ICFUT – Ganso sofre com fuso horário, prolonga descanso e evita imprensa em Nagoya

Fonte: uol

Paulo Henrique Ganso sofre para se adaptar ao fuso horário japonês na cidade de Nagoya. O meia teve problemas comuns provocados pelo “Jet Lag” (descompensação horária) e pediu atendimento médico no Santos. Por conta do mal estar, o camisa 10 não atendeu ao convite da Fifa para conceder entrevistas como representante do clube.
“Os maiores sintomas que ele apresentou foram o do enjôo e dor de cabeça. Só que é algo que resolvemos com o jogador prolongando o descanso. A adaptação não é tão rápida assim para todos os jogadores”, disse o médico santista, Maurício Zenaide.

Foto 3 de 22 – Neymar foi alvo da maior parte das perguntas dos estrangeiros e procurou evitar comparações com Messi Mais João Henrique Marques/UOL

Após ser medicado, Ganso permaneceu no quarto do hotel durante toda a manhã, mas realizou um passeio no período livre para os jogadores à tarde. Sem preocupar o departamento médico santista, o meia participou do treino santista na noite de sexta, no estádio Mizuho .
Após a atividade, uma área para os jornalistas foi montada com a previsão de passagem de todos os jogadores pelo setor. Ganso evitou o contato e seguiu aos vestiários do Mizuho por outro caminho.
Apenas o meia e Neymar evitaram a imprensa após o treinamento santista. No entanto, o atacante santista, diferentemente de Ganso, atendeu ao convite da Fifa e compareceu no evento de apresentação do Santos aos jornalistas estrangeiros.

ICFUT – Elano e Neymar elogiam Muricy, que brinca: ‘Se não falar bem, tiro do time’

Fonte: globo

Para dupla, treinador é um dos principais responsáveis pelo fato de o time estar disputando o Mundial de Clubes da Fifa, no Japão

Por Adilson BarrosDireto de Nagoya, Japão

O meia Elano e o atacante Neymar são unânimes: Muricy Ramalho merece muito crédito pelo fato de o Santos estar hoje no Japão, disputando o Mundial de Clubes. Eles garantem que não é bajulação gratuita, só a constatação de um fato. Quando o treinador chegou ao clube, em abril, a equipe se encontrava em situação delicada na Taça Libertadores, dependendo de uma vitória sobre o Cerro Porteño, no Paraguai, para não ser eliminada ainda na fase de grupos.

O Peixe venceu os paraguaios, por 2 a 1, e arrancou para o título, com nove jogos sem derrotas (cinco vitórias e quatro empates), se qualificando para a disputa do torneio intercontinental.

– Nosso começo de Libertadores foi bem complicado. Passamos por dificuldades. Eu lembro que conversava com o Elano e dizia: “Guerreiro, temos de sair rápido dessa situação”. Ele me pedia calma e explicava que Deus estava guardando coisas boas para o nosso time. Logo depois, o Muricy chegou, acertou a casa e fomos campeões. A mensagem do Elano se confirmou – comenta Neymar.

Elano afirma que Muricy foi rápido ao detectar os problemas do time e corrigi-los: acertou a marcação, deixou a equipe mais compacta e, principalmente, controlou os nervos dos jogadores, que andavam exaltados – Neymar, Elano e Zé Eduardo não puderam atuar no jogo da virada, contra o Cerro, porque estavam suspensos: o trio havia sido expulso contra o Colo-Colo, na Vila Belmiro, na rodada anterior.

– O Muricy chegou na hora certa. Ele percebeu o que deveríamos fazer para melhorar, passou a sua mensagem e os jogadores entenderam rapidamente. Ele entende bem os jogadores e é simples para passar as instruções.

Ouvindo os elogios, o treinador brincou:

– Se não falarem bem, tiro os dois do time.

Neymar emendou:

– Tem de dar uma moral, né, Elano. Dia 14 tem jogo…

ICFUT – São Paulo perto de anunciar Maicon, meia do Figueirense

Fonte: lancenet

Jogador destacou-se no Brasileirão e acordo por ser oficializado nos próximos dias. Reforço chegará para compor o grupo

Maicon do Figueirense (Foto: Cristiano Andujar) Maicon disputou o Brasileirão pelo Figueirense (Foto: Cristiano Andujar)

Em busca de um meia de ligação para 2012, o São Paulo tem adiantada a contratação de Maicon, que defendeu o Figueirense e ganhou destaque no último Campeonato Brasileirão. Com a ajuda de Eduardo Uram, empresário do jogador e com boa relação nos dois clubes, a negociação está próxima de ser concretizada. A expectativa é que nos próximos dias aconteça o anúncio oficial, já que faltam apenas detalhes burocráticos. A tendência é de que assine um vínculo de, no mínimo, dois anos.

Palmeiras e Atlético-MG também sondaram a situação de Maicon. Apesar de ter vínculo com o Figueirense até 30 de junho de 2013, existe um acordo para que ele seja liberado em caso de uma boa proposta, que não possa ser igualada.

– O Maicon é um jogador que já fez muito pelo Figueirense (está no clube desde 2009), nos prestou ótimos serviços. Até por isso, não vamos colocar nenhum tipo de impedimento caso ele receba algo e queira sair. Quando fizemos um acordo com o jogador, isso já estava acertado. Então, vamos cumprir – revelou Marcos Moura Teixeira, gestor de futebol do Figueirense, em contato por telefone com a reportagem do LANCENET!.

Este ano, a relação com Uram, que já era boa, ficou mais próxima com dirigentes do São Paulo. Juan, Cícero e João Filipe têm suas carreiras agenciadas pelo empresário. Além do trio, Luiz Eduardo, revelado pelas categorias de base, também assinou com o agente. Em todos os casos o Tricolor teve apenas que negociar salários e luvas.

Com 26 anos, Maicon foi revelado pelo Madureira em 2003. Ainda no Rio de Janeiro, teve passagem por Botafogo e Fluminense. Entre 2007 e 2009, esteve no MSV Duisburg, da Alemanha, quando voltou ao Brasil para o Figueirense. Durante o Nacional, ele já era observado pela cúpula tricolor, que só esperava pelo término da competição para intensificar as tratativas.

A comissão técnica sabe que com o reforço não vai realizar o sonho de ter um meia de ligação clássico, como já definiu Leão. Até porque, Maicon também atua como segundo volante. Carlinhos, Cícero e Casemiro cumpre esta função.

O meia do Figueirense não está entre os reforços que chegam para ser titular. Assim como Paulo Miranda e Fabrício, também próximos, vem para compor o grupo.

ICFUT – Timão acerta com Montillo e tenta a liberação do Cruzeiro

Fonte: lancenet

Após selar acordo de quatro anos, Corinthians buscará diminuir a pedida celeste de 15 milhões de euros para 8 milhões

Montillo (Crédito: Gil Leonardi) Montillo: adeus ao Cruzeiro? (Crédito: Gil Leonardi)

O grande sonho do Corinthians para a próxima temporada está encaminhado. O clube acertou as bases dos quatro anos de contrato com Montillo, e o próximo passo é convencer o Cruzeiro a liberar o seu principal jogador.
– Estamos com tudo certo com o Corinthians, que tem de negociar com o Cruzeiro. A conversa, agora, tem de ser entre eles – declarou ao LANCENET! o empresário do meia, Sergio Irigoitia.

A Raposa mantém a pedida de 15 milhões de euros (R$ 36 milhões) pelo argentino (veja mais ao abaixo). O LANCENET! apurou, no entanto, que o Timão não está disposto a gastar este valor. Quer pagar, no máximo, oito milhões de euros (R$ 19 milhões), um pouco acima dos seis milhões de euros (R$ 14 milhões, na época) a que estava disposto a desembolsar em meados de outubro. Nesta  proposta anterior ainda estava incluído Jorge Henrique. Atualmente, os mineiros descartam receber qualquer atleta como compensação.

Aos 27 anos, o camisa 10 foi um dos únicos destaques do Cruzeiro no Brasileirão em 2011. Marcou 12 gols e foi peça importante na briga contra o rebaixamento, pesadelo afastado apenas na última rodada.

Por esse desempenho de Montillo, o time celeste sonha com uma transferência do atleta para o exterior.

Neste ano, o Cruzeiro recebeu apenas uma proposta pelo jogador. Em agosto, o Terek Grozny (RUS) ofereceu nove milhões de euros (R$ 21 milhões). Zezé Perrella, então presidente, aceitou, mas depois recuou.

O meia tem um dos salários mais altos da Toca da Raposa. Recebe R$ 150 mil mensais, quase a metade dos cerca de R$ 300 mil que o Corinthians paga a Alex, o principal investimento alvinegro na temporada.

Com contrato até agosto de 2015,  Montillo pertence ao Cruzeiro (60%), ao Banco BMG (20%) e a um investidor não revelado (20%).

Raposa não recua nas cifras

O Cruzeiro se mantém irredutível quanto aos valores pedidos para negociar Montillo. Gilvan de Pinho Tavares, presidente recém-eleito que assume o cargo na Raposa a partir de janeiro, ratifica que só libera o camisa 10 por 15 milhões de euros (R$ 36 milhões), como o LANCE! publicou na última quarta-feira.

– Se vierem conversar comigo com valores abaixo do que eu já falei, não vou perder tempo. Não quero e não vou prejudicar o meu time para reforçar um adversário no Campeonato Brasileiro – declarou o dirigente, em entrevista ao LANCENET!.

Zezé Perrella, antecessor e aliado político de Tavares, aconselhou o seu amigo a negociar o jogador para manter a saúde financeira do clube e os salários em dia. O novo dirigente, no entanto, descartou seguir a sugestão dada por Perrella.