Por Cleber Aguiar – Bizarro! Árbitro expulsa repórter em jogo pela Segunda Divisão de Tocantins

Fonte: Futebolinterior.com.br

O motivo da expulsão foram as críticas do profissional de imprensa à arbitragem

Num jogo de pouco futebol e muito tumulto, com 13 cartões amarelos e quatro vermelhos, um fato mais que inusitado foi o destaque. O repórter esportivo Nico Lima, da equipe Show de Bola, da Rádio Terra FM de Araguaína, foi expulso de campo após criticar a arbitragem de Leandro Oliveira, da cidade de Miracema.

O fato aconteceu durante a vitória do Tocantins, por 1 a 0, diante do Araguaína, no Estádio Nilton Santos, em Palmas, no início da noite desta quarta-feira, pela terceira rodada do returno do Campeonato Tocantinense da Segunda Divisão.

Segundo Lima, o apitador não aceitou suas críticas. “Ele errou muito e não aceitou minhas críticas. Vou entrar com uma representação contra ele na Federação Tocantinense de Fuebol (FTF)” afirmou o repórter.

O único gol da partida foi assinalado pelo meio-campista Alisson, aos 16 minutos do primeiro tempo. Com a vitória o Tocantins permanece em segundo lugar, com os mesmos 16 pontos do Tourão do Norte, mas perde no saldo de gols. Agora, faltam apenas duas rodadas para se conhecer os dois times que garantem o passaporte para a elite estadual.

Colinas
Na outra partida da noite, o Colinas surpreendeu o Atlético Cerrado, por 5 a 3, e segue firme na briga por uma das duas vagas para elite do futebol tocantinense. Com a vitória, o Colinas segue em terceiro, com 15 pontos, colado no Araguaína e Tocantins – ambos com 16 pontos. Já o time de Paraíso praticamente saiu da briga, já que soma somente 10 pontos.

ICFUT–Parabeniza Coritiba pelos 102 anos de aniversário!

phpThumb_generated_thumbnailjpg

A história – 12 de outubro de 1909

Esta é a data registrada pelos historiadores como a da fundação do Coritiba Foot Ball Club. O que pensavam e sonhavam aqueles jovens, a maioria integrante da colônia germânica, sobre o ato de fundação de um clube, fruto do entusiasmo com a novidade que surgia pelo Sul do Brasil? Teriam eles consciência de que no transcorrer do século XX o Coritiba seria a própria história do futebol paranaense, sua maior tradição, sua maior conquista?

Na verdade, tudo começou pela vontade de um grupo no qual todos gostavam de praticar esporte. Reuniam-se no Clube Ginástico Turnverein, mais tarde Teuto Brasileiro, quando surgiu a grande novidade. Frederico Essenfelder, o Fritz, que residira um tempo em Pelotas, no Rio Grande do Sul, apareceu com o objeto da moda por lá: uma bola de futebol. A curiosidade foi geral, face às notícias que relataram estar nascendo um novo esporte na cidade de Rio Grande, oriundo da Inglaterra, que desde o século anterior procurava difundir sua prática.

E Essenfelder iria transformar uma imagem de sonho em uma autêntica realidade. A iniciativa foi motivo de entusiasmo a outros jovens daquela geração; João Viana Seiler, Leopoldo Obladen, Carlos Schelenker, Arthur Iwersen, Arthur Hauer (que levava toda a família), Walter Dietrich, Roberto Isckch, Rodolpho Kastrup e muitos outros. Junto a eles, um brasileiro autêntico, José Júlio Franco; mais tarde ele formaria um trio com Seiler e Obladen, decisivo à implantação do Clube.

Onde iniciar a prática do futebol?

No "turnverein" os que não aderiram ao novo esporte não olhavam com bons olhos aquele movimento. E de Ponta Grossa já chegavam notícias de um clube que lá se organizava, com o nome de "Club de Foot-Ball Tiro Pontagrossense". Ele era formado por jovens que freqüentavam o Tiro de Guerra 21 e ingleses que eram funcionários da companhia Engeneering, que instalava a via férrea em território paranaense.

Os curitibanos não perderam tempo. Conseguiram uma área entre as ruas João Negrão e Marechal Floriano, atrás do quartel da Polícia Militar, onde passaram a praticar o futebol e tomar conhecimento de suas regras e determinações. E logo chegou o primeiro convite: um jogo em Ponta Grossa. Entusiasmo geral!

No dia 23 de Outubro de 1909 uma delegação seguiu com dois jornalistas: Luis Schelenker, do Der Beobaether, órgão da colônia germânica de Curitiba, e Aldo Silva, do Diário da Tarde. Eles contam que o primeiro time a entrar em campo para iniciar sua história era formado por Arthur Hauer, A. Labsch e Walter Dietrich; Arthur Iwersen, Roberto Iusksch e Theodoro Obladen; Rodolpho Kastrup, Maschke, Leopoldo Obladen, Carlos Schlenker e Fritz Essenfelder. O time de Ponta Grossa, já com a quase seis meses de treinamentos, venceu por 1×0, gol do inglês Charles Wright.

Na volta da delegação para Curitiba, durante a viagem, a deliberação histórica. João Viana Seiler, o grande líder do grupo, não se conformava com a discriminação que se iniciava no "Turnverein" e lançou ali a idéia da fundação do novo clube. Reuniões eram realizadas no Teatro Hauer (foto), na esquina das ruas 13 de Maio e Mateus Leme. Em trinta dias o grupo já contava com mais de sessenta pessoas.

No dia 30 de janeiro de 1910 era fundado o Coritibano Foot Ball Club. Só que por idéia de João Vianna Seiler, que viria a ser o primeiro presidente do Clube e seu patrono, a data oficial passaria a ser o 12 de outubro de 1909, por ter sido naquele dia oficializado o convite para a realização da primeira partida de futebol em Ponta Grossa.

A primeira providência do Clube foi conseguir junto ao Jockey Club Paranaense liberação de parte de seu patrimônio no Guabirotuba. Na área que ficava entre as pistas apareceu um campo de futebol. E a idéia geral foi inaugurá-lo em uma partida com o time de Ponta Grossa para retribuir a recepção magnífica que foi dada quando da primeira partida.

No time pontagrossense também houve uma mudança. Agora o clube se chamava Ponta Grossa Foot Ball Club. A sede social que o Coritiba adotara era de uma freqüência constante. A cidade começava a viver o grande amistoso. Finalmente, no dia 12 de junho de 1910, a cidade assistia a primeira partida de futebol. Uma verdadeira festa que durou três dias. E com um valor ainda maior, porque a equipe da capital venceu a revanche por 5×3.

A partir daí vários amistosos eram disputadas entre as duas equipes, que procuravam difundir a prática do futebol para aumentar suas atividades. Não existiam campeonatos, apenas torneios de curto período.

Havia a necessidade de mais clubes para se disputar um campeonato. E mais uma vez o Coritiba apareceu em cena. Com elevado número de praticantes, reuniram os dirigentes e resolveram dividir o time, cedendo vários jogadores para que formassem uma outra equipe, a fim de possibilitar a prática mais assídua do futebol. Foi aí que nasceu o Internacional, que em 1924 faria fusão com o América. Era o hegemônico sangue alviverde possibilitando a existência de outro time no estado.

Conquista de 24 vitórias seguidas coloca o Coritiba no Guinness Book

Fonte: globo

A entrega do certificado do recorde mundial foi feito nesta quarta-feira, durante as comemorações dos 102 anos de aniversário do clube

O Coritiba faz 102 anos de existência nesta quarta-feira e anuncia que as 24 vitórias seguidas, conquistadas no primeiro semestre, foram oficializadas como o novo recorde mundial, registrado no Guinness Book.

Certificado do Guinness Book Coritiba (Foto: Gabriel Hamilko / Globoesporte.com)Certificado do Guinness Book para o Coritiba
(Foto: Gabriel Hamilko / Globoesporte.com)

O certificado oficial da entidade foi apresentado pelo vice-presidente Vilson Ribeiro de Andrade, durante o lançamento do novo Centro de Treinamentos do Coritiba, que afirmou que o recorde mundial é uma das maiores conquistas do clube e brinda a boa temporada da equipe do Alto da Glória.

– O Coritiba recebe através do Guinness a denominação de time com mais vitórias seguidas do mundo. Isso é um título inédito na história do futebol brasileiro e é um título que ficará marcado: é o time mais vitorioso do mundo. Esse é o time que faz a história e realiza – anuncia Andrade na cerimônia oficial.

Quando o Coxa goleou o Palmeiras por 6 a 0, na semifinal da Copa do Brasil, o time conquistou a 24ª vitória seguida, imaginando-se que fosse um recorde nacional. Porém, um grupo de pesquisadores do time alviverde encontrou recordes que eram considerados mundiais, como o do Benfica, entre 1971 e 1973, que venceu 29 vezes, pelo Português. Porém, o clube europeu perdeu pontos em campeonatos paralelos durante a competição nacional.

Por ser um levantamento de grande abrangência, o clube homologou um cadastro no Guinness, para que ajudar a equipe de pesquisa.

Vilson Ribeiro de Andrade, vice-presidente do Coritiba (Foto: Gabriel Hamilko / Globoesporte.com)Vilson Ribeiro de Andrade anunciando o recorde 
mundial (Foto: Gabriel Hamilko/Globoesporte.com)

– Esse foi um estudo feito pelo Guinness, através de análise de todos os campeonatos e times do mundo inteiro e com as 24 vitórias consecutivas do Coritiba, em todos os campeonatos disputados. Eles levantaram que o Coritiba era o único time no mundo que teve 24 vitórias seguidas em todos os campeonatos – explica o dirigente coritibano, que não disfarça a emoção.

– É uma emoção incontida. Um time brasileiro e paranaense conquistar o mais vitorioso do mundo. Para nós é uma alegria imensurável e que vamos carregar para o resto da vida – festeja.

Apesar da apresentação do certificado do Guinness, um representante da entidade visitará a Curitiba no próximo domingo e vai assistir à partida entre Coxa e Bahia, no Couto Pereira. No sábado, o representante aproveitará o jantar comemorativo aos 102 anos do Coritiba para anunciar, em nome do Guinness, a homologação do novo feito.

Segundo Andrade, a conquista mundial só brinda um ano especial, em que o Coritiba mostrou um elenco forte e elogiado por todo o Brasil.

– É um ano maravilhoso para o Coritiba. Tivemos no ano passado a recuperação do clube, o retorno para a primeira divisão. Chegamos a final da Copa do Brasil. Fomos bicampeões invictos do futebol paranaense, mantendo a hegemonia do estado do Paraná, e estamos fazendo uma campanha boa no Campeonato Brasileiro – destaca.

A epopeia da pesquisa mundial

Após a conquista, em maio, o propósito do Coritiba era confirmar boatos de que o recorde nacional de 24 vitórias seguidas poderia ser um feito mundial. Mas faltavam critérios e recursos para uma pesquisa que envolvesse todos os times profissionais do Mundo.

O Guinness levantou que o Coritiba é o único time no mundo que tem 24 vitórias seguidas em todos os campeonatos"

Vilson Ribeiro de Andrade
vice-presidente

Em 1º de junho, foi oficializado o cadastro de consulta no Guinness Book, que separou uma equipe terceirizada para realizar uma pesquisa mundial. Além do feito do Benfica, foram apresentadas sequências como do Nacional, do Uruguai (com 32 vitórias entre 1940 e 1942). Mas, assim como o Benfica, foi considerada apenas a competição nacional.

No dia 8 de setembro, o Guinness conclui a pesquisa e entregou o certificado de recordista mundial para o Coritiba. Mas seis dias depois, a entidade voltou atrás, após encontrar uma sequência realizada pelo Al-Faysali, um clube da Jordânia, que reivindicava 28 vitórias seguidas, no biênio 2001-02. Novamente, após uma consulta mais detalhada, foi constatada uma quebra na sequência, após ser encontrado um empate em competição oficial, que acabou sendo anulado, para possibilitar o recorde.

Do trágico rebaixamento ao recorde mundial

A oficialização do recorde no Guinness Book representa uma redenção para o Coritiba. Após ser rebaixado para a segunda divisão em 2009, com cenas lamentáveis de alguns torcedores que invadiram o estádio e promoveram um quebra-quebra, o clube conseguiu se reerguer e disputar a série B do Brasileirão, mesmo disputando dez jogos longe de casa como punição.

Foi bicampeão da Segunda Divisão nacional e, em 2011, retornou para a elite do futebol brasileiro. Manteve a mesma base campeã e começou a disputa do Campeonato Paranaense. No dia 3 de fevereiro, iniciou a jornada histórica goleando o Iraty por 5 a 0, no estádio Couto Pereira.

Foi campeão do primeiro turno, na sexta vitória da série, vencendo o rival Atlético-PR por 4 a 2, em casa, e confirmou o favoritismo em 24 de abril, quando na fase final do returno goleou novamente o Furacão por 3 a 0, em plena Arena da Baixada, comemorando o bicampeonato paranaense. Era a 21ª vitória do Coxa, igualando o recorde da equipe do Palmeiras de 1996.

Paralelamente, o Coritiba disputava a Copa do Brasil, vencendo Ypiranga-RS e Atlético-GO. Nas quartas-de-finais, o Alviverde Paranaense enfrentou o Caxias do Sul. Ganhou o primeiro por 4 a 0 e, na volta, venceu o jogo do recorde por 1 a 0, gol do zagueiro Emerson.

A 24ª vitória foi sobre o Palmeiras. Uma goleada histórica na Copa do Brasil, por 6 a 0, no Couto Pereira. Durante os 24 jogos, o Coxa marcou 74 gols e sofreu 16. O time base, comandado pelo técnico Marcelo Oliveira, foi formado por Edson Bastos; Jonas, Pereira, Emerson e Eltinho (Lucas Mendes); Leandro Donizete (William), Léo Gago, Rafinha e Davi; Marcos Aurélio (Anderson Aquino) e Bill.

Confira a sequência recordista completa das 24 vitórias do Coritiba:

1 – 03/02/2011 Coritiba 5×0 Iraty-PR
2 – 06/02/2011 Coritiba 4×1 Rio Branco-PR
3 – 10/02/2011 Coritiba 2×1 Corinthians Paranaense-PR
4 – 13/02/2011 Coritiba 3×0 Roma-PR
5 – 16/02/2011 Coritiba 1×0 Ypiranga-RS
6 – 20/02/2011 Coritiba 4×2 Atlético Paranaense-PR
7 – 24/02/2011 Coritiba 2×0 Ypiranga-RS
8 – 27/02/2011 Coritiba 2×1 Cianorte-PR
9 – 06/03/2011 Coritiba 3×2 Operário-PR
10 – 09/03/2011 Coritiba 3×0 Paranavaí-PR
11 – 13/03/2011 Coritiba 4×2 Paraná Clube-PR
12 – 17/03/2011 Coritiba 2×1 Atlético Goianiense-GO
13 – 20/03/2011 Coritiba 3×0 Cascavel-PR
14 – 23/03/2011 Coritiba 2×0 Arapongas-PR
15 – 26/03/2011 Coritiba 4×2 Iraty-PR
16 – 30/03/2011 Coritiba 3×1 Atlético Goianiense-GO
17 – 02/04/2011 Coritiba 6×2 Rio Branco-PR
18 – 10/04/2011 Coritiba 1×0 Corinthians Paranaense-PR
19 – 14/04/2011 Coritiba 4×0 Caxias-RS
20 – 17/04/2011 Coritiba 4×1 Roma-PR
21 – 24/04/2011 Coritiba 3×0 Atlético Paranaense-PR
22 – 28/04/2011 Coritiba 1×0 Caxias-RS
23 – 01/05/2011 Coritiba 2×0 Cianorte-PR
24 – 05/05/2011 Coritiba 6×0 Palmeiras-SP

Confira um vídeo homenageando o clube:

ICFUT – Celebrando o dia das crianças, elenco do Ceará enfrenta 100 garotos

Fonte: ig

Promovido por jornal cearense, partida terminou 3 a 2 para as crianças de um colégio do estado

Para celebrar o dia crianças, os jogadores do Ceará participaram de um jogo bastante diferente. Em uma partida promovida pelo jornal cearense O Povo no dia 7 de outubro e divulgada nesta quarta-feira, o elenco do Vozão disputaram de uma partida contra 100 crianças do Colégio Santa Cecília, no estádio Presidente Vargas.

O jogo não foi um exemplo de técnica e tática, mas certamente as crianças saíram bastante satisfeitas com o resultado. Os garotos conquistaram, durante os dois tempos, que totalizaram 28 minutos, uma vitória por 3 a 2 diante de um Ceará que tinha jogadores como Fernando Henrique, Michel, João Marcos, Rudnei e Roger, mas que não se empenharam 100% na partida, como fica claro no vídeo logo abaixo.

ICFUT – Pleno do STJD julga nesta quinta-feira eliminação do Rio Branco da Série C

Fonte: futebolinterior

Luverdense-MT e Araguaína-TO ficam na expectativa pela punição ao Estrelão

Campinas, SP, 12 (AFI) – Finalmente a polêmica da Série C do Campeonato Brasileiro envolvendo a eliminação ou não do Rio Branco-AC já tem data marcada para terminar. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) divulgou a pauta de quinta-feira e o processo 137/2011, que fala sobre este caso, será julgado. A sessão começa a partir das 13h30. Os julgamentos de quinta-feira são do Pleno do STJD, o que vale como decisão final na esfera esportiva.

Além do Rio Branco-AC, outros dois times aguardam a decisão do Tribunal. O Araguaína-TO, rebaixado para a Série D, torce pela eliminação do Estrelão do Norte para permanecer na Série C. Já o Luverdense-MT quer herdar a vaga do Rio Branco na segunda fase e, assim, ainda sonhar com o acesso para a Série B de 2012.

O Rio Branco está sendo julgado por ter recorrido à Justiça Comum antes de esgotadas todas as esferas esportivas, o que é proibido e a Fifa é taxativa nesta proibição. O time se beneficiou de uma decisão da Justiça Comum para mandar jogos em seu estádio, mesmo este estando interditado pela Justiça Desportiva.

Caso o julgamento seja favorável ao Rio Branco-AC, abre-se um precedente dos mais perigosos no futebol brasileiro. Todas as hipóteses apontam para a eliminação do clube da Série C e o consequente rebaixamento para a Série D de 2012, mas já foi insinuado por dirigentes de outras equipes que há uma força política por trás dessas decisões judiciais pró-Rio Branco.

Uma eventual inclusão do Luverdense na segunda fase, em caso de eliminação do Rio Branco, atrasaria em três semanas o Campeonato Brasileiro da Série C, já que o Estrelão já disputou três partidas, o primeiro turno inteiro. Mesmo assim, o presidente do clube, Helmute Lawisch, acredita que tudo é possível e torce para que seja feita, de fato, a Justiça.

ICFUT–BRASILEIRÃO SÉRIE A: Resultados 12/10/2011, Gols, Resumo da rodada e Classificação

Resultados

12/10/2011 16:00 (Qua) América-MG 4 x 1 Ceará Arena do Jacaré
12/10/2011 16:00 (Qua) Avaí 2 x 2 Atlético-GO Ressacada
12/10/2011 16:00 (Qua) Grêmio 1 x 3 Figueirense Olímpico
12/10/2011 16:00 (Qua) São Paulo 0 x 0 Internacional-RS Arena Barueri
12/10/2011 21:50 (Qua) Bahia 0 x 0 Cruzeiro Pituaçu
12/10/2011 21:50 (Qua) Corinthians 0 x 2 Botafogo-RJ Pacaembu
12/10/2011 21:50 (Qua) Flamengo 1 x 1 Palmeiras Engenhão

 

Gols

 

 

 

 

 

Resumo da rodada

Fonte: futebolinterior

Corinthians perde e Vasco pode recuperar a liderança

Botafogo é terceiro, São Paulo, quarto e Flamengo o quinto

Campinas, SP, 12 (AFI) – Não deu para o Corinthians disparar na liderança do Campeonato Brasileiro. São Jorge não estragou a festa de Nossa Senhora Aparecida e deixou o caminho livre para o Botafogo vencer o Timão, por 2 a 0, em pleno Pacaembu, nesta quarta-feira à noite, pela 29.ª rodada do Brasileirão.

Como o time paulista ficou com 51 pontos, pode ser ultrapassado, de novo, pelo Vasco da Gama, com 50, e que joga contra o ameaçado Atlético Paranaense, nesta quinta-feira, em Curitiba, no complemento da rodada. Quem subiu foi o Botafogo, que passou para 49 pontos, em terceiro lugar. Com um detalhe importante: tem um jogo a menos do que os concorrentes diretos ao título.

São Paulo e Mengo vacilaram…
Isso porque outro paulista, o São Paulo, também vacilou em casa. O tricolor, atuando na Arena Barueri, ficou no zero a zero com o Internacional. O São Paulo tem 48 pontos, em quarto lugar, enquanto o Colorado, com 44 pontos, continua em sétimo.

O Flamengo não se aproveitou dos vacilos, ao empatar por 1 a 1 com o fragilidade Palmeiras, envolto à agressão ao reserva João Vitor por torcedores palmeirenses. O Mengo atingiu os 48 pontos, em quinto lugar. O Verdão ficou com 41 pontos, em nono.
Outro que decepcionou a sua torcida gfoi o Grêmio, que caiu diante do Figueirense, por 3 a 1. Os dois estão em posições relativamente cômodas. O tricolor gaúcho permanece com 39 pontos, em 11.º, enquanto o Figueira tem 41 pontos, agora em alta, em oitavo lugar.

Raposa na retranca
Na briga contra o rebaixamento, não houve nenhuma alteração nos quatro últimos colocados. Mesmo porque o Cruzeiro, jogando como time pequeno, segurou o zero a zero com o Bahia, em Salvador.

A Raposa não vence há dez jogos, mas agora fará dois jogos em casa – na Arena do Jacaré – e espera aliviar a sua barra. Por enquanto, tem 31 pontos, em 16.º, e não pode entrar na humilhante zona de queda, pelo menos, nesta rodada. O Bahia tem 35 pontos, ocupando a 14.ª posição.
Contra a queda
Na zona de queda, o Avaí empatou, por 2 a 2, com o Atlético-GO, continuando na penúltima posição, com 26 pontos. O time goiano, com boa campanha, tem 39 pontos, em 12.º lugar.
O lanterna América-MG venceu pela quinta vez. E de goleada. Enfiou 4 a 1 no Ceará, mas ainda não saiu da última posição, agora com 24 pontos. O Vovô continua em situação perigosa, com 32 pontos, em 15.º lugar.

Mais três jogos
Na quinta-feira acontece mais três jogos, inclusive do vice-líder Vasco contra o ameaçado Atlético-PR, ameaçado pelo rebaixamento.

Classificação

  Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Corinthians-SP 51 29 15 6 8 42 30 12 58.6
2  Vasco da Gama-RJ 50 28 14 8 6 43 33 10 59.5
3  Botafogo-RJ 49 28 14 7 7 44 32 12 58.3
4  São Paulo-SP 48 29 13 9 7 45 35 10 55.2
5  Flamengo-RJ 48 29 12 12 5 48 38 10 55.2
6  Fluminense-RJ 44 28 14 2 12 39 36 3 52.4
7  Internacional-RS 44 29 11 11 7 46 35 11 50.6
8  Figueirense-SC 41 29 10 11 8 36 35 1 47.1
9  Palmeiras-SP 41 29 9 14 6 34 28 6 47.1
10  Coritiba-PR 40 28 11 7 10 46 34 12 47.6
11  Grêmio-RS 39 29 11 6 12 33 38 -5 44.8
12  Atlético-GO 39 29 10 9 10 36 34 2 44.8
13  Santos-SP 38 27 11 5 11 39 41 -2 46.9
14  Bahia-BA 35 29 8 11 10 34 37 -3 40.2
15  Ceará-CE 32 29 8 8 13 36 50 -14 36.8
16  Cruzeiro-MG 31 29 8 7 14 34 38 -4 35.6
17  Atlético-MG 27 28 7 6 15 33 45 -12 32.1
18  Atlético-PR 27 28 6 9 13 27 41 -14 32.1
19  Avaí-SC 26 29 6 8 15 37 59 -22 29.9
20  América-MG 24 29 4 12 13 37 50 -13 27.6
Santos e Vasco foram campeões respectivamente da libertadores 2011 e da Copa Brasil
LegendaPG – Pontos Ganhos | JG – Jogos Disputados | VI – Vitórias | EM – Empates
DE – Derrotas | GP – Gols Pró | GC – Gols Contra | SG – Saldo de Gols
%A – Porcentual de Aproveitamento de Pontos


 
 
Classificados à Libertadores
 
 
Classificado à Pré-Libertadores
 
 
Classificados à Sul-Americana
 
 
Rebaixados à Série B
 
 
Campeões da Libertadores 2011 e Copa Brasil

l