Por Cezar Alvarenga – São Paulo e Palmeiras disputam o volante Felipe Melo.

Fonte: UOL Esportes

Liberado pela Juventus para acertar com outro clube por empréstimo, o volante Felipe Melo é disputado por São Paulo e Palmeiras, conforme destacou o empresário do atleta, Paulo Ricart. O acordo precisa ocorrer até quarta-feira, último dia de transações internacionais.

O São Paulo já firmou proposta oficial para contar com Felipe Melo por uma temporada. O Palmeiras se reuniu com o agente do jogador. Paulo Ricart afirma que o destino do atleta deverá ser mesmo o futebol paulista.

“O São Paulo fez proposta oficial. O Palmeiras também tem interesse. Posso dizer que os dois clubes estão à frente dos demais nessa tentativa de acerto. O Felipe tem uma proposta de um grande clube da Europa, mas ele quer voltar para ficar perto da família. Jogador quando fica muito tempo longe busca também essa proximidade dos familiares”, destacou Ricart.

O contrato de Felipe Melo com a Juventus vence em 2014. O atleta comunicou ao clube italiano que pretende retornar ao Brasil para atuar por pelo menos um ano. A equipe italiana excluiu Felipe Melo e o atacante Amauri da lista de jogadores para a pré-temporada, que acontece nos Estados Unidos e Canadá.

Por Cleber Aguiar – Jefferson pode pegar o Timão

Fonte: O Dia Online

Rio – A eliminação do Brasil nas quartas de final da Copa América pode ter o seu lado positivo, pelo menos para os alvinegros. Com o retorno da delegação brasileira da Argentina, é grande a possibilidade de o goleiro Jefferson atuar na partida de quarta-feira contra o Corinthians.

Apesar do desgaste por causa da viagem, o camisa 1 alvinegro deverá retornar ao grupo amanhã e ser relacionado para a partida em São Januário. Mesmo não tendo atuado na Seleção do técnico Mano Menezes, Jefferson se manteve em dia com os treinamentos e tem total condição de jogo.

Já o atacante Loco Abreu vai continuar desfalcando o time alvinegro. Ele ainda está à disposição da seleção do Uruguai, que vai enfrentar o Peru, amanhã, pelas semifinais da Copa América, e ficará na Argentina até o fim da competição. Isso porque, mesmo que o Uruguai perca amanhã, terá que jogar a disputa pelo terceiro lugar, no sábado.

Por Cleber Aguiar – De volta ao Palmeiras, Henrique diz: ‘Quero ficar o quanto me aguentarem’

Fonte: Globo.com

Feliz com o retorno depois de três anos, zagueiro veste camisa 3 e deve ser titular. Mais experiente, ele diz que muitos fatores pesaram para a volta

Por Diego Ribeiro São Paulo

Roberto Frizzo entrega a camisa do Palmeiras ao zagueiro Henrique (Foto: Diego Ribeiro / globoesporte.com)Roberto Frizzo entrega a camisa do Palmeiras a
Henrique (Foto: Diego Ribeiro / globoesporte.com)

Três anos depois, o zagueiro Henrique volta ao Palmeiras para continuar escrevendo uma história que foi interrompida logo cedo, depois de apenas 26 jogos pelo clube alviverde. Contratado por empréstimo de um ano do Barcelona, o novo xerife da defesa palmeirense está empolgado e ansioso pelo reencontro com a torcida. Em 2008, ele foi campeão paulista, era o pilar da zaga, mas foi negociado com o Barça. Na volta, ele será o dono da camisa 3. Chico, que utilizava o número, será agora o 23.

Henrique diz que não via a hora de retornar. Muitos fatores pesaram para o retorno dele ao Palmeiras, clube que o projetou internacionalmente depois da breve passagem. Apesar do contrato de um ano, o jogador espera ter uma convivência bem mais longa no Verdão.

– Muitas questões me trouxeram de volta: a torcida, o clube em si, a chance de trabalhar com o Felipão… Tudo isso pesou bastante. A Seleção também é uma ideia, claro. Estou acabando de chegar, mas quero ficar quanto tempo me aguentarem (risos) – disse o zagueiro.

Quero deixar essa torcida feliz. Só fiquei seis meses na primeira passagem, mas é como se eu tivesse nascido aqui”
Henrique

– Quero deixar essa torcida feliz. Só fiquei seis meses na primeira passagem, mas é como se eu tivesse nascido aqui – emendou.

Henrique nunca jogou uma partida oficial pelo Barcelona. Desde que chegou, foi emprestado por uma temporada ao Bayer Leverkusen-ALE e outras duas ao Racing Santander-ESP, onde foi titular na maioria dos jogos. Por isso, Henrique diz estar bem fisicamente, mesmo estando de férias desde junho.

– Estou bem, agora depende da preparação física, vamos conversar para ver quando eu posso estrear. Depois vai depender do Felipão – disse.

Com a saída de Danilo para o Udinese-ITA, o Palmeiras tinha em Henrique a principal meta para reforçar a zaga. As negociações se arrastaram por cerca de três meses, e o técnico Luiz Felipe Scolari chegou a considerar “zero” as chances de o jogador voltar. A insistência do empresário Marcos Malaquias em conseguir a liberação do Barcelona foi decisiva para que a negociação sobrevivesse. Na sexta-feira, os espanhóis liberaram e a contratação foi confirmada, para alegria do zagueiro, que sabe da responsabilidade que terá no time.

– Essa responsabilidade é um pouco maior do que da outra vez, mas aprendi muito nos três anos em que fiquei fora. Cresci muito nesse tempo, e tenho em mente que os objetivos aqui são os títulos. Vou fazer o que puder para ajudar – prometeu Henrique.

Como o empresário Marcos Malaquias está internado, com problemas de saúde, foi o irmão dele, Naor Malaquias, quem conduziu a reta final das negociações. Segundo Henrique, a vontade de retornar ao Brasil prevaleceu, mesmo com sondagens de outros clubes europeus.

ICFUT – Garota Fiolux Série B: Musa do clube Goiás é Coelhinha da Playboy

Fonte: Futebolinterior.com.br

Ester Portes também foi rainha de vários rodeios e sonha viajar para Paris

A modelo de 24 anos, Ester Portes, representante do Goiás, é veterana em concursos de beleza. Ela já venceu a competição para se tornar Coelhinha da Revista masculina Playboy e para participar do programa “Você tem Charme”, do SBT. Além disso, foi rainha de vários rodeios e fez participação na novela global “Passione”.

A musa diz que deve ao seu irmão o amor que sente pelo time alviverde: “minha paixão pelo Goiás vem de família, principalmente do meu irmão”, diz. O maior sonho da moça é viajar para Paris e conhecer o seu marco mais famoso, a Torre Eiffel.A musa do Verdão está em 12º lugar, com mais de mil votos. Não deixe de apoiá-la! Vote nessa gata acessando o site Hip Hip Uha aqui. Por meio desse link, o torcedor encontra o ensaio sensual de todas as 20 candidatas.Em breve, estarão disponíveis também os votos por Portal de Voz e SMS. Eles darão o direito de fazer o “download” da foto de uma das votadas para ter em seu celular. Escolhendo essa opção de voto, o participante ainda vai concorrer a diversos prêmios.

A promoção tem patrocínio das empresas Fiolux (www.fiolux.com.br), do site de apostas Bet9 (www.bet9.com) e do Hip Hip Uha (www.hip-hip-uha.com).

Por Edgar Santista – Ibson chega ao Brasil e avisa: ‘Voltei porque quero ganhar o Mundial’

Jogador afirma que vai trabalhar com um dos melhores técnicos do mundo e garante não sentir mágoa do Flamengo

Ibson no desembarque em São Paulo (Foto: Fábio Lima / Globoesporte.com)

Eram 6h (horário de Brasília) quando Ibson desembarcou no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim/Galeão, no Rio de Janeiro, para mais uma volta para casa após dois anos no futebol russo. Só que diferentemente da outra vez, quando retornou do futebol português, sua parada final não será na Gávea, mas, sim, na Vila Belmiro. Com sondagens de grandes clubes brasileiros, como Fluminense, São Paulo, Grêmio e Internacional, o jogador escolheu o litoral paulista para atracar com o sonho de conquistar o Mundial Interclubes e a Taça Libertadores da América.

Ibson chega ao Santos como a grande contratação deste segundo semestre – não foi à toa que o clube desembolsou quase € 5 milhões (R$ 11,1 milhões) para tê-lo em seu elenco. O atleta viaja nesta segunda-feira para Santos, onde realiza exames médicos e assina o contrato por quatro anos. Ainda nesta semana, o meia retorna à Rússia para assinar a rescisão com o Spartak Moscou e providenciar a mudança.

Pronto para jogar no Santos, Ibson chega ao Rio sem mágoa do Fla (Foto: Fábio Leme / Globoesporte.com)

Em entrevista exclusiva ao GLOBOESPORTE.COM, Ibson falou da sua felicidade em retornar ao Brasil para atuar ao lado de Elano, Ganso, Neymar & Cia. e de ter o técnico Muricy Ramalho como o seu treinador e garante não ter mágoa do Flamengo, próximo adversário no Campeonato Brasileiro e que não o procurou.

Leia, na íntegra, a entrevista do novo jogador do Peixe.

Santos
– Vim para um grande clube, com uma grande estrutura, grandes jogadores e um dos melhores técnicos do mundo. Estou muito feliz em jogar ao lado de atletas de Seleção Brasileira, como Elano, Ganso e Neymar. Não sei se eles vão continuar no clube, mas espero que sim, pois são excelentes jogadores. Aqui quero ganhar o Mundial e a Taça Libertadores.

Vim para um grande clube, com uma grande estrutura, grandes jogadores e um dos melhores técnicos do mundo”
Ibson, sobre seu novo clube

Volta ao Brasil
– São dois anos fora já. Achei que estava na hora de voltar. Gostei muito da Rússia, mas o time neste ano enfraqueceu bastante. Perdeu o melhor jogador, que era o Alex (que hoje joga pelo Corinthians). Tive uma ótima proposta de um grande clube e resolvi voltar para ficar mais perto da minha família.

Flamengo
– Não recebi proposta do Flamengo, mas entendo a situação do clube. Contrataram o Ronaldinho, o Thiago Neves e estão à procura de um atacante, isto requer um alto investimento. Não tenho mágoa nenhuma da diretoria. Tenho muito carinho pelo Flamengo. Espero que a torcida, que eu sei que gosta muito de mim, entenda também.

Santos x Flamengo
– É o próximo jogo? Não sabia, não. Vai ser diferente, especial, afinal de contas foram muitos anos na Gávea. Não sei se já vou poder estar em campo, mas se acontecer….São coisas do futebol.

Comemoração de gol contra o Flamengo
– Não sei (risos). Ainda é muito cedo pensar nisso, nem sei se vou estar em campo.

Fluminense
– É também um grande clube, tem o Abel, que foi meu treinador no Flamengo em 2004, e é um cara de que eu gosto muito, mas devido a todo o meu passado no Flamengo achei que não seria legal voltar para um rival.

Devido a todo o meu passado
no Flamengo achei que não seria legal voltar para um rival”
Ibson, sobre o interesse do Fluminense

Futuro no exterior
– Nesse momento, não penso em voltar. Quero cumprir meu contrato com o Santos e depois não sei. Já tive duas passagens fora do Brasil, gostei, foi bom, mas agora quero ficar aqui.

Seleção Brasileira
– Claro que eu sonho. Vou jogar em uma equipe com grande visibilidade e que sempre disputa títulos. Vou fazer o meu melhor e torcer para ter uma oportunidade na Seleção Brasileira.

Por Cleber Aguiar – Confederação vai lançar seu próprio canal e pretende transmitir os jogos da seleção pela internet

Fonte: Folha de São Paulo

TV CBF


DOS ENVIADOS A LOS CARDALES

A Confederação Brasileira de Futebol terá seu próprio canal de televisão. As transmissões serão feitas pela internet e devem ser viabilizadas até o final deste ano.
A TV CBF terá programação própria e transmitirá os jogos da seleção brasileira de todas as categorias, inclusive femininas, pela rede.
O contrato está em fase final de negociação com uma empresa norte-americana que tem filial no Brasil. Deve ser assinado em breve.
A CBF investirá alto no projeto. O valor ainda não foi fechado, mas parte do dinheiro captado pela entidade com os patrocinadores da seleção será usado no canal.
Em 2010, a entidade presidida por Ricardo Teixeira recebeu R$ 193,5 milhões de patrocinadores. A CBF tem hoje 11 empresas parceiras.
No ano passado, a confederação registrou um lucro líquido recorde. Chegou a R$ 83 milhões, 14,72% acima do resultado de 2009.
A TV CBF é uma tentativa de criar uma alternativa à Globo na internet. A emissora carioca detém até o final do ano, com exclusividade, os direitos de transmissão dos amistosos da seleção.
A Copa América da Argentina está sendo transmitida pelo YouTube para 54 países, mas não para o Brasil.
Segundo a Traffic, a Globo possui os direitos de transmitir o torneio pela internet para o território brasileiro.
A parceria entre a emissora e a CBF é uma das mais antigas da era Teixeira.
Neste ano, o dirigente foi acusado pelo presidente do Clube dos 13, Fábio Koff, de ter implodido a entidade que reúne os principais times do Brasil para beneficiar a Globo na licitação para a transmissão do Campeonato Brasileiro entre 2012 e 2015.
A Globo boicotou a licitação e negociou separadamente com os times. Na ocasião, a Rede TV!, única a apresentar proposta, venceu, mas não levou.
A emissora com sede em São Paulo se comprometeu a pagar o valor recorde de R$ 1,548 bilhão, porém foi desautorizada pelos clubes.
A disputa pelos direitos de transmissão do Brasileiro levou Teixeira ao Senado em abril. O dirigente participou de uma audiência pública na Comissão de Educação, Cultura e Esporte da casa.
Entre os clubes brasileiros, o Corinthians é quem tem sua TV em estágio mais avançado. Com cerca de 50 funcionários, a TV Corinthians tem estúdio no Parque São Jorge e programação voltada para todos os esportes do clube. Os jogos do Corinthians não são exibidos.(MARTÍN FERNANDEZ E SÉRGIO RANGEL)

Por Cleber Aguiar – Verba pública move nanicos no Nacional

Fonte: Folha de São Paulo
SÉRIES C/D
Governo banca clubes nas menores divisões do Brasileiro

ADRIANO WILKSON
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Turbinados com dinheiro vindo dos cofres públicos, 60 clubes começam hoje a disputar as divisões mais baixas do Campeonato Brasileiro.
A maior dificuldade será financeira, já que a CBF não repassa verba aos times. Com pouco apoio empresarial e renda de bilheteria, cartolas batem na porta do governo.
Entre os 20 times da terceira divisão e os 40 da quarta, muitos partiram em busca de ajuda estatal para a disputa pelo acesso, que vai até o fim do ano. Os quatro melhores de cada série sobem de divisão. Os quatro últimos da Série C caem para a Série D.
No Acre, por exemplo, o governo estadual desembolsará R$ 750 mil até o fim das competições, divididos entre Rio Branco, na Série C, e Plácido de Castro, na Série D.
O Guarany, atual campeão da quarta divisão, terá R$ 650 mil do governo do Ceará e da Prefeitura de Sobral.
No Rio Grande do Norte, o governo está prestes a firmar contrato de patrocínio de R$ 525 mil com três clubes potiguares nas divisões menores.
O Ministério Público Estadual, porém, recomendará que o repasse aos clubes seja suspenso. E pode entrar com ação por improbidade administrativa contra o governo, conforme declarou à Folha o promotor Sílvio Brito.
“O patrocínio tem motivação política. Só serve para angariar simpatias com os torcedores dos clubes. É um voto barato que o gestor pode comprar”, disse o promotor.
O governo potiguar justifica o repasse. Afirma se tratar de um investimento na divulgação do Estado, que será uma das sedes da Copa-2014.
Em troca do dinheiro público, América, Alecrim e Santa Cruz terão estampado em seus uniformes o nome do Estado e da capital, Natal.
A Emprotur (empresa estadual de turismo) contesta o promotor. “Consigo provar que é um investimento vantajoso”, declarou Caio Magno, diretor de marketing da Emprotur. “Para cada real que o Estado investe em divulgação, voltam dez.”
Mas, para o governo acriano, o repasse de dinheiro público é uma forma de “salvar” o futebol do Estado.
“Os clubes aqui não conseguem sobreviver sozinhos. A ideia é que, aos poucos, eles cortem esse cordão umbilical [com o governo] e cresçam”, disse Mauro de Deus, secretário-adjunto de Esporte.
As longas distâncias e a dificuldade de transporte na Amazônia são apontadas como responsáveis por aumentar os gastos dos times.
Os próprios cartolas concordam que a dependência do governo não é a situação ideal. Reclamam, porém, de que o setor privado não tem interesse em apoiar o futebol.
A dificuldade leva equipes a abdicar da disputa. Rondônia e Roraima, por exemplo, não terão representantes no Nacional. Os times desses Estados desistiram por não terem condições de se manter.