ICFUT – Mundial Sub-20 – Colômbia 2011

[videolog 682442]

Grupo A
 Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Mali 0 0 0 0 0 0 0 0
2  Colômbia 0 0 0 0 0 0 0 0
3  Coréia do Sul 0 0 0 0 0 0 0 0
4  França 0 0 0 0 0 0 0 0
Grupo B
 Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Portugal 0 0 0 0 0 0 0 0
2  Camarões 0 0 0 0 0 0 0 0
3  Nova Zelândia 0 0 0 0 0 0 0 0
4  Uruguai 0 0 0 0 0 0 0 0
Grupo C
 Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Equador 0 0 0 0 0 0 0 0
2  Costa Rica 0 0 0 0 0 0 0 0
3  Austrália 0 0 0 0 0 0 0 0
4  Espanha 0 0 0 0 0 0 0 0
Grupo D
 Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Arábia Saudita 0 0 0 0 0 0 0 0
2  Guatemala 0 0 0 0 0 0 0 0
3  Croácia 0 0 0 0 0 0 0 0
4  Nigéria 0 0 0 0 0 0 0 0
Grupo E
 Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Panamá 0 0 0 0 0 0 0 0
2  Egito 0 0 0 0 0 0 0 0
3  Áustria 0 0 0 0 0 0 0 0
4  Brasil 0 0 0 0 0 0 0 0
Grupo F
 Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Inglaterra 0 0 0 0 0 0 0 0
2  Coréia do Norte 0 0 0 0 0 0 0 0
3  Argentina 0 0 0 0 0 0 0 0
4  México 0 0 0 0 0 0 0 0
1ª RODADA
29/07 – 16h30 Inglaterra x Coréia do Norte
29/07 – 19h30 Áustria x Panamá
29/07 – 19h30 Argentina x México
29/07 – 23h00 Brasil x Egito
30/07 – 19h00 Camarões x Nova Zelândia
30/07 – 19h00 Mali x Coréia do Sul
30/07 – 22h00 Portugal x Uruguai
30/07 – 22h00 Colômbia x França
31/07 – 17h00 Nigéria x Guatemala
31/07 – 17h00 Costa Rica x Espanha
31/07 – 20h00 Croácia x Arábia Saudita
31/07 – 20h00 Austrália x Equador
2ª RODADA
1/08 – 19h00 México x Coréia do Norte
1/08 – 19h00 Egito x Panamá
1/08 – 22h00 Brasil x Áustria
1/08 – 22h00 Argentina x Inglaterra
2/08 – 19h00 Uruguai x Nova Zelândia
2/08 – 19h00 França x Coréia do Sul
2/08 – 22h00 Colômbia x Mali
2/08 – 22h00 Portugal x Camarões
3/08 – 19h00 Equador x Espanha
3/08 – 19h00 Arábia Saudita x Guatemala
3/08 – 22h00 Croácia x Nigéria
3/08 – 22h00 Austrália x Costa Rica
3ª RODADA
4/08 – 19h00 Argentina x Coréia do Norte
4/08 – 19h00 México x Inglaterra
4/08 – 22h00 Egito x Áustria
4/08 – 22h00 Brasil x Panamá
5/08 – 19h00 Uruguai x Camarões
5/08 – 19h00 Portugal x Nova Zelândia
5/08 – 22h00 Colômbia x Coréia do Sul
5/08 – 22h00 França x Mali
6/08 – 19h00 Equador x Costa Rica
6/08 – 19h00 Austrália x Espanha
6/08 – 22h00 Arábia Saudita x Nigéria
6/08 – 22h00 Croácia x Guatemala

Por Cleber Aguiar – Sem estrelas, seleção busca o penta

Fonte: O Estado de São Paulo

Sem estrelas, seleção busca o penta

Desfalcado de Neymar e Lucas, protagonistas do Sul-Americano, time de Ney Franco tenta se aproximar da Argentina

Marcius Azevedo – O Estado de S.Paulo

A principal meta de Ney Franco ao assumir a seleção sub-20 era colocar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Londres. Ela foi atingida no Sul-Americano do Peru no começo do ano, mas o treinador não está satisfeito. Agora, o objetivo é voltar da Colômbia com o quinto título mundial na categoria – foi campeão em 1983, 1985, 1993 e 2003 -, para se aproximar da Argentina, detentora de seis taças.

O time que estreia hoje contra o Egito, às 23 horas (horário de Brasília), em Barranquilla, sofreu duas importantes baixas. Neymar e Lucas defenderam o Brasil na Copa América da Argentina e estão fora.

A seleção, porém, continua forte, recheada de jogadores que já são titulares em seus clubes. Ney manteve a base do Sul-Americano, ganhando o reforço de Philippe Coutinho, da Inter de Milão, que ficou fora do torneio disputado no Peru.

O meia promete ser o maestro da equipe, que terá um meio de campo com muito toque de bola. Coutinho vai formar um trio de armação com Oscar e Alan Patrick, caindo mais pelo lado esquerdo, se revezando com o ex-santista. O jogador do Internacional fica pelo lado direito.

“Será uma equipe de mais toque de bola do que no Sul-Americano”, comentou Ney. “O time vai chegar ao gol do adversário em diversos momentos desta maneira.”

O lado direito promete ser o mais forte da seleção. Além de Oscar, o lateral-direito Danilo e o volante Casemiro receberam carta branca de Ney Franco para chegarem ao ataque. Do outro lado, apenas o lateral Alex Sandro terá liberdade para subir, com o volante Fernando ficando responsável apenas pela marcação à frente da defesa. No ataque, o treinador optou em jogar somente com Willian José.

“É um esquema que está sendo utilizado por praticamente todos os times na Europa”, justificou Ney, que aposta na qualidade dos jogadores que têm em mãos para conquistar o título.

“Talento é o princípio básico para você ter uma equipe competitiva, é primordial para você ganhar títulos. Por isso, dou liberdade para os jogadores tentarem uma jogada individual.”

O ponto fraco está na dupla de zaga. Bruno Uvini e Juan não inspiram muita confiança. Os dois são lentos e, como não jogam muito em seus clubes, podem sofrer com o ritmo de jogo. Apesar disso, Ney está confiante em voltar da Colômbia com o penta.

Missão na Colômbia é resgatar imagem do País

Marcius Azevedo – O Estado de S.Paulo

A seleção principal fracassou na Copa América. A sub-17 parou na semifinal do Mundial contra o Uruguai. A partir de hoje, a equipe sub-20 tenta recuperar um pouco do prestígio perdido pelo Brasil nas últimas competições mundo afora.

Pressão? O lateral Danilo, recém negociado pelo Santos com o Porto, garante que ela não atrapalha. Muito pelo contrário. Motiva. E a equipe de jovens promessas brasileiras – algumas delas já brilhando bastante nos times principais de sus clubes – se sente preparada.

“É uma pressão boa, porque vamos entrar mais concentrados na competição, com mais determinação para brigar para conquistar o título”, garante Danilo. “Espero que essa maré de azar das seleções não nos alcance.”

A conquista do Sul-Americano – e a consequente classificação à Olimpíada de Londres -, no início da temporada, deu confiança à equipe de jovens comandada por Ney Franco. Mesmo sem Neymar e Lucas, que disputaram a Copa América pela seleção principal, o time tem qualidade para sair da Colômbia com a quinta taça para o Brasil.

“Temos muitos jogadores que estão se destacando no profissional em seus clubes. Eu, o Casemiro (São Paulo), Alex Sandro (Porto), o próprio Oscar (Internacional), então precisamos assumir essa responsabilidade”, afirma Danilo, que se destacou com o Santos na conquista da última Taça Libertadores.

E depois do fiasco de quatro pênaltis desperdiçados pela seleção principal, os jovens da sub-20 garantem que têm treinado o fundamento para uma possível decisão no Mundial. “Como vimos, cobrar bem pode decidir um campeonato.”

HUMOR ICFUT – Risco Elano.

Fonte: O Estado de São Paulo

Tutty Vasques – O Estado de S.Paulo

Da série “coisas que só acontecem com o Elano”: quem mais no futebol já teve o pai quase sequestrado e, mal recuperado do susto, pediu para bater pênalti decisivo para seu time? Resultado: 10 dias depois de mandar nas nuvens uma cobrança pela seleção, Elano arriscou dar aquela cavadinha no azar e, não deu outra, perdeu o gol de maneira ainda mais ridícula que na Copa América.

Ao vaiá-lo, a torcida do Santos não imaginava o trauma familiar que ele só revelou depois da derrota para o Flamengo. Se as arquibancadas soubessem, teriam gritado em coro pelos nomes de Neymar e Ganso para não dar chance a esse novo vexame do ex-namorado da Nívea Stelmann.

Antes do jogo de quarta-feira, aliás, a atriz era apontada pelas sociais da Vila Belmiro como protagonista da maré braba do jogador. Comentava-se nos treinos que, depois de anunciada a separação na Caras, nada mais deu certo pro Elano.

Mesmo quem não acredita em bruxas passou a admitir a hipótese de o nome dele ter ido parar na boca do sapo ao saber que, entre um pênalti perdido e outro, o sítio de Elano foi assaltado na véspera do quase sequestro do pai.

O cara tá carregado, gente, vamos respeitar!

Ensaio do caos

Está tudo saindo como manda o figurino: o Aeroporto Santos Dumont será interditado amanhã, último sábado das férias de julho, por causa do fechamento do espaço aéreo da vizinha Marina da Glória para realização do sorteio dos jogos e cidades das eliminatórias da Copa de 2014. Será que não tinha outro lugar no Rio para rodar essas bolinhas, caramba? A CBF está cutucando o caos com vara curta!

Dia da caça

Dunga evitou sair de casa ontem para não ouvir comentários sobre o show particular de Neymar e de Ronaldinho Gaúcho no espetacular Flamengo 5 x 4 Santos. Encerrado o jogo, já tinha e-mail de vizinhos na caixa de mensagens do ex-técnico da seleção: “Já pensou se eles jogassem no mesmo time?” Nunca mais!

Por Cleber Aguiar – Carlinhos Bala chega na capital cearense e deve ser apresentado nesta sexta-feira

Fonte: O Povo Online

 

Carlinhos Bala está resvolvendo trâmites finais de seu destrato com o Sport (Foto: Lancenet) Carlinhos Bala está resvolvendo trâmites finais de seu destrato com o Sport (Foto: Lancenet)

Portal Esportes O POVO

O atacante Carlinhos Bala, novo reforço do Fortaleza, desembarcou na capital cearense na noite desta quinta-feira (28).

Com isso, a apresentação do jogador só está prevista para esta sexta-feira à tarde, no estádio Alcides Santos, no Pici.

A diretoria tricolor aguarda ainda a chegada do meia William, que estava no Brusque-SC e do atacante Patrick, ex-Atlético-PR.

Em relação a novos  reforços, o presidente do clube, Osmar Baquit, revelou que ainda busca mais um lateral-direito para encerrar o ciclo de contratações para a Série C do Campeonato Brasileiro.

A solicitação do novo reforço foi feita pelo técnico Arthur Bernardes, tendo em vista que o time só conta Márcio Gabriel para a posição

Por Cleber Aguiar – Com dois gols de Nicácio, Ceará vira nos acréscimos sobre o Atlético-PR no PV

Fonte: O Povo Online

O Ceará venceu o Atlético-PR de virada O Ceará venceu o Atlético-PR de virada

Em noite de Marcelo Nicácio, o Ceará venceu o Atlético-PR por 2 a 1, de virada, no Presidente Vargas. O atacante entrou aos 19 minutos do segundo tempo e marcou os gols da virada do Vovô, que soube aproveitar a vantagem numérica no fim do jogo.

Muita posse de bola, jogadas trabalhadas, cobranças de falta e escanteio perigosos. O Ceará fez tudo isso no primeiro tempo e mostrou um time organizado e motivado, principalmente diante de sua torcida. Mas, como nem sempre quem atua melhor chega ao gol, o Vovô foi castigado.

Em uma das poucas chegadas do Atlético, Madson marcou um golaço. O meia viu muito bem o goleiro Diego adiantado, arrumou para o chute e colocou a bola no ângulo direito, sem nenhuma chance de defesa. Prêmio pela tentativa rubro-negra.

Mesmo com o infortúnio, o Vovô não se abateu. E manteve o mesmo ritmo, criando excelentes chances, que pararam nas mãos de Renan Rocha. O primeiro a tentar passar pelo camisa 1 foi Michel, que desviou escanteio de cabeça. O segundo foi Vicente, que, de primeira, encheu o pé.

Mas a bola teimou em não entrar, graças ao ótimo desempenho de Renan. E, mesmo apresentando um futebol muito fraco, foi o Atlético quem esteve perto de marcar. Aos 46, Morro Garcia concluiu na entrada da area. Diego fez a defesa e, no rebote, se enrolou com Sacoman. A dupla quase fez contra.

Os 45 minutos finais foram mais equilibrados. Com a saída de Boiadeiro, o Ceará se descuidou na defesa. Isso deu ao Furacão algumas boas chances de ampliar. No entanto, não impediu que o Vovô fosse ao ataque, assustando.

Os grandes destaques do segundo tempo, por pouco, não foram os goleiros Diego e Renan, que impediram muitas bolas nas redes. Isso porque Marcelo Nicácio roubou a cena ao entrar aos 19 minutos.

Depois de Gustavo receber o segundo amarelo e ser expulso, Renato Gaúcho reforçou a defesa com Rafael Santos para segurar o resultado. Mas a estratégia não deu certo.

Primeiro, Fabrício subiu, arrumou de cabeça para Nicácio, que completou para a rede. Pelo desempenho muito superior durante toda a partida, o Vovô merecia a vitória. E a alcançou, novamente com Nicácio. Após cruzamento, o atacante subiu mais alto que todo mundo para delírio da torcida alvinegra no Presidente Vargas.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 2X1 ATLÉTICO-PR

Estádio: Presidente Vargas, em Fortaleza (CE)
Data/hora: 28/7 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (RJ)
Auxiliares: Fabiano da Silva Ramires (ES) e José R. Maciel Linhares (ES)
Cartões amarelos: Diego Sacoman, Boiadeiro (CEA); Gustavo, Marcinho, Renan Rocha, Kleberson, Madson, Paulinho (APR)
Cartões vermelhos: Gustavo (APR)

Público pagante: 12.968 / Público total: 13.736 / Renda: R$ 128.611,00

GOLS: Madson, 15’/1T (0-1); Marcelo Nicácio, 38’/2T (1-1) e 47’/2T (2-1)

CEARÁ: Diego, Boiadeiro (Enrico, intervalo), Diego Sacoman, Fabrício e Vicente; Michel, João Marcos, Heleno e Felipe Azevedo (Egídio, 29’/2T); Osvaldo e Washington (Marcelo Nicácio, 19’/2T). Técnico: Vagner Mancini.

ATLÉTICO-PR: Renan Rocha, Edilson, Gustavo Lazaretti, Fabrício e Paulinho; Deivid, Cleber Santana, Kleberson e Marcinho (Róbston, 26’/2T); Madson (Rafael Santos, 27’/2T) e Santiago Garcia (Rodriguinho, 30’/2T). Técnico: Renato Gaúcho.

Por Cleber Aguiar – Pressão e empate

Fonte: O Globo-RJ

Elton marca no último minuto e Vasco empata com Bahia

Elton comemora o gol de empate do Vasco observado por Titi, do Bahia. Foto: Wagner Meier / Fotoarena /Agência O GloboRIO – Com boas defesas, o goleiro Marcelo Lomba era o grande nome da partida entre Vasco e Bahia, em São Januário, na noite desta quinta-feira. Após marcar um gol aos 4 minutos, o Bahia conseguia segurar a vitória até o último minuto do jogo, aos 50 do segundo tempo, quando o atacante Elton marcou de cabeça o gol de empate do Vasco. Depois de muito pressionar e com o resultado de 1 a 1, os jogadores do Vasco deixaram o campo aplaudidos pela torcida.

Logo aos 4 minutos, Ávine avançou em contra-ataque pela esquerda e tocou para Souza no meio. Ele rolou para Reinaldo, que só teve o trabalho de botar a bola para dentro do gol, 1 a 0 para o Bahia. Com o gol, o Vasco partiu para o ataque. Dois minutos depois, Éder Luís recebeu na área, cortou, mas chutou muito alto. Ele poderia ter tocado para Felipe, que estava livre na área.

O jogo então virou um treino de ataque contra defesa, onde o Bahia só assustava nos contra-ataques. Aos 12, Felipe passou por marcador, chutou de fora da área e a bola passou perto do gol. Aos 24, Juninho arriscou de fora da área. A bola ia no ângulo superior do Lomba, mas o goleiro fez grande defesa. Aos 41, Alecsandro chutou duas vezes, mas não conseguiu acertar o gol.

Se no primeiro tempo, o Vasco pressionava, mas esbarrava nas finalizações para fora do gol. No segundo tempo, Marcelo Lomba se destacou. Apostando nos cruzamentos e chutes de fora da área de Juninho Pernambucano, o Vasco assustou o Bahia com aos 14, 17 e 20. O Vasco continuava atacando e perdendo gols.

Aos 34, contra-ataque do Bahia. Reinaldo recebeu de Ricardinho e, sozinho na área, chutou para fora do gol de Prass, rente à trave. Cinco minutos depois, reclamação vascaína. Titi deu canelada e contra-ataque para o Vasco. Quando Elton entrava na área se chocou com Lomba. O juiz deu falta do atacante no lance.

No último minuto do jogo, Márcio Careca foi expulso após sofrer falta e dar um tapa no adversário. Na cobrança de Juninho, até o goleiro Fernando Prass foi para a área. Na confusão na área, Elton foi quem conseguiu cabecear e marcar o gol de empate. O lance causou revolta entre os jogadores do Bahia, que reclamaram do acréscimo de cinco minutos e de falta no goleiro.

Vasco 1 X 1 Bahia

Estádio: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF/Fifa)

Renda/público: 260.130.00,00 / 15.122 pagantes

Cartões vermelhos: Márcio Careca

Vasco: Fernando Prass; Fagner, Dedé, Anderson Martins e Márcio Careca; Rômulo, Juninho, Felipe (Leandro) e Diego Souza (Bernardo); Eder Luis e Alecsandro (Elton). Técnico: Ricardo Gomes

Bahia: Marcelo Lomba; Marcos, Paulo Miranda, Titi e Ávine; Fabinho, Marcone, Hélder (Ricardinho) e Lulinha (Gabriel); Reinaldo (Jones Carioca) e Souza. Técnico: René Simões.