Por Cezar Alvarenga – Gols e melhores momentos da vitória do Corinthians sobre o XV de Piracicaba.

Fonte: UOL Esportes

Sem as faixas e camisas das torcidas organizadas Gaviões da Fiel e Pavilhão 9, vetadas dos estádios depois da morte de dois palmeirenses, o mistão do Corinthians (com apenas dois titulares absolutos) fez o básico para vencer o frágil XV de Piracicaba por 1 a 0, gol de Ramon, na noite desta quarta-feira. A partida no Pacaembu registrou o pior público do clube da capital como mandante na temporada: 6.960 pagantes (7.531 pessoas no total).

Assim, o Timão encerra a 16ª rodada do Paulista com 37 pontos e assume a liderança provisoriamente. Para seguir no topo da tabela, torce por um tropeço do São Paulo diante do Catanduvense nesta quinta. Já a equipe do interior permanece com 11, na zona de rebaixamento.

O fato inusitado é que os jogadores do XV chegaram de táxi ao Pacaembu, porque o ônibus que trazia a delegação de Piracicaba quebrou no meio da estrada. “Eu vim com meu carro. O pessoal veio de táxi. Espero que essa seja uma senha da sorte para a partida”, declarou o técnico Estevam Soares à rádio Globo.

A partida parece que só começou para o time do técnico Tite no segundo tempo. O primeiro foi chato e só nos minutos finais os goleiros das duas equipes levaram algum susto.

Com Douglas ineficiente na armação, coube a Emerson Sheik criar duas boas jogadas pela pontas. Mas Gilsinho e Elton erraram a conclusão.

O XV marcava bem, mas sem qualidade para atacar. O estreante Cássio, que substituiu Julio Cesar no gol corintiano, foi um mero espectador em campo.

“Esse não é o Corinthians que vem fazendo grandes apresentações. Não adianta falar que é um mistão, porque temos aqui jogadores de peso que já atuaram na equipe considerada principal. Então não tem desculpa, está horrível do goleiro ao Emerson”, criticou o capitão Emerson Sheik na saída para o intervalo.

“Viemos com o intuito de marcar e buscar o contra-ataque e estamos conseguindo nos impor”, disse do outro lado Diego Borges.

A bronca de Sheik e a orientação de Tite fizeram bem aos donos da casa. O treinador sacou Gilsinho para a entrada de Edenilson e logo a 1 min Ramon abriu o placar. O lateral avançou pela esquerda, passou pela marcação e bateu cruzado, no canto.

Depois só deu Corinthians, que desperdiçou as oportunidades de ampliar a vantagem. Frágil, o representante de Piracicaba não esboçou uma reação.

Nos acréscimos, até o goleiro Gilson subiu ao ataque para tentar empatar. O gol quase saiu em um escanteio, mas a arbitragem assinalou impedimento, apesar de uma grande defesa de Cassio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s