Por Cleber Aguiar – Botafogo tropeça no Atlético-GO e só empata no Engenhão

Fonte: Gazetaesportiva.net

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

 

O Botafogo decepcionou sua torcida ao empatar com o Atlético-GO por 1 a 1 no Engenhão, nesta quinta-feira. O resultado frustrou os planos alvinegros de encostar na liderançae agora o time de General Severiano ocupa a sexta posição com 15 pontos ganhos. O Atlético Goianiense chegou aos oito pontos ganhos e agora ocupa o 15º lugar do Campeonato Brasileiro.O resultado acabou fazendo justiça ao esforço do Atlético, que lutou muito para resistir à pressão carioca. Já o Botafogo mostrou bom volume de jogo mas não teve força ofensiva para superar a bem armada defesa goiana e acabou deixando o campo muito vaiado pela torcida.

Na próxima rodada, o Botafogo vai enfrentar o Bahia, em Pituaçu, enquanto os goianos vão receber o Corinthians, no Serra Dourada.

O jogo – A partida começou equilibrada com os dois times procurando o ataque. E o Botafogo marcou o primeiro gol logo aos quatro minutos.Elkeson cobrou falta pela direita, a defesa falhou ao tentar rebater e a bola sobrou para Herrera que bateu de primeira no canto direito de Márcio. A vantagem animou a equipe carioca que quase amplia o marcador após jogada de Maicosuel, mas o zagueiro Gilson aliviou o perigo quando o goleiro Márcio já estava batido.

O time dirigido por Caio Júnior continuava pressionando e aos oito minutos, Herrera teve a chance de marcar o segundo gol mas Herrera, livre na área, cabeceou por cima após cobrança de falta de Elkeson.

O Atlético Goianiense começou a se organizar dentro de campo e acabou chegando ao empate aos 15 minutos,Thiago Feltri recuperou uma bola quase perdida na lateral esquerda e cruzou o atacante Anselmo que ganhou dos zagueiros botafoguenses e cabeceou no canto direito de Renan que demorou a pular na bola.

O Botafogo voltou ao ataque e aos 18 minutos, uma cobrança de falta executada por Elkeson quase surpreendeu o goleiro Márcio que espalmou para escanteio.

O time goiano recorria às faltas para barrar as jogadas da equipe carioca e Everton, depois de ser atingido, chegou a pedir para sair e Caio chegou a ouvir instruções de Caio Júnior mas o meia se recuperou e continuou em campo. Dez minutos depois, Everton não suportou as dores e pediu para sair, só que Caio Júnior decidiu colocar o lateral Lucas em campo.

O Botafogo encontrava dificuldades em chegar na área, principalmente por causa da atuação apagada de Maicosuel que não conseguia levar vantagem sobre os adversários.

Aos 35 minutos, Rafael Cruz levantou na área, Anselmo cabeceou e Renan hesitou e só pôde torcer para que a bola saísse já que não chegaria a tempo de fazer a defesa.

Nos minutos finais do primeiro tempo o Botafogo tentou pressionar mas insistiu nos cruzamentos que eram facilmente contidos pela defesa goiana.

No último lance importante do primeiro tempo, Juninho arrancou pela direita e lançou Thiaguinho que chutou de primeira mas mandou para fora.

O Botafogo voltou mais agressivo para o segundo tempo mas esbarrava na formação defensiva do Atlético Goianiense que apenas se preocupava em bloquear as investidas do alvinegro carioca. Aos três minutos, após boa troca de passes, Lucas Zen concluiu mas a bola saiu sem levar perigo.

Com o passar do time o Botafogo foi caindo de produção e o Atlético passou a comandar as ações. A torcida alvinegra começou a vaiar o time e o Atlético quase marcou o segundo gol aos 15 minutos quando Juninho fez ótima jogada, passou por Renan e bateu para o gol vazio,mas Márcio Azevedo deu um salto acrobático e mandou de cabeça para escanteio salvando a equipe carioca.

Caio Júnior decidiu ouvir os apelos da torcida e colocou o jovem Cidinho no lugar de Alessandro. Lucas foi para a lateral direita e Cidinho entrou no meio para se juntar a Herrera. O Botafogo pressionava mas o time visitante é que criava as melhores chances como aconteceu aos 22 minutos quando Anselmo foi lançado entre os zagueiros mas o goleiro Renan saiu com precisão e evitou a conclusão.

O time da casa só chegou na área goiana aos 24 minutos em chute de Cidinho que Márcio defendeu com alguma dificuldade. Caio Júnior trocou o volante Somália pelo atacante Caio mas a mudança não conseguiu tornar a equipe alvinegra mais objetiva e o resultado de 1 a 1 acabou sendo mantido até o apito final.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s