Por Cleber Aguiar – Antigos aliados disputam o cargo máximo do Botafogo nesta sexta-feira

Fonte: Globo.com

Maurício Assumpção tenta a reeleição para a presidência nos próximos
três anos contra Carlos Eduardo Pereira, candidato da oposição

Por Thiago Fernandes Rio de Janeiro

O Botafogo terá nesta sexta-feira a eleição que decide o presidente do clube para o próximo triênio (de 2012 a 2014). De um lado, o atual mandatário alvinegro Maurício Assumpção busca a reeleição. Do outro, Carlos Eduardo Pereira tenta levar a oposição a ocupar os principais cargos do clube. O pleito tem início às 9h e término às 21h na sede de General Severiano.

A eleição não só determina o futuro presidente, como também a formação do corpo transitório do conselho deliberativo. Caso o segundo colocado nas eleições consiga 20% dos votos, terá direito a indicar 14 membros para o conselho. Se isso não acontecer, a chapa vencedora terá os 140 membros eleitos para o órgão. Podem votar apenas sócios adimplentes que tenham comprado o título há mais de um ano e que tenham mais de 16 anos.

A eleição alvinegra coloca de lados opostos grupos políticos que em 2009, quando Maurício foi eleito, estavam juntos. Desentendimentos ainda nos primeiros meses da gestão fizeram com que um grupo passasse para a oposição e corresse atrás de apoio para concorrer às eleições deste ano.

MONTAGEM - Maurício Assumpção Carlos eduardo pereira botafogo  (Foto: Thiago Fernandes / Globoesporte.com)Maurício Assumpção, atual mandatário, e Carlos Eduardo Pereira disputam as eleições para presidente do Botafogo nesta sexta-feira (Foto: Thiago Fernandes / Globoesporte.com)

Durante as semanas que antecederam o pleito, o clima esquentou nos bastidores de General Severino. Acusações de ambas as partes fizeram com que o processo eleitoral ficasse indefinido até 15 dias antes das eleições. A situação acusa a oposição de ter falsificado assinaturas para ter o número mínimo de 140 sócios para compor sua chapa. O caso chegou à polícia, e o inquérito de falsidade ideológica foi aberto. Já a oposição acusa a situação de ter inscrito sócios que não seriam elegíveis.

Para resolver a questão, a Junta Eleitoral do clube pediu que as duas chapas entregassem uma carta na qual se responsabilizavam pela veracidade de todas as informações contidas nas inscrições das chapas e também pela elegibilidade de seus componentes. A situação aceitou o pedido, mas a oposição mudou o texto informando que todos os inscritos na sua chapa estavam apoiando Carlos Eduardo Pereira. Apesar disso, a Junta não aceitou o pedido de impugnação de ambos os lados e decidiu manter as eleições.

Polêmicas à parte, o torcedor alvinegro quer saber quais são as propostas dos dois possíveis presidentes do clube. Por isso, o GLOBOESPORTE.COM conversou com ambos sobre os temas mais relevantes: patrimônio, futebol profissional, futebol de base, esportes olímpicos e até o milésimo gol de Túlio Maravilha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s