Por Cleber Aguiar – Manual de conduta do Flamengo gera a insatisfação de Ronaldinho

Fonte: Gazetaesportiva.net

O meia Ronaldinho Gaúcho não aprovou a ideia da diretoria do Flamengo de fazer um manual de conduta a ser seguido por todos os jogadores do clube carioca. O experiente atleta destacou que a atitude dos times brasileiros em tentar controlar todas as decisões tomadas por seus funcionários em suas vidas pessoais é algo digno de equipes amadoras.

O armador comparou o manual apresentado pelo Rubro-Negro ao modo como o Barcelona trata o seu elenco. Ídolo na equipe catalã, Ronaldinho Gaúcho lembrou que tinha total liberdade para fazer o que bem quisesse na equipe espanhola e que a falta de pressão imposta pelos dirigentes sobre o grupo é essencial na conquista de resultados positivos e campeonatos.

“Acho que se precisasse de cartilha, o Barcelona não seria campeão de nada há dez anos, como vem sendo. O Barcelona não tem cartilha e ganha tudo. Todo mundo é muito consciente do que tem que fazer. O futebol brasileiro precisa evoluir cada vez mais e deixar as coisas serem mais profissionais”, bradou o flamenguista, em entrevista ao canal de TV Fox Sports.

Ronaldinho também emendou uma crítica aos torcedores que desconfiam de sua responsabilidade dentro de campo. O meia voltou a afirmar que não participa de festas em datas que antecedem duelos importantes e reforçou o seu comprometimento com sua família e com o próprio clube rubro-negro.

“Não saio um dia antes de jogo, não saio dois dias antes de jogo. Todo mundo sabe do que gosto, e acha que (jogador) quando não está jogando futebol, está com instrumento na mão. Acham que faço pagode 24 horas, mas esquecem que a gente tem filho, família”, completou o atleta.

No início da semana, o camisa 10 flamenguista ficou de fora dos treinamentos comandados por Joel Santana. O atleta alegou uma indisposição e foi poupado das atividades de segunda-feira, retornado ao centro de treinamento na terça. No entanto, fontes afirmam que o jogador assistiu ao show do cantor Belo com o atacante Adriano, na madrugada anterior.

Por Cleber Aguiar – Polícia prende torcedores da Ponte suspeitos por morte de bugrino

Fonte: Futebolinterior.com.br

A 2ª Vara Criminal de Campinas decretou prisão provisória de 30 dias para os pontepretanos

  A Polícia Civil prendeu, na manhã desta sexta-feira, seis torcedores da Ponte Preta, suspeitos de envolvimento na morte do torcedor do Guarani Anderson Ferreira, de 28 anos. O grupo foi levado ao 10º Distrito Policial de Campinas para prestar depoimentos.
Os torcedores foram encaminhados pelo Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra) do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (DEIC). Segundo decreto da 2ª Vara Criminal do município, eles devem ficar detidos por 30 dias.Apesar da prisão decretada, o advogado Wagner Nascimento Jayme, que defende quatro dos seis envolvidos, disse que seus clientes confirmaram ter presenciado a agressão a Ferreira, porém não participaram da ação.

Como tudo aconteceu
Após os dérbinhos (Sub-15 e Sub-17) realizados na última quinta-feira no Estádio Brinco de Ouro, as duas torcidas protagonizaram uma briga generalizada, uma hora e meia depois dos jogos. O confronto aconteceu na Avenida Ayrton Senna, próxima aos dois estádios, e acabou resultando com a morte de Anderson Ferreira.

O torcedor acabou sendo atingido por uma pedrada e caiu no chão. Integrantes da Torcida Jovem o espancaram com chutes, socos e barras de ferro. Anderson Ferreira foi internado ainda na quinta-feira, com traumatismo craniano e traumatismo toráxico bilateral, mas no domingo teve sua morte cerebral decretada. Na manhã desta segunda-feira, o Hospital Mário Gatti confirmou os desligamentos dos aparelhos, decretando assim a morte do integrante da Fúria Independente.

Devido a esse acontecimento, o clima de guerra se instalou em Campinas, aumentando ainda mais a preocupação para o dérbi deste sábado, que irá completar 100 anos. O presidente do Guarani, Marcelo Mingone, quer mudar a data do jogo e também o local, mas o presidente da Comissão de Arbitragem da Federação Paulista de Futebol (FPF), Coronel Marinho, confirmou que o clássico será realizado no sábado, no Moisés Lucarelli, pela 15ª rodada do Paulistão.

Dérbi: Delegada garante que os presos participaram do crime

A delegada promete mais prisões, inclusive da torcida do Guarani

A delegada Yara Ely Marques da Silva (foto), do 10º Distrito Policial de Campinas, responsável pela prisão dos seis torcedores da Torcida Jovem, da Ponte Preta, afirmou ter certeza que os suspeitos presos são os responsáveis pela morte do membro da torcida Fúria Independente, do Guarani, Anderson Ferreira, de 28 anos.

“Há indícios suficientes da autoria do crime por estes elementos”, assegurou a delegada.Os torcedores presos estão em uma cadeia anexa ao presídio de São Bernardo, em Campinas, aguardando a decisão da Corregedoria. Eles devem ser encaminhados para o Complexo Penitenciário de Hortolândia.

Segundo a delegada o motivo da briga foi uma rixa de torcidas rivais. A prisão ocorreu baseada em depoimentos de testemunhas e de filmagens amadoras. Os suspeitos de serem “criminosos” foram apresentados esta manhã no 10.º Distrito Policial, com a presença inclusive do Delegado do Deinter – Departamento de Investigação Estadual, Licurgo Nunes Lopes.

delegada afirmou ainda que vai haver mais prisões, inclusive da torcida organizada do Guarani. Yara acredita que fez justiça ao mandar para a cadeia os jovens participantes da confusão, que acabou em morte.

“Dei uma satisfação para a família e à sociedade”, afirma a delegada.

Os presos foram enquadrados por homicídio, crime qualificado (hediondo), formação de quadrilha e corrupção de menores. Eles podem pegar até 30 anos de prisão.

 

Certeza nas prisões
As declarações da delegada são feitas de forma absolutamente segura, não deixando transparecer qualquer dúvida sobre a prisão dos verdadeiros culpados. As prisões foram feitas, segundo a delegada, baseadas “em imagens e depoimentos de várias testemunhas”, que caracterizam “briga de rixa”.

Ela ainda reforça a sua posição de que “todos estão detidos, por ordem judicial, pelo período de 30 dias, o que reforça a argumentação em cima da prisão deles”. No total, oito torcedores tiveram decretadas as suas prisões preventivas. Portanto, dois faltam ser presos e, no momento, são considerados foragidos da Justiça. Há informações de que esses dois elementos teriam deixado a cidade, tendo viajado para a região Nordeste do País. Todos são ligados à Torcida Jovem que, ironicamente, festejou nesta sexta-feira 43 anos de fundação. Teve até churrasco na sede, na Rua Uruguaiana.

“Infelizmente nós tivemos esta morte lamentável. Eu sempre defendi a paz nos estádios e no bom relacionamento entre as torcidas” explicou Carioca, atual presidente da Torcida Jovem.

Entre os presos não estão os três detidos, na quinta-feira, na sede da Torcida Jovem, perto do Estádio Moisés Lucarelli. Na ocasião foram apreendiso computadores, fichas de cadastro dos torcedores, além de pés de cama e paus que poderiam ser usados como armas (foto).

Por fim, uma frase importante:

“Estamos dando uma resposta rápida à família e à sociedade”, enfatizou.

Informações importantes:

1 – A delegada tem certeza de que os seis elementos presos são culpados pelo crime, mas que caberá ao Poder Judiciário confirmar as suas apurações;

2 – Os acusados são jovens, porém maiores de idade, mas nenhum tem antecedente criminal;

3 – Os presos, preventivamente, pertencem à Torcida Jovem da Ponte Preta;

4 – As identidades deles não foram divulgadas porque outros elementos (mais dois) estão sendo procurados.

5 – Eles cometeram crime hediondo – considerado grave – e não têm direito a liberdade provisória. E devem ser enquadrados pela Promotoria Pública ainda por formação de quadrilha.

Menores só acompanhados
No final da tarde, o Juiz da Infância e da Juventude, Richard Pao Kim, determinou que menores de idade e adolescentes só entrem no estádio com o acompanhamento de responsáveis.

A outra medida radical foi tomada, quinta-feira, pela Federação Paulista de Futebol (FPF). Atendendo pedido do MInsitério Público Estadual vetou a entradas das principais torcidas organizadas de Campinas nos estádios de todo o Estado de São Paulo. São do Guarani – Guerreiros da Tribo e Fúria Independente – e da Ponte Preta – Serponte e Torcida Jovem.

Por Cleber Aguiar – Atacante Jô é afastado do elenco do Inter por tempo indeterminado

Fonte: Gazetaesportiva.net

 

Do correspondente Vicente FonsecaPorto Alegre (RS)

A falta à viagem para a Bolívia custou caro para o atacante Jô. Nesta sexta-feira, a direção colorada afastou o jogador do elenco principal do Internacional. O atleta treinará em separado do restante do grupo por tempo indeterminado, e ainda será multado de acordo com os dias em que não se apresentou.

Relacionado para a viagem a La Paz, onde o Inter enfrentou o The Strongest na última quarta-feira, Jô não foi ao aeroporto para embarcar à Bolívia com os demais atletas na segunda-feira à tarde. O jogador havia deixado o treino da manhã alegando passar mal. Na madrugada anterior, policiais foram até a residência do jogador após reclamações dos vizinhos, que reclamaram do barulho de uma festa que estava ocorrendo no local.

O diretor executivo Fernandão disse, durante o treino desta sexta-feira, que acredita na recuperação de Jô, mas que o jogador terá que recuperar o espaço perdido com este episódio. As opções para o ataque do Inter enquanto Jô estiver afastado são Gilberto, Jajá e Marcos Aurélio, além dos titulares Dagoberto e Leandro Damião.

Por Cleber Aguiar – Vasco entra de luto em partida contra Resende por morte de Chico Anysio

Fonte: Portal Uol

  • Humorista, ator e escritor Chico Anysio morreu, aos 80 anos, em hospital no Rio de JaneiroHumorista, ator e escritor Chico Anysio morreu, aos 80 anos, em hospital no Rio de Janeiro

Vascaíno apaixonado, Chico Anysio será homenageado pelo time cruzmaltino neste domingo. Os jogadores entrarão em campo contra o Resende, às 16h, pelo Estadual do Rio, de luto. O presidente Roberto Dinamite emitiu nota oficial nesta sexta-feira em que lamenta a morte do humorista, aos 80 anos. Ele faleceu em decorrência de falência múltipla dos órgãos, após choque séptico causado por infecção pulmonar.

Além do amor pelo Vasco, Chico manteve uma ligação íntima com o futebol ao longo de sua vida profissional. O cearense, estrela do humor da Rede Globo, esteve presente junto ao seu esporte preferido de diversas formas e consagrou o personagem Coalhada.

Chico também atuou como comentarista em algumas oportunidades, como na transmissão de jogos da seleção brasileira nas eliminatórias para a Copa de 1990, ao lado de Pelé e Galvão Bueno. O cearense já havia exercido a função na década de 50 quando trabalhava para a Rádio Guanabara.

Confira a nota oficial do Vasco pela morte de Chico Anysio:

O Club de Regatas Vasco da Gama está de luto!

É com enorme pesar que noticiamos o falecimento do vascaíno Chico Anysio. O humorista faleceu na tarde desta sexta-feira, aos 80 anos, depois de muita luta.

Durante toda sua trajetória no rádio e na TV brasileira, o comediante sempre deixou bem claro o seu amor pelo nosso clube. Por tudo isso, o Vasco entrará em campo de luto na próxima partida contra o Resende, no domingo, às 16h, em São Januário.

Por conta de toda uma vida dedicada à Cruz de Malta, não poderia deixar de prestar aqui esta homenagem a um vascaíno de verdade e também solidariedade a seus familiares nessa hora de muita dor e saudade para toda a enorme família vascaína. Descanse em paz, Chico Anysio.

Roberto Dinamite

Presidente do Club de Regatas Vasco da Gama

Por Cleber Aguiar – Adriano contesta justa causa, promete falar e “tomar providências”

Fonte: Portal Terra

Adriano promete se pronunciar em breve sobre o fato de ter sido demitido por justa causa pelo Corinthians, que divulgou a informação nesta sexta-feira. Por meio de sua assessoria de imprensa, o atacante contestou a decisão da diretoria alvinegra e prometeu “tomar as providências cabíveis” contra o clube.

O contrato do ex-camisa 10 previa que, em caso de rescisão, o Corinthians deveria pagar o valor integral dos salários restantes. Como o vínculo duraria até o dia 30 de junho deste ano, a quantia girava em torno de R$ 1,8 milhão.

Com a demissão por justa causa, o clube não tem mais obrigação de desembolsar nada. Adriano, contudo, tem direito de contestar na Justiça os motivos alegados pelo Corinthians, o que provavelmente vai acontecer.

A expectativa é de que o centroavante, que disputou oito jogos e marcou dois gols em quase um ano no Corinthians, conceda uma entrevista nos próximos dias e exponha suas mágoas com o departamento médico do clube.

Veja a nota oficial de Adriano:

Adriano, após duas semanas em silêncio, irá se pronunciar em breve sobre o que realmente aconteceu no Corinthians. Em relação à nota oficial divulgada pelo clube sobre a demissão por justa causa, o jogador nega a afirmação feita pelo time alvinegro e diz que tomará as providências cabíveis.

Campeonato Paulista – Série A2
Terra, maior empresa de Internet da América Latina, exibe ao vivo os jogos da Série A2 do Campeonato Paulista, uma das mais respeitadas e tradicionais competições do País. As partidas serão narradas por Marcelo do Ó e comentadas por Ary Pereira Junior e Bruno Prado. Os internautas podem conferir tabelas, classificação e notícias do torneio, além de participar das transmissões por meio de comentários e mensagens via redes sociais.

Por Cleber Aguiar – Diretoria do Verdão prepara homenagem para Chico Anysio

Fonte: Globo.com

Jogadores devem usar camisa com nomes de personagens do humorista no clássico contra o Corinthians, no domingo

Por GLOBOESPORTE.COMSão Paulo

 
Chico Anysio, com a camisa do Palmeiras (Foto: Acervo histórico da S.E. Palmeiras)Chico Anysio, com a camisa do Verdão
(Foto: Acervo histórico da S.E. Palmeiras)

O clássico de domingo será marcado por duas homenagens do Palmeiras. Os jogadores da equipe devem entrar em campo na partida contra o Corinthians, no Pacaembu, com o nome de personagens interpretados por Chico Anysio estampados abaixo dos números na camisa. Além do ator e escritor, falecido nesta tarde, o brasileiro Roberto Laudisio, morto por policiais na Austrália, também será lembrado com uma faixa. Os dois eram palmeirenses – o humorista também se dizia vascaíno.

Assim que a morte de Chico foi confirmada, o Verdão divulgou em seu site oficial uma nota em memória, ressaltando a paixão que o artista tinha pelo Palmeiras. Em 2008, ele afirmou que se encantou pelo Palestra Itália em 1938, quando seu pai era presidente do Ceará e convidou o clube paulista para jogar em Fortaleza. O Palestra Itália venceu todas as partidas e conquistou o Torneio de Fortaleza.

O estudante Roberto Laudisio, palmeirense declarado e morto no último domingo, também será homenageado com uma faixa carregada pelos jogadores. A mensagem estampada deve ser “#PraSempreBetão. Roberto Laudisio, fique com Deus e em nossos corações”. A ex-namorada e um primo do brasileiro, que faleceu após ter sido atingido por disparos de Teaser (pistola de choques elétricos), devem estar no Pacaembu.