Por Cleber Aguiar – Contra o Lanús, Fla tenta dar início à nova história feliz na Libertadores

Fonte: Globo.com

Campeão em 1981, clube acabou decepcionado nas últimas vezes em que esteve na competição continental. Estreia no Grupo 2 é em jogo fora de casa

Por Janir JúniorBuenos Aires

O Flamengo tenta reescrever uma história que tem nos seus capítulos mais recentes o gosto amargo da decepção. Depois de passar pelo Real Potosí na etapa pré-classificatória, o Rubro-Negro faz sua estreia na fase de grupos da Libertadores diante do Lanús, nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília), no estádio La Fortaleza, na Argentina. Será também a chance de Joel Santana superar o trauma de 2008, quando comandava o time que foi eliminado nas oitavas de final pelo América do México, na trágica derrota por 3 a 0, no Maracanã.

Campeão em 1981, o Flamengo disputa a Libertadores pela 11ª vez. Nas edições dos últimos anos, o clube não teve boa participação: em 2002 foi eliminado na primeira fase; em 2007 caiu diante do Defensor nas oitavas de final; em 2008, com Joel no comando, foi batido pelo América do México nas oitavas de final; e, em 2010, foi eliminado pelo Universidad de Chile nas quartas.

Já para o Lanús, o melhor momento no cenário internacional aconteceu na década de 90, quando a equipe foi campeã da Copa Conmebol em 1996. O time vem embalado por uma goleada de 4 a 1 sobre o San Lorenzo pelo torneio Clausura. Será o primeiro duelo na história entre a equipe argentina e o Rubro-Negro.

O trio de arbitragem será uruguaio. Roberto Silvera apita a partida, auxiliado por Mauricio Espinosa e Nicolás Tarán. O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partida em Tempo Real a partir das 22h (de Brasília)

header as escalações 2Lanús: o técnico Gabriel Schurrer deverá levar a campo a mesma formação que goleou o San Lorenzo por 4 a 1 na estreia do time no Torneio Clausura, no fim de semana. A provável equipe: Agustín Marchesín, Gastón Díaz, Paolo Goltz e Diego Braghieri; Luciano Balbi; Matías Fritzler, Diego González; Diego Valeri, Mauricio Pereyra, Juan Neira; Mariano Pavone.

Flamengo: Joel Santana só anunciará o time momentos antes da partida. O técnico faz mistério entre Bottinelli e Airton. Com isso, o time irá a campo com apenas uma dúvida: Felipe, Léo Moura, Welinton, David Braz e Junior Cesar; Willians, Maldonado, Renato e Bottinelli (Airton); Ronaldinho e Deivid.
quem esta fora (Foto: arte esporte)Lanús: Camoranesi, Guido Pizarro e Regueiro, lesionados, desfalcam o time argentino no jogo de ida com o Flamengo..

Flamengo: Vagner Love, que cumprirá suspensão ainda por conta de uma expulsão na edição de 2010, e o zagueiro Marcos González, que aprimora a parte física, não estão à disposição de Joel Santana.
header fique de olho 2
Lanús: Diego Valeri, que não fez uma boa temporada em 2011, subiu de produção e é uma das apostas do Lanús. Pavone, Juan Neira e Fritzler também merece destaque.

Flamengo: como de costume, as principais esperanças estão nos pés de Ronaldinho Gaúcho, que se mostrou animado com a convocação para o amistoso da Seleção Brasileira diante da Bósnia, no próximo dia 28. Léo Moura, que tem tido boas atuações, é outro jogador que pode ajudar a equipe.
header o que eles disseramAgustín Marchesín, goleiro do Lanús. “Preparamos nossas cabeças para começar a Libertadores da melhor maneira possível diante do Flamengo”.

Renato, volante do Flamengo: “A camisa do Flamengo pesa, mas o Lanús é um time que sabe jogar a Libertadores, que é sempre diferente, maneira de jogar é outra. Independentemente de camisa, é sempre difícil”.
header números e curiosidades* O balanço do Flamengo em Libertadores contra adversários estrangeiros é positivo. O Rubro-Negro já enfrentou times de fora do Brasil em 69 oportunidades, conseguindo 41 vitórias, 10 empates e 18 derrotas. Nesses jogos, o time marcou 139 gols e sofreu 82.

* Há mais de 10 anos que o Flamengo não atua na Argentina. A última vez foi no dia 24 de janeiro de 2002, na decisão da extinta Copa Mercosul. Flamengo e San Lorenzo empataram por 1 a 1 no Estádio Nuevo Gasómetro em Buenos Aires, mas a equipe argentina ficou com o título nos pênaltis.

* O Lanús disputou a Libertadores de 2008, 2009 e 2010 e curiosamente jamais cruzou com equipes brasileiras na competição.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s