ICFUT – Vasco x Atlético-PR – Copa do Brasil 2011

Fonte: Globo.com

Eliminado cinco vezes nas quartas, Atlético-PR quer semifinal inédita

Se vencer na quinta-feira, Furacão chega à semifinal e vence em São Januário pela primeira vez na história

Por Fernando Freire Curitiba

imprimir
Arouca fluminense alan bahia atlético-PR - 09/05/2007 (Foto: Agência Fotocom.net)Em 2007, o Atlético-PR de Alan Bahia perdeu para
o Flu de Arouca (Foto: Agência Fotocom.net)

O Atlético-PR quer quebrar dois tabus na partida de quinta-feira, contra o Vasco. Além de nunca ter vencido em São Januário, o Furacão pode chegar pela primeira vez na história às semifinais da Copa do Brasil. O Furacão, que disputou o torneio nacional em 14 oportunidades, alcançou, no máximo, as quartas de final. Chegou a essa fase em cinco anos, mas foi eliminado por Corinthians, duas vezes, Palmeiras, Botafogo e Fluminense.

A vitória é, portanto, a chance de superar essas duas marcas. Porém, os jogadores deixam os tabus de lado. O meia Branquinho afirmou que quebrá-los será consequência de uma boa atuação.

– Confesso que nós nem estamos pensando em tabu. Estamos pensando em vencer. Isso é consequência da partida. Então, a equipe está focada, não estamos pensando em tabu, estamos pensando em chegar lá e fazer um grande jogo, o jogo da nossa vida, para conseguir a classificação.

Se passar pelo Vasco, o Rubro-Negro paranaense enfrenta o vencedor do duelo entre Avaí e São Paulo. No jogo de ida, no Morumbi, o Tricolor venceu por 1 a 0.

Eduardo Costa é a única dúvida de Gomes para jogo contra o Furacão

Treinador confirma Allan na direita e Bernardo no meio-campo, no lugar de Alecsandro. Diego Souza será a referência do ataque

Por Fred Huber e Rafael Cavalieri Rio de Janeiro

Chaparro e Eduardo Costa Vasco treino (Foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco)Eduardo Costa pode ser titular contra o Furacão
(Foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco)

Ricardo Gomes iniciou sua coletiva sem mistérios. De primeira, confirmou a manutenção de Allan na lateral direita mesmo com a recuperação total de Fagner, antigo titular da posição. Depois não hesitou e também cravou a escalação de Bernardo e não de Elton, como se especulava anteriormente. Mas na hora de confirmar a dupla de volantes, resolveu voltar a fazer mistério. Romulo segue como titular, mas ainda não sabe se terá ao seu lado a companhia de Fellipe Bastos ou Eduardo Costa.

A tendência é que Eduardo volte a ser titular. A mudança traria mais consistência defensiva ao time e deixaria a dupla de armadores, Bernardo e Felipe, com mais liberdade para encostar em Diego Souza, que voltará a realizar o papel de referência já que Alecsandro está suspenso. A formação foi testada ao longo da semana e agradou ao treinador.

– Todas as escolhas que fizemos são em função do adversário. Escolhi o Bernardo. Já fizemos isso em outros jogos e fomos bem. Perde-se de um lado, mas ganha-se de outro. Qualquer escolha tem os dois lados e espero que a gente consiga a classificação. Com o Bernardo temos uma movimentação maior e perdemos a referência – explicou Ricardo Gomes, para depois comentar a disputa no meio-campo.

– O Eduardo Costa tem o mesmo poder de organização do Fellipe Bastos, mas não tem a finalização. Em compensação, tem maior experiência na marcação. Também já jogamos das duas maneiras e vamos escolher a melhor. Não vou revelar tudo também (risos) – brincou.

Quarta-feira de recreativo e pênaltis

Nesta quarta-feira, os jogadores realizaram o tradicional treino recreativo após um aquecimento em animadas rodas de bobinho. Depois do rachão, mais uma vez o grupo treinou cobranças de pênalti. Felipe teve o melhor aproveitamento. Já Bernardo acabou sendo o pior. Dedé foi quem mais cobrou e mostrou bom rendimento também. O camisa 6 afirmou que o treino é importante, mas que o time não pensa em definir a vaga desta maneira.

– Temos de treinar, mas jogo é completamente diferente. Tem emoção e pressão… Vamos fazer de tudo para buscar a classificação nos 90 minutos – disse.

O Vasco enfrenta o Atlético-PR nesta quinta-feira, às 19h30m (de Brasília), em São Januário. O Vasco pode empatar em 0 a 0 ou 1 a 1 que avança à semifinal. Disputa de pênaltis acontece caso um novo 2 a 2 aconteça. Quem passar irá enfrentar o vencedor do confronto São Paulo x Avaí. O Tricolor paulista venceu por 1 a 0 o primeiro jogo, no Morumbi.

ICFUT – Serginho ex-BBB e Richarlyson podem está namorando !

Fonte: RD1

Rumores de que ex-BBB está de caso com Richarlyson aumentam


Tornam-se mais fortes os boatos de que o ex-BBB Serginho está de caso com Richarlyson, jogador do Atlético Mineiro.Depois do ex-brother ter postado uma foto no twitter dos dois numa boate, alguns veículos de imprensa dão certo o relacionamento e vários paparazzis juram que já viram os dois juntos mais do que uma vez. Sempre acusado pelo público como homossexual, Richarlyson jamais assumiu ser gay.

ICFUT – Dentinho vai jogar na Ucrânia !

Fonte: Futebolinterior.com.br

Corinthians acerta transferência de Dentinho para o Shaktar Donetsk

Os dirigentes dos dois clubes entraram em um acordo após uma reunião nesta terça-feira

São Paulo, SP, 11 (AFI) – Não vivendo uma boa temporada, o atacante Dentinho (foto) parou de ser o xodó dos torcedores e está praticamente fora do Corinthians. Isso porquê a diretoria alvinegra se reuniu com o Shaktar Donetsk-UCR e praticamente acertou a transferência do jogador. Falta apenas a confirmação oficial.

Os dois clubes chegaram a um acordo verbal na noite desta terça-feira e o anúncio oficial deve acontecer ainda nesta semana. Os valores da negociação ainda não foram revelados, assim como o tempo de contrato do atacante com os ucranianos.Dentinho tinha contrato com o Corinthians até dezembro de 2013 e o clube paulista era dono de 57,5% de seus direitos federativos. O restante é dividido entre o Grupo DIS (22,5%) e o empresário do atacante (20%).

Revelado nas categorias de base do Corinthians, Dentinho foi promovido ao profissional junto com Lulinha, mas acabou se destacando bem mais que seu companheiro, que era tratado como uma jóia no Parque São Jorge. Porém, nunca conseguiu se firmar em nenhum clube. O melhor momento do atacante foi em 2009, quando conquistou o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil, formando o temido trio ofensivo ao lado de Ronaldo Fenômeno e Jorge Henrique.

Porém, Dentinho caiu bastante de produção e passou a conviver com algumas contusões. Em 2011 ele não conseguiu se firmar e chegou a deixar o campo em algumas partidas debaixo de vaias dos torcedores. Neste ano foram apenas quatro gols marcados.

ICFUT – Ceará x Flamengo – Copa do Brasil 2011

Fonte: Globo.com

Carroça desembestada do Ceará vira funk e provoca Bonde sem freio do Fla

Inspirado em cartaz de torcedor, trio de amigos criou a música que embala o Vozão. Times se enfrentam nesta quarta, em Fortaleza, pela Copa do Brasil

Por Richard Souza Direto de Fortaleza

 Às seis da manhã da última sexta-feira, o telefone do DJ K-Dinho tocou. Era o designer Rick Vieira do outro lado da linha, eufórico e com uma ideia fervilhando na cabeça. Assim nasceu o funk da Carroça desembestada, concorrente do Bonde do Mengão sem freio.

– No intervalo do primeiro jogo, no Rio, vi um torcedor do Ceará com um cartaz dizendo que o time era a Carroça desembestada. O Ceará venceu por 2 a 1 e fiquei empolgado com aquela coisa de puxar o freio do Flamengo, que estava invicto há 25 jogos (16 vitórias e nove empates). Não aguentei esperar e liguei para o K-Dinho para ele fazer uma música.

O tal cartaz foi exibido no Engenhão, no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Era a mensagem de um cearense que vive no Rio, mas é natural do bairro José Walter, em Fortaleza. Coincidentemente, é lá que vive K-Dinho. O DJ, que já foi produtor de músicas de torcidas organizadas, topou a proposta na hora.

– Tinha assistido ao jogo e estava dormindo. Topei de cara. O Flamengo estava sem perder, tinha eliminado o Fortaleza e o Horizonte-CE. Os torcedores já estavam dizendo que o time unificaria o título cearense se vencesse o Ceará. Liguei para o Ebel e pedi para ele escrever a música.

DJ K-Dinho (de preto), MC Ebel (azul) e Rick Vieira autor funk carroça desembestada ceará (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)DJ K-Dinho (de preto), MC Ebel (azul) e Rick Vieira criaram o funk da Carroça desembestada (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)

MC Ebel, que é paulista e já viveu no Rio, aumentou a corrente e em menos de 12 horas a música estava gravada. A missão do trio de amigos ainda não estava completa. Idealizador da história, Rick espalhou o hit nas redes sociais da internet.

– Em menos de um dia foram 30 mil acessos. Hoje, mais de 40 mil.

Três dias depois, o funk ganhou nova versão. Tudo por conta do sucesso que a música fez no último domingo. O Vozão goleou o Guarani de Juazeiro por 5 a 0, conquistou o segundo turno e, como havia vencido o primeiro, comemorou seu 40º título estadual. Durante a festa no estádio Presidente Vargas, os alvinegros cantaram:

– Ah! Sai do “mei”, sai que a carroça ta sem “frei”.

Pronto. Rick, que estava no estádio, gravou o áudio e procurou novamente K-Dinho e Ebel.

– Nós decidimos incluir o grito da torcida nesta segunda versão. Ficou muito legal.

Entre o grupo do Ceará, a brincadeira foi aprovada. Os jogadores gostaram da criatividade dos torcedores.

– Vamos blindar o pneu dessa carroça para não furar (risos). Ficamos felizes de ver a torcida demonstrar esse lado de felicidade, nosso time está bem, as coisas têm acontecido. Até levaram uma carroça para o PV – disse o goleiro Fernando Henrique.

– Já andei de carroça. Foi um apelido legal, a torcida está passando um alto astral para outros lugares do Brasil, mostrando que aqui no Nordeste se faz um futebol de qualidade. O futebol diverte muita gente, o torcedor tem de fazer a festa, com paz, e ajudar dentro de campo – comentou o meia Geraldo.

Abaixo, o internauta confere a letra de cada versão e o áudio da segunda:

Carroça desembestada
MC Ebel, DJ K-Dinho e Rick Vieira

Sai da frente, sai da frente… é a Carroça desembesta!

Tô sem freio é o caramba, vê se presta atenção
Se o Mengo é freio, o Vozão é freio de mão
E dentro da tua casa tu pagou o maior micão

Uh! É freio de mão!
Uh! É freio de mão!

Carroça desembestada agora é o freio de mão!

Sai do ‘mei’ carroça sem ‘frei
MC Ebel, DJ K-Dinho e Rick Vieira

Ah! Sai do ‘mei’, sai que a carroça ta sem ‘frei’

Nosso bonde é preparado
Não dá mole para ninguém
Essa aqui é a mais nova
Carroça sem ‘frei’

Ah! Sai do ‘mei’, sai que a carroça ta sem ‘frei’

O eleito: Luxa escala Wanderley para ser o homem-gol contra o Ceará

Atacante assume a posição de Deivid no ataque do Fla em jogo decisivo pela Copa do Brasil e quer dobradinha contra o goleiro Fernando Henrique

Por Richard Souza Direto de Fortaleza, CE

wanderley flamengo treino (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)Wanderley participa de treino e será o titular do Fla
(Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)

O dedo de Luxemburgo, desta vez, apontou para Wanderley na hora de escolher o titular do ataque do Flamengo. O técnico ainda não confirmou, mas a tendência é que ele dê sequência ao rodízio forçado no setor, saque Deivid e escale o camisa 33 na partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil, contra o Ceará, nesta quarta-feira. Novidade nenhuma para o artilheiro do time na temporada ao lado do meia Thiago Neves, ambos com sete gols.

– É bom ter a confiança do treinador. O jogador sempre quer estar em campo, principalmente nas decisões. Não sei o que se passa na cabeça da comissão (técnica), mas acho que fui escolhido por entrar bem e fazer gols.

Wanderley disputou 18 jogos na temporada e foi titular oito vezes. Foram quatro gols no Carioca e três na Copa do Brasil. Contra o Vozão, ele vai ter a obrigação de decidir. Derrotado por 2 a 1 na partida de ida, o Rubro-Negro tem de vencer por dois gols de diferença ou por um, a partir de 3 a 2, para se classificar. Se devolver o placar do Rio, leva aos pênaltis.

Fazer dois gols é uma missão difícil, mas não impossível para Wanderley. Confiante, ele lembra que já conseguiu a dobradinha em 2011, contra o Americano, no estadual.

– Fiz dois gols nesse jogo, fiz também quando jogava no Santo André e na Ponte Preta. Quem sabe eu consigo repetir? – disse, sorridente.

Como visitante na Copa do Brasil, o Flamengo venceu todas as partidas por 3 a 0, contra Murici-AL, Fortaleza e Horizonte-CE. Desta vez, será preciso derrubar Fernando Henrique. O goleiro foi destaque no jogo do Engenhão.

– Trata-se de um goleiro muito bom, jogou muito tempo no Fluminense, é experiente. Fez boas defesas no primeiro jogo, mas espero levar a melhor sobre ele e sobre o Ceará.

Ceará e Flamengo pisam no gramado do Presidente Vargas, em Fortaleza, às 21h50m (de Brasília). O GLOBOESPORTE.COM detalha todos os lances em Tempo Real, com vídeos.

ICFUT – Será? Flamengo e Vasco juntos ?

Fonte: Kibeloco.com.br

SEM FREIO

Jogadores de Flamengo e Vasco deixam a rivalidade de lado e fazem orgia com 15 mulheres em motel

As vaias da torcida do Flamengo e a derrota para o Ceará pela Copa do Brasil não abalaram o moral do time. Tanto que alguns jogadores do rubro-negro carioca resolveram comemorar o título estadual invicto fazendo uma orgia com 15 mulheres em um dos motéis mais caros da cidade. E para surpresa geral, o “bonde” do Flamengo teve reforço de vascaínos, que, pelo jeito, comemoravam a conquista do vice-campeonato do time.

O evento começou na tarde de sexta-feira. O líder do grupo reservou as duas suítes mais caras (R$ 800 cada e mais R$ 170 por hora extra). Mais tarde, para surpresa dos garçons, chegaram três “reforços” do Vasco.

Além do caminhão de mulheres, a festa foi regada a muitas garrafas de uísques Balantines e Johnnie Walker e dos champanhes Moët Chandon e Veuve Cliquot, cujas garrafas custam R$ 245 e 250 respectivamente.

A farra rubro-cruzmaltina durou nada menos do que 18 horas e só terminou na madrugada de sábado. No fim, a conta deu a “mixaria” de R$ 18 mil.

***

Tudo mentira. Se tivesse vascaíno, a suruba terminaria na segunda

Fonte: Marca.com.br

Bonde sai do trilho em festa no motel

Jogadores de Flamengo e Vasco deixam a rivalidade de lado e fazem orgia com 15 mulheres numa suíte

07.05.11 às 23h26 > Atualizado em 07.05.11 às 23h26

Rio – As vaias da torcida do Flamengo e a derrota para o Ceará pela Copa do Brasil na quinta-feira não abalaram o moral do time. Indiferente às críticas, alguns jogadores resolveram comemorar a conquista do título carioca invicto fazendo uma orgia com 15 mulheres em um dos motéis mais caros da cidade, na última sexta-feira. E para surpresa geral, o bonde Rubro-Negro teve o reforço de vascaínos, que, pelo jeito, comemoravam a conquista do vice-campeonato do time. A conta da festinha regada a champanhe, uísque e vodca foi R$ 18 mil.

O evento começou na tarde da sexta-feira, quando quatro jogadores rubro-negros chegaram a um motel na Avenida Niemeyer, na Zona Sul. O líder do grupo reservou as duas suítes mais caras, que têm 500 metros quadrados cada. O período de seis horas em cada suíte custa R$ 800, mais R$ 170 por cada hora extra. Mais tarde, para surpresa dos garçons, chegaram três ‘reforços’ do Vasco para a festa.

Além do caminhão de mulheres, a festa foi regada a muitas garrafas de uísques Balantines e Johnnie Walker, e dos champanhes Moët Chandon e Veuve Cliquot, cujas garrafas custam R$ 245 e 250 respectivamente. De acordo com relatos, foram recolhidas muitas garrafas das bebidas espalhadas pelas suítes usadas na festa.

A farra rubro-cruzmaltina durou nada menos do que 18 horas, e só foi terminar na madrugada de sábado, quando o grupo deixou o local sem fazer alarde. No fim, a conta deu a ‘mixaria’ de R$ 18 mil, o que equivale a uma média de R$ 1 mil por hora de diversão.

Esta não foi a primeira comemoração de arromba de jogadores do Flamengo pela conquista do título carioca invicto. No domingo, algumas horas depois da vitória sobre o Vasco, um jogador alugou uma casa em Jacarepaguá, na Zona Oeste, onde houve uma festa privê com a presença de muitas convidadas de fino trato. O convescote só terminou às 15h de segunda-feira.

ICFUT – Palmeiras x Coritiba – Copa do Brasil – 2011

Fonte: O Estado de São Paulo

Palmeiras: promessa de despedida honrosa

Após vexame em Curitiba com goleada por 6 a 0, time quer mostrar garra no jogo da volta da Copa do Brasil no Pacaembu

DANIEL AKSTEIN BATISTA – O Estado de S.Paulo

SÃO PAULO – Após a vergonha em Curitiba na semana passada, o Palmeiras só quer uma coisa nesta quarta feira, às 21h50 (de Brasília, com transmissão do estadão.com.br e acompanhamento ao vivo da rádio Estadão ESPN), no Pacaembu: encerrar a participação na Copa do Brasil de forma honrosa. Quase ninguém acredita na classificação às semifinais depois da goleada (6 a 0) sofrida no estádio Couto Pereira.

Robson Fernandjes/AE
Robson Fernandjes/AE
Queda livre? Felipão sabe que a vaga não deve ser do Palmeiras. ‘É uma dificuldade imensa’

“Não estou aqui para contar história de Papai Noel: acho muito difícil”, admitiu o goleiro Marcos. “Temos de entrar em campo, correr e tentar apagar a última imagem. A nossa única obrigação é honrar esse escudo que está no nosso peito e só podemos prometer vontade”, disse. “Para nossa honra, temos de ganhar. E mesmo assim vai ser difícil.”

O goleiro, aliás, voltou a demonstrar personalidade nesta terça-feira. Enquanto muitos jogadores se escondem em momentos adversos, Marcos não fugiu da responsabilidade. Já havia demonstrado irritação com o time em Curitiba e agora repetiu as palavras. Antes de a entrevista começar, pediu para fazer uma declaração. “Queria pedir perdão à torcida. Nós também ficamos envergonhados, nos sentimos humilhados”, contou. “Tivemos de aguentar todas as gozações (de torcedores rivais), porque o jogo foi ridículo. Foi uma noite infeliz.”

Com medo das reações da própria torcida, o time ficou três dias sem treinar. Nesta terça, Luiz Felipe Scolari confirmou a volta de Thiago Heleno à defesa, a manutenção de João Vítor na lateral-direita e a entrada de Chico e Wellington Paulista no meio e no ataque, respectivamente.

O público deve ser pequeno no Pacaembu. E, quem for, promete protesto. Questionado se iria ver o time caso fosse um torcedor comum, Marcos pensou bem. “Os caras (a diretoria) deviam ter abaixado o preço do ingresso. Mas eu iria, pior do que em Curitiba não vai ser.”

Felipão afirmou não ligar para as críticas da torcida. “Não vou jogar a toalha por causa de um desastre.”

PALMEIRAS – Marcos; João Vítor, Danilo, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Márcio Araújo, Chico, Marcos Assunção e Lincoln; Kleber e Wellington Paulista. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

CORITIBA – Édson Bastos; Jonas, Demerson, Émerson e Lucas Mendes; Leandro Donizete, Willian, Éverton Ribeiro e Davi; Anderson Aquino e Bill. Técnico: Marcelo Oliveira.

Árbitro – Lielson Nogueira Dias (PE); Horário – 21h50 (de Brasília); TV – Band e ESPN Brasil; Rádio – Estadão ESPN (AM 700/FM 92,9); Local – Estádio Pacaembu, em São Paulo (SP).

No Coritiba, olho no recorde e respeito ao adversário

Enquanto clube investiga se série invicta de 24 jogos é marca mundial, técnico prega cautela contra o Palmeiras

[videolog 654775]

JULIO CESAR LIMA – O Estado de S.Paulo

CURITIBA – Nenhum clube brasileiro fez nada igual desde o início do futebol no País. Por isso, depois de estabelecer novo recorde de vitórias, com 24 jogos seguidos e 81 gols marcados na temporada – que alguns pesquisadores já tentam provar que pode ser recorde mundial -, o Coritiba passou a ser o time a ser batido no futebol nacional. Nesta quarta-feira, o Coxa entra em campo contra o Palmeiras com vantagem de seis gols, graças à goleada do primeiro jogo e pode confirmar sua passagem às semifinais da Copa do Brasil, com o status de nova sensação.

Giuliano Gomes - 5/5/2011
Giuliano Gomes – 5/5/2011
Artilheiro. Com muitos gols, Bill conquistou a torcida do Coxa

Mesmo com esse cartel de vitórias, o técnico Marcelo Oliveira prefere manter a calma e não quer euforia antecipada. Segundo ele, o time paulista é forte e, no futebol, todos devem estar atentos em campo. “Estamos prontos para todas as situações, lembramos sempre que certa vez em um Grêmio e Palmeiras quase houve reversão de resultado. Mas agora mostramos união, fé, o grupo está bem concentrado. O Palmeiras tem jogadores experientes, forte comando. O que temos de fazer é seguir nosso caminho para a classificação.”

Para a partida desta quarta o treinador não terá Rafinha e Léo Gago, suspensos, além de Pereira, lesionado. “O Everton Ribeiro entra na vaga do Rafinha, pois tem entrado em vários jogos e conhece bem a função, e o William é o substituto natural do Leo. Resolvi também dar uma chance ao Demerson, que vem treinando muito bem. Nós temos dois zagueiros bons, o Cleiton e ele, mas vou dar a ele essa oportunidade.”

ESPN – Bill nega ilusão com invencibilidade

O time marcou gols em todas as partidas e Oliveira acredita que hoje isso possa se repetir, apesar do discurso cauteloso. “Nós vamos entrar muito atentos. O Palmeiras é uma equipe grande, mas vamos buscar a vitória.”

Mineiro como o antecessor Ney Franco, Oliveira sempre deixou claro em suas entrevistas a importância do treinador anterior. Segundo ele, Franco montou uma base forte e, com o tempo, foi aperfeiçoando algumas jogadas e variações, mas com um grupo que já se conhece, e com poucas alterações.

‘Tenho certeza que nosso time vai entrar muito forte’, diz Marcelo Oliveira

Em entrevista, técnico garante que Coritiba mostrará muita voltade de vencer na Copa do Brasil

JULIO CESAR LIMA – O Estado de S.Paulo

CURITIBA – Marcelo Oliveira, técnico do time sensação neste início de temporada, afirma que sua equipe manterá nesta noite, no Pacaembu, a mesma calma que teve para dar uma goleada histórica por 6 a 0 sobre o Palmeiras, há uma semana.

O homem que substituiu Ney Franco no comando da equipe paranaense após a conquista da Série B acredita que seus jogadores “vão entrar muito fortes no jogo” e “com muita vontade de vencer novamente”, apesar da enorme vantagem. Antes de deixar Curitiba, Marcelo falou ao Estado.

Depois de aplicar uma goleada por 6 a 0 em casa, como manter a tranquilidade do grupo e os pés no chão?
Temos um exercício diário de conversa, de que não chegamos ainda a esse segundo objetivo (a classificação). Nós encaminhamos de certa forma a classificação e a gente vai lutar muito por ela. Se passarmos pelo Palmeiras, faltarão quatro jogos, e aí aumenta a possibilidade (do título).

Uma vitória tão expressiva não pode atrapalhar o desempenho do time em campo hoje à noite?
Não, eu tenho certeza de que esses jogadores, por tudo que eles construíram até agora, vão entrar muito fortes no jogo. Não temos a ideia de que podemos perder, mas sim de que vamos tentar a vitória. Sabemos que o Palmeiras tem elenco para vencer, tem comando pra isso, mas nós vamos tentar outra vitória.

Com a sequência de 24 vitórias, deve haver muita pressão sobre os atletas. Como todos têm reagido?
No nosso caso, pegamos uma sequência muito boa. Fomos nos fortalecendo e agora não dá mais para olhar pra trás. Vamos buscar sempre a vitória e, naquele dia em que perdermos, tenho a certeza de que vamos estar juntos, sabendo que demos o melhor.

O que essa classificação pode representar para o Estado?
O Paraná é um dos grandes centros do futebol brasileiro e, se tivermos duas equipes crescendo, se classificando, será ótimo. (O Atlético-PR tenta vaga contra o Vasco; os times empataram por 2 a 2 em Curitiba, no jogo de ida). Nós somos do Coritiba e vamos lutar para que o Coritiba alcance seus objetivos.

Por Allisson – WTorre decide parar obras !

Fonte: O Estado de São Paulo

WTorre decide parar obras da Arena

Direção da empresa diz que decisão só será revista quando a diretoria do Palmeiras assinar o contrato de construção

Daniel Akstein Batista – O Estado de S.Paulo

Os funcionários da WTorre que nas últimas semanas começavam o seu trabalho na reforma do Palestra Itália diariamente às 8 horas vão ter de mudar a rotina a partir de hoje. Eles já foram avisados que as obras para a futura Arena estão momentaneamente paralisadas.

Ernesto Rodrigues/A–24/3/2011
Ernesto Rodrigues/A–24/3/2011
E agora? Após semanas de quebradeira no Palestra Itália, funcionários não vão trabalhar hoje. Mas os entulhos permanecem

O presidente da empresa, Walter Torre, cansou de esperar pela definição de Arnaldo Tirone e resolveu dar um basta na situação. Sua medida pode ser revista caso o presidente palmeirense assine o novo contrato.

Torre aguardava a assinatura de Tirone até o final da tarde de ontem, prazo final que já havia sido estendido em três dias. Na segunda-feira, diretores e conselheiros do clube se reuniram na Academia de Futebol para discutir o contrato e a nova proposta da empresa, mas nada ficou acertado. A maior reclamação do Palmeiras é quanto ao seguro da obra, o chamado “seguro performance”, que cobre 38% do valor total da obra (o estádio vai custar cerca de R$ 300 milhões) caso ela não saia do papel.

A WTorre já havia aumentado esta quantia (era de apenas 10%), mas, mesmo assim, Tirone pede mais. “Incluímos ainda na escritura uma garantia pessoal, minha e dos outros diretores da empresa, garantindo a fiança caso a obra não saia”, disse Torre ontem ao Estado. “Eu já não sei o que eles querem de verdade. Estamos desde 14 de janeiro aguardando a assinatura do documento”, lamentou.

Como ainda acredita que o Palmeiras vá arcar com seu compromisso, Torre aguarda uma posição do clube sem acioná-lo na Justiça. Este, aliás, seria o último passo da empresa.

Se Tirone assinar o documento hoje, as obras voltarão a ser executadas. Torre alega já ter gasto R$ 40 milhões na reforma do estádio e não pretende encerrar o acordo com o clube. Porém, a história vai mudar caso o Palmeiras postergue ainda mais a assinatura final. “Já estamos preparados com a documentação e temos as ferramentas jurídicas. Estamos 100% dentro do contrato”, garantiu Torre.

O primeiro passo seria cada um nomear o seu advogado e, então, eles escolheriam um terceiro perito para analisar o caso. Após isso, demoraria cerca de um mês para a resposta – e só depois a Justiça entraria em ação. A WTorre, no entretanto, espera que o Palmeiras resolva logo esse imbróglio para que as obras continuem. “Não queremos que (as obras) fiquem paradas”, falou.

Alguns conselheiros do Palmeiras alegam que outras construtoras já teriam entrado em contato com o clube caso a WTorre desista do negócio. Essa era uma forma de pressionar a construtora, que não ligou para as notícias e confirmou o que vinha ameaçando há tempo