ICFUT–Seleção Campeã do SuperClássico das Américas!

Fonte: futebolinterior

Brasil 2 x 0 Argentina – Dupla Neymar-Lucas brilha para “sorte” de Mano Menezes!

A Seleção fatura pela nona vez o Superclássico das Américas (antiga Copa Rocca)

Belém, PA, 28 (AFI) – O Brasil contou com a força da torcida de Belém e ampliou a freguesia da Argentina. Com o talento de Lucas e a habilidade de Neymar, a Seleção Brasileira venceu os hermanos, por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, no Estádio Mangueirão, em Belém, pelo jogo de volta pelo Superclássico das Américas. O jovem do São Paulo abriu o placar com um belo gol e o santista fechou o placar para delírio da torcida paraense.

Neymar ainda foi o protagonista das melhores jogadas, sempre deixando os argentinos totalmente perdidos nos lances de efeito. Com a excelente vitória, a Seleção Brasileira conquista pela nona vez o título do Superclássico das Américas (antiga Copa Rocca). O time de Mano Menezes deixou o torcedor empolgado com a atuação, mesmo diante de uma frágil Argentina.

Depois da vitória sobre os argentinos, a Seleção voltará a campo no dia 7 de outubro para disputar amistoso com a Costa Rica, em San José. Na sequência, a equipe de Mano Menezes enfrentará o México, em Torreón, no dia 11. Em novembro, o adversário será o Gabão, na África.

Ao menos, deu Brasil!
O primeiro tempo teve o Brasil chegando com bastante liberdade ao campo de ataque, mas demonstrando um certo descontrole no momento de empurrar a bola para o fundo das redes. A Argentina tinha nos pés de Montillo o que seria sua “arma secreta”, mas sem muito convencimento. O meia-atacante dom Cruzeiro sentiu bastante o peso da camisa argentina e pouco produziu na primeira etapa, apesar que a zaga brasileira trabalhou sempre com bastante segurança.

O Brasil teve sua primeira boa oportunidade de gol com Neymar. Ovacionado pela multidão em Belém, o jovem do Santos estava afim de retribuir a emoção, já que no momento do hino nacional ele se debulhou em lágrimas. Aos 12 minutos, Neymar fez boa jogada individual e chutou rasteiro no canto esquerdo, mas o goleiro Orión foi bem e espalmou para evitar o gol brasileiro.

Com tranquilidade, o Brasil explorava as jogadas com Neymar, Ronaldinho, Lucas e Borges – estreante pela Seleção. Artilheiro do Brasileirão com 19 gols, o atacante do Santos queria deixar de qualquer maneira seu primeiro com a camisa amarela, mas conseguiu atuar em prol do elenco, principalmente por chamar a marcação e dar espaços aos companheiros brasileiros.

Com um toque de bola envolvente, a Seleção Brasileira provou que ainda assim consegue se destacar com talentos individuais. Prova disso foi a linda jogada de Lucas que quase terminou com gol de Neymar. Aos 38, a dupla relembrou os tempos de Seleção Sub-20 e quase fizeram história em Belém. Lucas arrancou de forma individual, passou pela defesa e cruzou rasteiro para Neymar, que de frente para o gol furou de forma inacreditável.

Show dos jovens!
Depois de um fim de primeiro tempo apático, o jogo ganhou em movimentação no início da segunda etapa. Aos sete minutos, a Argentina levou perigo pela primeira vez, em finalização de Fernández na pequena área. Jefferson fez a defesa à queima-roupa.
O Brasil respondeu com um contra-ataque fulminante. Danilo acionou Lucas, que arrancou pela direita, invadiu a área e bateu na saída do goleiro Órion. Embalada pelo gol, a seleção se soltou mais em campo e não teve dificuldade para buscar o segundo gol.
Aos 29 minutos, Cortês iniciou jogada com Diego Souza, que investiu pela esquerda e cruzou para Neymar mandar para as redes. A bola desviou na zaga, na pequena área, antes de entrar. A Argentina ainda tentou descontar o placar nos minutos finais, mas Jefferson mostrou firmeza no gol brasileiro e assegurou o resultado com duas grandes defesas.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 2 X 0 ARGENTINA
Local: Mangueirão, Belém (PA)
Data/Hora: 28/09/2011, às 21h50
Árbitro: Jorge Larrionda (URU)
Assistentes: Maurício Espinosa (URU) e Pablo Fandiño (URU)
Renda e público: R$. 2.579.160,00/43.038 pagantes
Cartões amarelos: Desábato (ARG)
Gols: Lucas, 8’/2ºT (1-0); Neymar, 30’/2º (2-0)

BRASIL: Jefferson, Danilo, Dedé, Réver e Cortês (Kleber, 40’/2ºT); Ralf, Rômulo e Ronaldinho; Lucas (Diego Souza, 24’/2ºT), Neymar e Borges (Fred, 28’/2ºT). Técnico: Mano Menezes.

ARGENTINA: Orion; Cellay, Domínguez e Desabato; Pillud (Mouche, 32’/2ºT), Augusto Fernández, Canteros (Bolatti, 14’/2ºT), Guiñazú e Papa; Montillo e Viatri. Técnico: Alejandro Sabella.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s