Por Cleber Aguiar – Clubes brasileiros vendem menos e arrecadam mais com patrocínios

Fonte: Globo.com

Diminuição de arrecadação com a venda de jogadores sofre retração pelo terceiro ano consecutivo. Fatia com patrocínios pula de 14% para 17%

Por GLOBOESPORTE.COM Rio de Janeiro

A cada ano que passa, o hábito de vender jogadores vem perdendo espaço na gestão dos clubes brasileiros. De acordo com a auditoria da BDO RCS, a prática diminuiu pelo terceiro ano consecutivo e significa, agora, apenas 15% das receitas. Por outro lado, arrecadar com patrocínio e publicidade está ficando mais importante. Essa parcela, que em 2009 representava 14% das receitas, pulou para 17%. As cotas de televisão continuam em primeiro lugar no ranking, mas mantendo o percentual: 28%.

balanço BDO participação das Fontes (Foto: Divulgação)Gráfico da empresa BDO RCS compara fontes de receita dos clubes em 2009 e 2010 (Imagem: divulgação)

Em 2009, a queda da arrecadação com a venda de jogadores foi resultado, segundo a BDO RCS, da crise econômica na Europa. Entretanto, em 2010 já existem outros motivos que contribuem para isso.

– É uma soma de fatores. A Europa sofre com a desaceleração de um mercado em crise. Mas vender jogadores também ficou menos atrativo por causa dos fundos de investimento (os clubes negociam parte de seus jogadores para eles). O dólar também está mais barato. A gente percebeu que em 2009 era só a crise, mas em 2010 teve outros fatores. Os clubes também passaram a investir, trazer jogadores de nome – explicou Amir Somoggi, diretor da área Esporte Total da BDO.

As maiores fatias dessa pizza são as receitas com TV e publicidade, dominadas principalmente pelos quatro grandes de São Paulo e o Flamengo. O Corinthians, por exemplo, lidera os dois quesitos no país. Só com cotas de TV, saltou de R$ 29 milhões arrecadados em 2009 para R$ 55 milhões em 2010.

Para quem acha que os clubes brasileiros já exploraram tudo o que tinha para ser explorado no que diz respeito a patrocínio e publicidade, Somoggi avisa que não é bem por aí. A BDO apresenta uma previsão de arrecadação nos próximos anos, com o montante podendo chegar a R$ 1,094 bilhão em 2014, ano da Copa do Mundo no Brasil, contra os R$ 565 milhões alcançados em 2010.

– No Brasil, mais de 90% dos homens acompanham futebol de alguma forma na mídia. As empresas sabem que investir no futebol é um porto seguro. Os números podem crescer ainda mais se os clubes passarem a investir em novas alternativas de marketing. Eles precisam aprender o que é o marketing esportivo, ser mais ambiciosos, diversificar mais as ações. Há uma gama enorme de operações que podem ser feitas neste setor e que devem ser mais bem exploradas – disse Amir Somoggi.

balanço BDO Patrocíno / Publicidade e Transferência de atletas 3 (Foto: Divulgação)Flamengo e Palmeiras passaram a arrecadar mais com patrocínio e publicidade (Imagem: divulgação)

Somoggi aponta três pontos para serem melhor explorados: em relação aos estádios, os clubes devem deixar de viver da venda dos ingressos e começar a enxergar os jogos como uma real oportunidade para alavancar as receitas com bares, restaurantes, camarotes, venda de produtos, etc. Na Europa, essa receita mais ampla se chama matchday revenue; o marketing precisa deixar de viver da negociação de contratos de patrocínio e alavancar a marca do clube, através de mais ações, projetos de ativação com patrocinadores, etc; e as diretorias têm que perceber que todo o negócio depende muito do relacionamento estreito e contínuo com o torcedor. O futuro do marketing dos clubes depende diretamente de uma respeito maior a eles, que devem ser tratados como verdadeiros clientes.

Há também quem sobreviva, e muito bem, sem contar com os pomposos patrocínios que os clubes de São Paulo e Rio conseguem. O Internacional, segundo clube brasileiro que mais arrecadou no ano passado, é o que mais ganha dinheiro com sócios. Entretanto, a BDO RCS diz que o Colorado precisa continuar investindo nessa área para não ficar para trás.

Em 2010, por exemplo, o Inter teria menos receita do que em 2009 se não fosse a venda do estádio dos Eucaliptos.

– Como não tem maior publicidade, maior bilheteria, o Internacional tem que transformar os R$ 39 milhões ganhos com os sócios em R$ 80 milhões para poder crescer ainda mais. O modelo a seguir é o do Manchester United, que também não tem a maior torcida na Inglaterra e mesmo assim consegue as maiores receitas. Tem que investir no torcedor, nos serviços e campanhas para eles.

Entre os grandes clubes, o Vasco não aparece nos gráficos apresentados por não divulgar em seu balanço anual a divisão detalhada das fontes de receita.

balanço BDO Cotas TV / Bilheteria / Amador / Outras (Foto: Divulgação)Corinthians e Santos deram salto em cotas de TV e bilheteria, respectivamente (Foto: Divulgação)

Por Cleber Aguiar – Patricia viaja para trazer Diego Forlán !

Fonte: O Dia Online

Patricia Amorim vai à Espanha para tentar contratar Forlán

Rio – O Flamengo vai ao mercado para encontrar peças para reforçar o time na disputa do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, a imprensa espanhola revelou que a presidente Patricia Amorim irá à Europa para tentar a contratação do atacante uruguaio, Diego Forlán, do Atlético de Madrid.

De acordo com as informações da imprensa espanhola, a negociação não será simples, muito em função dos altos salários pretendidos pelo atleta. Estima-se que o atacante tem vencimentos mensais em torno de R$ 1 milhão.

Outro motivo que pode prejudicar o acerto com o clube carioca é a intensa concorrência de times europeus. O Barcelona acena com o interesse em contratar o atleta, a fim de compor o elenco catalão. Na Inglaterra, o Tottenham aparece como pretendente.

Diego Forlán, de 34 anos, foi o artilheiro e melhor jogador da Copa do Mundo de 2010. Atualmente, o uruguaio amarga o banco de reservas no time de Quique Flores, com quem não usufrui de bom relacionamento.

Na última segunda-feira, Patrícia Amorim, em entrevista ao jornal francês L’Équipe revelou em tom divertido que o Flamengo mira alguns atletas do mercado europeu, entre eles: Forlán, Seedorf, Malouda e Vagner Love.

ICFUT – Atriz Global visita casa de Cristiano Ronaldo !

Fonte: Futebolinterior.com.br

Carolina Dieckmann visita casa de Cristiano Ronaldo e elogia: “Um fofo!”

A atriz de 32 anos só lamentou não ter podido levar seu filho Davi ao encontro

Foto de divulgação da Clear

Campinas, SP, 12 (AFI) – A atriz global Carolina Dieckmann vai estrelar uma campanha publicitária da marca Clear, da Unilever, ao lado do craque do Real Madrid Cristiano Ronaldo. Para conhecer seu novo “parceiro de cena” a musa fez uma visita em sua casa, em Madri (Espanha).

E pelas declarações da bela loira o encontro foi aprovado. Carolina rasgou elogios ao jogador da seleção portuguesa. “Que fofo o Cristiano Ronaldo. Me recebeu na casa dele, me mostrou todos os prêmios que ganhou… Amei!”, postou no Twitter.

A atriz de 32 anos só lamentou não ter podido levar seu filho Davi ao encontro. Ela revelou que o garoto é fã de Cristiano Ronaldo. No entanto, ele não ficou sem uma recordação. O craque deu uma camisa do Real autografada.

A musa também esteve em um camarote no Estádio Santiago Bernabeu para assistir a goleada do clube merengue sobre o Getafe, por 4 a 0, nesta quarta-feira. Já o craque, além de embolsar R$ 20 milhões pela campanha publicitária, elogiou a atuação de Carol como atriz, revelando ter assistido novelas da moça que passam em Portugal.

Por Eder – Alex está próximo de acertar com o Corinthians

Fonte Agência: CORINTHIANS

O meia Alex, jogador do Spartak Moscou, está perto de se tornar atleta do Corinthians. Para tanto, faltam apenas a realização de exames médicos e a assinatura do contrato.

Alex se destacou por sua passagem no Internacional de Porto Alegre, time em que ficou de 2004 a 2009, quando trabalhou com Tite, atual técnico do Timão. O meia se tornou ídolo na Rússia, chegando a ser capitão do Spartak Moscou. Além disso, o jogador também disputou quatro partidas pela Seleção Brasileira.

Por Rogerinho – Capergiani é demitido !

Fonte: Globo.com

Carpegiani é demitido; Dorival, Cuca e Ney Franco são os cotados

“Existe a chance de irmos atrás de um técnico empregado”, diz o presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio

Por Marcelo Prado e Sergio Gandolphi São Paulo

Presidente Juvenal Juvêncio no embarque (Foto: Marcelo Prado / GLOBOESPORTE.COM)Juvenal Juvêncio no embarque para São Paulo
(Foto: Marcelo Prado / GLOBOESPORTE.COM)

Paulo César Carpegiani não é mais o técnico do São Paulo. O treinador será comunicado pela diretoria, por telefone, na tarde desta sexta-feira. Ele está em Porto Alegre, sua cidade natal – não quis voltar à capital paulista com o restante do time após a eliminação na Copa do Brasil frente ao Avaí, quinta-feira, em Florianópolis.

O clube deve emitir um comunicado nas próximas horas. No desembarque da delegação em Congonhas, o presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, desconversou quando questionado sobre a saída de Carpegiani, mas, curiosamente, admitiu que já cogita a contratação de um novo treinador.

Ele não falou de nenhum em específico, mas uma fonte ligada à diretoria disse ao Globoesporte.com que Dorival Júnior (Atlético-MG) e Cuca (Cruzeiro) são os preferidos no clube. O segundo, porém, não contaria com a simpatia do goleiro Rogério Ceni. Por isso, Dorival estaria na frente – o comentário no São Paulo é de que “com um caminhão de dinheiro”, é possível tirar Dorival do Atlético-MG. Ney Franco corre por fora.

– Os bons técnicos estão empregados. É assim mesmo. Mas é claro que existe a chance de o São Paulo ir atrás de um técnico empregado. Esta é a lei do futebol, e eu não sou diferente. Sem agir com pressa, esta diretoria sempre teve atitude e agora terá outra vez – disse Juvenal, no desembarque da delegação são-paulina no Aeroporto de Congonhas, na capital paulista, vindo de Florianópolis, onde o time foi eliminado da Copa do Brasil pelo Avaí nesta quinta-feira.

Acho muito difícil o Rivaldo e o Carpegiani continuarem juntos no São Paulo”
Juvenal Juvêncio

Juvenal admitiu que a discussão via imprensa entre Rivaldo e Carpegiani foi a gota d’água para a decisão de demitir o treinador. Entre os dois, o presidente deixou claro que prefere ficar com o veterano meia.

– Acho muito difícil o Rivaldo e o Carpegiani continuarem juntos no São Paulo. Não posso ser cínico. Houve uma discussão pública entre o técnico e o atleta, o que deixa a convivência dos dois mais complicada. A direção vai resolver isso, como sempre fez – disse Juvenal, ainda antes da oficialização da demissão do treinador.

O presidente também demonstrou insatisfação com o fato de Carpegiani ter mantido Rivaldo no banco durante os 90 minutos contra o Avaí. Ao ouvir de um jornalista que o técnico lamentou o fato de o elenco ser muito jovem, Juvenal disparou:

– Tinha um não jovem no banco. Não era eu que tinha que colocá-lo no campo.

Na segunda passagem de Carpegiani pelo São Paulo, foram 38 jogos, com 24 vitórias, quatro empates e dez derrotas. No total, contando com a passagem de 1999, são 106 jogos, 65 vitórias, 13 empates e 28 derrotas. E nenhum título.

Paulo Cesar Carpegiani no treino do São Paulo (Foto: João Neto / VIPCOMM) Carpegiani: demitido após eliminação na Copa do Brasil (Foto: João Neto / VIPCOMM)