ICFUT – Juiz relata que Felipão chamou auxiliar de ‘safado’ e ordenou violência; gancho pode ser alto

Fonte: uol.com.br

expulso-da-partida-entre-palmeiras-e-atletico-mg-felipao-gesticula-e-reclama-de-bandeirinha-da-partida-1312077503797_615x300

Felipão sai de campo inconformado com expulsão no jogo Palmeiras x Atlético-MG

Apesar de elogiar a arbitragem do jogo do último sábado contra o Atlético-MG no Canindé, o técnico Luiz Felipe Scolari não foi nem um pouco poupado pelo juiz Sandro Meira Ricci. O árbitro relatou na súmula que o treinador do Palmeiras ofendeu um dos assistentes e foi expulso de campo por ter incitado a violência entre os jogadores.

Segundo o texto, Felipão foi expulso após já ter levado uma advertência em razão de suas reclamações direcionadas à arbitragem.

“Expulsei o técnico do Palmeiras (…) por, após já ter sido advertido por mim de forma verbal anteriormente, ter se manifestado, em razão da discordância da decisão da arbitragem, com as seguintes palavras:  ‘Isso não foi falta? Isso não foi falta’”, diz a súmula, que segue. “Então gritou para seus jogadores, batendo o dorso de uma mão contra a palma da outra mão: ‘Podem chegar o pau! Cheguem o pau! Eles não dão nada mesmo’”.

Ainda na súmula, Sandro Meira Ricci relatou que, depois da expulsão, Felipão insultou o auxiliar Roberto Braatz. “Após a expulsão, enquanto se dirigia ao vestiário, parou atrás do árbitro assistente nº01 e disse a ele: ‘Além de ser gaúcho, você é safado!’. Todas essas palavras foram ouvidas em alto e bom tom pelo árbitro assistente nº01 e o 4º árbitro”, encerra o texto.

Após a partida, Felipão admitiu que ficou indignado com a não marcação de uma falta e culpou Roberto Braatz pela expulsão.

“Quem me expulsou foi o bandeira, meu amigo gaúcho. Perguntei a ele se aquilo que fizeram no Dinei não era falta, pois o cara quase arrancou a cabeça do Dinei, e ele disse que não. Retruquei que se isso não é falta, meu jogador tem que fazer dessa forma e atropelar o adversário”, explicou o treinador durante entrevista coletiva.

Em contato com o UOL Esporte, o procurador-geral do STJD, Paulo Schmitt, afirmou que a súmula é suficiente para que Felipão seja denunciado em artigos relacionados a desrespeito à arbitragem e incitação à violência. Sem ainda ter visto o texto, Schmitt preferiu não falar em prazos e punições, mas afirmou que o técnico do Palmeiras pode receber uma denúncia grave.

“Pelo desrespeito à arbitragem, a suspensão pode variar de uma a seis partidas [caso a denúncia seja no artigo 258]. A incitação à violência é bem grave, muito grave mesmo, mas ainda é prematuro para falar. Tem que analisar a imagem, analisar a situação, o contexto, então é um pouco prematuro falar”, resumiu Schmitt.

Pelo artigo 243-D do código da Justiça Desportiva brasileira, incitar a violência pode render um gancho de até 720 dias.

ICFUT – Fifa irritou Dilma ao negar credencial para concorrentes da Globo

Fonte: uol.com.br (blog do Perrone)

Um dos principais motivos de irritação de Dilma Rousseff com o COL (Comitê Organizador Local) e a Fifa foi um pedido negado de credencias para jornalistas que fazem a cobertura diária do Palácio do Planalto.

Às vésperas do sorteio das eliminatórias da Copa de 2014, a equipe da presidente pediu cerca de 80 credenciais. Conseguiu algumas, mas a Fifa não quis dar autorização para Record e SBT acompanharem Dilma no evento.

O COL informou ao estafe presidencial que a federação internacional não poderia ferir o contrato com a Globo, que tinha exclusividade na solenidade, organizada pela Geo Eventos, da qual a emissora é uma das sócias.

Dilma se irritou. Ela e seu estafe interpretaram como uma retaliação de Ricardo Teixeira à Record, que tem exibido reportagens com denúncias contra o dirigente. A equipe da presidente alegou que o COL e a Fifa podem escolher seus parceiros. Mas o Governo Federal tem que garantir os mesmos direitos a todos. E é praxe os jornalistas de Brasília seguirem a comitiva presidencial.

Como resposta, o governo marcou uma entrevista de Pelé, na véspera do sorteio, no Museu de Arte Moderna do Rio, fora da jurisdição da Fifa e do COL. Lá todas as emissoras de TV tinham passe livre.

Para o governo, a Fifa foi arrogante. O COL argumentou que além do problema contratual havia uma limitação de espaço, sem contar que o prazo para credenciamento já tinha terminado. Defendeu-se também dizendo que concorrentes da Globo tiveram liberdade para trabalhar nas entrevistas após o evento.

A tendência é que mais atritos como esse aconteçam, pois os parceiros na organização da Copa tem interesses diferentes e conflitantes.

ICFUT – Andrés crê que Timão será o clube ‘mais rico e estruturado do mundo’

Fonte: globo.com

Presidente do Timão até o fim de 2011, Sanches garante que deixa o cargo em dezembro e anuncia apoio a Mário Gobbi

Presidente do Corinthians, atual líder do Campeonato Brasileiro, até o final do ano, Andrés Sanches não duvida do crescimento do clube e projeta transformar o Alvinegro em um dos maiores do mundo nos próximos anos.

– Nos próximos três anos, o Corinthians será o time mais rico e estruturado do mundo – contou o presidente no "Arena SporTV" desta segunda-feira.

Impulsionado pela realização de grandes eventos esportivos no Brasil nos próximos anos, com a Copa 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, Andrés acredita que o futebol brasileiro tem todas as chances para ser um dos maiores do mundo em termos econômicos, ficando atrás somente do futebol inglês.

– Em cinco anos, o futebol brasileiro só perde para o inglês em termos financeiros. Temos que fazer uma reformulação de baixo para cima. O clube tem que estar ciente que não dá para fazer mais na base do amiguinho. Tem que profissionalizar – disse.

Um dos reflexos deste novo momento do Corinthians é a busca por grandes jogadores, como Luis Fabiano, que voltou ao São Paulo, e Carlitos Tevez. O presidente revelou que também fez uma proposta por um grande jogador brasileiro, que atua no Brasil, antes de tentar contratar Tevez.

Para ele, a contratação do atacante argentino, pela sua identicação com a torcida, teria mais efeito do que contratar o português Cristiano Ronaldo.

– Eu poderia trazer Cristiano Ronaldo que não teria o mesmo apelo que o Tevez – enfatizou.

Em seu último ano de mandato, Andrés reafirma que não irá concorrer novamente à presidência do clube e que pretende antecipar a eleição para o início de dezembro. Assim, o novo presidente da instituição teria mais tempo para planejar o próximo ano do clube.
No entanto, caso não consiga antecipar a data das eleições, que está marcada para o início de 2012, promete entregar uma carta de renúncia.
– Se não antecipar a eleição, eu renuncio no dia 15 de dezembro. Não é justo eu ficar no Corinthians. A minha bandeira sempre foi que tem que ter renovação. Eu fiz a minha parte, da melhor maneira possível. Vou ficar quatro anos, é o suficiente. Com três anos eu já não tenho mais paciência. Fica pesado, já não tenho mais o mesmo pique – destacou, revelando que apoia a candidatura de Mário Gobbi, ex-diretor de futebol em sua gestão.
Um dos motivos que levam o presidente a não tentar a reeleição seria o que ele considera um preconceito. Segundo ele, por não ter um curso universitário e não falar o português corretamente, passou dois anos sofrendo grande pressão.

ICFUT – Santos envia documento ao Real recusando proposta de R$ 99 milhões

Fonte: globo.com

Espanhois poderiam usar dinheiro para convencer Neymar a rescindir seu contrato. Mas craque não quer sair da Vila pela porta dos fundos

Neymar no jogo do Santos contra o Flamengo (Foto: Ricardo Saubin / Site Oficial do Santos)Neymar tem contrato com o Peixe até fevereiro de
2015 (Foto: Ricardo Saibun / Site Oficial do Santos)

O Santos enviou nesta segunda-feira ao Real Madrid um documento oficial recusando oferta de € 45 milhões (R$ 99 milhões) pelo atacante Neymar feita pelo clube espanhol há duas semanas. Até então, houve conversas, sondagens, encontros de dirigentes, mas o Real ainda não havia apresentado uma proposta oficial. O Peixe tinha de dar resposta até o primeiro dia de agosto.
O presidente santista, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, explicou que o Peixe apenas manifestou no papel o que já vinha falando há tempos.
– Nós não temos, absolutamente, nenhum interesse em nos desfazer do Neymar. Estamos mostrando que o Santos não é um mero formador de matéria-prima para o futebol europeu. O Neymar está feliz aqui, tem o sonho de ser campeão do Mundo.
O valor oferecido pelo Real é o da multa rescisória do contrato de Neymar com o Santos. No entanto, seria feita uma venda simples, atendendo a um desejo do jogador. Os espanhois até poderiam depositar esse valor na conta do atacante e ele rescindiria o vínculo, que vai até fevereiro de 2015. No entanto, Neymar não quer isso. Só quer deixar a Vila Belmiro em comum acordo com o clube que o formou.

ICFUT – Ex-namorada, Joana Machado chama atacante do Corinthians de psicopata

Fonte: Futebolinterior.com.br

Ela ainda afirmou que o Imperador foi o namorado mais ciumento que teve

 

 Mesmo sem entrar em campo, o atacante Adriano continua dando o que falar, mesmo que não seja boa coisa. Trancafiada no reality show A Fazenda, da TV Record, Joanna Machado, ex-namorada do craque, chamou o Imperador de psicopata.

Durante a madrugada do último sábado, a personal trainer conversava com o ator Thiago Gagliasso sobre relacionamentos quando deixou escapar o que pensava sobre o relacionamento com o atacante do Timão.“Nunca tive um namorado tão ciumento como ele. O Adriano era um psicopata”, afirmou a bela, que vem arrancando suspiros dos fazendeiros por sua boa forma física.

A modelo ainda afirmou que, apesar do relacionamento contubardo entre os dois, com episódios de agressão na favela da Chatuba, ela ainda gosta muito do atacante e eles se falam normalmente. Este é o Imperador da vida real.

Por ICFUT – Namorada de atacante da Portuguesa é encontrada morta em São Paulo

Fonte: Placar.abril.com.br

Flávia de Lima, namorada do atacante Rafael Silva, da Portuguesa, foi encontrada morta na madrugada de domingo para segunda, na Vila Carrão, zona leste de São Paulo. A jovem de 16 anos, que morava com o jogador da Lusa há seis meses, caiu da sacada de seu apartamento no 15º andar.

Segundo testemunhas, o casal começou a discutir em um bar, onde o jogador estava na madrugada. Flávia teria, inclusive, quebrado os espelhos retrovisores do carro de Rafael. De acordo com o delegado José Raimundo da Silva, a briga continuou no apartamento, e o atleta afirmou que ela teria se jogado.

Larissa Kisy, tia de Flávia, disse em entrevista para a Bandnews que os dois discutiam muito por ciúmes, especialmente quando o jogador bebia, fato que incomodava a garota. Rafael, na delegacia, chegou com um ferimento na cabeça, e afirmou que isto aconteceu por uma caixa de som atirada por sua namorada.

De acordo com o delegado, o próximo passo é aguardar a perícia. Em 30 dias, espera-se que o caso seja definido.

A Portuguesa informou que não irá se pronunciar oficialmente enquanto as investigações não forem concluídas. A assessoria continuou, dizendo que a Lusa dará todo o apoio jurídico e psicológico ao atleta, que está afastado por uma lesão no olho.

Há 15 dias fora do time, a previsão é de que Rafael Silva fique mais duas semanas se recuperando, para ficar novamente à disposição do técnico Jorginho.

Por Cleber Aguiar – Um título com gosto amargo e sem nenhuma festa

Fonte: O Estado de São Paulo

No Paraná, em domingo inusitado, Toledo ”cumpre seu papel”, não marca gols, mas leva a indesejada taça

Eduardo Maluf / LONDRINA – O Estado de S.Paulo

O futebol paranaense certamente viu ontem a conquista menos festejada por um clube. Tudo menos a vitória. Essa era a ordem no Toledo antes do jogo contra o Serrano, em Prudentópolis. Um tropeço contra o fraco adversário era preciso para que a equipe tivesse chance de retornar para a Primeira Divisão do Campeonato Paranaense de 2012.

Pois os toledanos cumpriram seu papel. Com vários jogadores reservas, pouco atacaram e trataram de ficar no 0 a 0. Eles não contavam, no entanto, com o incrível fracasso do Londrina, que vencia o Foz do Iguaçu, na casa do adversário, por 3 a 1 até os 43 minutos do segundo tempo, mas cedeu o empate (3 a 3).

O resultado deu à agremiação do oeste do Paraná o título do segundo turno da Segunda Divisão, conquista bastante lamentada por jogadores e torcida, e não festejada. Por quê? O Toledo (com 22 pontos antes da rodada de ontem) apostava que o Londrina (20) faria sua parte, o ultrapassaria na tabela e ficaria com o primeiro lugar do segundo turno. Assim, londrinenses seriam campeões da divisão de acesso e garantiriam lugar na elite. A seu lado, subiria o Toledo, que fez a segunda melhor campanha.

No fim, com cada time vencendo um turno, o regulamento prevê a realização de semifinais. O Toledo enfrentará o Foz do Iguaçu (terceiro melhor no geral) e o Londrina pegará o Grêmio Maringá (quarto), em dois confrontos. A preocupação de toledanos e londrinenses é justificada. Se não passarem por seus adversários, terão de amargar mais um ano na Segunda Divisão.

Por Cleber Aguiar – Michel Platini fala sobre Neymar !

Fonte: O Estado de São Paulo

”Não conheço o Neymar, mas vão pagar bem por ele”

Francês se diz admirado com poder financeiro dos clubes brasileiros e mostra surpresa ao saber da oferta do Corinthians por Tevez

Almir Leite, Bruno Lousada, Sílvio Barsetti e Wagner Vilaron – O Estado de S.Paulo

ENTREVISTA – MICHEL PLATINI, Presidente da Uefa

Ex-jogador da seleção francesa, atual presidente da União de Associações Europeias de Futebol (UEFA) e um dos dirigentes mais influentes do planeta, Michel Platini está no Brasil para acompanhar a cerimônia do sorteio das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014, hoje, às 15 horas (de Brasília), na Marina da Glória, zona sul do Rio.

Cordial, o francês aceitou bater um papo enquanto transitava pelo saguão de um luxuoso hotel carioca. Falou sobre a Copa do Mundo no Brasil, mas não se mostrou muito interessado nos jogos da Copa América, vencida na semana passada pelo Uruguai, ou pelo jogadores sul-americanos. “Não conheço o Neymar, mas sei que querem pagar um bom dinheiro por ele”, observou Platini.

O que despertou a atenção do francês foi a proposta de R$ 90 milhões feita recentemente pelo Corinthians ao Manchester City para contratar o atacante argentino Carlitos Tevez. “Isso para mim é uma surpresa. Uma boa surpresa. Agora, não sei se isso é uma tendência. Vocês que são brasileiros que me digam.”

Após tudo o que tem visto, qual sua expectativa para a Copa do Mundo no Brasil?

Mas não tenho visto nada. Mas é claro que para o mundo do futebol é bom ter um evento como esse no Brasil. Trata-se do país do futebol. Trazer futebol para cá é a mesma coisa de um judeu ir para Israel ou de um católico ir para Roma.

Acompanhou a Copa América da Argentina?

Na verdade, não. Já conhecemos a maioria dos jogadores das seleções sul-americanas, pois todos jogam na Europa.

Conhece o brasileiro Neymar?

Não conheço, ainda não o vi jogar, mas sei que querem e vão pagar um bom dinheiro por ele.

Há poucas semanas, o Corinthians fez uma proposta de 40 milhões (R$ 90 milhões) ao Manchester City para contratar Carlitos Tevez…

(Espanto) Para mim isso é uma surpresa. Uma boa surpresa. Talvez brasileiros e argentinos queiram ficar mais fortes para a Copa do Mundo de 2014.

Pela experiência que tem, acredita que esse fato de clubes brasileiros contratarem atletas que estão na Europa pode ser uma tendência?

Não sei, vocês que são brasileiros que me digam isso. Mas é bom constatar que os clubes estão se fortalecendo.

O senhor não gosta muito dessa história de grandes gastos…

Luto para que os clubes da Europa não contratem jogadores se não têm dinheiro para pagar. Você não compra uma Ferrari se não tem dinheiro, certo?

Em qual país se pratica o melhor futebol atualmente?

Não sei se é possível dizer. Cada um tem seu estilo. Itália, Inglaterra são grandes centros. A Espanha sempre teve destaque e agora ainda mais porque venceu a última Copa do Mundo. São todos grandes mercados.

O Barcelona é o time da moda no mundo inteiro. E por isso todos querem jogar como ele. É possível jogar como o Barça ou seria precisa ter exatamente aqueles atletas que lá estão?

Trata-se de uma boa questão. Acredito que se trata de uma filosofia de trabalho, uma cultura de jogo. E isso é mais importante do que ter esse ou aquele jogador. Claro que com grandes nomes, como é o caso do Barcelona, tudo fica mais fácil. Mas é uma questão de cultura.