Por Cleber Aguiar – Fla vence a terceira seguida e mantém perseguição ao líder

Fonte: O Dia Online

Sete Lagoas (Minas Gerais) – O jejum de vitórias rubro-negras diante do Cruzeiro ficou para trás. Depois de sete derrotas consecutivas diante do time mineiro, desde 2007, o Flamengo voltou a sentir ontem à noite o gostinho de derrotar a Raposa: 1 a 0, com um gol de Deivid, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. Com o resultado, o Rubro-Negro chegou à terceira vitória seguida e manteve sua invencibilidade no Campeonato Brasileiro, ocupando a vice-liderança, com 30 pontos. O próximo desafio será no sábado, diante do Coritiba, no Engenhão.

O jogo começou equilibrado. O primeiro grande lance de perigo só veio aos 17 minutos, quando Diego Renan ganhou de Airton e chutou da entrada da área, à direita de Felipe. Montillo também apareceu bem, com um cruzamento fechado, que o goleiro rubro-negro espalmou.

Pelo Flamengo, Thiago Neves recebeu ótimo lançamento de Deivid, aos 22 minutos, mas o juiz anulou a jogada, alegando que o camisa 7 dominara a bola com a mão.

O primeiro gol rubro-negro poderia ter saído aos 31, numa cobrança de falta de longe de Renato Abreu, mas o goleiro Fábio apareceu para espalmar e salvar o Cruzeiro no lance.

O Flamengo chegou ao gol já no finzinho do primeiro tempo, aos 46, numa bela jogada: Thiago Neves avançou pela direita e tocou para Ronaldinho Gaúcho, que girou e rolou para Deivid, sozinho na área, completar para o gol.

O segundo tempo começou com Reis chegando com perigo, mas o atacante do Cruzeiro finalizou na mão de Felipe. Aos 22 minutos, o técnico Joel Santana resolveu mexer na equipe, tirando Reis e Everton para a entrada de Ortigoza e Sebá. Pelo Rubro-Negro, Vanderlei Luxemburgo fez sua primeira alteração logo em seguida, colocando Fierro na vaga de Deivid.

O fim do jogo ficou movimentado, e o segundo gol rubro-negro por pouco não saiu aos 40 minutos, quando Fierro recebeu na entrada da área e perdeu uma chance incrível, acertando as duas traves. Logo em seguida, Montillo teve a chance de empatar, mas acabou acertando o travessão numa bela cobrança de falta.

Já nos acréscimos, aos 48, Thiago Neves teve a chance de ampliar, num chute cruzado, que saiu à esquerda do gol de Fábio. A festa estava garantida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s