Por Cleber Aguiar – Ronaldo pede ‘carrinho por trás’ em Vivi e ‘quarto dividido’ com Cicarelli no CQC

Fonte: Portal Uol

Recém-aposentado, Ronaldo participou do quadro ‘Resta Um’ do humorístico CQC e brincou sobre sua extensa lista de conquistas.

Ronaldo teve que escolher, de uma lista pré-selecionada pelo programa, alguém em quem daria um ‘carrinho por trás’. A escolhida foi sua ex-namorada Vivi Ronaldinha, com quem teve um relacionamento em seu início de carreira e que recentemente admitiu ter namorado o astro por interesse.

“Namorei com ela quando tinha 17, 18 anos. Cada um escolheu seu caminho. Na época ela praticava body board, era do esporte, estilo surfistinha”, disse Ronaldo.

Já o tratamento dado a outra de suas conquistas foi bem diferente. Obrigado a escolher alguém para dividir o quarto na concentração, Ronaldo selecionou sua ex-mulher Daniela Cicarelli, com quem foi casado por quase três meses.

“Eu escolheria a Cicarelli, sem dúvida. Ela é linda e seria uma boa companheira de quarto”, brincou o ex-jogador.

Veja Video :

Por Cleber Aguiar – Barbara Berlusconi fala sobre relação com Pato e diz que atleta é ‘negociável’

Fonte: Globo.com

Filha do chefão do Milan diz que, apesar do atacante ‘ser da família’, ele pode ser vendido para outro clube

Por GLOBOESPORTE.COM Milão, Itália

Pato dá beijo em Barbara Berlusconi reprodução (Foto: Reprodução)Pato dá beijo em Barbara Berlusconi (Reprodução)

A italiana Barbara Berlusconi, filha do primeiro-ministro Silvio Berlusconi, disse que segue seu coração ao se relacionar amorosamente com alguém. A herdeira do homem mais forte da Itália e chefão do Milan é namorada do atacante brasileiro Alexandre Pato. A informação é da agência de notícias “Ansa”.

– Que hipocrisia, por que eu deveria escolher o meu companheiro segundo um clichê? Prefiro me guiar pelo meu coração e pelas minhas impressões – afirmou Barbara, de 27 anos.

Sobre Pato, Bárbara afirma que está feliz e que ele “é uma pessoa com a qual é lindo compartilhar”.

– Talvez, aplicam-se categorias e julgamentos diferentes às escolhas das mulheres. Mas, se cometi um erro, vou descobrir sozinha. Não posso, de certo, viver conforme os critérios que os outros escolhem – disse a filha do premier.

Sobre o fato de seu irmão, Pier Silvio, ter dito recentemente que Pato não pode ser vendido para outro clube porque é uma pessoa da família, ela garantiu que “todos podem ser vendidos, Pato não é diferente”.

Já sobre os problemas que o brasileiro estaria tendo com a pensão alimentícia para sua ex-mulher, Sthefany Brito, Barbara afirmou que “este é um assunto delicado que não tem a ver comigo”.

– Prefiro não falar. Nós dois temos um passado sentimental importante, mas, a cada dia, olhamos apenas para frente – contou ela.

Em entrevista para a revista Vanity Fair, a italiana também contou sobre o relacionamento com Giorgio Valaguzza, seu ex-marido e pai de seus dois filhos, Alessandro e Edoardo.

– A separação foi um momento doloroso para todos. Mas tanto eu quanto o Giorgio nos dedicamos ao máximo. Evidentemente, não foi suficiente, e tinha que ser assim. Crescemos juntos, eu tinha 16 anos e ele 22. Com o passar do tempo, nos formamos, mudamos nossos comportamentos e nossos desejos. Após dez anos, ficamos mais maduros, mais distantes – disse ela.

Por Cleber Aguiar – Camisa 10 da Seleção, meia Ganso afirma: ‘Tenho de honrar esse número’

Fonte: Globo.com

Perto de amistoso contra Alemanha, santista diz que Mano ‘sempre dá total liberdade’ a ele, e relembra atuações na Copa América da Argentina

Por GLOBOESPORTE.COM Zurique, Suíça

Perto do amistoso contra a Alemanha, nesta quarta-feira, o meia Paulo Henrique Ganso falou ao site oficial da Fifa sobre a responsabilidade de carregar a camisa 10 da Seleção Brasileira, que já pertenceu a craques como Pelé e Zico. Para o santista, a confiança de Mano Menezes em seu talento foi essencial, já que o treinador esperou pela recuperação de uma ruptura no ligamento do joelho esquerdo, sofrida no Brasileiro de 2010, quando ficou fora dos gramados por seis meses, e da lesão muscular que atrasou ainda mais seu ritmo de jogo.

– Pelo que fiz na minha estreia (pela Seleção), acho que o Mano conseguiu esperar o tempo necessário para eu estar recuperado, e me deu a oportunidade. Agora eu tenho de manter, procurar melhorar, e procurar honrar esse número que é tão desejado por todos – relatou, em entrevista ao site oficial da Fifa.

ganso na coletiva da Seleção (Foto: Mowa Press)Ganso é o camisa 10 da Seleção e quer ‘honrar’ número que já foi de Pelé e Zico (Foto: Mowa Press)

Autor de assistências que resultaram em três dos seis gols do Brasil na Copa América, Ganso relembrou suas atuações pela Seleção na Copa América. Ciente das expectativas dos torcedores e do técnico Mano Menezes em relação ao seu futebol, o jovem disse que ficou chateado com a quantidade de passes errados.

– O Mano sempre me dá total liberdade, e as pessoas cobram bastante de mim porque sabem que eu posso ajudar, e muito, a Seleção. Então eu procuro sempre dar os passes para os atacantes, facilitar o trabalho deles. Mesmo conseguindo isso na Copa América, eu ainda fiquei um pouco insatisfeito porque errei uma quantidade muito grande de passes.

Ganso também falou sobre a cobrança dos atletas da Seleção, principalmente da ‘joia’ Neymar e dele próprio.

– As pessoas, independentemente da nossa idade, sempre vão cobrar dos atletas que têm condições de ajudar a Seleção Brasileira e de mostrar o futebol que o povo brasileiro gosta. Então acho que, apesar disso, a gente tem de estar sempre brilhando, mostrando um bom futebol, e alegre – concluiu.

Por Cleber Aguiar – TELA DUPLA

Fonte: Folha de São Paulo

MÔNICA BERGAMO

A TV Bandeirantes assinou com a Fifa e a Globo contrato de sublicenciamento para a Copa de 2014. Além dos jogos do Mundial, poderá retransmitir partidas do torneio de futebol feminino e jogos do Sub-20, além da Copa das Confederações, em 2013.

TELA 2
O contrato da Band com Globo e Fifa ultrapassou os R$ 100 milhões.

Por Cleber Aguiar – Santos diz que Ganso deixou de ganhar R$ 5 milhões por causa de impasse

Fonte: O Estado de São Paulo

Em estudo, diretoria mostra que desacerto com a DIS evitou ganhos milionários ao meia

Paulo Galdieri – Jornal da Tarde

SÃO PAULO – Desde que começou o impasse entre o estafe de Paulo Henrique Ganso e o Santos, há quase um ano, o jogador já deixou de ganhar R$ 5 milhões.

Ayrton Vignola/AE - 1/4/2011
Ayrton Vignola/AE – 1/4/2011
Ganso diz que ficará no Santos para o Mundial de clubes, mas impasse custou muito dinheiro ao meia

Esse cálculo foi feito pela diretoria santista e faz parte da mais recente cartada na tentativa de fazer com que o jogador aceite o plano de carreira e os valores oferecidos para uma extensão de contrato e acabar com as especulações da saída dele.

Nos próximos dias, a diretoria do Santos vai apresentar um estudo detalhado ao jogador e seu estafe sobre o assunto. De acordo com o que levantou o clube, os tais R$ 5 milhões que Ganso poderia ter faturado a mais são produto das ações de marketing e contratos de patrocínio que o meia e o clube, em nome dele, deixaram de fechar.

São dois fatores que formam a base do estudo santista sobre o “case” Ganso. O primeiro é o companheiro de clube e de estrelato, Neymar.

O valor tem como base o número de contratos e os valores desses acordos que foram fechados pelo atacante com diversas empresas nos mais variados setores. Para dar mais veracidade à conta, foi considerado que tem mais potencial de atrair parceiros, por estar mais em evidência do que Ganso.

Desde que aceitou a proposta santista, de ganhar um salário fixo mais um complemento por contratos de exploração de sua imagem negociados pelo clube, já fechou com 11 parceiros diferentes.

Pelo cálculo dos santistas, Ganso teria conseguido um número de contratos menor, mas próximo disso.

O segundo fator que pesou na conta dos hipotéticos R$ 5 milhões perdidos foi a frequência quase diária de consultas ao departamento de marketing santista, feitas por empresas interessadas em atrelar suas marcas ao craque, mas que não caminharam porque não há um acordo entre o jogador e o clube para a exploração conjunta da imagem.

O impasse entre Ganso e Santos já dura quase um ano. Em agosto de 2010, o clube fez a primeira proposta no mesmo formato do acordo fechado com o jogador e a DIS, empresa que detém 45% dos direitos do meia, não aceitaram.

Time. No clássico contra o Corinthians, Muricy vai escalar uma linha de quatro na defesa, um volante de marcação, quatro meias e deixar apenas Borges adiantado para tentar aproveitar as sobras da defesa adversária e marcar pelo menos um gol. É o estilo Muricy se sobrepondo ao DNA ofensivo santista.

Por Cleber Aguiar – Aos 80 anos, morre o locutor Walter Abrahão que criou o ‘oxo’ e o replay

Fonte: O Estado de São Paulo

Narrador dos mais populares da história, jamais perdeu o estilo simples e o sotaque caipira

SÃO PAULO – Frases como “Tá gordo o Geraldo, hein?” e “O jogo segue OXO (pronunciava ocho para designar um placar sem gols)”, além de chamar Pelé de “Ele” foram algumas das características do locutor Walter Abrahão. Formou ao lado do repórter Ely Coimbra e do comentarista Geraldo Bretas, ambos também falecidos, uma das equipes mais famosas do telejornalismo esportivo.

Arquivo/AE
Arquivo/AE
No auge. Walter Abrahão narra no Pacaembu, em 1977

Walter Abrahão começou a trabalhar na Rádio Tupi e Difusora. Depois passou por TV Tupi, SBT e TV Manchete. Participou da transmissão de seis copas do mundo (1962 – Chile; 1966 – Inglaterra; 1970 – México; 1974 – Alemanha; 1978 – Argentina; e 1986 – México).

Em 1963, Walter Abrahão foi o criador do quadro bi-lance, que consistia em repetir momentos polêmicos da partida durante o jogo, a primeira versão do replay. Foi dele também a ideia de eleger o melhor jogador em campo.

Walter Abrahão não limitava seu trabalho apenas ao futebol. Momentos importantes do basquete, do vôlei, do tênis e do boxe também foram registrados pelo seu trabalho.

Ganhou notoriedade nacional, mas jamais perdeu seu estilo simples, o sotaque caipira e não deixou que o sucesso o tornasse uma “estrela”.

Recebeu os troféus Imprensa, Roquette Pinto, Gandula e Rio de Janeiro. Advogado formado, Walter Abrahão foi vereador por São Paulo, eleito em 1988 e 1992. Nascido em 5 de janeiro de 1931, em Piraju (SP), morreu nesta segunda-feira, vítima de câncer no pulmão.

ICFUT – Capitães podem se unir contra vigilância da torcida

Fonte: lancenet

Loco Abreu sugere ação com Fred, Ronaldinho Gaúcho e Juninho Pernambucano em sindicato de jogadores

Montagem - Abreu / Ronaldinho / Fred / Juninho Capitães dos quatro grandes do Rio podem se unir contra vandalismo (Foto: Arquivo)

As supostas ameaças de torcedores de facção organizada do Fluminense ao atacante Fred fizeram com que Loco Abreu, do Botafogo, tivesse a ideia de promover ação conjunta dos capitães dos quatro grandes clubes do Rio.
O atacante uruguaio sugeriu ao jogador tricolor que fossem com Juninho Pernambucano, do Vasco, e Ronaldinho Gaúcho, do Flamengo, ao Sindicato dos Jogadores Profissionais do Rio de Janeiro repudiar a ação dos supostos vândalos, numa forma também de pedir proteção.

Fred gostou da ideia e agradeceu a demonstração de solidariedade do rival. Caso a iniciativa ganhe corpo, Loco se prontificou a entrar em contato com Juninho Pernambucano e com Ronaldinho, de quem é amigo dos tempos em que atuaram juntos no Grêmio, no fim da década de 1990.

A iniciativa de Loco Abreu foi importante para apagar qualquer possibilidade de rusgas passadas com Fred. No clássico com o Fluminense, pelo Carioca deste ano, o atacante alvinegro chegou a se desentender com o camisa 9 tricolor, que não gostou de ver o rival pedindo pela expulsão do companheiro Valencia. A discussão em campo foi áspera, mas acabou ficando por ali. Logo em seguida ao confronto, o próprio uruguaio colocou panos quentes, ao declarar que não alimentaria qualquer rixa com o jogador do Flu.