Por Cezar Alvarenga – Júlio César ficará de fora por até 4 semanas.

Fonte: MSN Esportes

O Corinthians divulgou nota oficial na manhã desta quinta-feira para informar que o goleiro Júlio César deverá ficar afastado do time por até quatro semanas, depois de ter luxado o dedo mínimo da mão esquerda no final da partida contra o Botafogo, na noite da última quarta, em São Januário, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro.

O clube revelou que o jogador ficou em observação em um hospital recebendo medicamentos na última madrugada e foi liberado apenas nesta manhã. Radiografias não detectaram fratura no dedo de Júlio Cesar, mas foi preciso fazer uma sutura no local e ele ficará imobilizado entre 15 e 20 dias. E a previsão do departamento médico corintiano é a de que ele só possa voltar a atuar depois de quatro semanas de recuperação.

Júlio César se machucou aos 41 minutos do segundo tempo, logo depois de praticar uma defesa após um chute de fora da área. Ele chegou a gritar de dor e ser atendido, mas permaneceu em campo no sacrifício por mais nove minutos pelo fato de que Tite já havia feito as três alterações permitidas.

Com a confirmação feita pelo Corinthians nesta quinta, o goleiro Renan, contratado junto ao Avaí, poderá fazer a sua estreia pelo time no próximo domingo, contra o Cruzeiro, às 16 horas, no Pacaembu, pela 11.ª rodada do Brasileirão. Com Júlio César como titular em dez partidas, o time corintiano sofreu apenas quatro gols nesta edição do torneio nacional e ostenta a defesa menos vazada da competição.

Caso a previsão de quatro semanas sem atuar se confirme, Júlio César só teria condições de voltar a jogar no dia 20 de agosto, quando o Corinthians enfrentará o Figueirense, às 21 horas, no Pacaembu, pela 18.ª rodada do Brasileirão. E, pela previsão, ele desfalcará o time nos próximos duelos do torneio contra Cruzeiro, Avaí, América-MG, Atlético-PR, Santos, Ceará e Atlético-MG.

O fato é que uma lesão era tudo que Júlio César não queria sofrer, já que ele seguia com a confiança de Tite, apesar de Renan ter sido contratado com a expectativa de assumir a condição de titular. Agora, o novo reforço terá a chance de mostrar competência e se firmar como novo dono da posição.

E Júlio César não será o único problema de Tite para o jogo contra o Cruzeiro, no próximo domingo. O treinador já não poderá contar com o lateral-esquerdo Fábio Santos e o atacante Liedson, que cumprirão suspensão pelo terceiro cartão amarelo tomado contra o Botafogo. Já o atacante Jorge Henrique, que deixou o jogo diante do time carioca após sentir uma fisgada na coxa, foi examinado em seguida e não teve uma lesão tão grave. Com isso, ele deverá encarar os cruzeirenses.

Por Cezar Alvarenga – Liedson passará por cirurgia e ficará de fora por 5 semanas

Fonte: MSN Esportes

O Corinthians confirmou nesta quinta-feira que Liedson realmente precisará passar por uma cirurgia no joelho esquerdo. O atacante ficará afastado dos gramados por um período de quatro a cinco semanas.

O atleta será submetido a uma artroscopia nesta sexta-feira, no hospital São Luís, em São Paulo. Se a previsão se confirmar, Liedson desfalcará o time alvinegro por seis jogos, sem contar a partida contra o Cruzeiro, domingo, quando ele cumprirá suspensão por ter levado o terceiro cartão amarelo no jogo contra o Botafogo, na noite de quarta.

Artilheiro do time neste Campeonato Brasileiro, com os mesmos cinco gols de William, Liedson deverá estar de volta ao time para o clássico com o Palmeiras, no dia 28 de agosto, pela 19.ª rodada do Brasileirão.

O atacante começou a sentir dores no joelho desde a disputa do Campeonato Paulista. Por essa razão, vinha sendo poupado em alguns treinos. Antes da partida com o Botafogo, o atacante chegou a fazer um tratamento intensivo para ter condições de jogo. Os cuidados com o atleta se justificam, já que ele passou por uma cirurgia no mesmo joelho quando defendia o Sporting, de Portugal.

Sem Liedson, o técnico Tite deverá escalar Emerson ao lado de William no ataque corintiano. O treinador também não poderá contar com Julio Cesar pelas próximas quatro semanas. O goleiro sofreu uma luxação no dedo mínimo na mão esquerda na quarta-feira e deverá ser substituído por Renan, ex-Avaí.

Por Cleber Aguiar – ‘Velhinhos’, Juninho e Felipe vão ter que aguentar maratona

Fonte: O Dia Online

POR RAPHAEL ZARKO

Rio – Do confronto contra o Atlético-MG, domingo, até o segundo jogo da Copa Sul-Americana contra o Palmeiras, em São Paulo, o Vasco vai ter nove partidas em um intervalo de um mês. A média é de quase um jogo a cada três dias, o que colocaria em risco os meias Felipe e Juninho, de 33 e 36 anos, respectivamente. Mas, para o preparador físico do Vasco, Rodrigo Poletto, os dois têm condições de suportar a ‘maratona’.

“São dois atletas muito bem trabalhados, talvez até por terem tido a mesma base no Vasco. Além disso, eles se cuidam, têm uma vida regrada, não dormem tarde, alimentam-se bem. Juninho e Felipe têm toda essa consciência de profissionalismo que serve de exemplo até para os mais garotos”, afirmou o preparador.
Apesar da boa condição física dos veteranos da equipe, Poletto explica que em algum momento esses jogadores terão um descanso e ficarão fora de alguns jogos e viagens.

“Precisamos pensar no bem-estar dos atletas, então em um determinado momento vamos ter que poupá-los de alguns jogos. Estamos pensando toda essa estrutura em conjunto com o departamento de futebol, com a fisiologia”, disse Poletto, que lembra como o trabalho de musculação pode ajudar na recuperação física dos atletas.
“A musculação é fundamental, é um trabalho preventivo de antes e depois dos jogos para evitar lesões, para que eles tenham estrutura muscular melhor e que os permita ter vida longa dentro de campo”.

Rodrigo Poletto ressaltou a importância de ter um grupo grande e qualificado para tantos jogos em duas competições diferentes. “Fazemos trabalhos complementares com todos os jogadores, mas individualizamos esse treinamento. Claro que temos um padrão da preparação física, mas conversamos com eles e, se houver necessidade, seguramos um pouco em uma atividade ou outra. Até no treinamento técnico mesmo”, afirma Poletto.

Com tantos cuidados na preparação física do time, o técnico Ricardo Gomes não deve ter problemas para escalar Juninho contra o Atlético-MG. Embora ainda não tenha começado a sequência de jogos da equipe, o treinador preferiu evitar coletivos até agora nesta semana. Certo é que Felipe não joga, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. No lugar dele, os candidatos a vaga são Diego Souza, que seria uma opção menos provável, e Eduardo Costa, que já está regularizado e voltaria a compor a dupla de volantes com o jovem Romulo.

Por Cleber Aguiar – Dedo mindinho afasta goleiro do Corinthians dos jogos por um mês

Fonte: Folha Online

O goleiro Júlio César, titular do Corinthians, deixou o hospital na manhã desta quinta-feira após passar a noite em observação recebendo medicamentos devido à luxação exposta no dedo mindinho da mão esquerda, sofrida na vitória contra o Botafogo (2 a 0) na noite de quarta, no Rio.

Segundo o Corinthians, o goleiro passou por radiografias que não detectaram fratura no dedo, mas teve que fazer uma sutura no local e recebeu medicamentos.

Fábio Castro/Agif/Folhapress
O goleiro Júlio César, do Corinthians, grita de dor com o dedo fraturado ainda no gramado
O goleiro Júlio César, do Corinthians, grita de dor com o dedo fraturado ainda no gramado

Júlio César deve permanecer com o dedo imobilizado entre 15 a 20 dias, e a previsão inicial é que fique afastado dos jogos por quatro semanas.

O goleiro sofreu a luxação no dedo mindinho da mão esquerda depois de defender um chute de fora da área, aos 44min do segundo tempo do jogo contra o Botafogo. Ele saiu de São Januário e foi direto para o hospital.

Em sua conta no Twitter, o camisa 1 do Corinthians agradeceu o apoio que recebeu –entre eles do ex-atacante Ronaldo– e disse que já estava bem, reintegrado ao elenco corintiano.

Na saída do gramado, o goleiro corintiano desabafou e disse que não soube como aguentou a dor.

“Não sei nem dizer como aguentei. Só Deus sabe a dor que senti. Está latejando muito ainda, mas não pensei em sair do campo. Vi que já tinha feito três [substituições] e tive que fazer uma defesa com um mão só. Mas foi raça. Aqui é Corinthians”, disse.

O goleiro Renan, recém-contratado junto ao Avaí, deve estrear e ser titular do Corinthians nos próximos jogos. O líder do Campeonato Brasileiro, com 28 pontos, em dez jogos, enfrenta o Cruzeiro, no domingo.

ICFUT–BRASILEIRÃO SÉRIE A: Resultados e classificação

Destaque da Rodada

CLASSIFICAÇÃO P J V E D GP GC SG %
1
Corinthians
28
10
9
1
0
19
4
15
93.3
2
São Paulo
21
10
7
0
3
14
10
4
70
3
Flamengo
20
10
5
5
0
18
8
10
66.7
4
Palmeiras
19
10
5
4
1
16
6
10
63.3
5
Vasco
17
10
5
2
3
15
14
1
56.7
6
Botafogo
16
10
4
4
2
12
9
3
53.3
7
Cruzeiro
15
10
4
3
3
14
10
4
50
8
Internacional
15
11
4
3
4
17
14
3
45.5
9
Figueirense
15
10
4
3
3
10
11
-1
50
10
Ceará
14
10
4
2
4
16
15
1
46.7
11
Coritiba
13
10
4
1
5
18
14
4
43.3
12
Fluminense
12
9
4
0
5
8
11
-3
44.4
13
Grêmio
12
10
3
3
4
11
12
-1
40
14
Santos
11
8
3
2
3
9
10
-1
45.8
15
Atlético-MG
11
10
3
2
5
13
18
-5
36.7
16
Bahia
10
10
2
4
4
12
14
-2
33.3
17
Atlético-GO
8
10
2
2
6
8
12
-4
26.7
18
Avaí
7
10
1
4
5
9
22
-13
23.3
19
América-MG
6
10
1
3
6
10
22
-12
20
20
Atlético-PR
2
10
0
2
8
3
16
-13
6.7

Artilharia

6 GOLS
Cruzeiro – Montillo

5 GOLS
América-MG – Alessandro
Botafogo – Elkeson

Corinthians – Liedson e Willian
Flamengo –
Ronaldinho Gaúcho

Internacional – Oscar

4 GOLS
Bahia – Jobson
Ceará –
Washington

Coritiba – Anderson Aquino
Flamengo – Deivid
Palmeiras – Kleber e Luan
Santos – Borges
Vasco –
Bernardo

10ª RODADA
16/07 – 18h30 Coritiba-PR 3 x 1 Fluminense-RJ
16/07 – 18h30 Atlético-GO 0 x 1 Avaí-SC
16/07 – 18h30 Vasco da Gama-RJ 2 x 1 Atlético-PR
16/07 – 21h00 Santos-SP 2 x 1 Atlético-MG
17/07 – 18h30 Internacional-RS 0 x 3 São Paulo-SP
17/07 – 18h30 Ceará-CE 4 x 0 América-MG
17/07 – 18h30 Cruzeiro-MG 2 x 1 Bahia-BA
20/07 – 21h50 Palmeiras-SP 0 x 0 Flamengo-RJ
20/07 – 21h50 Figueirense-SC 0 x 0 Grêmio-RS
20/07 – 21h50 Botafogo-RJ 0 x 2 Corinthians-SP
11ª RODADA
21/07 – 19h30 Avaí-SC x Internacional-RS
23/07 – 18h30 São Paulo-SP x Atlético-GO
23/07 – 18h30 Atlético-PR x Botafogo-RJ
23/07 – 18h30 América-MG x Figueirense-SC
23/07 – 21h00 Flamengo-RJ x Ceará-CE
24/07 – 16h00 Fluminense-RJ x Palmeiras-SP
24/07 – 16h00 Corinthians-SP x Cruzeiro-MG
24/07 – 16h00 Atlético-MG x Vasco da Gama-RJ
24/07 – 16h00 Bahia-BA x Coritiba-PR
5/10 – 19h30 Grêmio-RS x Santos-SP

Por Cleber Aguiar – Prefeito sanciona lei que concede incentivos fiscais à construção do estádio apto para a Copa e destaca benefícios para desenvolvimento da Zona Leste

Fonte: Site Oficial da Prefeitura da Cidade de São Paulo

O prefeito de São Paulo sancionou na manhã desta quarta-feira (20/7) a Lei n° 288/11, que autoriza a concessão de incentivos fiscais à construção da Arena de Itaquera. Com o estádio e a abertura da Copa do Mundo em Itaquera, o PIB da cidade de São Paulo terá um acréscimo de R$ 30 bilhões em 10 anos e a Prefeitura deverá arrecadar R$ 1 bilhão em impostos.

 

Fábio Arantes/Secom

As obras de terraplanagem já estão em andamento

Com o objetivo de consolidar o desenvolvimento da Zona Leste de São Paulo, o prefeito sancionou na manhã desta quarta-feira (20/7) a Lei n° 288/11, que autoriza a concessão de incentivos fiscais à construção da Arena de Itaquera. O estádio receberá jogos da Copa do Mundo de 2014, evento de grande importância para estimular ainda mais a economia da Cidade e, em especial, para o desenvolvimento de Itaquera e de toda a zona leste da capital.

“Esse projeto é uma única peça de uma grande engrenagem. A obra do estádio tem um grande padrinho que é o povo brasileiro. Ela possui o apoio fundamental do Governo Federal, do Governo do Estado e da Prefeitura. Unidos, os poderes estão fazendo essa que será, se tudo correr bem, a arena do jogo de abertura da Copa do Mundo de 2014. Sabemos que não é algo definitivo ainda, mas a cidade tem se empenhado bastante para poder atingir esse objetivo”, afirmou o prefeito.

Com o estádio e a abertura da Copa do Mundo em Itaquera, o PIB da cidade de São Paulo terá um acréscimo de R$ 30 bilhões em 10 anos e a Prefeitura deverá arrecadar R$ 1 bilhão em impostos nesse período. A Zona Leste receberá investimentos diretos – públicos e privados – de mais de R$ 1 bilhão. “Este é um marco muito importante porque significa segurança aos empreendedores, pois haverá o incentivo de tributos municipais em relação a essa obra, associado a importantes investimentos do Estado na região do entorno do estádio”, completou o prefeito.

O ministro Orlando Silva elogiou a solução encontrada pela Prefeitura para consolidar a construção do estádio, o que deixará um legado para a população da Zona Leste após a Copa de 2014. “Quando informei à presidenta Dilma Rousseff da realização desse evento, ela ficou muito feliz e satisfeita com a solução encontrada para a construção do estádio. Na nossa visão, a conclusão dessa engenharia financeira é uma vitória de uma etapa importante para o planejamento da Copa do Mundo do Brasil. Essa consolidação dará mais conforto à Fifa”, destacou.

A sanção, realizada no terreno onde será erguido a arena, reuniu autoridades e lideranças da região. Participaram do evento o governador Geraldo Alckmin, o ministro do Esporte, Orlando Silva, parlamentares e secretários municipais e estaduais. De acordo com a legislação aprovada pela Câmara Municipal, o empreendedor que investir na construção do estádio receberá até 60% do valor aplicado na forma de Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento (CIDs), não ultrapassando o teto de R$ 420 milhões. Esses CIDs poderão ser usados para pagamento de ISS e IPTU, sejam impostos próprios ou de terceiros.

Incentivo para a Zona Leste

A lei de incentivo a construção da Arena de Itaquera é uma adaptação da Lei 13.833, de 2004, que criou o Programa de Desenvolvimento para a Zona Leste e disciplina o incentivo fiscal à Zona Leste. Ela foi aperfeiçoada pelas Leis Municipais 14.654, de 20/12/2007, e 14.888, de 19/01/2009, que definem a área de abrangência. “Esse incentivo é para todos. Independentemente do estádio, já existem diversas ações para o desenvolvimento da Zona Leste, principalmente junto às famílias mais humildes”, explicou o prefeito.

São exemplos de ações da parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado: USP Leste, interligação da rodovia Ayrton Senna ao Rodoanel, por meio da avenida Jacu-Pêssego, criação da Operação Urbana Consorciada Rio Verde-Jacu. “Todas as obras do Estado estão atreladas ao sistema viário. Serão R$ 470 milhões de investimento total, sendo R$ 365 milhões do Estado e R$ 105 milhões da Prefeitura. As melhorias acontecerão na Radial Leste, no acesso à Avenida Jacu-Pêssego, viadutos sobre estrada de ferro, passarelas, entre outras benfeitorias, além de obras na Linha 11 da CPTM e na Linha 3 do Metrô. Esse será um legado importante para a Zona Leste de São Paulo, que tem uma população de quase 4 milhões de pessoas”, afirmou Alckmin.

A região também ganhará a implantação do Pólo Institucional de Itaquera e do Parque Tecnológico de São Paulo-Leste. Estão previstas obras para a construção de Fórum Judiciário; Terminal Rodoviário Interestadual; unidades educacionais da Fatec, Etec, Senai e da Obra Social Dom Bosco; incubadora e laboratórios; Parque Tecnológico de São Paulo – Leste; Centro de Convenções e Eventos; posto da Polícia Militar e o Parque Linear Rio Verde, interligada com o Parque do Carmo.

O Programa prevê ainda a utilização de um conjunto de instrumentos indutores de desenvolvimento regional, que são os incentivos seletivos. O benefício vale para empresas de todos os setores da economia que se instalarem ou ampliarem seus empreendimentos nos bairros de Cidade Tiradentes, Ermelino Matarazzo, Guaianases, Itaim Paulista, Itaquera, São Mateus e São Miguel Paulista.

Outra iniciativa que se soma ao Programa de Desenvolvimento para a Zona Leste é a da instalação da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) na região. A Prefeitura está desapropriando um terreno de aproximadamente 175 mil m², localizado na avenida Jacu-Pêssego, em Itaquera, para a instalação da instituição. “A desapropriação está em fase adiantada. Daqui a algumas semanas, esperamos celebrar esse convênio com o Governo Federal, que dará à Zona Leste a oportunidade de ter mais uma importante universidade”, disse o prefeito.

Benefícios

Os incentivos seletivos fiscais no Programa de Desenvolvimento para a Zona Leste prevêem redução de: 50% no IPTU, referente ao imóvel objeto do investimento pelo prazo de 10 anos; 60% no ISS incidente sobre os serviços prestados pelo destinatário pelo prazo de 10 anos; 50% no ISS incidente sobre os serviços de construção civil, referente ao imóvel objeto do investimento e 50% do ITBI referente ao imóvel objeto de investimento.

Além disso, os benefícios incluem o retorno parcial do valor investido, por meio da emissão de Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento (CID) em até 40% do valor dos investimentos para atividades comerciais e 60% para industriais ou de serviços. Os CIDs poderão ser utilizados para pagamento de tributos municipais (IPTU e ISS) ou aquisição de créditos para bilhete único para o transporte coletivo. O Programa incentiva investimentos de valor igual ou superior a R$ 50 mil.

Diário Oficial
CIDADE DE SÃO PAULO
Prefeito: GILBERTO KASSAB
Ano 56 São Paulo, quinta-feira, 21 de julho de 2011 Número 135

LEI Nº 15.413, DE 20 DE JULHO DE 2011
(PROJETO DE LEI Nº 288/11, DO EXECUTIVO,
APROVADO NA FORMA DE SUBSTITUTIVO DO
LEGISLATIVO)
Dispõe sobre a concessão de incentivos
fiscais para construção de estádio na Zona
Leste do Município.
GILBERTO KASSAB, Prefeito do Município de São Paulo, no uso
das atribuições que lhe são conferidas por lei, faz saber que a
Câmara Municipal, em sessão de 1º de julho de 2011, decretou
e eu promulgo a seguinte lei:
Art. 1º. Fica o Poder Executivo autorizado a conceder incentivos
fiscais para construção de estádio que venha a ser aprovado
pela Federação Internacional de Futebol Associado – FIFA como
apto a ser sede do jogo de abertura da Copa do Mundo de
Futebol de 2014.
§ 1º. O estádio a que se refere o “caput” deverá estar:
I – concluído antes da abertura da Copa do Mundo de Futebol
de 2014; e
II – localizado na área definida no § 1º do art. 1º da Lei nº
14.654, de 20 de dezembro de 2007, com a redação dada pela
Lei nº 14.888, de 19 de janeiro de 2009.
§ 2º. (VETADO)
Art. 2º. Os incentivos fiscais a que se refere o art. 1º desta lei
são os seguintes:
I – emissão de Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento
– CID, com validade de 10 (dez) anos, no valor de até 60%
(sessenta por cento) do investimento realizado, observado
o disposto no art. 5º desta lei e limitado o incentivo a R$
420.000.000,00 (quatrocentos e vinte milhões de reais), passível
de fruição após a emissão do Termo de Conclusão do
Investimento e de Liberação do Uso do CID, sendo que os
valores dos certificados serão atualizados monetariamente pela
variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA, apurado
pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE,
verificada entre a data de sua emissão e sua(s) respectiva(s)
data(s) de fruição;
II – suspensão do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza
– ISS incidente sobre os serviços de construção civil referentes
ao imóvel objeto do investimento.
§ 1º. Investimento, para os efeitos desta lei, compreende os
seguintes dispêndios:
I – elaboração de projeto, limitado a 5% (cinco por cento) do
valor do investimento;
II – aquisição de terrenos;
III – aquisição de imóveis construídos antes da vigência desta
lei, limitado ao valor venal do imóvel;
IV – execução de obras de construção ou de reforma ou expansão
de imóveis existentes (materiais e mão de obra);
V – aquisição e instalação de equipamentos necessários à implantação
do empreendimento.
§ 2º. A suspensão prevista no inciso II do “caput” deste artigo
será convertida em isenção pela Secretaria Municipal de
Finanças quando implementados os requisitos constantes do
“caput” e do parágrafo único, ambos do art. 1º desta lei, com
base em parecer emitido pelo Comitê a que se refere o art. 3º.
§ 3º. Caso não sejam implementados os requisitos necessários
para conversão da suspensão em isenção, o ISS deverá ser
pago, acrescido de juros e atualização monetária estabelecidos
na legislação do imposto, na forma, prazo e condições fixados
em regulamento.
Art. 3º. Fica criado o Comitê de Construção do Estádio da Copa
do Mundo de Futebol de 2014, composto pelos seguintes Secretários
Municipais:
I – de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho;
II – Especial de Articulação para a Copa do Mundo de Futebol
de 2014;
III – do Governo Municipal;
IV – de Planejamento, Orçamento e Gestão;
V – de Finanças;
VI – de Desenvolvimento Urbano;
VII – dos Negócios Jurídicos.
§ 1º. O Comitê será presidido pelo Secretário Municipal de
Desenvolvimento Econômico e do Trabalho, a quem caberá o
voto de desempate.
§ 2º. Os membros do Comitê poderão indicar para representálos
no colegiado o Secretário Adjunto ou o Chefe de Gabinete,
exceto no caso do Secretário Especial de Articulação para a
Copa do Mundo de Futebol de 2014, que poderá indicar um
representante.
Art. 4º. Compete ao Comitê de Construção do Estádio da Copa
do Mundo de Futebol de 2014, dentre outras atribuições definidas
em regulamento, analisar e deliberar acerca dos projetos
de construção do estádio, da fiscalização e acompanhamento
da obra, bem como a forma e condições de emissão e transferência
de titularidade dos CIDs.
Art. 5º. Os Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento poderão
ser emitidos pela conclusão de etapas constantes do
projeto aprovado, observado o limite das dotações orçamentárias
consignadas na lei orçamentária do ano da emissão dos
certificados, podendo o valor total do incentivo ser fracionado
em diversos certificados, com valor mínimo de R$ 50.000,00
(cinquenta mil reais) cada um.
§ 1º. Os certificados serão emitidos em nome do investidor,
sendo permitida a transferência de sua titularidade.
§ 2º. Os Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento somente
poderão ser utilizados para o pagamento dos tributos indicados
no art. 6º desta lei, pelo investidor ou pelo terceiro adquirente
dos certificados, após emissão de Termo de Conclusão do
Investimento e de Liberação do Uso do CID, a ser emitido pelo
Comitê a que se refere o art. 3º, que atestará a conclusão do estádio
e a implementação dos requisitos constantes do “caput”
e do parágrafo único, ambos do art. 1º desta lei.
Art. 6º. Os Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento poderão
ser utilizados para pagamento dos seguintes impostos,
próprios ou de terceiros:
I – Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza – ISS;
II – Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU.
Parágrafo único. Os certificados não poderão ser utilizados pelo
investidor para o pagamento do Imposto sobre Serviços de
Qualquer Natureza – ISS retido na fonte.
Art. 7º. Os incentivos fiscais decorrentes desta lei não poderão
ser concedidos concomitantemente com os previstos na Lei nº
14.654, de 20 de dezembro de 2007, com a redação dada pela
Lei nº 14.888, de 19 de janeiro de 2009.
Parágrafo único. (VETADO)
Art. 8º. A Lei Orçamentária fixará, anualmente, o valor destinado
aos incentivos fiscais previstos nesta lei.
Art. 9º. Fica o Executivo autorizado a abrir crédito adicional especial
até o limite de R$ 50.000.000,00 (cinquenta milhões de
reais), na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico
e do Trabalho, destinado à cobertura das despesas necessárias
à emissão dos ClDs.
Art. 10. Esta lei entrará em vigor na data de sua publicação.
PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO, aos 20 de julho de
2011, 458º da fundação de São Paulo.
GILBERTO KASSAB, PREFEITO
GIOVANNI PALERMO, Secretário do Governo Municipal – Substituto
Publicada na Secretaria do Governo Municipal, em 20 de julho
de 2011.

 

Por Cleber Aguiar – Janela internacional fechada: veja as contratações seladas no último dia

Fonte: Globo.com

Quarta-feira é agitada na data limite para clubes brasileiros se reforçarem com atletas vindos do exterior

Por GLOBOESPORTE.COM Rio de Janeiro

A janela de transferências internacionais está fechada para o mercado brasileiro. Agora, os clubes que disputam os campeonatos nacionais só podem se reforçar com atletas que atuam no Brasil ou os que porventura estejam sem contrato em vigor com qualquer clube. O último dia da janela até que foi agitado. Algumas contratações que já eram dadas como certas, como a do atacante André, pelo Atlético-MG, e a do zagueiro Victor Ramos, pelo Vasco, foram oficializadas. Outras, porém, só foram sacramentadas nesta quarta, casos dos meias argentinos Cañete e Martinuccio (São Paulo e Fluminense, respectivamente) e do atacante Jô (Inter).

Marcelo Cañete, Martinuccio, Jô (Foto: Montagem sobre foto do Globoesporte.com)Cañete, Martinuccio e Jô reforçam São Paulo, Flu e Inter (Foto: Montagem sobre foto do Globoesporte.com)

Houve também espaço para a frustração no dia do fechamento da janela. O Flamengo, por exemplo, optou por não contratar o atacante Ariel, ex-Coritiba. O jogador, que atualmente defende o Racing Santander, da Espanha, chegou a estar no Rio e a realizar exames médicos. Entretanto, como Ariel ainda vai precisar de cerca de 45 dias para poder jogar (ele se recupera de uma cirurgia no braço esquerdo) o négócio acabou vetado pelo departamento médico rubro-negro. Abaixo, as negociações sacramentadas no último dia da janela internacional.

CONTRATAÇÕES FECHADAS NO ÚLTIMO DIA DA JANELA DE TRANSFERÊNCIAS INTERNACIONAL
EScudo atlético mineiro (Foto: Editoria de Arte/Globoesporte.com) O Atlético-MG recebeu nesta quarta-feira o atacante André. O jogador, contratado junto ao Dínamo de Kiev, fez exames médicos e, logo depois, foi apresentado oficialmente pelo Galo, que venceu uma disputa com o Flamengo para ter o atleta. O contrato é de um ano.
EScudo Fluminense (Foto: Editoria de Arte / Globoesporte.com) A principal conquista do Fluminense no último dia da janela foi a contratação do meia Martinuccio. O argentino, destaque do Peñarol na Libertadores, vai vestir a camisa 25. Rafael Sobis e o jovem meia argentino Lanzini, que estavam apalavrados, também firmaram acordo nesta quarta-feira.
EScudo Internacional (Foto: Editoria de Arte / Globoesporte.come) O atacante , ex-Corinthians e com passagens pela Seleção Brasileira na era Dunga, assinou com o Colorado nesta quarta-feira. O jogador, que estava no Manchester City, da Inglaterra, fechou por quatro anos.
EScudo São Paulo (Foto: Editoria de Arte / Globoesporte.come) Após longa novela envolvendo Boca Juniors e Universidad Católica, o São Paulo conseguiu, no último dia da janela, fechar a contratação do meia argentino Cañete. O compromisso do jogador com o Tricolor é de três anos de duração.
EScudo Vasco (Foto: Editoria de Arte / Globoesporte.come) O Vasco conseguiu um reforço para sua defesa nesta quarta-feira. Trata-se do zagueiro Victor Ramos. Revelado pelo Vitória, o jogador (22 anos) chega ao clube por empréstimo de um ano. Ele estava no Standard Liège, da Bélgica