Por Cleber Aguiar – CBF confirma clássico entre Vasco x Botafogo para o Engenhão

Fonte: Folha Online

Apesar da tentativa do Vasco de transferir o clássico contra o Botafogo para o estádio São Januário, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) confirmou no início da tarde desta sexta-feira que a partida será realizada no estádio do Engenhão. O jogo, válido pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, continua marcado para o dia 13, às 19h.

A CBF alegou dois motivos para não acatar o pedido do Vasco. O primeiro é o cumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre o Vasco e o Ministério Público do Rio de Janeiro, assinado em 26 de agosto, e o fim do prazo de mudança do estádio, ocorrida ontem.

O TAC diz que São Januário não comporta clássicos regionais de “grande apelo devido ao difícil acesso”. O texto diz ainda diz que a “limitação de estrutura de segurança externa ou interna do estádio expõe a risco a incolumidade física e psíquica de torcedores participantes do espetáculo”

O Vasco é o vice-líder do Campeonato Brasileiro, com 58 pontos –mesma pontuação do líder Corinthians, que leva vantagem nos critérios de desempate (17 a 16 vitórias). Já o Botafogo é o terceiro colocado, com 55 pontos.

Rafael Andrade/Folhapress
O estádio João Havelange, o Engenhão, durante os Jogos Mundiais Miliares em julho
O estádio João Havelange, o Engenhão, durante os Jogos Mundiais Miliares em julho

Por Cleber Aguiar – Para Santos, Ronaldo mira comissão ao incentivar Neymar a jogar na Europa

Fonte: Blog do Perrone

Ronaldo foi antiéticoagiu de acordo com seus interesses comerciais ao dizer que Neymar já estaria entre os três melhores do mundo se estivesse na Europa. Essa é a opinião da direção do Santos longe dos microfones.

Os cartolas alvinegros estão irritados com o Fenômeno. Afirmam, fora das entrevistas, que a 9nine ganhará comissão, se o atacante fechar com o Real Madrid. Por isso, há conflito de interesses em sua afirmação sobre o craque.

Nesta semana, Luiz Álvaro de Oliveira Ribeiro, presidente do Santos, disse para Neymar “filtrar melhor as opiniões que ouve” sobre a possibilidade de aceitar a proposta do Real.

 ”Falei que ele precisa procurar ouvir as pessoas que não têm interesse comercial na transferência, aquelas que não vão ganhar ou perder com isso”, declarou o cartola ao blog, sem citar Ronaldo.

Os dirigentes santistas sentem-se acuados por um batalhão de pessoas com opinião relevante para o astro. Elas estariam fazendo pressão diária para convencer o jogador a pedir para ser vendido. Seriam movidas apenas pelo interesse em lucrar com a negociação.

O blog não conseguiu localizar a assessoria de imprensa de Ronaldo para comentar o assunto.

Por Cleber Aguiar – C. Ronaldo recebe Chuteira de Ouro e diz que a trocaria por título da Liga dos Campeões

Fonte: Portal Uol

Cristiano Ronaldo recebeu a Chuteira de Ouro em festa realizada em Madri

Cristiano Ronaldo recebeu a Chuteira de Ouro em festa realizada em Madri

Das agências internacionais
Em Madri (Espanha)

Cristiano Ronaldo recebeu nesta sexta-feira a Chuteira de Ouro, prêmio para o maior goleador da Europa, pelos 41 gols marcados na temporada 2010/2011. Na cerimônia de premiação, que aconteceu em Madri, o astro não teve dúvidas em afirmar que trocaria “agora mesmo” o troféu por um título na Liga dos Campeões.

“Vou ser sincero: não penso de forma individual, mas de maneira coletiva. Se o Real ganha, eu ganho. Não estou preocupado em bater recorde de gols. O que quero é que o time ganhe”, acrescentou o craque.

“Para mim é uma honra estar sentado entre estes mitos do futebol, é um prazer. É óbvio que gostaria de entrar na página dos melhores de todos os tempos”, disse o português, que ressaltou que ainda é jovem e tem tempo para colocar seu nome na história. Lendas do futebol, como Eusebio e Di Stéfano estiveram presentes no evento.

O artilheiro também aproveitou para elogiar o trabalho do técnico José Mourinho na equipe merengue . “Mou está perfeito no Real Madrid, Que fique por muitos anos conosco. Estou contente aqui, gosto das pessoas e elas gostam de mim”.

Ronaldo atualmente ocupa a vice-artilharia do Campeonato Espanhol, com 10 gols em 10 jogos, atrás de Lionel Messi, que tem 13. Na Liga dos Campeões, ele balançou as redes três vezes em quatro partidas. No interclubes europeu ele também está atrás do argentino, com cinco tentos. Sobre a rivalidade com o ídolo do Barça, ele desconversou: “Não me preocupa nem um pouquinho”.

Por Cleber Aguiar – Futebol no Nordeste !

Fonte: Portal Terra

Vitória busca ingressar no G-4 diante do já rebaixado Salgueiro

Embalado pelos recentes resultados no Brasileiro da Série B e a apenas um ponto do G4, o Vitória tentará entrar na zona de acesso para a Primeira Divisão já nesta sexta-feira, quando receberá o rebaixado Salgueiro, às 20h30 (de Brasília), no Barradão. O técnico Vagner Benazzi ainda terá força máxima à sua disposição para conseguir mais três pontos e colocar o time de vez na briga pelas primeiras colocações da competição.

Após conseguir uma importante vitória por 2 a 1 na última rodada, diante do Boa Esporte, em Varginha, os jogadores do clube baiano destacaram mais uma vez que o objetivo da equipe sempre foi conquistar seu retorno para a elite do futebol nacional e rechaçaram qualquer desistência da equipe durante a competição.

“Mesmo quando muitas pessoas já não acreditavam, nós continuamos a acreditar. Em momento algum desistimos. Somos profissionais o suficiente para saber que futebol é assim. Matematicamente, falavam que tínhamos 10% ou 15% de chances de subir. E desde aquele momento, eu vim aqui e disse que matemática no futebol não existe”, declarou o lateral Fernandinho.

Agora, o Vitória terá que fazer a lição de casa e torcer contra o Americana, que ocupa a quarta colocação, para finalmente ingressar no pelotão de frente da tabela. Com tamanha importância beirando o jogo desta rodada, o atacante Geovanni mostrou que a equipe está focada e entrará em campo determinada a conquistar o resultado desde o primeiro minuto de jogo.

“A responsabilidade de vencer esse jogo é nossa. Nós queremos entrar no G-4. Temos que respeitar o Salgueiro, porque sabemos que será um jogo perigoso. Além disso, temos que deixar a empolgação de lado e com apoio do torcedor, tenho certeza que vai ser uma boa partida. É um jogo chave para conquistarmos o acesso”, completou o centroavante.

Sem problemas com lesões e suspensões, Vagner Benazzi deverá mandar a campo os mesmos jogadores que venceram o Boa Esporte no fim de semana passado. A única preocupação do treinador era com relação ao atacante Fábio Santos, que teve um problema no joelho direito ao longo da semana, mas foi confirmado na equipe titular pelo comandante do Vitória.

Enquanto isso, o Salgueiro terá que entrar em campo convivendo com a queda antecipada para a Série C. No meio da semana, o time foi julgado pelo STJD, por ter escalado o meia Josa, diante da Portuguesa, de maneira irregular. Punido, o clube perdeu três pontos na competição e acabou tendo seu rebaixamento adiantado.

Após empatar por 1 a 1 com o Vila Nova na última sexta-feira, o Salgueiro não deverá ter grandes mudanças na equipe e jogará apenas para cumprir tabela e tentar somar mais pontos na reta final do campeonato. Sem grandes opções para inovar na escalação, o técnico Neco deverá mandar um time parecido com o que entrou em campo na última rodada, com destaque para Fabrício Ceará, que é o artilheiro do clube na Série B, com oito gols marcados.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA X SALGUEIRO

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 04 de novembro de 2011, sexta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: José de Caldas Souza (DF)
Assistentes: Luciano Benevides de Sousa e Westhane Cassiano Matos (ambos do DF)

VITÓRIA: Douglas; Nino, Jean, Gabriel Paulista e Fernandinho; Uellinton, Gilberto, Preto e Geovanni; Marquinhos e Fábio Santos
Técnico: Vagner Benazzi

SALGUEIRO: Luciano; Thony, Gustavo, Alexandre e Piauí; Pio, Josa, Renê e Clébson; Edmar e Fabrício Ceará
Técnico: Neco

Fonte: Superesportes.com.br

Náutico sem o melhor “ladrão”
Líder de desarmes no Timbu, Ronaldo Alves voltou aos treinos físicos, mas não enfrenta o ASA


Brenno Costa – Diario de Pernambuco
Apesar de apresentar uma evolução satisfatória na consolidação da fratura no nariz, não será diante do ASA que Ronaldo Alves retorna ao time do Náutico. Ontem o jogador foi liberado para fazer trabalhos leves. Nada de contato com outros atletas. Assim, ele deve continuar como o único desfalque do Timbu. Ausência que preocupa, apesar de Diego Bispo ter se saído bem como substituto diante do Sport. Afinal, sem o atleta, a equipe de Waldemar Lemos perde o principal ladrão de bolas.

Em um time marcado por jogadores com vocação para marcar, Ronaldo Alves se sobressai. Longe de ser um defensor ao estilo “brucutu”, ele deu 77 botes certeiros (segundo o site footstats.com.br). Com isso, tornou-se o único atleta alvirrubro que aparece no ranking dos 20 melhores em desarmes corretos na Série B – ocupa o 12º lugar.

O que impede Ronaldo Alves de continuar liderando o sistema defensivo da equipe é o tempo de consolidação das quatro microfraturas no nariz. O otorrino que lhe operou na semana passada recomendou 15 dias sem qualquer contato físico. Tempo que deve ser contado a partir da data da lesão causada no jogo diante do Vitória, no sábado dia 22 de outubro. “Fui liberado para treinar sem contato porque qualquer lance mais forte corre o risco de fraturar novamente. Agora vou me preparar para estar bem para as próximas rodadas”, disse o zagueiro alvirrubro.

Apesar da declaração, Ronaldo deixou em aberto a possibilidade de atuar diante do Barueri, na próxima terça-feira, usando uma máscara. “Não descarto usar. Até coloquei antes do clássico, mas a região estava muito inchada. Agora está um pouco melhor”, acrescentou.

O lance

Ronaldo Alves, que chegou a ficar dois dias seguidos apenas deitado para evitar o sangramento no nariz, ainda comentou o lance da lesão. Ao contrário do sentimento de revolta que ficou entre os dirigentes do Náutico, que prometeram fazer um boletim de ocorrência contra o atacante Neto Baiano, ele viu o lance como um acidente de trabalho. Os dois jogadores subiram para dividir a bola e o defensor alvirrubro acabou acertando a cabeça do adversário. “Na hora achei que tinha sido uma cotovelada, porque ele já havia me acertado antes. Depois percebi que não foi maldade”, declarou.

Santa Cruz treina em dois períodos nesta sexta-feira

Zé Teodoro comandou um trabalho de dois toques durante a manhã. Corais voltam aos trabalho à tarde

Torcida comemora o acesso para Série C – 2012

Yuri de Lira – Especial para o Diario de Pernambuco

O elenco do Santa Cruz voltou aos treinamentos na manhã desta sexta-feira, no estádio do Arruda. O treinador do Tricolor, Zé Teodoro, comandou um trabalho de posse de bola junto aos jogadores, com dois toques, que durou dois tempos de 20 minutos. No período da tarde, a partir das 15h30, os atletas corais pegam no batente novamente, também no José do Rêgo Maciel.

O meio-campista Natan e o lateral-esquerdo Alexandre Silva seguem em transição do departamento médico para o físico, sob os cuidados do fisiologista Clóvis Calado. Já o lateral-esquerdo Dutra segue em tratamento no DM do clube, assim como o atacante Kiros, mais uma vez poupado dos treinos.

Fonte: Globo.com

Na Espanha, Lionel Messi posa
com a camisa do Bahia

Ex-zagueiro campeão brasileiro pelo Bahia em 88, João Marcelo
fez estágio no Barça e encontrou o melhor jogador do mundo

Por GLOBOESPORTE.COM Salvador

O ex-zagueiro João Marcelo, campeão brasileiro de 88 pelo Bahia, fez um estágio para treinador no Barcelona e aproveitou para “contratar” para o Tricolor da Boa Terra ninguém menos do que o melhor do mundo, Lionel Messi.

A foto do argentino com a camisa do Bahia, tirada por João Marcelo após um teinamento do clube catalão no fim do mês passado, virou sucesso entre os torcedores do Bahia nas redes sociais na internet.

messi tira foto com camisa do bahia (Foto: João Marcelo/Acervo Pessoal)Após treino, Messi posa para foto com a camisa do Tricolor de Aço (Foto: João Marcelo/Acervo Pessoal)

Além de João, Messi contou com um incentivo de peso para fazer a homenagem ao Bahia. O lateral Daniel Alves, companheiro de Messi no Barça, foi revelado pelo Bahia e não esconde a paixão pelo Tricolor. Apesar da distância, Daniel Alves faz questão de acompanhar o time do coração e, pelo Twitter, sempre escreve palavras de incentivo ao clube que o revelou.

messi e joão marcelo, ex-jogador do bahia (Foto: João Marcelo/Acervo Pessoal)Ex-jogador do Bahia, João Marcelo aproveitou para tietar o melhor jogador do mundo (Foto: João Marcelo/Acervo Pessoal)

Fonte:  Cearasc.com.br

Thiago Humberto: “A gente não vai desistir”
A próxima chance para buscar a recuperação da equipe alvinegra será diante do Avaí

“Ser persistente”. O meia do Ceará, Thiago Humberto, aposta na persistência para que o Vozão consiga se recuperar na reta final do Brasileirão 2011. Em conversa com a imprensa, o atleta afirmou que o grupo não pode desistir.

“Nós temos que ser persistentes. Se uma jogada ou um passe não deu certo, temos que tentar novamente. Precisamos tirar o Ceará dessa situação. Faltam seis jogos e a gente não vai desistir em momento algum”, afirmou o atleta.

A próxima chance para buscar a recuperação da equipe alvinegra será diante do Avaí, no próximo domingo, 06/11, em jogo válido pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A 2011. Esta partida vai ser às 17 horas (horário de Brasília), no estádio da Ressacada, em Florianópolis/SC.

Fonte: EPTV.com

Sport Recife e Boa Esporte se enfrentam de olho no G-4
Quem vencer continua na briga pelo acesso à Série A

Jogo de vida ou morte. Morte para quem perder, significando o fim das chances de subir para a Série A. Vida para quem ganhar, continuando na luta pelo G-4. Na verdade, uma sobrevida, porque, pelo menos, quatro times precisam tropeçar para que Sport e Boa Esporte consigam alguma coisa na Série B. Tarefa difícil nesta reta final de campeonato, mas os dois ainda sonham nesta sexta-feira, às 20h30m (19h30m, no Recife), na Ilha do Retiro.

– Durante esses últimos jogos, sempre foi falado que estávamos em uma decisão. No entanto, esse confronto com o Boa Esporte é a verdadeira final. Se não ganharmos estamos fora, é pensar em 2012. Por isso, não podemos vacilar. Vamos para guerra – disse o zagueiro Tobi.

O momento é mesmo decisivo. Colados na classificação (Sport em oitavo com 48 pontos e Boa em nono com 47 pontos) eles precisam ganhar a maioria dos cinco jogos restantes e secar Americana (51 pontos), Vitória (50), Criciúma (50) e Bragantino (49) para conseguir chegar ao G-4. Os catarinenses vacilaram e empataram com a Portuguesa, na terça-feira, por 1 a 1, e já podem ser ultrapassados pelos pernambucanos e mineiros.

– Temos chance e vamos nos agarrar a ela. É por isso que devemos lutar. Os vários resultados paralelos têm nos ajudado. Em oito partidas, ganhamos apenas uma e ainda estamos à três pontos do quarto colocado. O campeonato tem sido generoso. Temos que fazer a nossa parte – afirmou o lateral Wellington Saci, durante a semana.

Para ganhar do Boa Esporte, o Leão vai com uma nova aposta no ataque. Marcelinho Paraíba sai da articulação vai para a linha de frente, assim como atuava no Coritiba em 2009. Ao seu lado, o jovem Roberson, que havia atuado apenas 15 minutos na competição e estava escanteado pelo ex-treinador rubro-negro, PC Gusmão, se torna a esperança de gols. Ele entra no lugar do matador Bruno Mineiro, 12 tentos no Brasileiro, contundido na bacia e sem previsão de volta.

– A arma deles são os contra-ataques. A prova é que quando jogam em Varginha eles têm mais dificuldades, já quando são visitantes costumam fazer bons jogos, pois não têm a responsabilidade de vencer – explicou Mazola que assumiu o Sport após a demissão do PC Gusmão, resultado da derrota para o Náutico por 2 a 0, na última rodada.

Boa Esporte quer recuperar temporada de vitórias

Sem vencer há cinco rodadas, o Boa Esporte buscará, na Ilha do Retiro, passar o Sport na tabela de classificação e encostar no G-4. O time de Varginha chegou a ficar na quinta posição por três rodadas, porém, com um empate e três derrotas seguidas, perdeu fôlego. Na última rodada, em casa, o Boa Esporte perdeu por 2 a 1, para o Vitória.

Contra a equipe pernambucana, o técnico Nedo Xavier terá o desfalque do zagueiro Higo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Com isso, Marcelinho deverá ganhar a posição. Com isso, Marcelinho deverá ganhar a posição. O atacante Rámon, que está resolvendo problemas particulares, também não viajou com o grupo. Assim, o Boa Esporte deverá entrar em campo com Luiz Henrique; Jackson, Marcelinho, Carciano e Marinho Donizete; Claudinei, Jean Cléber, Olívio e Moisés; Carlos Magno e Jheimy.

SPORT X BOA ESPORTE
Magrão; Moacir, Gabriel, Tobi e Wellington Saci; Hamilton, Rithely, Willians e Thiaguinho; Marcelinho Paraíba e Roberson Luiz Henrique; Jackson, Marcelinho, Carciano e Marinho Donizete; Claudinei, Jean Cléber, Olívio e Moisés; Carlos Magno e Jheimy
Técnico: Mazola Júnior Nedo Xavier
Local: Ilha do Retiro – Horário: 20h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva
Auxiliares: Lúcio da Silva de Mattos e Eduardo Lincoln Neves

Confira todos os jogos da rodada:

1/11 – 20h30 São Caetano-SP 1 x 2 Guarani-SP
1/11 – 20h30 Criciúma-SC 1 x 1 Portuguesa-SP
4/11 – 20h30 Vila Nova-GO   x Goiás-GO
4/11 – 20h30 Sport-PE   x Boa Esporte-MG
4/11 – 20h30 Vitória-BA   x Salgueiro-PE
4/11 – 20h30 Duque de Caxias-RJ   x Bragantino-SP
5/11 – 16h20 ASA-AL   x Náutico-PE
5/11 – 16h20 Ponte Preta-SP   x Americana-SP
5/11 – 17h00 Icasa-CE   x ABC-RN
5/11 – 17h00 Grêmio Barueri-SP   x Paraná-PR

ICFUT – Gravando! Esposa de Oswaldo de Oliveira, Jeniffer Setti, vai virar musa do cinema

Fonte: Futebolinterior.com.br

Atriz, modelo e apresentadora, a gata tem 35 anos a menos que o marido

Esta foto é uma raridade

 Atriz, modelo e apresentadora, a bela Jeniffer Setti tem vivido os últimos anos à sombra do marido, o técnico Oswaldo de Oliveira. A partir deste final de ano, porém, as coisas podem começar a mudar. Isso porque a morena de 25 anos confirmou que vai estrear como roteirista no curta “O Diário de Carla”, onde também atuará como protagonista.

Formada em Artes Cênicas desde 2005, a atriz decidiu voltar a atuar na carreira artística, após saber que o treinador voltaria a atuar no Brasil, após cinco anos no Japão. O último trabalho de Jeniffer foi uma participação na novela Mutantes, da Rede Record. Antes apresentou o programa Show Mix, da TV Bandeirantes, e participou de um clipe do rapper 50 Cent.Contente por voltar a trabalhar em sua área de formação, a “polivalente” das artes cênicas revelou que o orçamento de seu curta-metragem está avaliado em R$ 25 mil. Além dela, o filme deve contar a participação dos atores Ronnie Marruda e Pedro Nercessian, e terá direção de Agles Steib.

Vai para aonde, Oswaldo?

Apesar de participar de um filme que vai tratar de temas como ciúme e infidelidade, a musa já adiantou que não haverá cenas picantes. Ela também garantiu que não pretende aceitar convites para posar em trajes mínimos. Pelo visto, o filho Guilherme, de 5 anos, e Oswaldo de Oliveira, de 60 anos, vão ter uma dor de cabeça a menos.

Se a esposa já está trabalhando em um filme, resta saber para aonde irá o treinador. Com a revelação de Jeniffer que o marido está voltando ao Brasil, algum clube já deve ter se adiantado para fechar com o treinador. Alguém arrisca algum palpite? No Brasil, ele já dirigiu Corinthians, Vasco, Fluminense, São Paulo, Flamengo, Vitória, Santos e Cruzeiro, antes de se transferir ao Kashima Antlers-JAP em 2007.

Foto da gata !!!

ICFUT – César Sampaio assume a gerência de futebol do Palmeiras

Fonte: globo

Ex-capitão do time na década de 90 volta ao Verdão para comandar o futebol ao lado do vice-presidente Roberto Frizzo

Capitão do Palmeiras em conquistas históricas do clube, como o Campeonato Paulista de 1993 e a Taça Libertadores de 1999, César Sampaio está de volta ao Verdão. O ex-volante acertou nesta sexta-feira e será reforço da diretoria alviverde para comandar o futebol profissional ao lado de Roberto Frizzo, vice-presidente.

edmundo tonhão alexandre rosa cesar sampaio palmeiras x vasco (Foto: Agência Estado)Ao lado de Edmundo, Tonhão e Alexandre Rosa, César Sampaio participou de lançamento da terceira camisa do Palmeiras, em agosto deste ano (Foto: Agência Estado)

Aposentado desde 2004, César Sampaio, de 43 anos, assume a função de gerente de futebol remunerado do Verdão com contrato até dezembro de 2012. O ex-jogador, que teve experiência na função no comando de clubes como Rio Claro, Pelotas e Mogi Mirim, será apresentado às 15h, nesta sexta-feira, na Academia.

A presença de um dirigente remunerado para auxiliar Frizzo no comando do futebol alviverde era um pedido de Felipão. Apesar da resistência inicial na direção do clube, o presidente Arnaldo Tirone foi convencido da ideia de contratar alguém para a função.

Como jogador, Sampaio é considerado até hoje um dos maiores ídolos da história do Palmeiras. Com a camisa alviverde, o ex-volante conquistou o Campeonato Brasileiro de 1993 e 1994, o Campeonato Paulista de 1993 e 1994, o Torneio Rio-São Paulo de 1993 e 2000, e a Taça Libertadores de 1999.

A primeira passagem do novo gerente de futebol pelo Verdão foi de 1991 até 1994, quando se transferiu para o futebol japonês. Retornou em 1999 para trabalhar pela primeira vez ao lado do técnico Luiz Felipe Scolari. Ao todo, César Sampaio vestiu a camisa alviverde 307 vezes e marcou 24 gols.

Por Cleber Aguiar – A seleção líbia parou a guerra civil

Fonte: O Estado de São Paulo

Rebeldes e governistas fizeram trégua para jogo crucial contra Moçambique pela Copa Africana

SÃO PAULO – Antes de chegar ao final da segunda linha, vale mais uma olhada na foto ao lado. Esse foi um dos momentos mais importantes da história recente da Líbia: a comemoração da vitória por 1 a 0 em setembro, sobre Moçambique, resultado que praticamente garantiu a classificação para a Copa Africana de Nações, o torneio mais importante do continente, que será disputado em 2012.

Seleção garantiu vaga na Copa Africana de Nações - Abdallah Dalsh/Reuters-03/09/2011
Abdallah Dalsh/Reuters-03/09/2011
Seleção garantiu vaga na Copa Africana de Nações

Feito histórico para o país que ocupa a 58.ª posição no ranking da Fifa, a melhor em todos os tempos. Sem nunca ter jogado uma Copa do Mundo, a seleção desbancou times tradicionais, como Nigéria e Camarões. “Foi um dos momentos mais emocionantes da minha vida. Foi como um título”, diz o técnico brasileiro Marcos Paquetá.

O brasileiro conta que a vitória alcançada no Cairo, no Egito, se esparramou pelas ruas líbias. Foi a primeira partida depois da queda de Muamar Kadafi, morto em outubro após uma sangrenta guerra civil. A Líbia mostrou ao mundo a nova bandeira, que era usada em 1951 quando o país se tornou independente da Itália, mas que havia sido trocada pelo ex-ditador. O uniforme também mudou: o verde deu lugar ao branco.

Esse foi um daqueles momentos em que o povo enverga a realidade e acredita que as coisas vão melhorar. Os rebeldes e governistas pararam de lutar para assistir ao jogo e a praça principal de Trípoli ficou lotada.

No placar das lembranças de Paquetá, as boas ganham por um apertado 3 a 2. O brasileiro foi contratado em julho de 2010. Sete meses depois, ele recebeu um telefone da embaixada brasileira. Os combates entre as forças rebeldes e as tropas leais a Kadafi se aproximavam da capital Trípoli, onde o brasileiro morava. A mulher e a filha já haviam voltado ao Brasil por não terem se adaptado. Desesperado, conseguiu o voo no dia 21 de fevereiro, a data em que o espaço aéreo foi fechado. “Foi um tumulto gigantesco. Tensão e loucura.”

Desde então, Paquetá não voltou mais ao país. Por causa dos confrontos que ocorreram até outubro, a Líbia jogou apenas uma das seis partidas das Eliminatórias em seu território. Todos os jogos foram feitos nos países vizinhos, como a Tunísia, onde atuam seis jogadores do time. Paquetá convocava o time, treinava – quando era possível- jogava e voltava ao Brasil. “O primeiro jogo contra Moçambique, em 2010, foi durante o Ramadã, mês sagrado do calendário islâmico, em que as pessoas fazem jejum. Os jogadores só haviam comido na noite anterior. Não sei como conseguimos segurar o 0 a 0.”

Em julho, no auge dos conflitos, quatro jogadores abandonaram os treinos para lutar a favor dos rebeldes. Trocaram a chuteira pelos fuzis. Eu não podia fazer nada. Tinha de respeitar.”

A guerra ainda não acabou. O governo provisório tem o poder, mas existem focos de resistência. As eleições, no fim do ano, são a esperança de paz. Paquetá vai treinar o time em Dubai na semana que vem. Por causa da guerra, o futebol líbio ainda não tem residência fixa.

Fã de Kadafi faz teste e agrada no interior de SP

Favorável ao regime destituído, Abdalhkem Ahamdda joga bem em Ribeirão Preto e tem promessa de emprego

SÃO PAULO – Abdalhkem Almahde Ahamdda fez o caminho inverso do técnico Marcos Paquetá. Depois de passar as férias no Brasil por vários anos seguidos, decidiu tentar a sorte em um clube em Ribeirão Preto, no interior paulista. “Gostaria de jogar no Brasil. Seria uma ótima oportunidade. Se não der certo, vou voltar para a Líbia”, diz com um português titubeante, mas correto.

Com doze convocações pela seleção da Líbia e estilo parecido ao de Roberto Carlos, Rakin, como foi apelidado pelos brasileiros, participou de um amistoso contra o Botafogo. Rakin integrou um combinado formado por jogadores sem clube da região e foi aprovado pelos olheiros. “Ele marca primeiro e, depois ataca. Faz o básico de um lateral, mas faz bem feito”, diz o ex-jogador Vladimir dos Santos, que acompanhou a partida.

O lateral já tem uma promessa de emprego. O treinador Nei Silva, que também acompanhou o jogo, prometeu contratá-lo assim que assinar com um time do interior.

Quando fala da Líbia, o português de Rakin trava. O lateral-esquerdo ainda se incomoda com as críticas ao seu país. Favorável ao regime destituído de Kadafi, ele conta que “tinha comida, tinha casa e a família vivia bem”. “Gostava de Kadafi. Tenho 28 anos e minha família nunca teve dificuldades. O governo ajuda muito. Tudo era fácil e acessível”, comentou. / G. JR.

Por Cleber Aguiar – Ronaldinho não recebe há 2 meses

Fonte: Folha de São Paulo


FLAMENGO Clube e Traffic têm dívida de quase R$ 2 milhões com atleta

DO RIO

Com uma dívida de quase R$ 2 milhões com Ronaldinho, a Traffic e o Flamengo negociam a revisão do contrato do atleta. Ontem, cartolas e executivos da empresa se reuniram para tentar redesenhar o novo acordo.
Ronaldinho não recebe há dois meses o dinheiro que teria que ser pago pela Traffic. O salário do jogador é de cerca de R$ 1,3 milhão por mês. A empresa é responsável pelo pagamento de cerca de R$ 1 milhão mensal.
“O assunto do Ronaldinho era conduzido pelo Júlio Mariz [ex-presidente da Traffic], mas ele saiu da empresa. O substituto pediu mudanças no contrato, mas eu espero que não afete o projeto, que é grande e importante para o Flamengo e para a Traffic”, disse o vice-presidente jurídico do clube, Rafael de Piro.
Pelo acordo firmado no início do ano, a empresa recuperaria parte de seu investimento negociando o patrocínio principal do clube.
Como a empresa não conseguiu comercializar a cota, o Flamengo acertou, sem a intermediação da Traffic, com a Procter & Gamble há cerca de três meses. Desde então, a agência não pagou mais o salário do jogador.

Por Cleber Aguiar – Desvantagem

Fonte: Folha de São Paulo

Neymar disputou só 60% dos jogos do Santos em 2011; Messi atuou em 92% das partidas do Barcelona

Ricardo Nogueira/Folhapress

Neymar, que voltou ontem aos treinos no Santos após folga de quatro dias

PAULO COBOS
EDITOR-ASSISTENTE DE ESPORTE

Para conquistarem os corações dos votantes ao prêmio de melhor do mundo, Messi, 24, e Neymar, 19, têm os jogos em seus clubes como principal vitrine, já que não repetem em suas seleções o mesmo brilho.
Sorte então do argentino.
Por culpa do caótico calendário elaborado pela CBF, no qual os jogos dos clubes não param quando a seleção joga, Neymar pode terminar o ano com quase 15 jogos a menos do que o craque argentino em competições oficiais.
O santista fez até agora 42 partidas pelo clube. Pode chegar, no máximo, a 50, mas isso não deve acontecer, já que a tendência é que seja poupado no fim do Brasileiro, visando o Mundial.
Quase meia centena de jogos oficiais (48) é o que Messi já tem. E o camisa 10 pode terminar 2011 com 60 partidas pelo Barcelona, onde raramente é poupado.
A comparação da participação dos dois no total de jogos de seus clubes em 2011 mostra a desvantagem de Neymar em relação ao astro argentino, já eleito duas vezes o melhor do planeta.
Até agora, Messi disputou 92% das partidas realizadas pelo clube catalão em 2011. Neymar entrou em campo em apenas 60% dos confrontos oficiais do Santos no ano.
Jogando menos, ele tem menos chance de fazer gols.
Neymar soma 21 tentos pelo Santos em 2011, contra 49 de Messi pelo Barcelona.
A conta do brasileiro poderia ter engordado muito diante dos frágeis adversários do Campeonato Paulista. Mas ele perdeu mais de metade das partidas da competição, primeiro por estar servindo a seleção sub-20 e depois devido a amistosos do time nacional principal.
No Brasileiro, segundo o Santos, entrou em campo em apenas 18 das 32 rodadas já realizadas -a maior parte das ausências aconteceu na Copa América, quando o Nacional não foi paralisado.
Messi só deixou de jogar pelo Barcelona para servir a seleção argentina quando o clube catalão não tinha compromissos oficiais.
Com menos chances de aparecer, Neymar não quer ser poupado no Brasileiro até o Mundial do Japão, em dezembro, quando terá a chance de fazer um tira-teima contra Messi e o Barcelona.
“Amo jogar futebol. Quando estou dentro das quatro linhas me sinto uma criança brincando com a bola”, disse ele no último sábado.