Por Eder – Copa do Mundo 2014

Existe uma discussão á respeito da construção do estádio do S.C. Corinthians, da reforma do estádio Palestra Itália, onde são-paulinos que torcem contra a construção do estádio do Corinthians e a reforma do Palestra Itália, acham um absurdo a abertura não ser no Cícero Pompeu de Toledo, eles gesticulam, esperneiam, estão desesperados com o fato de que não foram selecionados para sediar a abertura da copa do mundo. Para retomar o porque o S.P.F.C. está fora dos planos da abertura da copa do mundo, vamos retomar alguns episódios corriqueiros no cenário do futebol brasileiro e principalmente na cidade de São Paulo, desses anos que se passaram antes da copa do mundo. Os dirigentes do S.P.F.C. sempre fizeram questão de lembrar que tem o maior, e na concepção deles, o melhor estádio do estado e do Brasil,  e que nenhum outro clube teria ou terá um estádio a altura , sempre fizeram questão de pronunciar em alto e bom som de que o clube não dependia de nenhum outro clube, seja da capital ou de qualquer outro lugar do Brasil, para sustentar seu estádio , construído com dinheiro público na época do regime militar, que explorou crianças das escolas públicas para arrecadar dinheiro e assim dar continuidade a construção do estádio.

Passado tanto tempo dessa história é chegado o momento em que agora os dirigentes estão colhendo os frutos daquilo que plantaram por muitos anos, foram anos de falta de modéstia, muita soberba e arrogância, o que aconteceu com o clube auto–suficiente? com o melhor estádio do Brasil?

O clube divulga grandes arrecadações com bilheteria de shows etc., quando na realidade o que todo mundo sabe é que o clube precisa mesmo é de que jogos aconteçam em seu estádio, os shows estragam o gramado, e o mesmo passa por um longo período de recuperação total para ter condições de jogo, ou seja , o próprio clube se pudesse não disponibilizaria o estádio para apresentações de cantores.

Esse é o resultado de tanto tempo de soberba que está sendo colhido agora.

Algumas pessoas que eu conheço dizem existir a possibilidade de que quando estivermos próximos da copa do mundo, todos os clubes receberão ajuda do governo para reformar e construir estádios , eu não duvido dessa hipótese , mas , se a União, o Estado ou a Prefeitura não conseguirem trazer a abertura para o estado de São Paulo de quem será a culpa? do Palmeiras ou do Corinthians porque não conseguiram finalizar seus respectivos estádios a tempo? do S.P.F.C. que todo esse tempo se vangloriou do estádio que “tem”, mas nunca fez nada de concreto e bom para o estádio que “ganhou” do Estado?. A pergunta que se põe é a seguinte: se o Estado de São Paulo não sediar a abertura da copa do mundo a culpa é de quem? É apenas dos governantes que não disponibilizaram ainda meio de transporte adequado para se locomover até o Cícero Pompeu de Toledo?

Por Eder – Semifinal do Campeonato Paulista

Fonte: Agência CORINTHIANS

Nota Oficial

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, faz questão de vir a público para desmentir as notícias de que teria oferecido “lobby” a favor do estádio Palestra Itália, para que este fosse escolhido como sede da Copa das Confederações, em troca de jogar a semifinal do Campeonato Paulista no Pacaembu.

Andrés Sanchez esclarece que nem sequer participou da reunião desta tarde na Federação Paulista de Futebol e que a decisão de jogar no estádio do Pacaembu foi do Palmeiras, assim como a escolha de destinar ao Corinthians apenas 5% da carga total.

Por Cleber Aguiar – Últimas de Santos – BRA x América – MEX Libertadores 2011

Fonte: Record.com.mx

( Tradutor Google )

América ignora o estresse em sua viagem ao Brasil

Pavel Pardo e Oscar Rojas concordou que devem ter os poucos momentos de descanso depois da azáfama que foram cobrados no campeonato e Libertadores

JONATHAN PEÑA

Depois de receber a tarde de folga, antes de viajar ao Brasil para a noite, um por um os membros do esquadrão foram dando aos americanos se reúnem em aeroporto da capital com a premissa de trazer um bom resultado na América do Sul e deixando de lado por enquanto, como A maior parte do jogo contra o Pumas. Dentro de confiança azulcrema que pode dar um bom jogo, apesar da agitação de ambos os torneios.

“Obviamente a viagem cansados, mas o pouco tempo que você tem que usá-lo para dormir bem e começar a festa bem, como é bom à noite”, disse Pavel Pardo, que observou que nas mentes dos americanos são os três pontos e explicou como estar no campo de jogo contra os brasileiros.

“É uma equipa que joga bem, com jogadores interessantes, perigosas e enfrentar os brasileiros como eles são sempre jogos difíceis, temos que fazer um jogo perfeito, com zero de erros, jogar de forma inteligente e ganhar você tem que atacar”, disse ele.

Quando perguntado qual é o melhor resultado que pode levar a América a Santos, o meia não hesitou em dizer: “. Win”

Por sua parte, Oscar Rojas deixou de mostrar também que o tema das viagens eo cansaço é complexo, mas deixe as desculpas de lado.

“Temos de assimilar a melhor maneira que jogamos hoje (domingo), como agora há pouco tempo para se recuperar, mas a viagem para tentar descansar da melhor maneira possível e estar pronto para o jogo”, disse ele.

Sobre o jogo aludida: “Não perca (é um bom resultado), embora a idéia de nós vai buscar os três pontos e tentar definir aqui no México”.

Fadiga mental é

Antes de viajar para o Brasil, o treinador das águias, disse Axel Bierbaum horas de vôo de aproximadamente conduz a equipe nos últimos meses, embora ele estava confiante de que eles não prejudiquem o cansaço e tudo é mental “.

“Sabíamos que íamos ter este desgaste, agora temos 80 horas de vôo, mas nós estamos bem, sem ferimentos, a equipe parece ser bom em jogos e é frequentemente uma fadiga mental, vamos garantir que o equipamento é bom” .

“Você pode ter mchas vontade para competir nesta Copa, é muito trabalho mental e estão preparados para isso. Vantagens não temos até agora e não temos para lhes dar, é pesado, mas o gosto vale a pena jogar, então vamos trabalhar apenas dosado e regenerativa alongamentos e pesos muito “, disse ele Bierbaum

Site O ficial do América do México

( Tradutor Google )


América foi para o Brasil para enfrentar o Santos Neymar
Foi a primeira equipe no mundo a 10 mil gols e que lhes vamos jogar uma bola para as quartas-de-final

Falando do Santos Football Club é lembrar-se de uma equipe com a transcendência, um esquadrão de popularidade, mas acima de tudo, a instituição formou, forjou e deu o melhor jogador brasileiro de todos os tempos, Pelé.

Fundada em 14 de abril de 1912 na cidade de Santos no estado de São Paulo, Brasil; esta equipa lendário brasileiro é nosso rival próxima Copa Santander Libertadores de 2011 e aqui está sua história.

Raymundo Marques, Mário Ferraz e Argemiro de Souza, três atletas da cidade de Santos, foram os iniciadores da instituição. Inicialmente, vários nomes? Concórdia, Euterpe e Brasil Atlético-se de votar, mas a assembléia tomou o nome, por unanimidade, proposta de Edmundo Jorge Araújo do Santos Futebol Clube.

Desde aquela época, 1912, a equipe que realizou uma riscas verticais? Azul com branco e separadas por um fio de ouro, iniciar a sua história como o clube mais representativo do Brasil, sendo seu primeiro presidente e Arnaldo Silveira Sizino Patusca sua primeiro jogador a marcar um gol.

A história estatística do Santos Football Club começou em 15 de setembro de 1912, dia em que jogou seu primeiro jogo e conseguiu sua primeira vitória sobre o Santos Athletic Club por um placar de 3 gols a 2.

Santos começou com o pé direito pé no futebol e comecei a escrever uma história mítica e transcendental.

Durante as décadas seguintes, a equipe do Estado de São Paulo foi o autor e ex-estrelas brasileiras do futuro.

Foi assim que a equipe principal de uma centena de gols. Abraham Patusca, Siriri, Camarão, Feitiço, Patuska e Evangelista Arakan Santos fez uma escalação temido por seus rivais como eles conseguiram uma média de 6 gols por jogo graças à sua disciplina e técnica para atacar.

Algumas décadas depois, o Santos seria o treinador do melhor jogador do século passado (os eleitores), o melhor jogador do mundo (de acordo com a IFFHS) eo melhor atleta do século XX (referindo-se ao Comitê Olímpico Internacional).

Edson Arantes do Nascimento estréia com a escalação Santos, que tornou praticamente invencível e que conquistou tudo: Nove Campeonato Paulista três do torneio Rio-São Paulo, o Torneio Roberto Gomes Pedrosa, seis campeonatos Brasileiro Serie A, duas Copa Libertadores, duas Copas dos Campeões da Super e Intercontinental.

Pelé e Santos tornou-se o sentimento de equipe, o mesmo que realizou grandes discos e foi o precursor do “jogo bonito”. Esta comunhão é um mito que se tornou realidade e seus jogos foram o deleite de todos os fãs.

Com esta camisa e calças pretas escalação de listras, preto com branco, tem o seu objetivo Basco mil antes da Gama, escrevendo uma nova história no futebol mundial, em 19 de novembro de 1969.

No total, ele marcou 1.281 gols, 760 e 522 partidas oficiais em amistosos, que o catapultou para ser uma imagem de Santos no Brasil, desde 1091 tem metas em 1120 para jogos e um herói mundial depois de vencer gol em 1363 jogos ( Clube de Santos Detalhes e FIFA).

Ele marcou quase um gol por jogo (0,94 gols por jogo).

Esta história descrita nos anais dos Santos foi o cenário para que todos se viraram para ver a sua semente, pois durante os anos seguintes, após a saída de Pelé, continua a formar grandes jogadores e fazendo inúmeros campeonatos.

Resultados anteriores do Santos FC.

Torneios Nacionais

8 Campeonato Brasileiro Serie A (2010)

5 Taca Brasil

Roberto Gomes Pedrosa, 1 Torneio

2 Campeonatos Brasileiros

1 Taça Brasil (2010)

Torneios Regionais

5 Torneio Rio-São Paulo

Estado Torneios

Campeonato Paulista 18 (2010)

Torneios Internacionais

2 Taças Intercontinental

2 da Copa Libertadores

1 Supercopa dos Campeões Intercontinentais

1 Copa CONMEBOL

Coletiva de Neymar no Santos

Por Cleber Aguiar – Beira-Rio espera trabalhando !

Fonte: O Globo – RJ


Empreiteira que vai tocar a reforma do estádio do Inter será conhecida na primeira quinzena de maio,
mas obras já estão em andamento e desejo é deixar tudo pronto para a Copa das Confederações, em 2013

Naira Hofmeister
Especial para O GLOBO

O BEIRA-RIO já em obras: além de melhorias estruturais, a capacidade vai ser ampliada dos atuais 54 mil lugares para 60 mil. O estádio pode não ser fechado para as reformas.O nome da empreiteira escolhida para ser a parceira do Internacional na reforma do Beira- Rio — o palco da Copa do Mundo de b2014 em Porto Alegre — será anunciado
na primeira quinzena de maio. Desde que o Conselho Deliberativo do clube encerrou a polêmica sobre o modelo de financiamento da reestruturação do estádio colorado, na noite do dia 22 de março, e definiu que a melhor saída para o Inter seria entregar a responsabilidade pelas obras a uma empresa terceirizada, doze construtoras procuraram
os dirigentes para saber detalhes do projeto.
Onze mantêm a determinação de participar da concorrência, cujo objetivo é apresentar a casa reformulada a tempo de receber a Copa das Confederações, em junho de 2013. Em troca, a empreiteira vencedora poderá explorar suítes, cadeiras vips e o estacionamento que farão parte do Beira-Rio depois da obra.— A data limite para a entrega
dos projetos é dia 4 de maio. Depois disso, com o auxílio de empresas da área jurídica e de auditoria que contratamos,
tomaremos a decisão sobre qual é a melhor proposta — anuncia o presidente colorado Giovanni Luigi.
Apesar da indefinição sobre o parceiro, as obras do Beira- Rio estão em andamento há quase um ano. Além de melhorias estruturais, o primeiro quadrante da arquibancada inferior do estádio será concluído no início de junho.
— Estamos trabalhando totalmente dentro do cronograma que foi elaborado. O Beira- Rio, aliás, é o estádio que está
mais adiantado no Brasil — garante Luigi.
As obras vão ampliar a capacidade do estádio dos atuais 54 mil lugares para aproximadamente 60 mil. Também será construída uma cobertura, mas não está decidido se o Beira-Rio será fechado para a reforma.


Proposta não agrada
O estágio atual da obra é fruto da decisão da antiga diretoria, que acreditava na possibilidade de que o Internacional financiasse a reforma do Beira-Rio com recursos próprios — tese que foi contestada pela gestão que tomou posse em janeiro. A ideia era obter dinheiro com a comercialização direta dos novos espaços para os torcedores, além da venda do terreno do antigo estádio dos Eucaliptos, que vai se transformar em um complexo de sete torres residenciais, com 11 andares cada.
A primeira empresa a se apresentar foi a Andrade Gutierrez, mas a proposta não agradou aos membros do Conselho Deliberativo. Além de um aumento no valor da obra, que passaria dos R$ 150 milhões previstos inicialmente para R$290 milhões, a empreiteira exigia explorar por 20 anos as 121 suítes, três mil cadeiras gold e as três mil vagas do estacionamento. Luigi diz que a decisão deverá recair sobre a empresa que apresentar o menor tempo de
exploração dos espaços. ■

Carros devem ficar a oito quilômetros de distância

Cálculo aponta até 300 mil pessoas no entorno. Obras no Aeroporto Salgado Filho são as que mais preocupam
● PORTO ALEGRE. Cálculos da prefeitura de Porto Alegre apontam que, nos dias de jogos da Copa do Mundo, o entorno do Beira-Rio deverá receber mais de três vezes a capacidade de público do estádio, que, depois da reforma, passará a ser de 60 mil pessoas. O presidente da Empresa Pública de Transportes Urbanos (EPTC), Vanderlei Capellari, adverte que, dependendo do jogo, esse número poderá chegar a 300 mil pessoas. Por essa razão, a prefeitura de Porto Alegre não descarta proibir a circulação de carros por oito quilômetros no entorno do estádio.
Apenas autoridades e convidados vip poderão chegar em automóveis ao campo de jogos.
— Estamos estudando locais para instalar grandes bolsões de estacionamento, de onde sairão ônibus de transporte coletivos
— esclarece Capellari. A Fifa estabelece um mínimo de 2 km sem a circulação de carros, mas o presidente da EPCT alerta que a distância seria insuficiente em Porto Alegre. Essa peculiaridade se deve a que o estádio para o Mundial 2014 fica
— como indica o próprio nome — às margens do Guaíba, o grande lago que circunda a capital
gaúcha. Do lado oposto, está o Morro da Conceição, que abriga uma reserva natural.
Curioso é que a única obra de mobilidade urbana em andamento em Porto Alegre é justamente a duplicação da Avenida Beira-Rio, que, pela borda do Guaíba, faz o trajeto entre a Usina do Gasômetro, no Centro de Porto Alegre, e o estádio do Internacional, passando por um dos prováveis locais do fun fest: o Anfiteatro Pôr-do-Sol.
A duplicação da avenida já pôde começar porque uma parte da obra está fora da Matriz de Responsabilidades do Município, assinada pelo prefeito José Fortunati. Nenhuma das dez intervenções previstas no documento saiu do papel até agora porque o Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul ainda não recebeu os projetos.
Desde dezembro de 2010, o órgão fiscalizador aguarda o encaminhamento
do material. — Tudo está dentro do cronograma para que as obras fiquem prontas até o final de 2013 — garante o prefeito. Entre as obras de mobilidade, a que mais preocupa os gestores municipais é a duplicação da Avenida Tronco, que deve reorganizar o trânsito na Zona Sul de Porto Alegre, onde fica o estádio Beira-Rio. Mil e oitocentas famílias
(40 mil pessoas) serão removidas para a obra ser executada.Segundo o cientista político da Ong Cidade, Sérgio Gregório Baierle, as famílias serão encaminhadas para áreas periféricas
da cidade, onde a infraestrutura é precária ou até inexistente. Uma das principais preocupações dos gestores da Copa 2014 em Porto Alegre é o Aeroporto Salgado Filho, que, apesar da capacidade de atender quatro milhões de passageiros, operou em 2010 voos com um total de público de 6,7 milhões de pessoas. Além da construção de um novo terminal de cargas e ampliação do terminal 1 de passageiros (que ampliará a capacidade do aeroporto para 10 milhões de passageiros), será necessário resolver dois problemas que afligem a população há anos. A pista do aeroporto é pequena e falta equipamento para pilotar os aviões em condições meteorológicas desfavoráveis.
A promessa da Infraero é investir no Salgado Filho R$ 670 milhões. Porém o secretário municipal da Copa em Porto
Alegre, João Bosco Vaz, critica a lentidão dos trâmites:
— Há três meses, transferimos 500 famílias para a obra da pista começar. Até agora, nada. Temo que as pessoas voltem a invadir a área e tenhamos que removê-las novamente. (N.H.) ■

Por Edgar Santista – Rooney, sobre Chicharito: ‘Ele é a contratação do século’

Com 19 gols em 40 partidas, atacante mexicano, que custou menos de R$ 20 milhões, é o grande xodó da torcida do Manchester nesta temporada

Javier Hernandez Chicharito comemora gol do Manchester United (Foto: Reuters)Chicharito já marcou 19 gols em seu primeiro ano
com a camisa do United (Foto: Reuters)

Com média de quase um gol a cada dois jogos, Javier Hernandéz, o Chicharito, caiu não só nas graças da torcida como também dos jogadores do Manchester United. Após mais uma participação decisiva, na vitória por 1 a 0 sobre o Everton, o atacante mexicano, contratado por apenas 7 milhões de libras (18 milhões de reais), vem sendo muito elogiado pelos companheiros de time.

Lançado aos poucos pelo técnico Alex Ferguson na equipe, Chicharito foi ganhando espaço mesmo com Berbatov, seu principal rival na luta por uma posição no ataque, sendo o artilheiro do Campeonato Inglês, com 20 gols. Hernandez tem 12.

Em seu perfil no Twitter, o atacante Wayne Rooney celebrou a “contratação do século” para o Manchester.

– Adoro jogar com o Hernandez. Ele foi a contratação do século. E é um grande cara também – disse o camisa 10 dos Diabos Vermelhos.

Rio Ferdinand endossou as palavras do atacante. Segundo ele, o ano do mexicano, que já marcou 19 vezes em 40 partidas pelos Diabos Vermelhos, está sendo sensacional. Na semifinal da Liga dos Campeões, nesta terça-feira, contra o Schalke, Chicha, como é chamado pelos companheiros, deve ser titular mais uma vez.

– Hernandez, também conhecido como Pequena Ervilha (Chicharito, em espanhol), é o cara! Que temporada de estreia na Premier League – festejou.

Os primeiros dias de Chicharito com a camisa do Manchester United já pareciam ser um sinal de que o investimento em seu futebol estava sendo muito bem feito. Na pré-temporada do time inglês, realizada nos Estados Unidos, ele marcou três gols em três partidas. E logo em seu primeiro jogo oficial, na decisão da Supercopa da Inglaterra, o mexicano deixou o seu e os Diabos Vermelhos bateram o Chelsea por 3 a 1.

Por GLOBOESPORTE.COM Manchester, Inglaterra