás de um gol há tempos, o camisa 8, enfim, desencantou. Do jeito que gosta, recebeu passe de cabeça de Neymar e soltou o pé de fora da área. Sem a altitude de 3.660 metros, o goleiro Arguello parece ter sido confundido com a curva da bola, que morreu nas redes. Na comemoração, Elano ajoelhou no gramado com as caneleiras nas mãos, em homenagem às filhas Maria Clara e Maria Tereza, cujos nomes estão gravados no objeto.

Empurrado por uma Vila Belmiro lotada, o Peixe ligou o rolo compressor. Atordoado, o Bolívar até chegou a tentar finalização de fora da área com Cardozo, sem sucesso. Nada importava ao Santos, a não ser massacrar o adversário. A bela linha de passe tramada por Ganso, Adriano, Alan Kardec e Henrique era prenúncio do que viria pela frente. No escanteio seguinte ao lance, veio o pênalti em Edu Dracena. Neymar deslocou o goleiro, se isolou como maior artilheiro pós Pelé, com 105 gols, e “reverenciou” todos os torcedores na comemoração.

Dos 21 minutos, tempo em que Neymar ampliou o marcador, até os 36, o Santos fez mais três. O terceiro deles, porém, deve ganhar placa do presidente Luis Alvaro Ribeiro. Pela esquerda, o craque cruzou rasteiro para Ganso ajeitar o corpo e, de letra, matar Arguello. A bola ainda tocou na trave antes de entrar.

Nem bem deu a saída de bola e o Bolívar já sofria outro gol. Alan Kardec dominou na intermediária, avançou e bateu cruzado de fora da área, sem chances para Arguello. Quando parecia que o massacre já havia terminado, Neymar novamente deu o ar da graça. Pela esquerda, ele achou espaço na defesa do Bolívar, invadiu a área e só deu um leve tapa de direita, definindo os 5 a 0 no primeiro tempo.

Neymar gol santos x Bolivar (Foto: Miguel Schincariol / Globoesporte.com)Neymar presta reverência à torcida na Vila Belmiro (Foto: Miguel Schincariol)

Parecia que tinha acabado, mas ainda cabia muito mais

Os 15 minutos do intervalo poderiam esfriar o Santos na Vila Belmiro. Era por isso que o Bolívar torcia, mas tal fato esteve longe de acontecer. Incansável, o Peixe queria mais. Nem mesmo o som do “olé” entoado pelos santistas na primeira etapa relaxou a equipe. Entre pontapés dos bolivianos e lindas jogadas de efeito de Neymar e Ganso – por conta de cotoveladas, o meia teve de usar um algodão no nariz durante a partida -, o Santos continuava dando show.

Endiabrado, Neymar seguiu como protagonista. Mas em vez de artilheiro, assumiu papel de garçom. Em mais uma bela jogada pela esquerda, o atacante achou Elano. Com um lindo drible de corpo, lembrando o mesmo movimento executado por Diego, ex-Santos e atual Atlético de Madrid, contra o São Paulo em 2002, o meia tirou o zagueiro da jogada e só deslocou o goleiro: 6 a 0.

Se o Peixe jogava por música, a orquestra tinha de ter mais gols do Maestro. E de tanto treinar, Ganso acertou gol de falta. Desta vez, com bela contribuição de Arguello, que espalmou a bola para dentro, aos sete minutos. Àquela altura, tudo já era festa para a torcida do Santos. Com o placar garantido, Muricy Ramalho promoveu alterações. Alan Kardec deu lugar a Borges e Arouca foi substituído por Ibson.

E em mais outra boa jogada pela esquerda de Neymar, o Santos chegou ao oitavo. O craque gingou na frente dos adversários e rolou para Ganso na entrada da área. De primeira, o camisa 10 deixou Borges totalmente à vontade para finalizar e ampliar.

Mesmo com 8 a 0 no placar, nenhum torcedor boliviano tirou o pé da Vila Belmiro. A motivação era por um gol de honra da equipe celeste. Nos poucos lances de perigo criados pelo Bolívar na etapa final, eles ainda vibravam, mas não puderam comemorar nada. Rafael pegou tudo. Com tudo o que tem direito, incluindo olé, o Santos se garantiu com moral nas quartas de final da Libertadores.

Ganso gol Santos (Foto: Reuters)Ganso faz a festa, com o goleiro do Bolívar no chão – massacre! (Foto: Reuters)

Luciano Huck e Bruno Gagliasso assistem ao show do Peixe na Vila

A trabalho em Santos, apresentador corintiano aproveita e acompanha a goleada do time de Neymar. Ator, que é flamenguista, faz companhia

Por Marcelo Hazan e Lincoln Chaves Santos, SP

 
 
58 comentários

O apresentador da  Luciano Huck, da TV Globo, esteve na Vila Belmiro nesta quinta-feira e acompanhou a goleada do Santos sobre o Bolívar, por 8 a 0, em jogo que garantiu a classificação do Peixe para as quartas de final da Taça Libertadores da América. Na cidade a trabalho, ele, que é corintiano, aproveitou para assistir de perto o show de  Neymar & Cia. O ator Bruno Gagliasso, que é corintiano, também marcou presença.

Luciano Huck na Vila Belmiro no jogo Santos x Bolívar (Foto: Lincoln Chaves / Globoesporte.com)Luciano Huck num dos camarotes da Vila Belmiro (Foto: Lincoln Chaves / Globoesporte.com)

Antes da partida, ele já mostrava a ansiedade pelo Twitter. Num dos camarotes da Vila, ele assistiu ao jogo na companhia do ex-jogador Pepe

– Como vir a Santos e não ir ao Santos? Vila Belmiro aqui vou eu! O bom acaso: vir a Santos a trabalho e terminar na Vila vendo o Peixe ao lado de Pepe.

O flamenguista Bruno Gagliasso, também pelo Twitter, brincou com o assédio.

– Os santistas estão até me beijando. Sou Rubro-Negro, mano. Parabéns Santos!

Com a vitória, o Santos agora enfrentará o Velez Sarsfield na próxima fase. O primeiro jogo, na próxima semana (provavelmente na quinta-feira), será na Argentina. Se passar para a semi, o rival sairá do confronto entre Corinthians e Vasco.