Por Cleber aguiar – Fifa prospera e clubes afundam

Fonte: O Estado de São Paulo

Na Grécia, Espanha, Portugal e Irlanda, a grave situação econômica provoca ruína e rebaixamentos

JAMIL CHADE – O Estado de S.Paulo

GENEBRA – Há uma semana, a final da Liga dos Campeões da Europa colocou em campo uma fortuna com alguns dos jogadores mais caros do planeta. Alguns dias depois, foi a vez de a Fifa anunciar que nunca em seus 107 anos de história esteve tão rica, com uma reserva superior ao PIB de 19 países. Mas estudos feitos pela Uefa alertam que essa não é a realidade de mais da metade do mundo do futebol europeu.

Beto Barata/AE - 3/4/2011
Beto Barata/AE – 3/4/2011
Só aparência. Apesar do sucesso em campo, o Porto, campeão português e da Liga Europa, está mergulhado em dívida

Pelo menos 52% dos clubes do continente têm dívidas e 20% estão à beira da falência. O lado B do futebol aparentemente sem defeitos da Europa assusta mais ainda diante da crise econômica na Espanha, Portugal, Irlanda e Grécia. O resultado tem sido a venda de estádios, rebaixamento, jogadores sem salários e até o encerramento de atividades.

Um dos casos que está gerando polêmica é o rebaixamento do Iraklis, time de futebol mais antigo da Grécia. Nesta temporada, terminou em uma colocação modesta. Mas, como não tem como pagar suas dívidas, foi punido com o descenso para a 3ª divisão. A exigência faz parte dos novos regulamentos da Uefa.

A crise econômica afastou os torcedores dos estádios gregos. Nesta temporada, o público diminuiu bastante e a federação local foi obrigada a reduzir pela metade o preço das entradas. Mesmo assim, a presença de público no campeonato desabou.

O governo anunciou nesta semana que colocou à venda o estádio Olímpico, construído para os Jogos de 2004. A prefeitura não tem sequer como pagar pela manutenção do local. E também não encontra compradores. Só o teto do estádio custou na época US$ 200 milhões (R$ 314 milhões).

“Dissemos a todos os clubes do país, principalmente os da 2.ª Divisão, que não esperem mais ajuda do governo”, afirmou Panos Bitsaxis, secretário-geral de Esportes da Grécia, durante um evento da Fifa. “Em alguns casos, jogos de divisões inferiores já tiveram de ser cancelados porque os clubes não tinham como pagar despesas de viagens.”

Espanha. Na Espanha, com 20% da população desempregada, a situação não é muito diferente. Na 2.ª Divisão, pelo menos cinco times eram patrocinados por empresas de construção. Quando a bolha imobiliária explodiu, há dois anos, essas empresas quebraram. Agora, são os clubes que estão ameaçados.

No total, somam dívida de US$ 800 milhões (R$ 1,2 bilhão) em impostos, com rombo de US$ 4,5 bilhões (R$ 7 bilhões). Um dos resultados da crise foi a disputa entre os clubes da 1.ª Divisão por distribuição mais equilibrada da renda de TV. Hoje, o Barcelona e o Real Madrid ficam com 50% .

O caso do Rayo Vallecano é emblemático. O time conseguiu subir para a 1.ª Divisão neste ano, mas os seus jogadores ficaram quatro meses sem receber salários. Ao final da temporada, o clube se desfez de nove de seus 20 atletas das categorias de base para pagar as contas, incluindo três garotos de apenas 12 anos.

Em Portugal, outro país que pediu socorro ao FMI, o futebol também sofre com a crise. Os três grandes clubes do país, Benfica, Porto e Sporting têm dívida de 772 euros (R$ 1,7 bilhão). Com a queda de salários, a temporada viu 40 mil torcedores a menos.

O Benfica sofreu redução de 32% na renda com bilheteria e o Porto, campeão nacional e da Liga Europa, não conseguiu encher nem metade de seu estádio. Pequenos clubes, como o Portimonense, começam a fechar.

Na Irlanda, também resgatada pelo FMI, o futebol não ficou isento. Alguns dos clubes fecharam as portas, entre eles o Fingal, criado em 2007. Em 2009, chegou à 1ª Divisão e conquistou o título da Copa da Irlanda. Mas ficou sem os empréstimos depois que o banco com o qual trabalhava quebrou. O maior acionista também faliu. Tradicionais times, como o Shelbourne e o Cork City, também foram rebaixados por conta de suas dívidas.

“A partir de 2013, nosso objetivo é ter uma região do mundo onde clubes sabem como vão pagar as contas. Só assim não teremos uma Europa dividida. De um lado com grandes clubes cada vez mais ricos. De outro, times que apenas lutam para sobreviver e sequer pensam em conquistar campeonatos”, declarou Gianni Infantini, secretário-geral da Uefa.

Entidade enfrenta novo escândalo

Jamil Chade – O Estado de S.Paulo

GENEBRA

A Fifa pediu ao ex-secretário de Estado norte-americano, Henry Kissinger, que lidere o processo de reforma na entidade. Em meio a mais um escândalo, Kissinger – acusado por grupos ativistas por apoiar as ditaduras latino-americanas nos anos 70 – disse estar considerando o convite.

A nova polêmica foi revelada ontem: o jornal britânico Sunday Times divulgou documentos da candidatura do Catar para sediar a Copa de 2022 onde organizadores teriam oferecido US$ 70 milhões aos endividados clubes argentinos. Em troca, Julio Grondona, vice-presidente da Fifa, votaria pelo país, como acabou fazendo.

Organizadores do Mundial de 2022 confirmaram a existência dos documentos e federações de diversos países pressionam para que a Fifa reabra a escolha da sede de 2022. Jérome Valcke, secretário-geral da Fifa e homem forte da Copa no Brasil, também pode acabar caindo. Em um e-mail, ele confirmou que o Catar teria “comprado” o Mundial.

O presidente da entidade, Joseph Blatter – eleito para seu quarto mandato na semana passada -, diz que tomará uma decisão sobre ele nos próximos dias. Também prometeu reformas, ainda que não passem de medidas cosméticas. Entre elas, anunciou a criação de um Comitê de Soluções, sem dar explicação sobre quais problemas teria de solucionar e nem como.

Por Cleber Aguiar – Futebol Feminino ( Do terrão à seleção )

Fonte: Folha de São Paulo

Garotas que tentam se firmar no futebol encaram falta de apoio e amadorismo até na seleção

Gabo Morales – 29.mai.11/Folhapress

Lorena (à dir.), 20, joga em peneira para o time feminino do Santos

LUCAS REIS
ENVIADO ESPECIAL A SANTOS

Domingo, 9h da manhã. Dezenas de meninas entre 18 e 20 anos se aglomeram no portão do CT Meninos da Vila, em Santos.
Ser jogador de futebol no Brasil é difícil. Jogadora, então, é uma batalha diária.
No país que tem o esporte como a esperança de muitos garotos pobres, as dificuldades encontradas pelas meninas jogadoras para vencer em um universo machista ainda são muito grandes.
Falta de estrutura e profissionalismo, campeonatos desinteressantes ao público em geral, pouco investimento e visibilidade moldam o futebol feminino no Brasil.
E, mesmo assim, a quantidade de meninas, adolescentes e jovens, que buscam a sorte nos gramados do país só faz aumentar.
A Folha acompanhou uma peneira no Santos, conversou com atletas, clubes e até com o técnico da seleção brasileira, Kleiton Lima, sobre esse vestibular feminino.
No Santos, 146 meninas se inscreveram. Destas, apenas 17 eram da própria cidade. E 25, de outros Estados. E somente “duas ou três” seriam selecionadas para treinar no clube em fase de experiência.
“O que acontece é uma loucura. As meninas que jogam futebol no Brasil são lutadoras, batalhadoras. Elas nos procuram, buscam o espaço delas”, disse Modesto Roma, supervisor do futebol feminino do Bangu, que tem cinco atletas na pré-lista das convocadas para o Mundial da Alemanha, que começa no fim deste mês.
A loucura se chama falta de profissionalismo.
Mesmo em clubes como o Santos, grande vitrine no país, o futebol feminino ainda é uma modalidade amadora. Pouquíssimos clubes podem pagar salários para suas atletas -e, quando o fazem, muitas vezes trata-se apenas de ajuda de custo.
Não há um Campeonato Brasileiro. A Copa do Brasil quase não tem visibilidade, e os Estaduais são famosos pela desigualdade -é comum ver placares como 15 a 0.
Alguns times femininos são administrados por municípios, como a Ferroviária, que é mantida pela Fundesport, ligada à Prefeitura de Araraquara (273 km a noroeste de São Paulo).
“As próprias meninas indicam outras garotas”, disse Danilo dos Santos, diretor da equipe feminina que custa cerca de R$ 25 mil mensais à fundação, para se manter.
Há muitas incertezas também. O Flamengo, por exemplo, anunciou com muita pompa seu time feminino. Poucos meses depois, esqueceu-se de inscrever a equipe no Estadual do Rio.
Com tantas dificuldades, sem campeonatos fortes e até mesmo agentes, onde encontrar novos talentos?
“A gente fica de olho até na rua, nas praias, quadras, ou seja, em qualquer lugar onde existe um grupo de meninas jogando bola”, diz o treinador Kleiton Lima.
E nem sua seleção, favorita ao título do Mundial na Alemanha e que tem Marta, a melhor do mundo, escapa de respingos mambembes.
Duas jogadoras pré-convocadas, Renata e Formiga, estão sem clube. Elas podem ser campeãs na Europa, ganhar o mundo, mas têm o presente e o futuro incertos.

ICFUT – Despedida de Ronaldo !

Fonte: Diário do Comércio SP

Nunca mais

Foram mais de 17 anos de uma relação que começou em novembro de 1993 e, entre outros frutos, rendeu quatro Copas  do Mundo disputadas e duas conquistadas, além de muitos gols. Nesta terça-feira, dia 7, a partir das 21h50, no Pacaembu, Ronaldo Luís Nazário de Lima, o Fenômeno, vestirá pela última vez a camisa da Seleção Brasileira. O adversário será a Romênia, em um amistoso para o qual o preço dos ingressos varia entre 140 e  800 reais. O último jogo da Seleção no Pacaembu também marcou a despedida de um ídolo: Romário, na vitória por 3 a 0 sobre a Guatemala, em 2004, com um dos gols marcado pelo homenageado.

Aos 34 anos, Ronaldo (que em fevereiro resolveu parar de jogar por seu último clube, o Corinthians) deve entrar em campo aos 30 minutos de jogo e participar da partida até o final do primeiro tempo. No intervalo, receberá homenagens no gramado. “Vamos dar o carinho que ele merece em seus últimos minutos com a camisa da Seleção Brasileira”, pediu o técnico Mano Menezes.

Ronaldo  já vive a expectativa de sua despedida. Entrevistado por Galvão Bueno para o programa Esporte Espetacular, da Rede Globo, ele declarou, em tom de brincadeira: “Vou pedir para a molecada colocar uma correria lá na frente, para o Neymar cair na área ou perto dela. Seria fantástico se fizesse gol, a festa seria completa. Mas independente disso a festa já é importante. Tive muito orgulho em vestir esta camisa”.

O jogador  participará apenas da parte mais fácil da preparação do Brasil para o amistoso. Nesta segunda, disputará somente o rachão ao final da parte tática. A movimentação será realizada à tarde no próprio Pacaembu. Assim, Mano Menezes irá comandar seus 23 convocados sem a presença de Ronaldo no coletivo. Ele só irá se misturar no recreativo descontraído que fecha os treinos nas vésperas dos amistosos.

Para o goleiro Victor, titular contra os romenos devido à ausência do poupado Júlio César, tal privilégio é mais do que justo. “O Ronaldo não precisa treinar, a gente corre por ele lá dentro de campo. Mesmo sem treinar ele tem muita qualidade”, elogiou o goleiro.

O Fenômeno esteve no CT do Corinthians neste domingo (5), mas não se exercitou com a seleção. Ele cumprimentou os jogadores no vestiário e depois foi para o campo com roupa de passeio. Ficou sentado no banco de reservas e conversou com integrantes da comissão técnica. “Ele disse que treinou nas últimas duas semanas, mas eu não vi. O importante é que um jogo de festa para o Ronaldo, uma partida com significado especial”, emendou Victor.

Pelo Twitter, nos últimos dias, o jogador tem comentado mais sobre os compromissos comerciais que cercam o evento que propriamente sobre a partida. “Parece uma festa mas não é!”, postou ele. “Pausa pra jantar e voltar para terminar o trampo.” Esta segunda-feira (6) também será um dia cheio. Logo após o almoço, com uniforme especial para não desapontar a CBF, ele receberá uma homenagem da entidade pelos serviços prestados. À tarde, participará do  rachão no Pacaembu. E ainda será homenageado em evento de um dos patrocinadores da seleção, no Museu do Futebol, que fica no  próprio estádio. Por fim, fecha a noite no programa Bem Amigos, do SporTV.

Neste domingo, também via Twitter, Ronaldo  postou uma foto onde aparecia ao lado de Elias, Elano, Lúcio, Robinho, André Santos e Neymar, com os dizeres: “Tô mal acompanhado?” Uma hora depois, comentou: “Tô aqui assistindo o treino da Seleção. E quem quiser assistir entre no http://www.cbf.com.br”.

A seleção da Romênia ficou sem técnico pouco antes do amistoso contra o Brasil. No sábado (4), Razvan Lucescu se demitiu do cargo, depois de comandar a equipe na vitória por 3 a 0 sobre a Bósnia, na última sexta, em duelo válido pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2012. Na partida de terça-feira, o cargo será ocupado interinamente pelos antigos auxiliares Emil Sandoi e Stefan Iovan. Os romenos viajaram na noite de sábado para a América do Sul, onde também disputarão um amistoso contra o Paraguai no dia 11 de junho.

Por Cleber Aguiar – No gramado, a disputa pelos uniformes

Fonte: Valor Online

Chico Santos | Do Rio

Messi, do Barcelona, celebra gol marcado contra o Manchester United na final da Copa dos Campeões em 28 de maio

No sábado dia 28 de maio centenas de milhões de telespectadores, além de quase 90 mil privilegiados que estavam no estádio de Wembley, em Londres, assistiram maravilhados a aula de futebol de Messi e companhia na vitória de 3 a 1 do espanhol Barcelona sobre o inglês Manchester United na final da Copa dos Campeões da Europa. Em comum, os uniformes dos 22 atletas em campo ostentavam no peito a asa estilizada que simboliza a americana Nike, uma das maiores fabricantes de material esportivo do mundo.

 

 

 

ICFUT – Rosenery a fogueteira, morre !

Fonte: EBand

Rosenery Mello, a “Fogueteira do Maracanã”, tem morte cerebral

Rosenery chegou a ser detida pela polícia em 1989, mas foi solta. Logo depois, posou para a Playboy Rosenery chegou a ser detida pela polícia em 1989, mas foi solta. Logo depois, posou para a Playboy

Da Redação

esporte@eband.com.br

Rosenery Mello do Nascimento, que ficou conhecida como a “Fogueteira do Maracanã”, teve morte cerebral neste sábado, após sofrer um aneurisma. Os médicos do Hospital Naval Marcílio Dias, no Rio de Janeiro, tentaram realizar uma operação, mas ela não resistiu. Rosenery tinha 45 anos e deixa três filhos.

Ela se tornou famosa após o polêmico jogo entre Brasil e Chile, no dia 3 de setembro de 1989, no Maracanã, pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 1990. A Seleção vencia por 1 a 0 quando Rosenery atirou o um sinalizador para o campo, que caiu próximo ao goleiro Rojas, sem atingir o arqueiro. Ao ver a chama, o chileno se jogou ao chão, alegando ter sido atingido. O jogo acabou aos 24 minutos da etapa final, com o time do Chile deixando o campo com Rojas sangrando.

Rosenery chegou a ser detida pela polícia, mas foi solta pouco depois e, com a fama, posou para a revista Playboy.

Imagens divulgadas confirmaram que o caso não passou de encenação de Rojas. O goleiro usou uma lâmina para cortar o próprio supercílio, sem que o ferimento tivesse sido causado pelo sinalizador.

Com a armação desvendada, o capitão do time, Fernando Astengo, a Federação Chilena foi suspensa por quatro anos. A seleção do país ficou fora da Copa de 1994, por não ter disputado as eliminatórias para o Mundial dos EUA. Rojas, o técnico Osvaldo Aravena, o médico Daniel Rodríguez e o dirigente Sergio Stoppel foram banidos do futebol.

Rojas, porém, voltaria a trabalhar no futebol após receber a anistia em 2001, passando a atuar como preparador do São Paulo. Posteriormente, chegou a ocupar interinamente o cargo de treinador do time do Morumbi.

Veja video  do Caso !

Por Cleber Aguiar – O Milagreiro do Penãrol !

Fonte: Folha de São Paulo

Milagreiro

Técnico do Peñarol, autor do gol mais dramático da Libertadores, é o símbolo maior da equipe que surpreende com futebol simples, camisa e mística

RODRIGO BUENO
DE SÃO PAULO

Faltavam 15 segundos para o fim da prorrogação em Santiago. O Peñarol não conseguia fazer o gol que precisava para ser campeão.
A torcida do América de Cali cantava “é campeão”, reservas colombianos festejavam, o placar mostrava que o fim já estava perto.
Diego Aguirre recebeu então uma bola desesperada na entrada da área, arrancou e bateu cruzado. A bola, milagrosamente, entrou. O Peñarol conquistou assim seu último título da Libertadores, em 1987. E volta a uma final da nobre competição, milagrosamente, com Diego Aguirre.
O herói do pentacampeonato continental aurinegro é o herói do eventual hexa do Peñarol. O treinador do adversário do Santos ajudou seu clube a sair de uma fila de sete anos sem títulos no Uruguai. Chegou à Libertadores sem muita pretensão.
Classificou a equipe num dos grupos mais difíceis da disputa, o que tinha LDU e dois argentinos (Independiente e Godoy Cruz).
No mata-mata, decidiu sempre fora contra rivais mais técnicos e favoritos: Inter, Universidad Católica e Vélez Sarsfield. Eliminou todos com sofrimento. Anteontem, perdeu de 2 a 1 do Vélez, que desperdiçou um pênalti.
Símbolo da ressurreição recente do futebol uruguaio, o Peñarol não tem grandes estrelas. Martinuccio, meia- -atacante pretendido pelo Palmeiras, e Olivera, um bom atacante, são as figuras mais destacadas em campo.
As armas maiores do Peñarol, no entanto, são sua mística e sua enlouquecida torcida, que lançou nesta Libertadores no estádio Centenario a maior bandeira do mundo.
Diego Aguirre, apelidado de “A Fera”, berra e gesticula como quando era jogador ainda. Ele é a conexão entre o passado glorioso do Peñarol e o presente de sonho.
“Sinto uma felicidade muito grande. Quando acabou a partida, foi algo incrível. Devemos desfrutar muito disso. Chegar a uma final da América, com todas as dificuldades que temos no Uruguai, e competir em tão alto nível faz com que tudo isso tenha cara de façanha”, disse Aguirre.
Para ele, o fato de o Santos ser o rival agora torna ainda mais épica sua campanha.
“Pensar em Peñarol e Santos jogando uma final de América é o máximo. Creio que valoriza muito o torneio. Vão ser reeditados aqueles duelos do grande time de Pelé e de todos os monstros que o Peñarol tinha na época.”
O milagre este ano já veio. “O elenco se formou há só quatro meses. É algo extraordinário”, afirmou Aguirre.

ICFUT – Brasileirão Série A – 2011

Destaque da Rodada

Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Corinthians-SP 7 3 2 1 0 5 3 2 77.8
2  Palmeiras-SP 7 3 2 1 0 3 1 2 77.8
3  Atlético-MG 6 2 2 0 0 6 1 5 100.0
4  São Paulo-SP 6 2 2 0 0 3 0 3 100.0
5  Grêmio-RS 6 3 2 0 1 4 2 2 66.7
6  Figueirense-SC 6 3 2 0 1 3 1 2 66.7
7  Vasco da Gama-RJ 6 3 2 0 1 7 6 1 66.7
8  Fluminense-RJ 6 3 2 0 1 3 3 0 66.7
9  Flamengo-RJ 5 3 1 2 0 8 4 4 55.6
10  Internacional-RS 4 3 1 1 1 5 4 1 44.4
11  Santos-SP 4 3 1 1 1 4 3 1 44.4
12  Botafogo-RJ 4 3 1 1 1 3 3 0 44.4
13  Ceará-CE 4 3 1 1 1 4 5 -1 44.4
14  Coritiba-PR 3 3 1 0 2 6 4 2 33.3
15  Atlético-GO 3 3 1 0 2 1 3 -2 33.3
16  América-MG 3 3 1 0 2 4 8 -4 33.3
17  Cruzeiro-MG 1 3 0 1 2 2 4 -2 11.1
18  Bahia-BA 1 3 0 1 2 4 7 -3 11.1
19  Atlético-PR 0 3 0 0 3 0 5 -5 0.0
20  Avaí-SC 0 3 0 0 3 2 10 -8 0.0

Artilharia

3 GOLS
Coritiba – Anderson Aquino
Vasco – Bernardo

2 GOLS
América-MG – Alessandro e Rodriguinho
Atlético-MG – Leonardo Silva e Magno Alves
Bahia – Jóbson
Cruzeiro – Anselmo Ramon
Flamengo – Botinelli e Ronaldinho Gaúcho
Fluminense – Rafael Moura
Grêmio – Júnior Viçosa
Internacional – Oscar
Santos – Borges
São Paulo – Lucas
Vasco – Elton

1 GOL
Atlético-GO – Marcão
Atlético-MG – Réver e Toró
Avaí – Fábio Santos e Mauricio Alves
Bahia – Lulinha e Souza
Botafogo – Antônio Carlos, Elkeson e Fábio Ferreira
Ceará – Cleber, Iarley, Michel e Osvaldo
Corinthians – Chicão, Danilo, Liedson, Paulinho e Willian
Coritiba – Leonardo, Maranhão e Tcheco
Figueirense – Edson Silva e Héber
Flamengo – Diego Mauricio, Egídio, Renato Abreu e Thiago Neves
Fluminense – Leandro Euzébio
Grêmio – Douglas
Internacional – Cavenaghi, D’Alessandro e Zé Roberto
Palmeiras – Chico, Kleber e Luan
Santos – Keirrison e Rychely
São Paulo – Dagoberto
Vasco – Enrico e Jeferson

GOLS CONTRA
Atlético-PR –
Rafael Santos (para o Grêmio)
Cruzeiro
– Marquinhos Paraná (para o Figueirense)

3ª RODADA
4/06 – 18h30 Palmeiras-SP 1 x 0 Atlético-PR
4/06 – 18h30 Fluminense-RJ 2 x 1 Cruzeiro-MG
4/06 – 18h30 Ceará-CE 2 x 2 Botafogo-RJ
4/06 – 21h00 Figueirense-SC 2 x 0 Atlético-GO
5/06 – 16h00 Grêmio-RS 2 x 0 Bahia-BA
5/06 – 16h00 Flamengo-RJ 1 x 1 Corinthians-SP
5/06 – 16h00 Coritiba-PR 5 x 1 Vasco da Gama-RJ
5/06 – 18h30 Santos-SP 3 x 1 Avaí-SC
5/06 – 18h30 América-MG 2 x 4 Internacional-RS
8/06 – 21h50 Atlético-MG x São Paulo-SP
4ª RODADA
11/06 – 18h30 Avaí-SC x América-MG
11/06 – 18h30 São Paulo-SP x Grêmio-RS
11/06 – 18h30 Cruzeiro-MG x Santos-SP
11/06 – 21h00 Vasco da Gama-RJ x Figueirense-SC
12/06 – 16h00 Atlético-GO x Ceará-CE
12/06 – 16h00 Corinthians-SP x Fluminense-RJ
12/06 – 16h00 Internacional-RS x Palmeiras-SP
12/06 – 16h00 Bahia-BA x Atlético-MG
12/06 – 18h30 Atlético-PR x Flamengo-RJ
12/06 – 18h30 Botafogo-RJ x Coritiba-PR

ICFUT – Brasileirão Série B – 2011

Destaque da Rodada

Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1  Sport-PE 7 3 2 1 0 3 1 2 77.8
2  Ponte Preta-SP 6 3 2 0 1 10 4 6 66.7
3  Goiás-GO 6 3 2 0 1 5 2 3 66.7
4  Salgueiro-PE 5 3 1 2 0 4 2 2 55.6
5  ABC-RN 5 3 1 2 0 5 4 1 55.6
6  Criciúma-SC 5 3 1 2 0 4 3 1 55.6
7  Guarani-SP 5 3 1 2 0 4 3 1 55.6
8  Portuguesa-SP 4 3 1 1 1 7 4 3 44.4
9  Ituiutaba-MG 4 3 1 1 1 3 2 1 44.4
10  Vila Nova-GO 4 3 1 1 1 3 2 1 44.4
11  Americana-SP 4 3 1 1 1 3 3 0 44.4
12  Paraná-PR 4 3 1 1 1 3 3 0 44.4
13  São Caetano-SP 4 3 1 1 1 3 4 -1 44.4
14  Náutico-PE 4 3 1 1 1 1 4 -3 44.4
15  Gremio Barueri-SP 3 3 1 0 2 3 4 -1 33.3
16  Icasa-CE 3 3 1 0 2 4 6 -2 33.3
17  Vitória-BA 3 3 1 0 2 2 4 -2 33.3
18  ASA-AL 3 3 1 0 2 3 10 -7 33.3
19  Bragantino-SP 1 3 0 1 2 4 6 -2 11.1
20  Duque de Caxias-RJ 1 3 0 1 2 2 5 -3 11.

Artilharia

4 GOLS
Ponte Preta – Ricardo de Jesus

3 GOLS
ABC – Elionar Bombinha
Goiás – Guto
Icasa –
Ribinha


2 GOLS
ABC –
Cascata
Criciúma –
Pirão

Guarani – Fernandão
Ituiutaba – Paulão
Ponte Preta – Josimar e Uendel
Portuguesa – Henrique
Salgueiro – Fagner
São Caetano – Eduardo

1 GOL
ABC – Elionar Bombinha
Americana –
André Luiz, Rafael Chorão e Reinaldo
ASA –
Alexsandro, Didira e Sérgio Bueno
Bragantino –
Bruno, Bruno Iotti, Júnior Lopes e Luis Mário

Criciúma – Pedro Carmona e Schwenck
Duque de Caxias – Galvão e Somália
Goiás –
Diniz e Rafael Tolói

Grêmio Barueri – Alex Lima, Eraldo e Pedrão
Guarani – Fabinho, Jefferson Luis
Icasa – Fábio Lopes
Ituiutaba –
Marco Antônio

Náutico – Eduardo Ramos
Paraná –
Kelvin, Léo e Wellington
Ponte Preta –
Ferrón e Renatinho

Portuguesa – Ananias, Guilherme, Marco Antonio e Rogério
Salgueiro – Cleber
São Caetano – Artur
Sport – Daniel Paulista, Marcelinho Paraíba e Paulista
Vila Nova – Augusto, Gil e Luiz Fernando
Vitória – Neto Baiano e Geovanni

GOLS CONTRA
Náutico –
Jorge Felipe (para a Portuguesa)
São Caetano
– Bruno Recife (para o Salgueiro)

3ª RODADA
31/05 – 21h00 Sport-PE 1 x 0 Gremio Barueri-SP
31/05 – 21h00 Goiás-GO 4 x 1 ASA-AL
3/06 – 21h00 Portuguesa-SP 2 x 3 ABC-RN
3/06 – 21h00 Bragantino-SP 1 x 2 São Caetano-SP
3/06 – 21h00 Vitória-BA 0 x 1 Guarani-SP
4/06 – 16h20 Criciúma-SC 0 x 0 Náutico-PE
4/06 – 16h20 Americana-SP 1 x 0 Paraná-PR
4/06 – 16h20 Ponte Preta-SP 4 x 1 Icasa-CE
4/06 – 16h20 Salgueiro-PE 2 x 0 Duque de Caxias-RJ
4/06 – 21h00 Ituiutaba-MG 0 x 0 Vila Nova-GO
4ª RODADA
7/06 – 21h00 São Caetano-SP x Ponte Preta-SP
7/06 – 21h00 ABC-RN x Goiás-GO
10/06 – 21h00 Paraná-PR x Salgueiro-PE
10/06 – 21h00 Duque de Caxias-RJ x Vitória-BA
10/06 – 21h00 Guarani-SP x Ituiutaba-MG
11/06 – 16h20 ASA-AL x Sport-PE
11/06 – 16h20 Náutico-PE x Bragantino-SP
11/06 – 16h20 Vila Nova-GO x Criciúma-SC
11/06 – 16h20 Gremio Barueri-SP x Portuguesa-SP
11/06 – 21h00 Icasa-CE x Americana-SP

Por Eder – Corinthians empata fora de casa e perde chance de se isolar na liderança

No primeiro tempo o Corinthians mostrou sua superioridade sobre o time do Flamengo , e o gol saiu aos 19 minutos, em uma jogada no fundo de linha de Welder , que estreio hoje já que Alessandro se machucou na última partida contra o Coritiba . O juiz Heber não marcou diversas faltas a favor do Corinthians e quando marcou esqueceu de mostrar o cartão amarelo para o jogador do outro time mas não exitou em mostrar o cartão amarelo para Liédson, o Flamengo só teve uma real possibilidade de gol, logo após o juiz ter marcado uma falta que não existiu em Ronaldinho Gaúcho, que passou o primeiro tempo inteiro reclamando do juiz ou dos companheiros, na jogada da falta Ronaldinho ao perceber que vai perder a bola põe a mão na frente do Fabio Santos e em seguida chuta a perna do jogador do Corinthians cavando uma falta que não existiu e o juiz entra na dele como já era de se esperar ,jogar futebol? esquece Ronaldinho não consegue faz um tempo, então Renato empatou para o Flamengo com um gol de falta que não existiu. Mas não tem problema, se toda vez formos reclamar de lances polêmicos contra o Corinthians vamos nos cansar, é melhor só lembrar dos lances a favor, já estamos acostumados em lembrar apenas deles, porque chama mais atenção e mais audiência, deve ser mais ou menos isso.

No segundo tempo apesar jogar melhor o Flamengo não ameaçou tanto , Ronaldinho em seu único lance do jogo mandou a bola na trave , mas de qualquer maneira se fosse em direção ao gol com certeza o Julio César pegaria aquela bola, pois estava no lance.

O Flamengo não é um time que vai lutar pelo título, a não ser que Ronaldinho, sua principal estrela volte a jogar futebol, se ele continuar violento do jeito que está, resmungão, não precisa continuar ocupando espaço no time, no geral o time não é tão ruim , só não jogou mais porque o Corinthians se impôs no jogo.

O Corinthians é um time que está se entrosando , o jogador Emerson Sheik mostrou que é um bom jogador comparado ao Dentinho que foi embora. Com a formação de três atacantes onde Jorge Henrique e Willian marcam os laterais o time está bastante ofensivo e compacto na marcação se continuar com esse bom entrosamento o time pode conseguir no mínimo a vaga para a Santander Libertadores de 2012.

O próximo jogo será dia 12  domingo as 16 horas contra o Fluminense no Pacaembu. O Corinthians não terá Chicão que tomou o terceiro cartão amarelo , Alessandro machucado , Jorge Henrique e Liédson são dúvidas.