Por Cleber Aguiar – Buffon é eleito melhor goleiro dos últimos 25 anos; Taffarel é o 10º

Fonte: Portal Terra

Gianluigi Buffon, da Juventus, foi escolhido pela IFFHS o melhor goleiro desde 1987. Foto: AP

Gianluigi Buffon, da Juventus, foi escolhido pela IFFHS o melhor goleiro desde 1987
Foto: AP

O italiano Gianluigi Buffon foi escolhido o melhor goleiro do futebol mundial no último quarto de século, logo à frente do espanhol Iker Casillas, divulgou nesta quarta-feira a Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS). O brasileiro mais bem colocado foi Taffarel, camisa 1 da Seleção Brasileira em três Copas do Mundo (1990, 1994 e 1998).

Pela votação feita por especialistas de todo o mundo, Buffon é o melhor do período entre 1987 e 2011. Na sequência, aparecem Casillas e o holandês Edwin van der Sar, que se aposentou no meio do ano passado.

Completam os cinco primeiros outros dois nomes que marcaram época no futebol: Peter Schmeichel, dinamarquês que se destacou pelo Manchester United nos anos 90, faturou a Eurocopa de 1992 e foi eleito por duas vezes o melhor goleiro do mundo pela IFFHS; e Oliver Kahn, alemão que liderou sua seleção no vice-campeonato mundial de 2002, sendo eleito o melhor jogador da Copa, e três vezes melhor goleiro do planeta.

Taffarel, Van der Sar e o espanhol Andoni Zubizarreta são os três goleiros do top 10 que nunca chegaram a ser declarados melhores goleiros do mundo de um ano. O paraguaio José Luis Chilavert foi escolhido o melhor goleiro da América do Sul dos últimos 25 anos, seguido por Taffarel e o também brasileiro Dida.

Outros atletas nacionais que figuram na lista são Júlio César (Inter de Milão), Rogério Ceni (São Paulo), Zetti (ex-São Paulo e Santos), Marcos (ex-Palmeiras), Gomes (Tottenham), Doni (Liverpool), Carlos (camisa 1 da Seleção na Copa de 1986) e Hélton (Porto).

Taffarel o goleiro mais bem colocado.

Confira os melhores goleiros dos últimos 25 anos, segundo a IFFHS

1. Gianluigi Buffon (Itália) – 226 pontos
2. Iker Casillas (Espanha) – 213
3. Edwin van der Sar (Holanda) – 201
4. Peter Schmeichel (Dinamarca) – 179
5. Oliver Kahn (Alemanha) – 162
6. Petr Cech (República Checa) – 154
7. José Luis Chilavert (Paraguai) – 146
8. Walter Zenga (Itália) – 132
8. Andoni Zubizarreta (Espanha) – 132
10. Cláudio Taffarel (Brasil) – 130
11. Michel Preud’homme (Bélgica) – 124
12. Fabien Barthez (França) – 115
13. David Seaman (Inglaterra) – 114
14. Dida (Brasil) – 109
15. Vítor Baía (Portugal) – 94
16. Gianluca Pagliuca (Itália) – 90
17. Francesco Toldo (Itália) – 82
17. Víctor Valdés (Espanha) – 82
19. Jens Lehmann (Alemanha) – 81
20. Júlio César (Brasil) – 76
21. Bodo Illgner (Alemanha) – 71
21. Hans van Breukelen (Holanda) – 71
23. Roberto Abbondanzieri (Argentina) – 68
24. Sergio Goycochea (Argentina) – 66
25. Andreas Köpke (Alemanha) – 64
26. Jorge Campos (México) – 62
26. Peter Shilton (Inglaterra) – 62
28. Thomas Ravelli (Suécia) – 61
29. Rinat Dasaev (União Soviética) – 57
30. Angelo Peruzzi (Itália) – 56
30. Neville Southall (País de Gales) – 56
33. Rogério Ceni (Brasil) – 53
50. Zetti (Brasil) – 26
62. Marcos (Brasil) – 17
67. Gomes (Brasil) – 15
95. Doni (Brasil) – 10
107. Carlos (Brasil) – 9
122. Hélton (Brasil) – 6

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s