Por Cleber Aguiar – Emocionado, Cabañas é apresentado pelo 12 de Octubre e disputa amistoso

Fonte: Globo.com

Atacante paraguaio volta a jogar futebol dois anos depois de ter levado um tiro na cabeça: ‘Dormi muito pouco esta noite porque estava feliz’

Por GLOBOESPORTE.COMAssunção, Paraguai

O atacante Salvador Cabañas foi apresentado como novo jogador do 12 de Octubre, da Segunda Divisão paraguaia, nesta sexta-feira e já participou de um amistoso contra um combinado da cidade de Itauguá. O jogador, que voltará oficialmente aos gramados dois anos depois de ter levado um tiro na cabeça, se mostrou emocionado durante a coletiva de imprensa em que foi anunciado oficialmente como novo membro da equipe paraguaia.

– Jogar futebol é o que mais quero. Estou muito animado e a verdade é que dormi muito pouco esta noite porque estava muito feliz – afirmou.

Cabañas no amistoso do 12 de Octubre no Paraguai (Foto: AP)Salvador Cabañas cumprimenta os torcedores do 12 de Octubre (Foto: AP)

Acompanhado do pai Dionísio, Cabañas destacou que sente um gosto especial por retornar ao futebol justamente no clube em que iniciou a carreira.

– Estou muito bem. É muito bonito lembrar dos velhos tempos, quando comecei muito jovenzinho aos 15 anos. Era um orgulho. A qualquer momento estaremos de volta aos gramados – destacou.

Drama completa dois anos

Na próxima quarta-feira, o incidente que quase acabou com a carreira de Cabañas completará dois anos. No dia 25 de janeiro de 2010, o paraguaio estava em um bar na Cidade do México, acompanhado da esposa e de amigos, quando, ao ir ao banheiro, foi abordado por um homem, que efetuou o disparo em uma suposta tentativa de assalto – o que não foi confirmado pelos policiais. O principal suspeito, José Balderas Garza, conhecido como JJ, está preso e também é acusado de ter participado de outros crimes.

A recuperação surpreendeu os médicos e, em março do ano passado, o paraguaio começou a treinar com o Libertad. Em agosto, voltou a disputar uma partida em um amistoso entre América do México e a seleção paraguaia, jogando um pouco com cada equipe e sendo aplaudido por cerca de 15 mil torcedores. Em outubro, o atacante também passou um período treinando com a seleção na preparação para jogos das Eliminatórias para a Copa de 2014.

Cabañas no amistoso do 12 de Octubre no Paraguai (Foto: AP)Cabañas durante amistoso contra um combinado da codade de Itauguá, no Paraguai (Foto: AP)

Fama de carrasco no Brasil

No Brasil, Salvador Cabañas ganhou notoriedade em 7 de maio de 2008, ao marcar dois gols na vitória do América do México sobre o Flamengo por 3 a 0, no Maracanã – resultado que rendeu ao time carioca uma amarga eliminação da Libertadores. Pouco depois, em 15 de junho daquele mesmo ano, ele também anotou contra a Seleção Brasileira pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, em Assunção, ajudando o Paraguai a vencer por 2 a 0. Em 10 de junho de 2009, no jogo de volta, no Recife, fez outro gol e assustou a torcida, mas o Brasil conseguiu virar para 2 a 1.

Por Cleber Aguiar – Copa da Rússia em 2018 está mais adiantada que Brasil, diz Blatter

Fonte: Folha Online

A Rússia já está melhor preparada para sediar a Copa do Mundo de 2018 do que o Brasil, que sediará o evento em 2014, disse nesta sexta-feira o presidente da Fifa, Joseph Blatter.

“Posso lhe dizer que estamos mais, bem mais avançados [na Rússia]. Diria ainda que temos mais problemas no momento no Brasil do que… aqui”, disse Blatter em entrevista coletiva.

Alexander Demianchuk/Reuters
O presidente da Fifa, Joseph Blatter, dá entrevista em um hotel em St. Petersburg, na Rússia
O presidente da Fifa, Joseph Blatter, dá entrevista em um hotel em St. Petersburg, na Rússia

O dirigente afirmou no mês passado que o Brasil ainda tem problemas em aeroportos, estradas e transporte público.

A Rússia conquistou o direito de sediar o evento esportivo pela primeira vez ao derrotar a Inglaterra e as candidaturas conjuntas de Portugal e Espanha e de Bélgica e Holanda em dezembro de 2010.

Blatter e o presidente da Uefa, Michel Platini, estão em São Petesburgo, na Rússia, para as comemorações do centenário da União Russa de Futebol.

NA FRANÇA

Questionado sobre a corrupção no futebol brasileiro, em uma entrevista ao jornal francês “Le Monde”, Pelé disse: “Tem uma limpeza que precisa ser feita, mas não apenas no futebol brasileiro.”

“Agora é um bom momento para limpar a Fifa, de cima a baixo”.

A Fifa tem sido alvo constante de acusações de corrupção nos últimos anos, mais notavelmente sob a gestão do ex-chefe da Confederação Asiática Mohamed Bin Hammam, que foi banido definitivamente após ser acusado de receber propina enquanto se candidatava à sucessão do presidente da Fifa, Joseph Blatter, ano passado.

Bin Hamman se retirou da corrida e Blatter, que posteriormente despertou furor por causa de comentários sobre racismo, foi re-eleito sem oposição para um terceiro mandato.

Por Cleber Aguiar – Presidente Evo Morales homenageia Ronaldinho Gaúcho na Bolívia

Fonte: Estadao.com.br

Dirigente boliviano entreou uma medalha ao jogador do Flamengo, antes do jogo pela pré-Libertadores

SUCRE – A presença de Ronaldinho Gaúcho e Vanderlei Luxemburgo em Sucre, na Bolívia, para a aclimatação da equipe do Flamengo visando o jogo contra o Real Potosí, pela pré-Libertadores, serviu de vitrine para o presidente Evo Morales. Nesta sexta-feira, ele entregou ao craque brasileiro uma medalha ao mérito esportivo.

Ronaldinho recebe a medalha de Evo Morales - Juan Karita/AP
Juan Karita/AP
Ronaldinho recebe a medalha de Evo Morales

“É um orgulho muito grande receber o Flamengo para se aclimatar e se preparar para a Libertadores. Aproveitamos para fazer um pequeno reconhecimento por respeito e admiração ao craque Ronaldinho. Sou admirador de seu futebol e vi muitos de seus dribles e gols pela televisão”, disse Evo, que garantiu que a Bolívia sabe reconhecer os “amigos”.

O presidente da Bolívia também elogiou Vanderlei Luxemburgo, outra estrela da delegação flamenguista em Sucre. “Luxemburgo é um personagem histórico do futebol brasileiro, da América do Sul e do mundo.”

Ronaldinho agradeceu a homenagem e a hospitalidade do povo boliviano. “É uma honra receber essa homenagem, quero agradecer o carinho das pessoas de Sucre, que nos acolheu muito bem, falar em nome do meu clube, o Flamengo, e pela hospitalidade. Isso tudo me motiva a continuar trabalhado para manter meu nível por muitos anos e poder voltar à Bolívia com meu clube e dar alegria para as pessoas que gostam de futebol.”