Por Cleber Aguiar – Confusão geral

Fonte: O Povo Online

O POVO reuniu, de novo, mascotes dos times cearenses. E a turma agora cresceu…

Se tem algo que o Campeonato Cearense realmente faz é acirrar as rivalidades. Com a chegada da edição de 2012, O POVO reuniu as mascotes dos clubes cearenses que participam da 1ª divisão do Estadual para um bate-papo descontraído. De novo, parece que não deu muito certo.

Algumas mascotes já existiam desde o ano passado, casos de Alvino, do Ceará; Leôncio, do Fortaleza; Peixoto, do Ferroviário; Cícero, do Icasa; Romero, do Guarani de Juazeiro; Galeano, do Horizonte; e Baraque, do Guarany de Sobral.

Outros apareceram na conversa pelo merecimento, já que estão no torneio deste ano. Ronda é o representante do Tiradentes, time da Polícia Militar. Baco, Pescado e Azulino representam, respectivamente, Crateús, Trairiense e Crato. E que tal rir bastante com o Palhaçada, do Itapipoca? Tudo pelo humor, na terra do deputado federal e palhaço Tiririca.

Como sempre, o papo foi difícil. Torcedor não consegue chegar a um consenso. Mas qual graça teria o futebol se não fossem as discussões de bar?

Neste caso, não é um bar. Aqui, na verdade, era para ser uma entrevista, mas quem acha que eles ficaram mais comportados, se engana. Esse povo não tem jeito mesmo.

Ninguém se entende

O POVO – Bem-vindos, meus caros. Espero que possamos ter uma boa conversa desta vez. Aquela do ano passado foi bem difícil.

Alvino – Tem que ver com o gatinho aí…

Leôncio – Começou!

Peixoto – Gatinho? Ih, bem que desconfiei que ele gostava…

OP – Tá bom, gente! Calma aí. Vamos começar! Como se sentem para o Estadual?

Peixoto – Mal, pra variar! Alegria de pobre dura pouco.

Alvino – Hahaha. Coitado! Eu tô é forte! Só não vai ser arrastão porque não tem mais dois turnos.

Leôncio (cochichando) – E a PM voltou a trabalhar…

Alvino – O quê?

Leôncio – Povão não entende piada de primeira…

OP – E o pessoal do Interior?

Romero – Vamos repetir a dose do ano passado.

Cícero – Com fé, chegaremos! Menos ele (aponta para Romero).

Romero – Falou o rebaixado!

Leôncio – Tem mais rebaixado aqui (aponta para Cícero).

Baco – Calem a boca, mermão! 

Galeano – Mal chegou e já quer sentar na janela.

Baco – Vai galinha… 

Azulino – Cocó! Cocó!

Palhaçada – Primeira vez que vejo passarinho imitando galinha.

Alvino – Aqui só tem animal: galo, gatinho, tigre, peixe, lagosta…

OP – Atômica, não é, Pescado?

Peixoto – Quero ver em campo.

Pescado – Hahaha. Tirem esse cara daqui, por favor. Já era para estar na Segundona

Baco – Concordo!

Peixoto – E meus títulos? São nove!

Leôncio – Tenho 30 a mais!

Alvino – Sou o maior vencedor do Estado, com 40!

Peixoto – Claro, com cinco títulos de graça! Até eu!

Romero – Nem rival tu tem, ô peixada!

Peixoto – É Peixoto! E olha quem diz!

Cícero – É verdade. Olha quem diz sim! Icasa x Guarani é o maior clássico do interior do Nordeste. Coisa que nem Sobral tem.
Baraque – Tava demorando a piada besta…

OP – Somos todos irmãos, nada de brigas. Rivalidade sadia, por favor!

Azulino – Irmãos nada! 

Romero – Esse aí lá é nada! Crato é quase um distrito de Juazeiro. Imagina o time.

Azulino – Vamos ver em campo!

OP – Mudemos de assunto, vocês gostaram do novo regulamento?

Alvino – Tanto faz, vamos vencer mesmo!

Leôncio – O time caiu, mas a arrogância continua. Esse povo não aprende mesmo.

Azulino – Quero é ver quando surpreendermos.

OP – Tão calado, Baraque.

Baraque – Mister president já fala demais!

Palhaçada – Faaaala muito!!!

Leôncio – E fica só na fala. Se jogassem tanto quanto falam, vocês já teriam sido campeões. 

Alvino – Tenho que concordar.

Palhaçada – Posso fazer uma pergunta, seu jornalista?

OP – Tudo bem, pra quem é?

Palhaçada – Pro Baco. Posso levar cartão de crédito pra tua cidade?

Baco – Olha, só queria dizer que não gostei da piada. Acho que você está me desrespeitando.

Ronda – Foi brincadeira, ô! E se tiver problema, não esqueça que, além de ser torcedor, tô aqui pra botar em cana qualquer meliante. 

OP – Já que a conversa está ficando pesada, vai ser difícil continuar. Boa sorte dentro de campo. E, com um velho clichê, que vença o melhor! E que caia o pior!

Os doentes da turma

Alvino, alvinegro até no nome

(Ceará)

Azulino, a força dos ares

(Crato)

Baraque, cearense por acaso

(Guarany) 

Galeano, o esporão da rinha

(Horizonte)

Cícero, o devoto do Verdão

(Icasa)

Baco, o cacique poty

(Crateús)

Leôncio, o rei da selva

(Fortaleza)

Romero, o dono do mercado

(Guarani)

Ronda, torcedor e policial

(Tiradentes)

Pescado, a lagosta bronzeada

(Trairiense)

Peixoto, a fera dos mares

(Ferroviário)

Palhaçada, sempre sorridente

(Itapipoca)

ARTE GUABIRAS

Emmanuel Macêdo
emmanuelmac@opovo.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s