ICFUT – Vasco x Atlético-PR – Copa do Brasil 2011

Fonte: Globo.com

Eliminado cinco vezes nas quartas, Atlético-PR quer semifinal inédita

Se vencer na quinta-feira, Furacão chega à semifinal e vence em São Januário pela primeira vez na história

Por Fernando Freire Curitiba

imprimir
Arouca fluminense alan bahia atlético-PR - 09/05/2007 (Foto: Agência Fotocom.net)Em 2007, o Atlético-PR de Alan Bahia perdeu para
o Flu de Arouca (Foto: Agência Fotocom.net)

O Atlético-PR quer quebrar dois tabus na partida de quinta-feira, contra o Vasco. Além de nunca ter vencido em São Januário, o Furacão pode chegar pela primeira vez na história às semifinais da Copa do Brasil. O Furacão, que disputou o torneio nacional em 14 oportunidades, alcançou, no máximo, as quartas de final. Chegou a essa fase em cinco anos, mas foi eliminado por Corinthians, duas vezes, Palmeiras, Botafogo e Fluminense.

A vitória é, portanto, a chance de superar essas duas marcas. Porém, os jogadores deixam os tabus de lado. O meia Branquinho afirmou que quebrá-los será consequência de uma boa atuação.

– Confesso que nós nem estamos pensando em tabu. Estamos pensando em vencer. Isso é consequência da partida. Então, a equipe está focada, não estamos pensando em tabu, estamos pensando em chegar lá e fazer um grande jogo, o jogo da nossa vida, para conseguir a classificação.

Se passar pelo Vasco, o Rubro-Negro paranaense enfrenta o vencedor do duelo entre Avaí e São Paulo. No jogo de ida, no Morumbi, o Tricolor venceu por 1 a 0.

Eduardo Costa é a única dúvida de Gomes para jogo contra o Furacão

Treinador confirma Allan na direita e Bernardo no meio-campo, no lugar de Alecsandro. Diego Souza será a referência do ataque

Por Fred Huber e Rafael Cavalieri Rio de Janeiro

Chaparro e Eduardo Costa Vasco treino (Foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco)Eduardo Costa pode ser titular contra o Furacão
(Foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco)

Ricardo Gomes iniciou sua coletiva sem mistérios. De primeira, confirmou a manutenção de Allan na lateral direita mesmo com a recuperação total de Fagner, antigo titular da posição. Depois não hesitou e também cravou a escalação de Bernardo e não de Elton, como se especulava anteriormente. Mas na hora de confirmar a dupla de volantes, resolveu voltar a fazer mistério. Romulo segue como titular, mas ainda não sabe se terá ao seu lado a companhia de Fellipe Bastos ou Eduardo Costa.

A tendência é que Eduardo volte a ser titular. A mudança traria mais consistência defensiva ao time e deixaria a dupla de armadores, Bernardo e Felipe, com mais liberdade para encostar em Diego Souza, que voltará a realizar o papel de referência já que Alecsandro está suspenso. A formação foi testada ao longo da semana e agradou ao treinador.

– Todas as escolhas que fizemos são em função do adversário. Escolhi o Bernardo. Já fizemos isso em outros jogos e fomos bem. Perde-se de um lado, mas ganha-se de outro. Qualquer escolha tem os dois lados e espero que a gente consiga a classificação. Com o Bernardo temos uma movimentação maior e perdemos a referência – explicou Ricardo Gomes, para depois comentar a disputa no meio-campo.

– O Eduardo Costa tem o mesmo poder de organização do Fellipe Bastos, mas não tem a finalização. Em compensação, tem maior experiência na marcação. Também já jogamos das duas maneiras e vamos escolher a melhor. Não vou revelar tudo também (risos) – brincou.

Quarta-feira de recreativo e pênaltis

Nesta quarta-feira, os jogadores realizaram o tradicional treino recreativo após um aquecimento em animadas rodas de bobinho. Depois do rachão, mais uma vez o grupo treinou cobranças de pênalti. Felipe teve o melhor aproveitamento. Já Bernardo acabou sendo o pior. Dedé foi quem mais cobrou e mostrou bom rendimento também. O camisa 6 afirmou que o treino é importante, mas que o time não pensa em definir a vaga desta maneira.

– Temos de treinar, mas jogo é completamente diferente. Tem emoção e pressão… Vamos fazer de tudo para buscar a classificação nos 90 minutos – disse.

O Vasco enfrenta o Atlético-PR nesta quinta-feira, às 19h30m (de Brasília), em São Januário. O Vasco pode empatar em 0 a 0 ou 1 a 1 que avança à semifinal. Disputa de pênaltis acontece caso um novo 2 a 2 aconteça. Quem passar irá enfrentar o vencedor do confronto São Paulo x Avaí. O Tricolor paulista venceu por 1 a 0 o primeiro jogo, no Morumbi.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s